Páginas Amarelas Evandro Daolio

1.038 visualizações

Publicada em

Trabalho Interdisciplinar produzido por William Silvah durante o primeiro semestre de 2011. Ele entrevistou Evandro Daolio.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.038
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
145
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Páginas Amarelas Evandro Daolio

  1. 1. Entrevista EVANDRO DAOLIO WILLIAM SILVAH“EucontominhaHistória”O escritor afirma que tanto em seus livros quanto em suas palestras, à muito de suasexperiências e conta como foi escrever a série de livros “Ria da Minha Vida”E vandro Augusto Daolio, é escritor e vive na cidade de São Paulo. Autor da aclamada série de livros, Ria da Minha Vida, “Quando dásucesso de venda que já atingiu ummilhão de leitores, recentemente lançou o um Starte,seu quarto livro Ria da Sua Vida e da junto asminha ainda mais. Participou doPrograma do JÔ ( programa de entrevista ideias e vejoapresentado por JÔ Soares ) para divulgarseu livro. Relata como foi o processo que da umdesde o inicio da criação e lançamento doprimeiro até o ultimo livro, contando livro”fatos verídicos de forma emocionante ebem humorada. Formado na FEI –Faculdade de Engenharia Industrial – emEngenharia Eletrônica. Trabalhou nasáreas de Marketing e Propaganda,Desenvolvimento de Internet e Marketingdo Banco Itaú, na Philips do Brasil, GTEe como Professor de Matemática,Química, e Física. Além de escreverDaolio atualmente é empresário no ramode postos de combustíveis, engenheiro eministra palestras motivacionais em todopaís.Como surgiu o primeiro livro e oporque do titulo ria da minha vida?Surgiu porque levei um tombo nobanheiro e bati o cóxis em uma torneiraque havia na casa da minha avó na épocae fiquei com vergonha de chamar meusirmãos se não eles iriam rir de mim e tirarfoto, ai pensei só rindo pra não chorar,fiquei enfaixado na cama durante uns doismeses, por não ter o que fazer comecei aescrever situações vividas por mim, nodia a dia e cotidiano, escrevi 600 páginasà mão sem intenção nenhuma, uma amiga FOTO WILLIAMminha disse que todas essas históriasdaria um livro, por curiosidade digitei 319paginas, dai surgiu o livro. Devido assituações não tinha porque do titulo serdiferente. VEJA/CRUZEIRO DO SUL 22 DE MAIO, 2011 19
  2. 2. Entrevista EVANDRO DAOLIO “Não existe não ser bom emComo foi o processo de publicaçãoapós perceber que realmente daria nada, Muitos escritores dizem que escrever é uma diversão, vocêum livro?Consegui sozinho, fui numagráfica e fiz 500 cópias, com o dinheiro Todos são considera o hábito de escrever um hobby? É um hobby, escrevoque tinha ajuntado como estagiárioachei que apenas algumas pessoas iriam bons em bastante e adoro sentar em frente do computador e mesa , e colocar asler meus pais, minha avó e amigos,depois aconteceu que enviaram um alguma ideias em ordem , dou uma grande importância para os assuntosexemplar para o Jô Soares ele meconvidou para participar do programa, coisa.É isso globais. Ultimamente escrever tenho considero meu carro chefe ,após o programa as pessoas começarama comprar entravam em contato parasaber onde poderia encontrar o livro, até que tento no qual já virou um negócio.então, nenhuma editora tinha publicado,com as vendas acontecendo a partir dai passar” Você tem alguma mania ao escrever? O que eu faço é juntar papeizinhos com anotações, tenhofiz mais 1000, mais 1000 até chegar na um mural e um saco preto cheioquinta edição foi quandoí a editora se deles onde guardo tudo, quandoconvenceu que deveria publicar os tenho um tempo livre , coloco todaslivros. Além de escrever você faz palestras, as ideias espalhadas pelo chão, leio quais os