Filho pródigo

91 visualizações

Publicada em

...

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
91
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filho pródigo

  1. 1. o' -. 'r " 5 x" Í K- x f. ” . _/ / - * A 'ip / x , MN a a 'É SK O pa¡ o vestiu com as melhores roupas, colocou um anel em seu a 'x - _ a a -y' _. -“ 7 r _ 'A 1.¡ ' 'a X _ V y: . j, . A _ E , .. . / . Iídedo, e sandálias nos seus pés. E festejou a chegada do seu filho! A# YÍ"" m T* _ 2 1.
  2. 2. X. l 4 1 / i '* i v" J~ ( V! 'lr vix , / (j: 1, / _ / ' #g3 r Assim que o pai o viu, correu em sua direção e abriu os braços para recebe-Io. 41?: x . " 14/*77
  3. 3. w A Í ~ / _ ~ ¡« _ » _ I I * ' r--'*" *a f' (P) r , i r f 5 z = ^ . › ã F L; í N N¡ À _ V 17.- *i j! ' "Eu vou dizer ao meu pai que pequei e que nao mereço mais ser chamado de filho. Quero ser um dos empregados" m); g-"V J». illrnlñi
  4. 4. ¡. / sf' , I 7 s fa? ? f; x Y r x @à . K w . lã-ht v x vx 5:": _ " “ , xi , f' . , / «Í V? n 0/ _J _. r . g : Lvl AJ . _'_, Caindo em si ele percebeu que o melhor caminho s para a casa de seu pa¡ e ser um de seus empregados. eria voltar . .I x_ '__ _. _.› 9-'
  5. 5. .LI X_ vi_ . f "xt, , ¡ . l 2'- fi ' l ¡| ~ z' E l l r e 7: 1 'u i E'. Í . ' , /' l f' v ~ __ 1 . É'. n_ › _l Ali, com fome, ele tinha vontade de comer a comida dos porcos. _if
  6. 6. * . › i a v F / 7 3 . a i * . » , g , í L, Houve uma grande fome naquele pais. por isso para se sustentar. ele começou a cuidar de porcos.
  7. 7. J à Í / ' ~ r y; à. l! a í_ à** , if à'. ;í v 7 . __ _1 r . ..o i »J ” u. "f. | " l ' v 5 l . , a »_ _ f* -"/ '" l r _. I , Ã , I ) ' r x . f '“ ' ç z' ' ' l, .. - ' j_ , z l. L- - 3 -. _ “ '“ K'. '9 É l ' ~ “ ' I _ f z Ê. _'-' / x ' / V ' 'É' ' V x¡ R v v '/ l , r' » i _ . J , a a 71'* A í _› x* A - l k. N 7 . _ x a “Ali viveu um a vida de pecado e desperdiçou toda a sua herança com amigos. mulheres. bebedices.
  8. 8. v' *, - i i ' , É 'z' é. x_ ç kj . _4› 'r ; N : /ÍJXÊK z' s¡ 1 [lb 'x . IU Alguns dias depois ele juntou tudo o que era seu para um país muito distante dali. . .v 1 . l À* e foi V/ t r- J í w*
  9. 9. d. z) . 7 g j 1 f! _ ', 1 _ “ A / I 1 7// ' / / ' a _ x** / ._ a 4'", - . 'j ç e/ g, ' l x. ,- __ __ A' _. O ñlho mais novo pediu ao pai a sua herança H ' 4 _/4_ -
  10. 10. n . : l S 0 m ñ . B O _d a h Im t m _e m O h O n. e C im
  11. 11. u' v _ ¡ v-x. 3. * * ' › . l ' f¡ / v* , *Í l , P L / k', › ¡ AÍ; '«( ' _l Í x 3a/ J I V / / “s, .r “ , A1/ _p_ "'1 / 13 , . _ _ a s g , i z/ .t l / _ 'e › AÍ? ? . .Ki , . - da' M' f¡ x < m¡ À . I . . V O filho mais velho ficou muito bravo e não quis entrar, mas o pai insistiu, dizendo que era necessário festejar, já que o tilho estava k perdido e foi achado! x ll j lf Ç. .

×