Hackeando Códigos Postais

3.718 visualizações

Publicada em

Como foi o processo de criação do Postmon, suas dificuldades e peculiaridades.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.718
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.989
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Apareceu um desafio do MJ para fazer aplicativos baseados na base de dados do Sindec. Ai nós pegamos a base de dados e analisamos. Era só fazer um cubo e pronto!
  • Muito tranquilo. A base era bem completa.
  • Ela nos dá: * Nome da empresa * CNPJ * Sexo do reclamante * Se foi solucionada * Quando foi aberta * Quando foi fechada. Enfim.. tudo! Mas sobre o endereço do reclamante: Só: * Região do pais onde foi feita a reclamação * CEP
  • Então ficou fácil, tinhamos o CEP. Era só acessar a lei de acesso a informação, pegar a base dos correios, fazer um script que consulta o CEP e pronto! Teremos tudo o que precisamos!
  • Errado de novo! Os Correios se apoiam em uma Lei Postal de 1978. Que permite que eles sejam os únicos detentores desta base de dados e permite também que eles comercializem tal material. Mas e a lei de acesso a informação? Ela não sobrepõe a lei postal e os correios estão fazendo o que a “lei pede” que é disponibilizar uma forma de consulta e/ou acesso a base de dados. Isso eles já fazem.
  • Hackeando Códigos Postais

    1. 1. @ale_borba
    2. 2. O Desafio? Examinar a base de dados do Sindec
    3. 3. Mais fácil que tirar doce de criança! ...
    4. 4. Só que... NÃÃÃÃÃOOOO!!!
    5. 5. Pegadinha do Mallandro!
    6. 6. https://www.github.com/CodingForChange/postmon

    ×