temas abordados? Sim, tem dois quase tudo, visualizo, quando da umComo é sua relação com os leitores, formatos um é o stand up( humor de cara starte, isso da um texto escrevo atée ,vice e versa? É ótima, meus livros limpa) e o outro é mais voltado a moral, chegar ao livro.parecem ter vida própria e escolher seus conduta de vida, autoajuda, moralismo,leitores, converso muito com eles, como conseguir seus sonhos. Na verdade Sucesso de venda logo em seuatravés das redes sociais, site e todo tipo eu conto a minha história, baseado nela , primeiro livro, você esperavade tecnologia, me dão sugestões, digo para as pessoas quais os caminhos vender tanto? Esperava vender 8fazem comentários , perguntam várias devem seguir, pela minha experiência. livros, minha mãe, meu pai, avó,coisas. Respondo a todos o e-mails sem Autoestima tem gente que penda que não meus irmãos , apesar de que eles nãoexceções e imprimo tudo, para que eu sabe, que não é bom em nada, ex: Os caras comprariam , e alguns amigos, logopossa me lembrar depois, pois senão da NASA são muito inteligentes, mas que apareci no programa do Jô, noconseguir responder de imediato , assim aposto que eles não entendem mais de dia seguinte as vendas já começaramque tiver um tempo livre, respondo. chifre do que eu , como você pode dizer à acontecer mas graças a DEUS deuTenho uma pilha com todos os e-mails que não é bom violinista, sem mesmo ter tudo certo, o livro foi um sucesso eque recebo. pego em um violino. já vendeu 100 mil. Não existe não ser bom em nada, Todos sãoQuais as suas expectativas como bons em alguma coisa, tenho certeza que Durante o período de 2003 a 2010escritor? Espero que as pessoas leiam sempre vai existir alguém que sabe mais o que tem feito? Durante estemeus livros, mesmo que emprestado, e sobre determinado assunto mais do que período fiz o livro ria agora parase identifiquem com as histórias, outras. É isso que tento passar em minhas não chorar depois voltado a escolareflitam e possam compartilhar as palestras. ao publico mais jovem que não temexperiências com outras pessoas. Quem o habito de ler, recebi um e-mail desabe um dia meu livro caia na mão de Já aconteceu algum fato inusitado em uma garoto que disse que tinhauma patricinha americana filha te alguma de suas palestras? Por incrível gostado do livro, então enviei oalgum ator famoso de Hollywood, goste que possa parecer, nada de inusitado, mas projeto para a editora que publicou,e queira fazer uma versão em inglês, e tem gente que já caiu da cadeira. O a partir dai as escolas agendavamexpluda para o mundo, América, Europa interessante é que as pessoas riem com palestras em salas de aula e jovense vire um grande sucesso. Claro que você, e se identificam com as histórias, as gostavam muito, porque noisso pode acontecer daqui 10, 20, 30 pessoas gostam. E para ser um sucesso, imaginário desses alunos escritor eraanos quem sabe, nada é impossível. uma dica é ir seguro do que você vai falar. tudo velho ou já havia morrido. VEJA/CRUZEIRO DO SUL 22 DE MAIO, 2011 20
  3. 3. “O legal de tudo éA intenção do livro é refletir? saber que super certo nas escolas.Sim, a intenção é refletir mesmo, o livrointeiro é reflexivo, o livro aborda nem Em seu primeiro livro, você contaassuntos de amor, cotidiano e muitasoutras coisas mais, tanto é que os sempre a história da Débora, um caso que não deu certo, após 10 anos ouveleitores entram em contato e relatamsuas histórias e dizem como passaram somos os um encontro, como foi o reencontro depois de tanto tempopelas mesmas coisas que eu passei, aspessoas leem e se identificam com as únicos a e a reação de cada um? Tudo isso eu conto no meu ultimo livro, éhistórias e a partir dai