05 códigos experimentais novo

502 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
502
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

05 códigos experimentais novo

  1. 1. 04 Fractal ArtProfª Ma. Venise Paschoal de Melo UFMS
  2. 2. [Códigos experimentais]Wérllen Castro BaptistaPesquisa apresentada ao Curso deDesenho Industrial do Centro de Artes daUniversidade Federal do Espírito Santo,2009MEIOSEExperimentações em texto e imagem
  3. 3. [Códigos experimentais]Esta pesquisa refere-se ao desenvolvimento deexperimentos sobre o uso da tipografia comotextura, acompanhado de uma pesquisarelacionando símbolos,imagens e textos. Foramdesenvolvidas diferentes fontes baseadas empadrões geométricos e modulares como formade analisar o comportamento do texto comoimagem, principalmente quanto ao ritmo epossibilidades de leitura.
  4. 4. [Códigos experimentais]“ Explorar as possibilidades de uso da tipografiadigital como textura de preenchimento atravésdo desenvolvimento de codificações baseadasem padrões geométricos em substituição aocódigo alfanumérico utilizado no alfabeto latino.”As experimentações buscam observar ocomportamento dos códigos desenvolvidos,tanto através da substituição em um textoconvencional quanto na construção de imagensa partir dos mesmos.
  5. 5. [Códigos experimentais]Símbolos são representações das formas pelasquais o mundo é codificado, existindo de formaimaterial (apenas no campo das idéias) emconjunto com suas representações no mundoatual/real.
  6. 6. [Códigos experimentais]1. A idéia inicial surgiu da tentativa decodificar caracteres alfabéticos a partir decores, objetivando uma trama semelhante auma grade de pixels. Pretendia observar aevolução do texto através dos pontos elinhas, a partir dos padrões de repetição doscaracteres que apareciam no texto; atentativa de velar o significado das letraspara tornar visível outras características,como o ritmo e a harmonia da composição dotexto.
  7. 7. [Códigos experimentais]
  8. 8. [Códigos experimentais]2. As experimentações foram pensadas natentativa de explicitar a qualidade imagética nosdiferentes níveis em que o texto se apresenta.Dessa forma, a construção dos glifos deveriase dar de maneira a não criar interferências naleitura imagética. Para isso, foram criadospadrões geométricos que atuariam comosímbolos destituídos de significado,inviabilizando qualquer tentativa de ler ainformação como texto, e, ao mesmo tempo,levando o observador a pensar no texto comoimagem.
  9. 9. [Códigos experimentais]Esteticamente, o resultado se aproximou auma malha de pixels, podendo ter uma certaordem - quando composta diretamente natipografia experimental - ou aparecer de formamais caótica, através da transcrição de umtexto pré-definido. Em ambos os casosobservou-se um resultado pixelado na malhafinal, assemelhando-se às primitivasconstruções de imagens em antigasplataformas de jogos, como ATARI e MSX.
  10. 10. [Códigos experimentais]
  11. 11. [Códigos experimentais]PROCESSO EXPERIMENTAL:1. CRIAR REFERÊNCIAS PARAAS LETRAS DO ALFABETO;2.DEFINIR UMA POESIA;3.REESCREVER A POESIACOM O NOVO CÓDIGO;
  12. 12. [Apresentação] PAPEL FORMATO A3LINHA DIVISÓRIACINZA Pousa um momento, Venise Paschoal de Melo NOME POESIA Um só momento em mim, FONTE Não só o olhar, também o pensamento. Que a vida tenha fim Nesse momento! FONTE No olhar a alma também Olhando-me, e eu a ver Tudo quanto de ti teu olhar tem. A ver até esquecer Que tu és tu também. TAMANHO 14TAMANHO 12 NEGRITO
  13. 13. [Códigos experimentais]EXPERIMENTAÇÃO 01
  14. 14. [Códigos experimentais] GERAR OS CÓDIGOSA PARTIR DE UM GRID DE 6X6
  15. 15. [Códigos experimentais]A B C D E F GH I J K L M NO P Q R S T UV W X Y Z
  16. 16. [Códigos experimentais]Pousa um momento,Um só momento em mim,Não só o olhar, também o pensamento.Que a vida tenha fimNesse momento!No olhar a alma tambémOlhando-me, e eu a verTudo quanto de ti teu olhar tem.A ver até esquecerQue tu és tu também.
  17. 17. [Códigos experimentais]
  18. 18. [Códigos experimentais]EXPERIMENTAÇÃO 02
  19. 19. [Códigos experimentais] GERAR OS CÓDIGOSA PARTIR DE UM GRID DE 3X3
  20. 20. [Códigos experimentais]A B C D E F GH I J K L M NO P Q R S T UV W X Y Z
  21. 21. [Códigos experimentais]
  22. 22. [Códigos experimentais] ATENÇÃO!NÃO INSERIR ESPAÇOS ENTRE AS LETRAS E ENTRELINHAS. NÃO INSERIR PARÁGRAFOS. PODE-SE INSERIR ESPAÇOS ENTRE AS PALAVRAS.
  23. 23. [Códigos experimentais]EXPERIMENTAÇÃO 03
  24. 24. [Códigos experimentais]CÓDIGOS EXPERIMENTAISE INTERVENÇÃO ESPACIAL
  25. 25. [Códigos experimentais]
  26. 26. [Códigos experimentais]
  27. 27. [Códigos experimentais]
  28. 28. [Códigos experimentais]
  29. 29. [1. A PROPOSTA]1.O projeto deverá ser desenvolvido em grupo;2. Cada grupo deverá escolher o local de intervenção edeverá apresentar a proposta inicialmente em formatodigital.(impresso)3.no projeto deverá, obrigatoriamente,conter a descrição do material que será aplicado.4. o material não poderá danificar os espaços deaplicação e deverá ser de fácil remoção.5.Após todos os acertos, o grupo deverá executar suaproposta no local escolhido.
  30. 30. [2. O PROJETO]O PROJETO DEVERÁ CONTER OS SEGUINTES ITENS:1. NOME DE TODOS OS INTEGRANTES2.POESIA DE MANOEL DE BARROS ESCOLHIDA3.FOTOGRAFIA DO LOCAL SELECIONADO PARA AEXECUÇÃO DA INTERVENÇÃO;4. APLICAÇÃO DIGITAL DOS CÓDIGOS SOBRE AFOTOGRAFIA DO LOCAL;5.CÓDIGO TRADUZIDO (ALFABETO COMPLETO)6.DESCRIÇÃO E EXEMPLO DO MATERIAL A SERAPLICADO NO LOCAL DA INTERVENÇÃOPS: A CRIAÇÃO DOS CÓDIGOS É LIVRE, TANTO EMSEU FORMATO QUANTO EM RELAÇÃO AS CORESAPLICADAS, PORÉM DEVERÃO SEGUIR A FORMA EDIMENSÃO DO ESPAÇO SELECIONADO.

×