O GRITO DA TERRA!

321 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
58
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O GRITO DA TERRA!

  1. 1. O grito da Terra! “Envenenar a Terra, é o mesmo que envenenar a Placenta, que está alimentando teu filho”. Transição automática dos slides
  2. 2. Sou um ser vivo e meu nome é Terra. Sou a casa do Homem.Sempre o acolhi e ofereci de graça, para ele: Moradia, oxigênio, água e alimento. Além de minha espetacular beleza...
  3. 3. O tempo passa e não sou honrada. Deus criou-me e abençoou-me. O homem foi formado do meu pó... Bem depois de mim!Deus entregou-me por herança ao homem. Como cuida de sua velha mãe, o homem deveria cuidar melhor de mim. Só tenho recebido abandono, desprezo, desamor e pouca importância.
  4. 4. Tudo o que consigo gerar,é para o uso humano e para outros seres que abrigo. Mas o homem é mesquinho, egoísta e quer ser o dono de tudo. Agride-me, fere-me e toma de mim, todas as minhas riquezas. Deixa –me cicatrizes profundas. Esta mina de diamantes, Leste da Sibéria (Rússia) fica próximo da cidade de Mirny. Tem 525 metros de profundidade e 1,25 km de diâmetro.
  5. 5. O petróleo é arrancado de minhas entranhas e isto só me enfraquece. Poços são abertos e incendiados, com intenções vergonhosas e sádicas.
  6. 6. O homem espalhou sobre mim, uma manta negra chamada asfalto. Com ela, não consigo transpirar como outrora. Sinto-me sufocada, febril e doente.Este cobertor de asfalto tem me dado muito calor. Não consigo tirá-lo, para refrescar-me.
  7. 7. Arrancaram minhas vestes e me desnudaram.Minhas matas e florestas estão sendo destruídas, adulteradas e saqueadas.
  8. 8. Veja parte de minhas cicatrizes...
  9. 9. A assolação estendeu-se sobre meu corpo. Lançaram fogo sobre minhas vestes... Poucos correm para socorrer-me. Muitos estão cegos e insensíveis. Observam-me agonizando, enquanto contam seus lucros insaciáveis.
  10. 10. Estou sendo vergonhosamente atacada e dizimada, pela implacável crueldade humana. Antes, minha chuva molhava as plantações. Agora a chuva ácida, é provocada pelo homem, exterminando minhas vegetações.
  11. 11. Hidrelétricas possantes são construídas.Mas, a fauna, flora e rios, são sacrificados... As águas dos rios e dos mares, formam o meu sangue.
  12. 12. A camada de ozônio, minha proteção natural a teu favor,foi violentamente agredida.
  13. 13. Asfixiam-me com detritos e gases (monóxido de carbono). (Pequenos atos de educação, não jogando papel no chão, ou lixo nos córregos, já me ajudariam).
  14. 14. A poluição desenfreada, me contamina e me envenena, lentamente. Muitos seres estão pagando, com a própria vida. O homem pensa muito, em si mesmo.
  15. 15. Sinto-me sozinha e indefesa. Bombas atômicassão explodidas impiedosamente. Testes nucleares são constantemente realizados sobre mim. Mísseis e outros artesanatos nocivos são desenvolvidos, com a intenção de matar.
  16. 16. Minha superfície e biosfera, estão desequilibradas.Já não sou a mesma jovem do passado, sinto-me fraca. Não consigo mais controlar minhas reações. As vezes tenho tremores e sinto calores intensos, que não consigo esconder.
  17. 17. Degelo, aquecimento global e enchentes, são alguns sinais das enfermidades, que lançaram sobre mim.
  18. 18. Percebo que o homem realmente, não gosta de mim... É insensível aos meus tremores. Não ouve os meus gemidos e soluços. Mas, preciso gritar bem alto!
  19. 19. O homem não está percebendo minhas lágrimas...Minha voz está presente em meus sinais silenciosos...
  20. 20. Sou uma das pequenasengrenagens do Universo. Observo inúmeros objetos lançados pelo homem,formando ao meu redor, o lixo espacial. Depois não reclamem, não exijam nada de mim...
  21. 21. O homem acendeuuma bomba relógio contra si. "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homemsemear, isso também ceifará." (Gálatas 6 : 7)
  22. 22. Existem muitas bandeiras, que devem ser respeitadas, não é? Existem muitas leis... E eu (a Terra),que te alimento e te carrego no colo, de dia e de noite...Tenho algum direito?
  23. 23. Ouça meus últimos gritos: ..Socorro! Ajuda-me! ... Ainda dá tempo... Não me deixe ficar estéril. Tenho um compromisso contigo. . Mesmo ferida... .. .Preciso produzir grãos e alimentos. Para que possas viver!Esta é a tarefa que recebi de Deus: Cuidar de Você! Com proteção e Amor! Assinado:
  24. 24. Texto escrito e montado por: Waldimir Diniras Martins e-mail: waldimirmartins@yahoo.com.br Imagens: Internet Música: Ameno Lembre-se: Deus perdoará SEMPRE. O Homem perdoará, às vezes.A NATUREZA, não perdoará NUNCA.

×