faz as pessoas engraçado que a cada um quepensarem o porque de cada coisa. O passar por escrevo tem situações que passei elegal de tudo é saber que nem sempre acabo rindo depois de tudo.somos os únicos a passar por certassituações e como as pessoas certas Quais são suas lembranças decontornaram ou enfrentaram asmesmas. situações” quando escrevia? Lembro-me de que antes de ser escritor, dava risada sozinho no ônibus e metrô, quandoTodos os seus livros, são programados pensava nas histórias desse o dosou simplesmente acontecem? formato e ai fazer uma divulgação outros livros. Achavam-me um loucoSimplesmente acontecem, foi o que primeiro para para os estrangeiros que rindo sozinho e tinha vontade detinha dito anteriormente, parece que noram aqui para que possam levar aos seus descer de tanta vergonha. Hoje,surge do nada, sempre revejo as ninhas países de origem , e divulgar depois em muitos leitores contam_me queanotações que faço em pedaços de eventos literários em países da america e fazem exatamente isso. Um orgulhopapéis, onde guardo em um saco, tenho europa. para mim. Pensei até colocar umtambém os que coloco no mural , bilhete de ônibus grátis equilalente aespalho tudo pelo chão vejo, leio ai Dentre todas as historias tem alguma uma descida para rir e voltarparece que dá o starte que dá para que você sempre recorda ? Não tem umapenso, ai surge a ideia e a partir dai eu especifica, mas que os leitores gostam Cite quais histórias podemosescrevo, claro que penso vou fazer outro muito é o calendário de deus, o troglodita achar no seu livro ? Pendurando amas nada programado, sequencial, ex: a animal, até mesmo a história da Débora, faixa, Teoria do Enzénamorado, Omenina do primeiro livro Débora ela toda essas ficam muito na minha cabeça . caléndario de deus,volta pra este ultimo agora, pensei Quando vou escrevendo vou relembrando o Teoria da bolha de michael jackson,interessante as pessoas saberem o que que passei, as imagens, vem todas na simplesmente babi, Jardim deaconteceu depois de 10 anos. Como foi minha memória, por isso não tem uma Sophiao reencontro depois de tanto tempo e a especifica.reação de cada um, tudo isso eu conto Comente sobre o livro lançado emno meu ultimo livro, é engraçado que a Tem algum tempo médio pra escrever os 2005 , Ria agora para não chorarcada um que escrevo tem situações livros? Não, o primeiro demorei 27 anos depois? Durante este período fiz oque passei e acabo rindo depois de pra fazer “Ria da Minha Vida antes que eu livro ria agora para não chorartudo. ria da sua” , o segundo em 2 anos Ria da depois voltado a escola ao publico Minha Vida 2 antes que eu volte a rir da mais jovem que não tem o habito deApós o lançamento do quarto livro sua, o terceiro 6 meses “Ria da Minha Vida ler, recebi um e-mail de uma garoto“Ria da Sua Vida e da minha ainda 3 a busca de um grande amor” e o quarto que disse que tinha gostado do livro,mais” Você tem novos projetos, em 3 meses “Ria da Sua Vida e da Minha então enviei o projeto para a editoraquais? Sim, é lançar o livro “Ria ainda mais”, o ultimo foi bem mais fácil a que publicou, a partir dai as escolasdaVida e da minha ainda mais” ideia já estava tudo pronto na minha agendavam palestras em salas devolume quatro na versão inglês, após cabeça, só sentei pra redigir. E tem também aula e jovens gostavam muito,essa longa agenda de lançamento e a o Ria Agora para não Chorar Depois. Fiz porque no imaginário desses alunosdivulgação, eu pretendo da continuidade em 2005 , um projeto voltado a garotada de escritor era tudo velho ou já haviaao projeto. Quero fazer nesse novo escola, fiz algumas palestras e o livro deu morrido. VEJA/C RUZEIRO DO SUL 22 DE MAIO, 2011 21

×