Título do projeto:Acrimat em Ação – 20122ª EdiçãoPeríodo de realização:08 de março a 29 de maio de 2012Locais:•   Cuiabá  ...
PATROCINADORESREALIZAÇÃO
5 PALESTRAS TÉCNICAS1. Manejo Sanitário2. Programa ABC do Governo Federal3. Perspectivas dos Negócios da Pecuária4. Sucess...
ROTA 01                  PARTICIPANTES 2011         PARTICIPANTES 2012350            315300                               ...
ROTA 02                    PARTICIPANTES 2011       PARTICIPANTES 2012140                 132120100                       ...
ROTA 03               PARTICIPANTES 2011     PARTICIPANTES 2012140                                        118120          ...
ROTA 04                  PARTICIPANTES 2011      PARTICIPANTES 2012700                                            60260050...
PARTICIPANTESOrd.           CIDADES         2011   2012   ∆%1º     Água Boa                 82    602    6342º     Pontes ...
PARTICIPANTESOrd.        CIDADES       2011   2012    ∆%11º    Guiratinga          39       74   9012º    Cáceres         ...
PARTICIPANTESOrd.                CIDADES*               20121º        Confresa                          1362º        Marce...
TRAZENDOINFORMAÇÕES!Condições das rodovias   em Mato Grosso
ROTA 01Período: 08   a 17 de marçoMunicípios: • Cuiabá        • Vila Bela da Santíssima Trindade            • Poconé      ...
Trecho da MT-451, entre Poconé e oentroncamento com a BR-070
BR-070, sentido Poconé
Entroncamento BR-070 e MT-060
BR-174 entre Pontes e Lacerda e Nova Lacerda
ROTA 02Período: 09   a 17 de abrilMunicípios:   •   Sinop          •   Nova Monte Verde              •   Marcelândia    • ...
MT-320, entre Nova Santa Helena e Colíder
Trecho em duplicação na BR-163/364 entre Rosário Oeste e Nobres
MT-423, entre Sinop e Cláudia
MT-423, entre Cláudia e Sinop
Trecho da BR-163/364, entre Matupá e Guarantã do Norte
Ponte sobre o Rio Cristalino, entreGuarantã do Norte e Novo Mundo
Travessia do Rio Teles Pires, entre Novo Mundo e Carlinda
MT-208, entre Alta Floresta e Nova Monte Verde
ROTA 03Período: 03   a 11 de maioMunicípios:   •   Tangará da Serra    •   Castanheira              •   Brasnorte         ...
Entroncamento MT-246 e BR-163/364, entre Acorizal e Jangada
MT-358, entre Tangará da Serra e Campo Novo, sem acostamento e                 com a vegetação cobrindo a placa de sinaliz...
Trecho em obras na MT-358
Trecho da MT-170, entre Campo Novo e Brasnorte
Trecho sem acostamento, MT-170 próximo a Brasnorte
Trecho com vários buracos, MT-170 próximo a Juína
Ponte em construção sobre o Rio do Sangue, MT-325/220
MT-325/220
Trecho em péssimas condições na MT-420, entre Juruena e Aripuanã
ROTA 04Período:   21 a 29 de maio              •   Rondonópolis      • Água BoaMunicípios:              •   Guiratinga    ...
Trecho da BR-163/364 na Serra de São Vicente
Guard Rail danificado na BR-163/364
Placa de sinalização coberta pela vegetação, MT-270
Trecho com muitos buracos na MT-270,entre Rondonópolis e Guiratinga
Trecho sem sinalização, MT-130, entre Rondonópolis e Poxoréo
Trecho em obras na MT-070, entrePrimavera do Leste e Barra do Garças
Trecho em obras de pavimentação na BR-158, entreRibeirão Cascalheira e Porto Alegre do Norte
BR-242, completamente sinalizada do entroncamento           da BR-158 até o município de Querência
DISTÂNCIAS PERCORRIDAS       RODOVIAS                             KMFederais                                  4.459,1Estad...
DEMANDAS APRESENTADAS  PELOS PECUARISTAS
DEMANDAS COMUNS A            TODOS OS MUNICÍPIOSBANCO DO BRASIL• Falta de pessoal para atendimento da demanda;• Indefiniçã...
