Guia de Conduta




Boas práticas para o convívio dentro do grupo
Índice Geral



1 INTRODUÇÃO.................................................................................................
1 Introdução
   Este guia não pretende impor normas ou mapear comportamentos, coisa que não condiz com o
ambiente descontr...
2 Breve História
    O Maníacos Moto Grupo nasceu no dia 1º de outubro de 2005, quando, através do Orkut,
comunidade “Shad...
3 Regras estabelecidas
    Como dissemos anteriormente nosso grupo sempre se pautou pela irreverência e ausência de
regras...
2) Demonstrar explicitamente o interesse de se tornar um membro, através do preenchimento da
ficha de inscrição e exibição...
3.5 Da Exclusão

      Um membro será expulso do grupo se, e após cumpridas TODAS as etapas abaixo:

     a) Infringir as ...
4 Comportamento

4.1 Uso do grupo no Yahoo e comunidade do Orkut


4.1.1 A comunidade do Orkut

      A comunidade “Maníac...
4.3 Em eventos de motociclistas

     Em eventos, sempre que um membro do grupo estiver presente, ele estará representando...
Duas ou mais motos não devem dividir a mesma faixa da estrada (andar lado a lado).

        Deve-se manter uma distância m...
Ao trafegar em rodovia de pista simples ou dupla, quando o líder sair para a esquerda para
efetuar uma ultrapassagem, não ...
Quatro dedos apontados para baixo: Animais na pista
       Dedo indicador e polegar em forma de circulo: Acenda o Farol
  ...
passe-o. Muitos buracos entortam o aro e quando for pneu sem câmara, poderá esvaziar rapidamente,
portanto cuidado!

     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SOG 2010 Guia Conduta dos Maníacos

825 visualizações

Publicada em

Sobre andar em comboio, por favor ler item 4.4

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
825
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SOG 2010 Guia Conduta dos Maníacos

