SlideShare uma empresa Scribd logo

CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bechara (2009, p. 543), “consiste em se adaptar a palavra determinante ao gênero, número e pessoa da palavra

CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bechara (2009, p. 543), “consiste em se adaptar a palavra determinante ao gênero, número e pessoa da palavra determinada”, relação que se estabelece de duas formas: nominal ou verbal. Mauro Ferreira (2011, p. 572) explica que a concordância nominal é um “princípio sintático de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo deve se flexionar (alterar a forma) para se adaptar a ele”. Já na verbal, o verbo deve se flexionar para se ajustar ao sujeito. Tais teorias têm como base a Gramática Normativa, a qual considera apenas suas regras, não abarcando alguns usos comuns entre os falantes, como o contemplado pelo professor Ataliba Castilho (2010). Para esse autor, a concordância não se limita ao sistema estrutural da língua, uma vez que é possível também encontrá-la na semântica, ou seja, a flexão também acontece a partir dos sentidos estabelecidos pelo leitor/ouvinte, e não somente de normas linguísticas. Castilho (2010) exemplifica sua teoria com o enunciado “Eu fiquei ENCANTADA com tudo aquilo”, em que o adjetivo concorda, flexionando no feminino, com o gênero do autor — uma realidade extra gramatical — e não necessariamente com um termo linguístico, tanto que “encantadO” também poderia ser usado, dependendo do falante. Em outras palavras, chama a atenção para o fato de que os sentidos podem contribuir à concordância.

CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bechara (2009, p. 543), “consiste em se adaptar a palavra determinante ao gênero, número e pessoa da palavra

1 de 3
Baixar para ler offline
MAPA - LET - LÍNGUA PORTUGUESA II - 54/2023
Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA
E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com
(15) 99143-3322
QUESTÃO 1
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
De forma resumida, a concordância, conforme Bechara (2009, p. 543), “consiste em se
adaptar a palavra determinante ao gênero, número e pessoa da palavra determinada”, relação
que se estabelece de duas formas: nominal ou verbal.
Mauro Ferreira (2011, p. 572) explica que a concordância nominal é um “princípio sintático
de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo deve se flexionar (alterar
a forma) para se adaptar a ele”. Já na verbal, o verbo deve se flexionar para se ajustar ao
sujeito.
Tais teorias têm como base a Gramática Normativa, a qual considera apenas suas regras, não
abarcando alguns usos comuns entre os falantes, como o contemplado pelo professor Ataliba
Castilho (2010). Para esse autor, a concordância não se limita ao sistema estrutural da língua,
uma vez que é possível também encontrá-la na semântica, ou seja, a flexão também acontece
a partir dos sentidos estabelecidos pelo leitor/ouvinte, e não somente de normas linguísticas.
Castilho (2010) exemplifica sua teoria com o enunciado “Eu fiquei ENCANTADA com tudo
aquilo”, em que o adjetivo concorda, flexionando no feminino, com o gênero do autor — uma
realidade extra gramatical — e não necessariamente com um termo linguístico, tanto que
“encantadO” também poderia ser usado, dependendo do falante. Em outras palavras, chama a
atenção para o fato de que os sentidos podem contribuir à concordância.
Vale destacar que os estudos de Castilho se baseiam na Gramática Funcional, a qual entende
a língua como uma estrutura maleável, sujeita aos usos, isto é, diferente da normativa, que
estabelece regras arbitrárias com base na linguagem formal.
Fonte: BECHARA, E. Moderna Gramática Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,
2009.
CASTILHO, A. Gramática do Português Brasileiro. São Paulo: Contexto, 2010.
FERREIRA, M. Aprender e Praticar Gramática. São Paulo: FTD, 2011.
Com base nessa discussão, imagine a seguinte situação fictícia:
Você é um(a) professor(a) de Língua Portuguesa do 7º ano e, após trabalhar a concordância
— com base na teoria tradicional — em sala de aula e passar algumas atividades, percebeu
que vários alunos não aplicaram as regras gramaticais ensinadas por confundirem a relação
morfossintática com a semântica.
Com isso, considere os registros de seus alunos — enunciados 1, 2, 3 e 4 — e produza um
texto discursivo, de 15 a 20 linhas, conforme os itens a, b, c e d.
Enunciados retirados de textos produzidos pelos alunos:
1. A multidão, assim que acabou o show, FORAM SAINDO lentamente.
2. Deu para comprar apenas cinco PÃO.
3. Essa pessoa vive CANSADO.
4. A gente SAÍMOS agora mesmo daí.
Itens que devem compor sua resposta:
a) Explicar a diferença entre as duas relações (morfossintática X semântica).
b) Destacar a importância do conhecimento normativo quanto à concordância em sociedade.
c) Mostrar como/por que os alunos estabeleceram a concordância em cada caso —
enunciados 1, 2, 3, 4 —, a fim de que entendam que houve uma motivação lógica.
d) Corrigir, mostrando como deveriam fazer, conforme o que foi ensinado (Gramática
Normativa).
Para que sua explicação fique mais clara, organize bem as ideias de forma coerente e coesa,
exemplifique, retire trechos dos enunciados, mostre as relações etc.
Atenção:
- Utilize o formulário padrão para o envio do MAPA. O arquivo se encontra na pasta Material
da Disciplina.
- Atente-se às instruções e intervenções realizadas pelos professores formadores e mediadores
em aulas ao vivo e no ambiente on-line de aprendizagem (Studeo), por meio do Mural de
Avisos e Mensagem.
- Assista ao vídeo com explicações sobre a realização da atividade que está disponível na
página da disciplina.
- Atente-se aos materiais complementares que possam ser utilizados para a realização da
atividade. Esses, em caso de uso, estarão na pasta Material da Disciplina.
- A atividade precisa ser desenvolvida por você, portanto não utilize cópias indevidas de
atividades já realizadas por terceiros, assim como cópias indevidas de textos disponíveis na
web.
*Em caso de dúvida, entre em contato com o seu professor mediador.
Bons estudos!