CONCENTRAÇÃO DOS FRIGORÍFICOS• Demonstrações de indignação e revolta com propostas até  de fechamento de rodovias;• Não cu...
OUTRAS DEMANDAS COM      IMPORTANTE FREQUENCIA• Questões ambientais, (inclusive indefinição do Novo  Código Florestal) e f...
DEMANDAS LOCAISMUNICÍPIO                               DEMANDAPoconé          Custo financeiro do FCO em relação ao FNE   ...
CONHECENDO AINDA MAIS OPRODUTOR E A PRODUÇÃO DA  PECUÁRIA DE CORTE EM      MATO GROSSO! Pesquisa realizada com o apoio do ...
QUESTIONÁRIOS APLICADOS: 816
PERFIL DO PRODUTOR                                           A pecuária é suaIdade média: 45 anos                     ativ...
CARACTERÍSTICAS DA PROPRIEDADEQual a característica da         Qual a área de pastagem em     propriedade?               h...
PRINCIPAIS PROBLEMAS        Alternativas que os pecuaristas acreditam que               mais atrapalhem a sua produçãoRank...
SUSTENTABILIDADE – PARCERIA ACRIMAT E INSTITUTO AÇÃO   VERDE E PECUARISTAS
PARTICIPAÇÃO DO INSTITUTO             AÇÃO VERDE1. Mudas;2. Dois técnicos;3. Um veiculo;4. Plantio de mudas pelos pecuaris...
Acrimat em Ação 2012 - Resultados
Acrimat em Ação 2012 - Resultados
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acrimat em Ação 2012 - Resultados

923 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
923
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
152
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acrimat em Ação 2012 - Resultados

  1. 1. Título do projeto:Acrimat em Ação – 20122ª EdiçãoPeríodo de realização:08 de março a 29 de maio de 2012Locais:• Cuiabá • Aripuanã • Matupá• Juara • Confresa • Tabaporã• Cáceres • Nova Monte Verde • Marcelândia• Vila Bela da • Poconé • Querência Santíssima Trindade • Colíder • Juruena• Alta Floresta • Brasnorte • Guiratinga• Vila Rica • Canarana • São José do• Juína • Castanheira Rio Claro• Pontes e Lacerda • Rondonópolis • Nova Lacerda• Água Boa • Cotriguaçu • Sinop• Barra do Garças • Tangará da Serra
  2. 2. PATROCINADORESREALIZAÇÃO
  3. 3. 5 PALESTRAS TÉCNICAS1. Manejo Sanitário2. Programa ABC do Governo Federal3. Perspectivas dos Negócios da Pecuária4. Sucessão Familiar na propriedade Rural5. Manejo, recuperação e reforma de pastagens
  4. 4. ROTA 01 PARTICIPANTES 2011 PARTICIPANTES 2012350 315300 280250200150 125 110100 84 82 78 62 50 46 39 50 0 0 Cuiabá Poconé Cáceres Vila Bela Pontes e Nova Lacerda Lacerda
  5. 5. ROTA 02 PARTICIPANTES 2011 PARTICIPANTES 2012140 132120100 91 84 74 77 80 66 67 60 52 39 38 40 27 27 32 20 0 0 0 0
  6. 6. ROTA 03 PARTICIPANTES 2011 PARTICIPANTES 2012140 118120 113 102 100 104100 92 80 68 66 60 60 40 43 40 36 20 0 0 0 0 0
  7. 7. ROTA 04 PARTICIPANTES 2011 PARTICIPANTES 2012700 602600500400300200 136 124 105 74 82100 30 39 37 47 45 66 36 42 0 0 0
  8. 8. PARTICIPANTESOrd. CIDADES 2011 2012 ∆%1º Água Boa 82 602 6342º Pontes e Lacerda 39 280 6183º Rondonópolis 30 124 3134º Castanheira 36 118 2285º Sinop 27 74 1746º Cuiabá 125 315 1527º Colíder 27 66 1448º São José do Rio Claro 32 77 1419º Alta Floresta 38 91 13910º Brasnorte 43 102 137