  1. 1. Guia de Conduta Boas práticas para o convívio dentro do grupo
  2. 2. Índice Geral 1 INTRODUÇÃO.....................................................................................................................................3 2 BREVE HISTÓRIA...............................................................................................................................4 3 REGRAS ESTABELECIDAS...............................................................................................................5 3.1 DOS SÍMBOLOS DO GRUPO...........................................................................................................................5 3.1.1 NOSSO BRASÃO.....................................................................................................................................5 3.1.2 PATCH MASCULINO.................................................................................................................................5 3.1.3 PATCH FEMININO...................................................................................................................................5 3.1.4 CAMISETAS...........................................................................................................................................5 3.1.5 ADESIVOS, BOTTONS E AFINS.....................................................................................................................5 3.2 DA ADMISSÃO...........................................................................................................................................5 3.3 DA AQUISIÇÃO DO PATCH...........................................................................................................................6 3.4 O PASSEIO MENSAL...................................................................................................................................6 3.5 DA EXCLUSÃO.........................................................................................................................................7 3.6 DA SAÍDA VOLUNTÁRIA...............................................................................................................................7 3.7 AO SAIR DO GRUPO...................................................................................................................................7 3.8 DA ADOÇÃO DE NOVAS REGRAS....................................................................................................................7 4 COMPORTAMENTO............................................................................................................................8 4.1 USO DO GRUPO NO YAHOO E COMUNIDADE DO ORKUT......................................................................................8 4.1.1 A COMUNIDADE DO ORKUT.......................................................................................................................8 4.1.2 O GRUPO DO YAHOO.............................................................................................................................8 4.2 COMPORTAMENTO PESSOAL........................................................................................................................8 4.3 EM EVENTOS DE MOTOCICLISTAS...................................................................................................................9 4.4 NA ESTRADA............................................................................................................................................9 4.4.1 ANDANDO EM COMBOIO............................................................................................................................9 4.4.2 SINAIS DE ALERTA DURANTE A VIAGEM.......................................................................................................11 4.4.3 DICAS DE PILOTAGEM SEGURA.................................................................................................................12 4.5 USO DE NOSSOS SÍMBOLOS E PRODUTOS COM NOSSA IDENTIFICAÇÃO...................................................................13 4.5.1 USO DO COLETE COM O PATCH................................................................................................................13 4.5.2 USO DA CAMISETA................................................................................................................................13 4.5.3 USO DOS ADESIVOS..............................................................................................................................13 guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  2/13 phpapp02.doc
