Stadia Security - Brazil

773 visualizações

Publicada em

Presentation I developed in 2002 for the special task force of football modernization, used as a basis for the "Estatuto do Torcedor" (Brazilian Spectator Act) - In Portuguese

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
773
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Stadia Security - Brazil

  1. 1. Como melhorar a segurança do Jogo de Futebol ao vivo Grupo de Trabalho Especial Ministério dos Esportes e Turismo – 2002 Roberto Siviero Associação Brasileira de Estádios e Arenas
  2. 2. Índice 1. Análise da situação atual 2. Semelhanças e ensinamentos do Mundo 3. Recomendações gerais 4. Sugestão de pontos para votação
  3. 3. Lance – Ibope 1998/2001 Violência é o motivo mais lembrado  Motivos que afastam torcedores dos Estádios - 1998 e 2001 89,2% 100,0% 71,3% 75,0% 39,0% 50,0% 28,7% 22,8% 23,3% 22,4% 16,7% 15,9% 10,5% 25,0% 2,3% 1,1% 0,0% Violência Des organização Preço Falta de ídolos Não s abe Outros 1998 2001
  4. 4. Lance – Ibope 2001 Fenômeno generalizado  Violência como motivo para a torcida não ir ao estádio 100,0% 80,0% 60,0% 40,0% 20,0% 0,0% Belo Horizonte Curitiba Brasília Fortaleza Porto Alegre Recif e Rio de Janeiro Salvador São P aulo
  5. 5. Violência Percepção do público  Confrontos entre torcedores  Componente “racista”  Confrontos Polícia/Torcedores  Taça São Paulo 2001 - Planejamento  Comparação clássico/não clássico  SCCP x CAM – 23/5/2000 – 4ªs Libertadores  56.524 pagantes  SCCP x SEP – 30/5/2000 – semi Libertadores  33.092 pagantes 
  6. 6. Violência/Segurança Segurança do torcedor  do ponto de vista da ordem pública  Respeito ao torcedor  Pobreza das operações no estádio  Conforto e higiene  Quantidade e qualidade do RH  Quantidade e qualidade de informação  Não deixa de ser violência, pois agride a  integridade do ser humano
  7. 7. Onde podemos aprender? Reino Unido  Hooliganismo – 1970/80  Série de acidentes (9 com mortes)  Heysel 1985  Hillsborough 1989  Relatório Taylor – Ministério da Justiça  9º relatório deste tipo na Inglaterra 
  8. 8. Semelhança? Cenário em 1989 Recomendações   Liderança do Futebol Criação de entidade pública   questionável independente (F.L.A.): Autorizar estádios para uso  Pobreza das Operações e  Instalações Supervisionar a administração  de segurança dos estádios  Estádios antigos e Substituição gradual de ultrapassados  arquibancadas (concreto) por  Falta de sintonia e cadeiras comunicação entre  Criação de Legislação autoridades específica (“delitos  Efeitos nocivos da relacionados ao futebol”) violência e segregação na  Obediência ao “Green Book” experiência do torcedor no estádio
  9. 9. Como Melhorar 1. Ações Imediatas 2. Curto Prazo (2002) Criar/empossar entidade semelhante à F.L.A.  Estabelecer responsabilidade de segurança  Criar Legislação/Tribunal específico (respeitar  diferenças regionais) 3. Médio/Longo Prazo (2003 em diante) Evolução legislativa e judiciária 1. Melhoria das Instalações e dos Estádios 2. (reforma e construção) 3. Educação do Torcedor
  10. 10. Ações imediatas Integrar entidades envolvidas  Estabelecer linhas de comunicação em  tempo real Criar/implementar planos de ação escritos  Reuniões para jogos de grande vulto  Implementar Orientador de Público  Aspecto mais importante segundo John de  Quidt, Presidente da F.L.A.
  11. 11. Orientador de Público Recomendação F.L.A e Green Book  Orientação ostensiva/policiamento discreto  Interface entre o público, a polícia e a  administração – olhos e ouvidos Diferente de segurança – Pró ativo, caráter  de ajuda, informativo, ambiente amigável Retomar da polícia a responsabilidade da  informação e administração da multidão Estratégia: elevar custo do policial 
  12. 12. Entidade independente Conceito  Normatizar e adaptar os processos do  Green Book à realidade brasileira. Educar, aconselhar, persuadir os clubes e  estádios a implementar esses processos Orientar melhorias estruturais e de design  Autoridade  Vetar/restringir estádios que não estejam  aptos (conceito operações + estruturas)
  13. 13. Responsabilidade Histórico de Indefinição  São Januário 2000  Clarificar responsabilidades  Estádio Privado = Clube  Estádio Público = Entidade administradora  + clube “inquilino” “Liberar” Polícia para função primária 
  14. 14. Legislação Criação de Delitos relacionados ao Futebol  Embriaguez evidente/Venda ou Posse de Álcool  Re-venda de ingressos  Objetos atirados no campo e torcida  Invasão de campo de jogo  Incitar ou praticar comportamento agressivo ou  violento Participar de ou incitar cantos racistas, ou  incentivando a violência Poder de restringir acesso de torcedor ao estádio 
  15. 15. Tribunal no Estádio Respeitar diferenças regionais e divisões  Estratégia para acelerar processo  Pequenas causas?  Uso de penas alternativas  Banir temporariamente do estádio  Solução adotada em diversos países  Trabalho comunitário  Eliminar a percepção de impunidade  Exemplo Corinthians x Vasco - 22/9/1999  Copiar/evoluir experiência Minas Gerais/Mineirão 
  16. 16. Médio/Longo Prazo 1. Evolução Legislativa e Judiciária Desfecho da possibilidade dos departamentos de futebol  dos clubes evoluírem para empresas Aceleração de processos  2. Reforma/construção de novos estádios Preponderante (binômio operação + estrutura)  Parceria setor público/privado  Copa 2014?  3. Educação do Torcedor Grupos de aconselhamento (substituição organizadas)  Campanhas na rede escolar 
  17. 17. Sugestão de pontos para votação 1. Aprovação das medidas imediatas 2. Criação de entidade independente para implementação de estratégia de segurança 3. Direcionar responsabilidade da segurança do evento para os clubes e seus dirigentes 4. Adoção de Legislação específica (“Delitos relacionados ao Futebol”) 5. Adoção de Tribunal do Estádio (diferenças regionais e divisões)

×