FILE #1 DEUTSCHER WERKBUND
DCMP 2013/2014
Mariana Pena Monteiro
CONTEXTO HISTÓRICO
A Kodak apresentou o seu novo projector nos Estados Unidos
na primavera de 1962, como o Carrossel S. Fo...
ANÁLISE FORMAL E USO
Carousel S, Kodak
“Este dispositivo não é uma nave espacial , é uma máquina do
tempo , vai para trás,...
Casio XJ-H2600
Em oposição ao Carousel S, este novo modelo da Casio é
mais practico e tem 400 x 106 x 323mm de dimensão.
E...
RAZÕES DE ESCOLHA DO OBJECTO E CONCLUSÃO
Se compararmos as duas peças podemos distinguir as
prioridades das diferentes épo...
Mariana Pena Monteiro
Faculdade Belas-Artes de Lisboa
Design Comunicação
FILE #1 DEUTCHER WERBUNB
BIBLIOGRAFIA
http://www....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

File #1 deutscher werkbund

228 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
228
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

File #1 deutscher werkbund

  1. 1. FILE #1 DEUTSCHER WERKBUND DCMP 2013/2014 Mariana Pena Monteiro
  2. 2. CONTEXTO HISTÓRICO A Kodak apresentou o seu novo projector nos Estados Unidos na primavera de 1962, como o Carrossel S. Foi o primeiro projector que devido ao seu design não permitia que as cassetes se soltassem, trabalhando automaticamente apenas com um clique. ” Carrega tão facilmente como um porquinho mealheiro”, afirma o anúncio, “Bloqueia contra o derramamento. Permite a edição consoante você queira. E armazena como um livro quando a projecção acaba. “ Pode parecer improvável que numa época em que podemos projectar não apenas numa tela apresentações de slides, mas também filmes a três dimensões, que o Carrossel S tenha sido saudado como uma inovação deslumbrante quando a Kodak o introduziu. Os projectores de até então eram divertidos, mas complicados e perigosos e Carousel S respondeu a esse problema. Para comparação escolhi um modelo que a Casio lançou em 2012, o XJ-H2600, um projector LED que veio substituir quase por completo os projectores tradicionais que utilizam lâmpada de mercúrio, componente tóxico, mas, ao mesmo tempo, que projecta as imagens a 3 dimensões. Este novo modelo da Casio é também um líder de inovação, embora em circunstâncias bem diferentes do Carrossel S.
  3. 3. ANÁLISE FORMAL E USO Carousel S, Kodak “Este dispositivo não é uma nave espacial , é uma máquina do tempo , vai para trás, para a frente, e leva-nos a um lugar onde ansiamos ir de novo. Não é chamado a Roda , é o Carrossel . “ episódio de “Mad Men”, por Don Draper Seria injusto descrever o Carrossel original como sendo mal desenhado embora um pouco desajeitado e exigente, mas, por outro lado, o estilo alemão do novo modelo, o Carrossel S, foi impecavelmente elegante, graças à habilidade de seus designers, Hans Gugelot e Reinhold Hacker. O Carrossel S é um dos melhores exemplos do género de design de produto defendido pela Ulm Design School, na Alemanha. A escola adotou uma abordagem rigorosa, com Desde a delicadeza dos acabamentos até ao controle das formas, os criadores esforçaram-se para garantir que todos os elementos visíveis do objeto fosses criados para aumentar a sua eficiência e os material escolhidos foram o alumínio pintado e plástico. foco na pesquisa aprofundada da construção, desempenho e durabilidade do produto.
  4. 4. Casio XJ-H2600 Em oposição ao Carousel S, este novo modelo da Casio é mais practico e tem 400 x 106 x 323mm de dimensão. Embora com um design bem diferente do Carousel, não deixa de ter um design minimalista e simples. Através da combinação de um laser (um elemento florescente) com LED, a Casio criou um projector original, sem mercúrio, capaz de gerar alto brilho. Ao mesmo tempo, este projector é capaz de produzir imagens a duas e três dimensões. Todas estas qualidades nunca antes tinham sido juntas num só projector, pelo que este modelo surgiu também como uma inovação. Projecta imagens até 249cm e pode ser activado através do telemóvel, cabos ou comando. Pode ser utilizado tanto para a projecção de filmes ou imagens como para televisão.
  5. 5. RAZÕES DE ESCOLHA DO OBJECTO E CONCLUSÃO Se compararmos as duas peças podemos distinguir as prioridades das diferentes épocas de lançamento: em 1962, com o Carrossel, a Kodak preocupou-se principalmente com a eficácia e o desempenho do produto, enquanto que o novo modelo da Casio tem como objectivo a representação mais fiel possível da realidade. Mas há uma preocupação em comum nos dois objectos: o design. Ambos têm como objectivo a simplificação das formas e o princípio minimalista intrínseco. Tanto o Carrossel como o XJ-H2600 acertaram em muitos aspectos de um produto de consumo bem-sucedido de 1960 e 2012, respectivamente. Ambos são os líderes da inovação, mesmo que em termos e tempos bem diferentes. O que me levou a querer conhecer mais sobre o Carrossel S foi o facto agora ser, tecnicamente, tão arcaico quanto qualquer outro projetor de slides, mas ainda assim é um exemplo impressionante de concepção estética. Ao saber que, embora a Kodak tenha parado de fabricar a gama Carrossel em 2004, a qualidade deste projeto garantiu que o modelo alemão de 50 anos viva em coleções de museus, como o do Museu de Arte Moderna de Nova York e inúmeros livros de história do design, interessei-me de imediato. É estranho pensar que os dois projectores, ainda que tão diferentes em termos de composição e época de utilização, tenham o mesmo objectivo: reavivar memórias e partilhá-las com a família e amigos.
  6. 6. Mariana Pena Monteiro Faculdade Belas-Artes de Lisboa Design Comunicação FILE #1 DEUTCHER WERBUNB BIBLIOGRAFIA http://www.revolucaodigital.net/2012/05/22/casio-xj-h2650-xj-h260-projector-mercurio/ http://www.nytimes.com/2013/01/21/arts/design/its-a-spaceship-no-its-a-time-machine.html?_r=0 http://imagemesomhd.blogspot.pt/2009/09/projetores-de-imagens.html

×