  3. 3. 1 Introdução Este guia não pretende impor normas ou mapear comportamentos, coisa que não condiz com o ambiente descontraído e de amizade que vem norteando nosso grupo desde seu nascimento. Nossa intenção é ter reunido em uma única publicação todos os assuntos relevantes no que diz respeito às regras estabelecidas, nossos símbolos, orientações sobre segurança e algumas dicas de comportamento, com o objetivo de ser fonte de consulta e assim prestar esclarecimentos sobre dúvidas que podem surgir eventualmente sobre o que se deve (ou pode) ou não fazer diante de certas situações, tanto para novos amigos que venham a se integrar ao nosso grupo quanto para os que já fazem parte de nossa família. Tentaremos no decorrer deste guia separar os assuntos e sempre expor as razões para tal orientação, a fim de justificar o porquê de cada item aqui colocado, seja por razão de segurança (acidentes), segurança (mal uso de nosso nome e amizade), seja porque o assunto já foi discutido internamente e decidido assim pela maioria. Como a vida é dinâmica e nossa amizade também, este guia estará sempre aberto a alterações e inclusões de novos assuntos que venham a ser levantados, por isso nasce já com o intuito de ser revisado sempre que o grupo assim o quiser. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  3/13 phpapp02.doc
  4. 4. 2 Breve História O Maníacos Moto Grupo nasceu no dia 1º de outubro de 2005, quando, através do Orkut, comunidade “Shadow Maníacos”, marcamos um encontro para que as pessoas que sempre costumavam trocar experiências pelo meio virtual viessem a se conhecer pessoalmente. Este encontro então ocorreu nesta data e nele se encontraram: Aqua e Cris, Biba, Cacá, Carlão, Minhon e Rose e Tessaro e Patrícia. Foi também neste encontro que decidimos o nome do grupo como simplesmente “Maníacos” que veio da comunidade na qual nos conhecemos, mas sem o Shadow, para que o grupo não ficasse preso a uma marca e modelo, afinal somos maníacos por moto. Devido a isto, estes nove integrantes, todos até hoje participando ativamente da vida do grupo tem algumas prerrogativas, e para maior facilidade de referência, serão identificados neste guia simplesmente como “fundadores”. Mais tarde, com a junção de algumas idéias dos fundadores, mais as alcunhas que se tornaram costume no tratamento entre nós de Dicks e Penelopes, mais a idéia de irreverência que queríamos que sempre fosse nossa marca, o Gravata, que viria a se integrar ao grupo no nosso 2º passeio, publicitário de profissão e chefe de uma equipe de criação fantástica, criou o nosso brasão, que depois ganhou também a versão feminina. Com o tempo novos amigos vieram se integrando a nós e o resto da história, bem, o resto da história todos já sabem, formamos uma grande família, já comemoramos nossa festa de 1º aniversário, já estamos indo pra segunda e tivemos muitos momentos incríveis juntos neste tempo. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  4/13 phpapp02.doc
  5. 5. 3 Regras estabelecidas Como dissemos anteriormente nosso grupo sempre se pautou pela irreverência e ausência de regras, porém algumas normas foram discutidas e decididas pelo grupo ao longo do tempo, ou se tornaram costume durante este período de existência. E por isto estão aqui apresentadas. 3.1 Dos símbolos do grupo 3.1.1 Nosso Brasão Nosso brasão é composto da figura de Dick Vigarista e Penélope Charmosa sobre o personagem Motoca estampado sobre a placa da “Route 66” estilizada. 3.1.2 Patch Masculino Terá o brasão como mencionado acima, com a figura de Dick Vigarista pilotando com Penélope Charmosa na garupa. Com o Nome (ou apelido) do integrante acima e a inscrição “Maníacos” abaixo, foi adotada também a inscrição “São Paulo – BR” a ser colocada entre o brasão e a inscrição “Maníacos”. 3.1.3 Patch Feminino Terá o brasão como mencionado acima, com a figura de Penélope Charmosa pilotando com Dick Vigarista na garupa. Com o Nome (ou apelido) da integrante acima e a inscrição “Maníacos” abaixo, foi adotada também a inscrição “São Paulo – BR” a ser colocada entre o brasão e a inscrição “Maníacos” Ambos os patchs serão concedidos tanto a integrantes que pilotem motos (homens ou mulheres) quanto a seus/suas garupas, desde que cumpridos os trâmites de admissão descritos abaixo. Ambos os patchs deverão ser afixados de forma definitiva (costurado) à colete de couro. 3.1.4 Camisetas As camisetas confeccionadas com o brasão do grupo, só poderão ser adquiridas e utilizadas pelos membros do grupo ou por parentes próximos, sendo de responsabilidade de quem comprou a camiseta responder pelo mau uso dela, vide item abaixo sobre o uso dos nossos símbolos. As camisetas também poderão ser compradas pelos “aspirantes” (vide regra 3.2 – item 5). 3.1.5 Adesivos, bottons e afins Os adesivos e bottons só poderão ser adquiridos pelos membros do grupo, sempre atentando sobre como usá-los, vide item abaixo sobre o uso dos nossos símbolos. 3.2 Da admissão Para se tornar um membro efetivo do Maníacos MG, o candidato deverá cumprir algumas etapas, descritas a seguir: 1) Ser motociclista guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  5/13 phpapp02.doc