  9. 9. PARTICIPANTESOrd. CIDADES 2011 2012 ∆%11º Guiratinga 39 74 9012º Cáceres 46 82 7813º Nova Monte Verde 39 67 7214º Juína 66 104 5815º Vila Bela 50 78 5616º Juara 68 100 4717º Vila Rica 45 66 4718º Poconé 62 84 3519º Canarana 37 47 2720º Querência 36 42 17
  10. 10. PARTICIPANTESOrd. CIDADES* 20121º Confresa 1362º Marcelândia 1323º Juruena 1134º Nova Lacerda 1105º Barra do Garças 1056º Aripuanã 927º Tabaporã 848º Cotriguaçu 609º Matupá 5210º Tangará da Serra 40 * Cidades com realização do evento apenas em 2012
  11. 11. TRAZENDOINFORMAÇÕES!Condições das rodovias em Mato Grosso
  12. 12. ROTA 01Período: 08 a 17 de marçoMunicípios: • Cuiabá • Vila Bela da Santíssima Trindade • Poconé • Pontes e Lacerda • Cáceres • Nova Lacerda.Distância percorrida: 1.338 km (Totalmente pavimentadas)Trechos analisados: 10 trechos, na maioria em bom estado deconservação, com placas de sinalização boas e visíveis, faixascentrais e laterais em quase todos os trechos e obras de arte emboas condições. O pior trecho da rota 01 se encontra na MT-451,no município de Poconé entre o entroncamento da MT-451 e a BR-070, com muitos buracos, sem acostamento sem sinalização, compista de rolamento irregular.
  13. 13. Trecho da MT-451, entre Poconé e oentroncamento com a BR-070
  14. 14. BR-070, sentido Poconé
  15. 15. Entroncamento BR-070 e MT-060
  16. 16. BR-174 entre Pontes e Lacerda e Nova Lacerda
  17. 17. ROTA 02Período: 09 a 17 de abrilMunicípios: • Sinop • Nova Monte Verde • Marcelândia • Alta Floresta • Colíder • Tabaporã • Matupá • São José do Rio ClaroDistância percorrida: 2.744 kmEstrada sem pavimentação asfáltica: 1.161 kmTrechos analisados: 25 trechos, na maioria com a sinalizaçãoem péssimas condições, com placas sendo encobertas pelavegetação. O trecho em pior condição de tráfego, esburacado,sem sinalização e acostamento, é o trecho entre oentroncamento da BR-163/364 com a MT-320 até o município deColíder. Em um trecho dessa rota, esta acontecendo uma obrade extrema importância para o escoamento da produção doEstado, a duplicação da BR-163/364 entre o município deRosário Oeste e o Posto Gil.
  18. 18. MT-320, entre Nova Santa Helena e Colíder
  19. 19. Trecho em duplicação na BR-163/364 entre Rosário Oeste e Nobres
  20. 20. MT-423, entre Sinop e Cláudia
  21. 21. MT-423, entre Cláudia e Sinop
  22. 22. Trecho da BR-163/364, entre Matupá e Guarantã do Norte
  23. 23. Ponte sobre o Rio Cristalino, entreGuarantã do Norte e Novo Mundo
  24. 24. Travessia do Rio Teles Pires, entre Novo Mundo e Carlinda
  25. 25. MT-208, entre Alta Floresta e Nova Monte Verde
  26. 26. ROTA 03Período: 03 a 11 de maioMunicípios: • Tangará da Serra • Castanheira • Brasnorte • Juruena • Juara • Cotriguaçu • Juína • AripuanãDistância percorrida: 2.311 kmEstrada sem pavimentação asfáltica: 576 kmTrechos analisados: 17 trechos, os piores se encontram naMT-170, entre os municípios de Campo Novo dos Parecis eBrasnorte, com muitos buracos e sem acostamento e, o piordeles se encontra entre o entroncamento da rodovia MT-170 coma rodovia MT-325/220 até o município de Juara, são 96 kmprecários, sem acostamento, com pouca sinalização e comelevada frequência de buracos.