Recomendados

Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...AssessoriaDlacadmica1
 
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...AssessoriaDlacadmica1
 
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...AssessoriaDlacadmica1
 
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...AssessoriaDlacadmica1
 
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...AssessoriaDlacadmica1
 
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...AssessoriaDlacadmica1
 

Mais conteúdo relacionado

Mais de AssessoriaDlacadmica1

A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...AssessoriaDlacadmica1
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...AssessoriaDlacadmica1
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...AssessoriaDlacadmica1
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...AssessoriaDlacadmica1
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...AssessoriaDlacadmica1
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...AssessoriaDlacadmica1
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...AssessoriaDlacadmica1
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...AssessoriaDlacadmica1
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...AssessoriaDlacadmica1
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...AssessoriaDlacadmica1
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...AssessoriaDlacadmica1
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...AssessoriaDlacadmica1
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...AssessoriaDlacadmica1
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...AssessoriaDlacadmica1
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...AssessoriaDlacadmica1
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...AssessoriaDlacadmica1
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...AssessoriaDlacadmica1
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...AssessoriaDlacadmica1
 

Mais de AssessoriaDlacadmica1 (20)

A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
 

CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bechara (2009, p. 543), “consiste em se adaptar a palavra determinante ao gênero, número e pessoa da palavra

  • 1. MAPA - LET - LÍNGUA PORTUGUESA II - 54/2023 Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com (15) 99143-3322 QUESTÃO 1 CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bechara (2009, p. 543), “consiste em se adaptar a palavra determinante ao gênero, número e pessoa da palavra determinada”, relação que se estabelece de duas formas: nominal ou verbal. Mauro Ferreira (2011, p. 572) explica que a concordância nominal é um “princípio sintático de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo deve se flexionar (alterar a forma) para se adaptar a ele”. Já na verbal, o verbo deve se flexionar para se ajustar ao sujeito. Tais teorias têm como base a Gramática Normativa, a qual considera apenas suas regras, não abarcando alguns usos comuns entre os falantes, como o contemplado pelo professor Ataliba Castilho (2010). Para esse autor, a concordância não se limita ao sistema estrutural da língua, uma vez que é possível também encontrá-la na semântica, ou seja, a flexão também acontece a partir dos sentidos estabelecidos pelo leitor/ouvinte, e não somente de normas linguísticas. Castilho (2010) exemplifica sua teoria com o enunciado “Eu fiquei ENCANTADA com tudo aquilo”, em que o adjetivo concorda, flexionando no feminino, com o gênero do autor — uma realidade extra gramatical — e não necessariamente com um termo linguístico, tanto que “encantadO” também poderia ser usado, dependendo do falante. Em outras palavras, chama a atenção para o fato de que os sentidos podem contribuir à concordância. Vale destacar que os estudos de Castilho se baseiam na Gramática Funcional, a qual entende
  • 2. a língua como uma estrutura maleável, sujeita aos usos, isto é, diferente da normativa, que estabelece regras arbitrárias com base na linguagem formal. Fonte: BECHARA, E. Moderna Gramática Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009. CASTILHO, A. Gramática do Português Brasileiro. São Paulo: Contexto, 2010. FERREIRA, M. Aprender e Praticar Gramática. São Paulo: FTD, 2011. Com base nessa discussão, imagine a seguinte situação fictícia: Você é um(a) professor(a) de Língua Portuguesa do 7º ano e, após trabalhar a concordância — com base na teoria tradicional — em sala de aula e passar algumas atividades, percebeu que vários alunos não aplicaram as regras gramaticais ensinadas por confundirem a relação morfossintática com a semântica. Com isso, considere os registros de seus alunos — enunciados 1, 2, 3 e 4 — e produza um texto discursivo, de 15 a 20 linhas, conforme os itens a, b, c e d. Enunciados retirados de textos produzidos pelos alunos: 1. A multidão, assim que acabou o show, FORAM SAINDO lentamente. 2. Deu para comprar apenas cinco PÃO. 3. Essa pessoa vive CANSADO. 4. A gente SAÍMOS agora mesmo daí. Itens que devem compor sua resposta: a) Explicar a diferença entre as duas relações (morfossintática X semântica). b) Destacar a importância do conhecimento normativo quanto à concordância em sociedade. c) Mostrar como/por que os alunos estabeleceram a concordância em cada caso — enunciados 1, 2, 3, 4 —, a fim de que entendam que houve uma motivação lógica. d) Corrigir, mostrando como deveriam fazer, conforme o que foi ensinado (Gramática Normativa). Para que sua explicação fique mais clara, organize bem as ideias de forma coerente e coesa, exemplifique, retire trechos dos enunciados, mostre as relações etc. Atenção: - Utilize o formulário padrão para o envio do MAPA. O arquivo se encontra na pasta Material da Disciplina. - Atente-se às instruções e intervenções realizadas pelos professores formadores e mediadores em aulas ao vivo e no ambiente on-line de aprendizagem (Studeo), por meio do Mural de Avisos e Mensagem. - Assista ao vídeo com explicações sobre a realização da atividade que está disponível na página da disciplina. - Atente-se aos materiais complementares que possam ser utilizados para a realização da atividade. Esses, em caso de uso, estarão na pasta Material da Disciplina. - A atividade precisa ser desenvolvida por você, portanto não utilize cópias indevidas de atividades já realizadas por terceiros, assim como cópias indevidas de textos disponíveis na
  • 3. web. *Em caso de dúvida, entre em contato com o seu professor mediador. Bons estudos!