  6. 6. 2) Demonstrar explicitamente o interesse de se tornar um membro, através do preenchimento da ficha de inscrição e exibição da documentação pessoal e da motocicleta. 3) Cumprir o mínimo de 5 passeios mensais, que não precisam ser consecutivos. Após estes 5 passeios então, o candidato será avaliado pelo grupo e a maioria irá decidir se ele pode ou não ser aceito. Podendo esta votação ser feita por aclamação ou aceitação passiva do grupo, caso nenhum integrante levante alguma questão que imponha que esta aceitação deva ser feita por votação da maioria em reunião feita para este fim. Após o 2º passeio, caso o novo integrante esteja tendo problemas quaisquer dentro do grupo ou que seu comportamento esteja sendo desaprovado, de forma que ele corre o risco de não ser aprovado, ele já será avisado, para que decida se vai continuar ou não o processo de avaliação, se então não constar nada que o impeça, ele passa à condição de aspirante, o que lhe permite alguns dos direitos reservados aos membros do grupo, descritos no decorrer deste guia. O direito adquirido pelo piloto não é automaticamente estendido ao seu(sua) companheiro(a), sendo que este(a) deverá cumprir o mesmo rito descrito neste item 3.2, podendo ser no mesmo período ou em períodos diferentes. Entende-se por companheiro(a) o garupa habitual do integrante, seja esposo(a), namorado(a), noivo(a), etc, que mesmo sem pilotar pode se tornar integrante do nosso Moto grupo, após cumprir os passos aqui estabelecidos. Exceção é feita a filhos menores (crianças até 11 anos) que poderão ser recebidos como integrantes, automaticamente, quando um de seus pais se tornar um membro efetivo, sem a necessidade de cumprir o mesmo ritual. 3.3 Da aquisição do Patch Ao membro admitido no grupo será permitida a compra do patch. A disposição em adquirir o patch deverá ser informada pelo membro ao grupo que irá encomendar ao fornecedor homologado ou utilizar algum patch devolvido por membro que tenha saído do grupo, sendo que quem decide isto é o membro responsável pela distribuição dos patchs, cabendo ao novo membro aceitar o patch oferecido. Todos os custos (compra do patch, compra do colete, serviços de afixação do patch, etc) serão de responsabilidade do membro admitido. No momento da aquisição, o membro assinará o termo de compromisso em que se obriga a respeitar as normas estabelecidas para o uso do patch e sua proibição de uso ao sair do grupo voluntária ou compulsoriamente. 3.4 O passeio mensal Desde a fundação do grupo ficou estabelecido que: Mensalmente se realiza um passeio do grupo, normalmente decidido no passeio do mês anterior e organizado por um membro que se candidate a verificar o caminho para chegar, passeios na cidade, restaurante, etc. Na data do passeio mensal não se realizam outros eventos do grupo, portanto, uma vez decidido sobre o local e data, não poderão ser usados os instrumentos do grupo (orkut, etc) para marcar eventos paralelos. Ninguém é obrigado a participar do passeio mensal, nem existe nenhum mínimo estabelecido de passeios por período para permanecer no grupo. Qualquer um pode se candidatar a organizar um passeio, apresentando a idéia ao grupo. A ocorrência de chuva no horário de partida do passeio, no local de encontro ou na região, não cancela automaticamente o passeio, que poderá ser realizado com os presentes no local de encontro, se assim eles decidirem, e será contado para o processo de admissão, se houver presente algum membro nesta situação. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  6/13 phpapp02.doc
  7. 7. 3.5 Da Exclusão Um membro será expulso do grupo se, e após cumpridas TODAS as etapas abaixo: a) Infringir as regras aqui estabelecidas, principalmente se isto acontecer de forma contumaz ou ficar claro que o membro não considera importante segui-las ou se passar a ter atitudes não condizentes com o espírito do grupo, ilegais, inoportunas ou que levem a provocar brigas e ou desentendimentos dentro do grupo, b) Um dos membros solicitar sua expulsão. c) O grupo de fundadores, em reunião específica para isto, decidir por unanimidade, levar o assunto à votação do grupo. d) O grupo decidir, em reunião previamente marcada para este fim, por maioria simples dos presentes, pela exclusão. 3.6 Da saída voluntária Qualquer membro poderá manifestar intenção de sair do Maníacos MG a qualquer momento, sem que para isso precise dar motivos ou quaisquer explicações 3.7 Ao sair do grupo O membro poderá ficar com o patch, se assim desejar, porém, não deverá mais usá-lo, pois trata-se de um símbolo de uso exclusivo dos integrantes do Maníacos MG. Caso deixe claro o desejo de passar este patch para um novo integrante, isto poderá ser feito se algum novo integrante concordar em receber o patch usado. Terá cancelado seus acessos aos grupos, sites e demais dispositivos criados para uso exclusivo de membros do Maníacos MG. 3.8 Da adoção de novas regras A adoção de novas normas deverá seguir o seguinte trâmite: Apresentação da idéia ao grupo de fundadores, para que estes discutam a relevância do assunto e decidam se colocam ou não em votação. Caso seja aprovada pelos fundadores, será colocada para discussão pelo grupo em reunião antecipadamente marcada para esta finalidade. Será enfim adotada se, por maioria, for aprovada. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  7/13 phpapp02.doc