  27. 27. Entroncamento MT-246 e BR-163/364, entre Acorizal e Jangada
  28. 28. MT-358, entre Tangará da Serra e Campo Novo, sem acostamento e com a vegetação cobrindo a placa de sinalização
  29. 29. Trecho em obras na MT-358
  30. 30. Trecho da MT-170, entre Campo Novo e Brasnorte
  31. 31. Trecho sem acostamento, MT-170 próximo a Brasnorte
  32. 32. Trecho com vários buracos, MT-170 próximo a Juína
  33. 33. Ponte em construção sobre o Rio do Sangue, MT-325/220
  34. 34. MT-325/220
  35. 35. Trecho em péssimas condições na MT-420, entre Juruena e Aripuanã
  36. 36. ROTA 04Período: 21 a 29 de maio • Rondonópolis • Água BoaMunicípios: • Guiratinga • Vila Rica • Barra do Garças • Confresa • Canarana • QuerênciaDistância percorrida: 3.174 kmEstrada sem pavimentação asfáltica: 380 kmTrechos analisados: 09 trechos, a maioria deles em boascondições e com obras importantes para a melhoria da logística doEstado, é o caso do trecho duplicado da BR-163/364 na Serra deSão Vicente, com placas de sinalizações novas e na sua maioriacom boa visibilidade, acostamento e faixas centrais e laterais.Outra obra muito importante para a melhoria da logística do estadoé a pavimentação da BR-158 no Vale do Araguaia que estáem andamento.
  37. 37. Trecho da BR-163/364 na Serra de São Vicente
  38. 38. Guard Rail danificado na BR-163/364
  39. 39. Placa de sinalização coberta pela vegetação, MT-270
  40. 40. Trecho com muitos buracos na MT-270,entre Rondonópolis e Guiratinga
  41. 41. Trecho sem sinalização, MT-130, entre Rondonópolis e Poxoréo
  42. 42. Trecho em obras na MT-070, entrePrimavera do Leste e Barra do Garças
  43. 43. Trecho em obras de pavimentação na BR-158, entreRibeirão Cascalheira e Porto Alegre do Norte
  44. 44. BR-242, completamente sinalizada do entroncamento da BR-158 até o município de Querência
  45. 45. DISTÂNCIAS PERCORRIDAS RODOVIAS KMFederais 4.459,1Estaduais 5.107,9Distância total percorrida 9.567,0Pavimentadas 7.450,0Não pavimentadas 2.117,0* Equipe de Mobilização 21.047,0 * Distâncias totais percorridas pela equipe de mobilização inclusive nos eventos
  46. 46. DEMANDAS APRESENTADAS PELOS PECUARISTAS
  47. 47. DEMANDAS COMUNS A TODOS OS MUNICÍPIOSBANCO DO BRASIL• Falta de pessoal para atendimento da demanda;• Indefinição quanto a efetividade de financiamentos (Gera prejuízo aos proponentes e em alguns casos inviabiliza o projeto);• Dificuldades na obtenção de financiamento, inclusive o ABC.INDEA• Falta de pessoal;• Falta de materiais, desde os mais elementares;• Tratamento dispensado aos seus clientes (Existem municípios que o instrumento da estabilidade é extremamente utilizado para a manutenção de servidores, mesmo após inúmeras denúncias à direção do órgão);• Interpretação pessoal aos normativos que regem as ações do INDEA.PASTAGENS• Morte súbita;• Infestações por cigarrinhas;• Falta de pesquisas;• Impactos na rentabilidade;• Descapitalizados para investir em recuperação ou reformas de pastagens.
  48. 48. CONCENTRAÇÃO DOS FRIGORÍFICOS• Demonstrações de indignação e revolta com propostas até de fechamento de rodovias;• Não cumprimento de escalas previamente definidas;• Propostas de se buscar novas empresas para atuarem em Mato Grosso;• Necessidade do Governo reduzir a alíquota do ICMS para venda do boi em pé e, ajustar a pauta à realidade dos preços praticados em MT;• Indústria frigorífica atuando na terminação de gado bovino;• Atuação do BNDES financiando apenas grandes empresas em detrimento aos pequenas e médias, levando-os a deixarem a atividade e, aumentando o grau de concentração.
