SlideShare uma empresa Scribd logo
Ouvir Estrelas
(Olavo Bilac)
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas"
Ouvir Estrelas
(Olavo Bilac)
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas"
Ouvir Estrelas
(Olavo Bilac)
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas"
Ouvir Estrelas
(Olavo Bilac)
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas"
Ouvir Estrelas
(Olavo Bilac)
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas"
Ouvir Estrelas
(Olavo Bilac)
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas"

Mais conteúdo relacionado

Mais de Daniela Menezes

Ano 3 unidade_4
Ano 3 unidade_4Ano 3 unidade_4
Ano 3 unidade_4
Daniela Menezes
 
Ano 3 unidade_3
Ano 3 unidade_3Ano 3 unidade_3
Ano 3 unidade_3
Daniela Menezes
 
Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2
Daniela Menezes
 
Ano 3 unidade_1
Ano 3 unidade_1Ano 3 unidade_1
Ano 3 unidade_1
Daniela Menezes
 
Ano 1 unidade_8
Ano 1 unidade_8Ano 1 unidade_8
Ano 1 unidade_8
Daniela Menezes
 
Ano 1 unidade_3
Ano 1 unidade_3Ano 1 unidade_3
Ano 1 unidade_3
Daniela Menezes
 
Ano 1 unidade_1
Ano 1 unidade_1Ano 1 unidade_1
Ano 1 unidade_1
Daniela Menezes
 
Ano 1 unidade_2
Ano 1 unidade_2Ano 1 unidade_2
Ano 1 unidade_2
Daniela Menezes
 
Breve História dos Povos Indígenas
Breve História dos Povos IndígenasBreve História dos Povos Indígenas
Breve História dos Povos Indígenas
Daniela Menezes
 
Projetos 3ºano
Projetos 3ºano Projetos 3ºano
Projetos 3ºano
Daniela Menezes
 
Relatório de pesquisa grupos
Relatório de pesquisa gruposRelatório de pesquisa grupos
Relatório de pesquisa grupos
Daniela Menezes
 
Avaliação Linguagem com Astronomia
Avaliação Linguagem com AstronomiaAvaliação Linguagem com Astronomia
Avaliação Linguagem com Astronomia
Daniela Menezes
 
Avaliação de Matemática com Astronomia
Avaliação de Matemática com AstronomiaAvaliação de Matemática com Astronomia
Avaliação de Matemática com Astronomia
Daniela Menezes
 
Histórias - Boole Astronáutica
Histórias - Boole AstronáuticaHistórias - Boole Astronáutica
Histórias - Boole Astronáutica
Daniela Menezes
 
Boole da Astronáutica
Boole da AstronáuticaBoole da Astronáutica
Boole da Astronáutica
Daniela Menezes
 
Astronáutica
AstronáuticaAstronáutica
Astronáutica
Daniela Menezes
 
Super Trunfo dos Planetas
Super Trunfo dos PlanetasSuper Trunfo dos Planetas
Super Trunfo dos Planetas
Daniela Menezes
 
Cientista em prol da Astronomia
Cientista em prol da AstronomiaCientista em prol da Astronomia
Cientista em prol da Astronomia
Daniela Menezes
 
Os Planetas do Sistema Solar em Números
Os Planetas do Sistema Solar em NúmerosOs Planetas do Sistema Solar em Números
Os Planetas do Sistema Solar em Números
Daniela Menezes
 
Apresentação projeto astronomia
Apresentação projeto astronomiaApresentação projeto astronomia
Apresentação projeto astronomia
Daniela Menezes
 

Mais de Daniela Menezes (20)

Ano 3 unidade_4
Ano 3 unidade_4Ano 3 unidade_4
Ano 3 unidade_4
 
Ano 3 unidade_3
Ano 3 unidade_3Ano 3 unidade_3
Ano 3 unidade_3
 
Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2
 
Ano 3 unidade_1
Ano 3 unidade_1Ano 3 unidade_1
Ano 3 unidade_1
 
Ano 1 unidade_8
Ano 1 unidade_8Ano 1 unidade_8
Ano 1 unidade_8
 
Ano 1 unidade_3
Ano 1 unidade_3Ano 1 unidade_3
Ano 1 unidade_3
 
Ano 1 unidade_1
Ano 1 unidade_1Ano 1 unidade_1
Ano 1 unidade_1
 
Ano 1 unidade_2
Ano 1 unidade_2Ano 1 unidade_2
Ano 1 unidade_2
 
Breve História dos Povos Indígenas
Breve História dos Povos IndígenasBreve História dos Povos Indígenas
Breve História dos Povos Indígenas
 
Projetos 3ºano
Projetos 3ºano Projetos 3ºano
Projetos 3ºano
 
Relatório de pesquisa grupos
Relatório de pesquisa gruposRelatório de pesquisa grupos
Relatório de pesquisa grupos
 
Avaliação Linguagem com Astronomia
Avaliação Linguagem com AstronomiaAvaliação Linguagem com Astronomia
Avaliação Linguagem com Astronomia
 
Avaliação de Matemática com Astronomia
Avaliação de Matemática com AstronomiaAvaliação de Matemática com Astronomia
Avaliação de Matemática com Astronomia
 
Histórias - Boole Astronáutica
Histórias - Boole AstronáuticaHistórias - Boole Astronáutica
Histórias - Boole Astronáutica
 
Boole da Astronáutica
Boole da AstronáuticaBoole da Astronáutica
Boole da Astronáutica
 
Astronáutica
AstronáuticaAstronáutica
Astronáutica
 
Super Trunfo dos Planetas
Super Trunfo dos PlanetasSuper Trunfo dos Planetas
Super Trunfo dos Planetas
 
Cientista em prol da Astronomia
Cientista em prol da AstronomiaCientista em prol da Astronomia
Cientista em prol da Astronomia
 
Os Planetas do Sistema Solar em Números
Os Planetas do Sistema Solar em NúmerosOs Planetas do Sistema Solar em Números
Os Planetas do Sistema Solar em Números
 
Apresentação projeto astronomia
Apresentação projeto astronomiaApresentação projeto astronomia
Apresentação projeto astronomia
 

Ouvir estrelas

  • 1. Ouvir Estrelas (Olavo Bilac) "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizes, quando não estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas" Ouvir Estrelas (Olavo Bilac) "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizes, quando não estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas" Ouvir Estrelas (Olavo Bilac) "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizes, quando não estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas" Ouvir Estrelas (Olavo Bilac) "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizes, quando não estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas" Ouvir Estrelas (Olavo Bilac) "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizes, quando não estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas" Ouvir Estrelas (Olavo Bilac) "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizes, quando não estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas"