O Segredo Dos Discos Voadores Do III Reich

31.073 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
31.073
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26.111
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Segredo Dos Discos Voadores Do III Reich

  1. 1. O segredo dos Discos Voadores do III Reich Esta história começa em 1919, um alemão de nome Kasper Haushofer funda uma sociedade secreta designada por “Bruder Des Lichts” (Os Irmãos da Luz), alterada nesse mesmo ano para “VRIL-GESELLSHAFT”, com o objectivo de estabelecer uma relação entre as observações de Ovni’s que vinham sendo registadas desde a idade média, no centro-norte da Europa e as antigas civilizações da Mesopotâmia. Em Junho de 1934 Viktor Schauberger, convidado por Hitler e outros elementos da Sociedade Vril, para trabalhar naquela sociedade secreta, de forma a desenvolver uma máquina voadora que pudesse ultrapassar os limites do sistema solar. Viktor Schauberger e o Dr. W. Schumann, professor da Universidade Técnica de Munique, conseguiram nos finais desse ano, terminar a construção de um objecto em forma de disco com o nome de RFZ 2. Utilizando um propulsor VRIL (SSM-L, isto é Schumann SM-Levitator) a máquina, com 5 metros de diâmetro, gerava um campo electromagnético onde se deslocava facilmente, alternando de cor cada vez que a velocidade 1
  2. 2. oscilava. Esta máquina voadora, pilotada sempre por Luther Veitz, parecia ser pouco fiável, durante os testes despenhou-se inúmeras vezes! A evolução dos HAUNEBU e VRILL foi extremamente rápida graças aos elementos colhidos na Floresta Negra, a construção de protótipos continuou… Patente da Junkers, de uma estranha máquina voadora, datada de 1910! Esboços daquilo que a Sociedade VRIL idealizava como sendo a máquina para viajar para “o outro lado”! Foto lado direito, pequeno protótipo construído em 1922 pela Sociedade VRIL. 2
  3. 3. J.F.M. – Jenseitsflugmaschine (Other World Flight Machine) (1922-1924) “Germany’s first disc” RFZ (RundFlugZeug) RFZ Series: 1,2,3,4,6 (1934-1945) 3
  4. 4. Vários modelos RFZ… RFZ 5 mudou para Haunebu I (1939) RFZ 7 mudou para VRIL I “Jager” (1941) 4
  5. 5. HAUNEBU Haunebu Series: I, II, II-DoStra, III Haunebu I, fez o seu primeiro aparecimento em 1939 e ambos os protótipos realizaram 52 testes de voo! 5
  6. 6. Haunebu II, II-DoStra (Do-Stra=DOrnier-STRAtosph renflugzeug) 6
  7. 7. HAUNEBU II, com cerca de 26 ou 32 metros de diâmetro, (consoante o modelo), entre 9 e 11metros de altura, atingia a velocidade máxima, junto ao solo, 6.000 km/h, autonomia de 55 horas, capacidade transporte para 20 pessoas. 7
  8. 8. HAUNEBU III, cerca de 70 metros de diâmetro, voava a 7.000 km/h, próximo do solo podendo atingir os 40.000 km/h a 24.000 metros de altitude, autonomia para 8 semanas em voo e capacidade para 32 pessoas. 8
  9. 9. O navegador “celestial” do Haunebu, unidade KT-P2. 9
  10. 10. Os técnicos alemães pensaram em aplicar nestas “máquinas voadoras” armamento “convencional”, instalando canhões de tanques “Panzer”. Acabaram por desistir da ideia uma vez que, em voo, as naves tornavam-se extremamente instáveis. VRIL series: 1 – 9 (1941-1945) VRIL 1 “Jager (Hunter)” foram construídas 17 máquinas deste tipo entre 1942-44 com 84 testes realizados. 10
  11. 11. Uma das máquinas “mais perfeitas” fabricadas pela Sociedade Vril durante a II Guerra Mundial. 11
  12. 12. Estas máquinas foram construídas com um casco especial feito de um metal avançado chamado Viktalen (Victalen ou Viktalon). O VRIL 1, tinha um casco deste tipo, O VRIL 7, dois. O HAUNEBU III tinha três!!! O primeiro teste com o VRIL 7 foi feito sobre o mar Báltico no Inverno de 1944. 12
  13. 13. Algumas imagens do VRIL 6 e VRIL 7 “Geist (Ghost)” (1944) 13
  14. 14. VRIL 8 “Odin” (Março1945), o último VRIL a ser verdadeiramente testado. VRIL 9 “Abjager (Universal Hunter)”, mostrado só em papel! Foi fotografado uma máquina semelhante a seguir ao final da Guerra!!! BMW FLUGELRAD Flugelrad Series: I V-1 e V-2, II V-1, V-2 e V-3, III Possível construção BMW Flugelrad II V-2 em voo, Abril 1945. Motorizado por BMW 003 Turbo. 14
  15. 15. BMW Flugelrad I V-2, Outubro 1944. Imagem, parte do projecto SS E-IV ANDROMEDA, espécie de “charuto voador” transportador de vários tipos de objectos. Acomodava no seu interior um HAUNEBU IV e dois VRIL 2!!! 15
  16. 16. Documentos secretos entregues pelo almirante alemão Doenitz aos norte-americanos. Documentos transportados no final da guerra para os Estados Unidos, num submarino U-Boat, dentro de algumas câmaras de torpedos, planos de aviões projectados e fabricados na Alemanha até 1945! Tratam-se de planos completos de aviões “topo de gama” produzidos pelos cientistas alemães durante a segunda guerra mundial. Cerca de 150 modelos diferentes!!! (Qualquer semelhança com a actualidade, NÃO é pura coincidência) ARADO AR 65 (Ano: Dez.1941/ Veloc.:900 km/h/ Alt.:12.000 m. / Motores: Heinkel He 109) 16
  17. 17. FOCKE-WULF VORSCHLAG 1 (Ano: Dez. 1942/ Veloc.: 930Km/h / Alt.: 13.600/ Motores: BMW P 3302) HENSCHEL HS P 75 (Ano: 1941 / Veloc.: 790 km/h / Alt.: 12.000 m/ Motores: Daimler Benz DB 613 A/B) 17
  18. 18. HENSCHEL HS P 135 (Ano: Fev.: 1945 / Veloc.:984 km/h / Alt.: 14.000 m / Motores: Heinkel He S 011) BLOHM VOSS BV P208/3 (Ano: Nov.: 1944 / Veloc.: 790 km/h / Alt.: 11.400m / Motores: Daimler Benz DB 603) 18
  19. 19. HORTEN HIX (Ano: Mar. 1945 / Veloc.: 950 km/h / Alt.: 16.000 / Motores: Junkers Jumo 004 B-2) GOTHA P 60 (Ano: Jan. 1945 / Veloc.: 915 km/h / Alt.: 12.500 m / Motores: BMW 003) 19
  20. 20. HORTEN XIIIB (Ano: 1944 / Veloc.: 1200 km/h / Alt.: 15.000m / Motores: Heinkel He S 011A) ——————————————— 20
  21. 21. Imagens neste documento cedidas pelos seguintes sites da Internet: http://ovni.do.sapo.pt/ www.laesieworks.com/ 21

×