  49. 49. OUTRAS DEMANDAS COM IMPORTANTE FREQUENCIA• Questões ambientais, (inclusive indefinição do Novo Código Florestal) e fundiárias, especialmente nos municípios localizados mais ao Norte de Mato Grosso;• Logística de transporte envolvendo os três entes federados;• Renda da pecuária;• Legislação trabalhista;• Mão de obra falta qualidade e quantidade;• Carrocerias de caminhões que transportam animais ao abate, em sua maioria, necessitam de reparos, estão comprometendo a qualidade dos animais.
  50. 50. DEMANDAS LOCAISMUNICÍPIO DEMANDAPoconé Custo financeiro do FCO em relação ao FNE Denúncia a vulnerabilidade na defesa sanitária nos 700 Km deCáceres fronteira com a Bolívia. 1) Cobra ações para solução quanto aos saldos existentes dos credores dos Frigoríficos Independência e Arantes, 2) Criação de PPP para asfaltamento da MT 473-Estrada da ponta do aterro,Pontes e 3) Dar condições de trabalho e manter em funcionamentoLacerda o INCRA, 4) Implantação de Posto Físico de Aduana junto às instalações já existentes do INDEA, GEFRON, MAPA e Exército na localidade de Palmarito X Marfil na Bolívia. É aguardada a apresentação pela EMBRAPA de uma semente de milho que poderá ser utilizada na altitude do município deAlta Floresta Alta Floresta e Região. Todos os presentes entendem que isto pode otimizar a produção de carne bovina via confinamento; Denúncia de contratação de operações de crédito rural comVila Rica desvio de finalidade.
  51. 51. CONHECENDO AINDA MAIS OPRODUTOR E A PRODUÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE EM MATO GROSSO! Pesquisa realizada com o apoio do IMEA
  52. 52. QUESTIONÁRIOS APLICADOS: 816
  53. 53. PERFIL DO PRODUTOR A pecuária é suaIdade média: 45 anos atividade principal? Estado de origem do produtor. Não OUTROS 16% ESTADOS 4% MATOGROSSO DO Sim SUL GOIÁS 84% 6% 5% PARANÁ Os filhos pretendem dar MINAS 27% GERAIS continuidade na atividade? 7%RIO GRANDE Não DO SUL 14% 9% SANTA MATO CATARINA GROSSO 9% 17% Sim 86% SÃO PAULO 16%
  54. 54. CARACTERÍSTICAS DA PROPRIEDADEQual a característica da Qual a área de pastagem em propriedade? hectares (ha) da propriedade? Acima de Mato Grosso 3001 ha De 1001 a 5% 3000 ha 15% CicloCompleto 34% Cria / Recria 52% Até 300 ha De 301 a 51% 1000 ha Engorda 29% 14%
  55. 55. PRINCIPAIS PROBLEMAS Alternativas que os pecuaristas acreditam que mais atrapalhem a sua produçãoRanking Fatores Entrevistados (%) 1º Excesso de pragas (cigarrinha, etc) 59% 2º Falta de união da classe 54% 3º Falta de política de incentivos 51% 4º Questões ambientais 49% 5º Concentração dos frigoríficos 43% 6º Falta de suporte ou morte das pastagens 42% 7º Mão de obra pouco qualificada 34% 8º Balança e limpeza na matança 33% 9º Falta de linhas de financiamento 32% 10º Baixa fertilidade dos solos 31% 11º Tributos 30% 12º Falta de assistência técnica 27% 13º Questões trabalhistas 22% 14º Falta de controle dos custos 18% 15º Instabilidade jurídica 13% 16º Falta de padronização das carnes 9% 17º Falta de sucessor na família 7% 18º Fragilidade sanitária 6%
  56. 56. SUSTENTABILIDADE – PARCERIA ACRIMAT E INSTITUTO AÇÃO VERDE E PECUARISTAS
  57. 57. PARTICIPAÇÃO DO INSTITUTO AÇÃO VERDE1. Mudas;2. Dois técnicos;3. Um veiculo;4. Plantio de mudas pelos pecuaristas e autoridades municipais;5. Criação de uma interface entre os pecuaristas e o institutoação verde;6. Plantio no decorrer do acrimat em ação de 3.000 mudas deárvores nativas de cada bioma.O melhor resultado verificado: adesão voluntáriados pecuaristas!

×