(Google, na seca)
Prezados
                    Depois de vasculhar a
                    internet, achei um vídeo
        ...
Essa prática consagrada, como se verá na
entrevista do Superintendente do
Superintendente do Departamento de Águas
e Energ...
Há mais evidências de que a barragem
esteja em plena atividade. É o que A EMAE
demonstra seus balanços de 2007 e 2008,
pub...
2008
 2007 (R$ mil)
 DAEE (Barragem Móvel Penha)......................... 872
 1.451
 Petrobras (UTE Fernando Gasparian).....
O gráfico acima, nas imagens do período de
seca do Google fica assim:




Porque será que esse assunto fica “submerso” ? D...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relato Barragem Da Penha InundaçõEs

1.773 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Relato Barragem Da Penha InundaçõEs

  1. 1. (Google, na seca) Prezados Depois de vasculhar a internet, achei um vídeo que reforça as suspeitas da população das áreas atingidas pelas terríveis inundações do Tietê, na zona Leste. Trata-se do uso da antiga barragem da Penha para “segurar” o imenso volume de águas do Rio Tiete, no período das chuvas, que desce da cabeceira do rio (Salesópolis) até a barragem, localizada entre Penha e Guarulhos, justamente onde começam as Marginais. Uma manobra para evitar inundações na Capital.
  2. 2. Essa prática consagrada, como se verá na entrevista do Superintendente do Superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Ubirajara Tannuri Felix DAEE, deve ter sido reforçada no governo Serra, já que a Barragem da Penha foi modernizada, como informa a própria Secretaria Estadual de Saneamento, em abril de 2008: “http://www.saneamento.sp.gov.br/noticias/2008/04a bril08/15_04a.html “Barragem e Parque - Localizada na zona Leste, a barragem da Penha marca os limites do Parque Ecológico do Tietê e o início do trecho das avenidas marginais. Ela é um componente fundamental para o controle de vazões do rio, contribuindo para evitar enchentes na cidade de São Paulo. A recuperação do sistema de seis comportas da barragem da Penha foi realizada através de uma parceria entre o DAEE e a Emae. O trabalho incluiu a recuperação dos sistemas eletromecânicos de operação do conjunto. O Governo do Estado investiu R$ 2 milhões na obra, concluída no final de fevereiro deste ano.”
  3. 3. Há mais evidências de que a barragem esteja em plena atividade. É o que A EMAE demonstra seus balanços de 2007 e 2008, publicados no Diário Oficial de SP, como aparecem na internet: http://empresaspublicas.imprensaoficial.co m.br/balancos/emae/emae2008.pdf Este balanço foi publicado originalmente no Diário Oficial Empresarial – Volume 118 • Número 55 - Páginas 70 e 83 - São Paulo, terça-feira, 25 de março de 2008 “A continuidade do contrato firmado com o DAEE - Departamento de Águas e Energia para a prestação de serviços de manutenção das comportas da Barragem Móvel Penha, propiciou receita da ordem de R$ 1,5 milhões em 2007”. ---------------- ---------- RELATÓRIO ANUAL DA ADMINISTRAÇÃO - 2008 I.MENSAGEM AOS ACIONISTAS 29. RENDA DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Refere-se à receita decorrente da prestação de serviços de operação e manutenção pela EMAE, conforme segue:
  4. 4. 2008 2007 (R$ mil) DAEE (Barragem Móvel Penha)......................... 872 1.451 Petrobras (UTE Fernando Gasparian)........... 14.826 6.797 -------------- Ocorre que são dezenas de ribeirões e córregos afluentes do Tietê, acima da Barragem da Penha, na região inundada. Todas tomadas por vilas, bairros e favelas, desde se ampliaram muito nos 15 anos do governo da aliança PSDB/Demos no governo de São Paulo:
  5. 5. O gráfico acima, nas imagens do período de seca do Google fica assim: Porque será que esse assunto fica “submerso” ? Diante da perda de bens , doenças,mortes, danos materiais e morais, não caberia a Assembléia Legislativa ou o Ministério Público ou a própria imprensa investigarem melhor? Abraços Ailton Silva, morador da Zona Leste.

×