  8. 8. 4 Comportamento 4.1 Uso do grupo no Yahoo e comunidade do Orkut 4.1.1 A comunidade do Orkut A comunidade “Maníacos” do Orkut é para uso dos membros e aspirantes do grupo e também de amigos, simpatizantes, desde que autorizados por algum membro. É preciso sempre lembrar que qualquer pessoa com acesso ao Orkut pode entrar em nossa comunidade e ler todos os tópicos lá existentes, por isto é prudente: - Não colocar informações pessoais que possam ser mal usadas por estranhos mal intencionados - Evitar detalhes sobre locais e horários de encontro, fora os locais públicos onde se tem maior segurança, para detalhes pode-se sempre utilizar e-mail e o grupo do Yahoo, mais seguro e fechado. É bom lembrar que pode ser tentador para um marginal, um grupo com 40 motos de média e alta cilindrada. 4.1.2 O Grupo do Yahoo O grupo do Yahoo foi criado para uso exclusivo dos membros do grupo extensível aos aspirantes, portanto é vetado a quaisquer outras pessoas, mesmo que tenham participado de algum passeio mensal ou avulso, sejam amigos, etc. Exceção feita somente aos parentes próximos (1º Grau) de algum membro ou aspirante, como filhos, cônjuges, irmãos e pais, se solicitado o acesso por um membro. 4.2 Comportamento Pessoal Nosso relacionamento sempre se pautou pela total liberdade entre os membros e este clima totalmente descontraído com certeza é um dos motivos que levam a todos nós esperarmos ansiosamente pelo dia de nossos passeios e encontros. Então não se quer aqui tirar a espontaneidade, apenas orientar quanto ao comportamento no momento em que estamos interagindo, seja de forma pessoal ou pelos instrumentos da internet. Portanto, visando a harmonia e evitar mal entendidos, algumas dicas e orientações: - Cuidado com excessos em brincadeiras, principalmente envolvendo esposas e maridos - Aos solteiros, parcimônia ao estender à namoradas, ficantes, candidatas ou afins, os instrumentos de uso exclusivo do grupo, tais como acesso aos grupos, camisetas, etc. - Evitar a troca excessiva de e-mails, usar este instrumento com parcimônia, o mau uso será devidamente avisado e coibido. - LEMBRETE IMPORTANTE: Não se discute mudança de regras, nem se toma nenhuma decisão importante ao grupo pela internet, para isto devem ser seguidos os tramites estabelecidos para adoção de novas regras (regra 3.8 deste guia) - Nos passeios, cuidado com o uso abusivo de álcool, pois ao consumir bebidas alcoólicas em excesso, a pessoa ao perder os reflexos e diminuir seu nível de atenção, pode estar colocando em risco a sua segurança e a dos outros participantes do passeio, uma vez que todos andarão juntos no comboio. Se for notada alguma alteração de comportamento em um integrante, que indique sinais de embriaguez, este será alertado para esperar passar este estado antes de continuar viagem e será separado do comboio, em nome da segurança dos demais. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  8/13 phpapp02.doc
  9. 9. 4.3 Em eventos de motociclistas Em eventos, sempre que um membro do grupo estiver presente, ele estará representando o grupo, portanto seu comportamento deverá sempre: - Levar em conta todas as orientações sobre o uso de nossos símbolos, descritas neste manual - Respeitar os motoclubes organizadores do evento, bem como todos os presentes ao encontro. 4.4 Na estrada 4.4.1 Andando em comboio Primeiramente, o membro do grupo deve estar ciente que, para participar de um passeio deve: - Cuidar da manutenção da moto, evitando todos os problemas decorrentes de se ter um membro com problemas mecânicos durante o passeio, que sempre deixa todos preocupados, causa atrasos e até cancelamento de passeios. - Certificar-se que esteja dentro das normas de transito, incluindo documentação pessoal e do veículo válidas e em dia, condições da motocicleta, equipamentos de proteção do(s) ocupantes, etc. IMPORTANTE: O membro que for parado por agente policial e não puder seguir viagem por estar transitando em desacordo às regras de trânsito será deixado para trás, pois parte-se do principio que quem não se preocupa em seguir as normas assume o risco disto e responde individualmente pelos seus atos, não podendo causar prejuízo ao resto do grupo. - Providenciar o abastecimento antes do inicio do passeio, a fim de não provocar atrasos na viagem, pela necessidade de paradas não programadas para abastecimento. Guia/Líder: Motociclista que irá à frente do grupo nos seus deslocamentos. - Critérios de escolha do Guia: conhecer melhor o trajeto a ser percorrido, ser experiente. - Atribuições do Guia: Manter a velocidade previamente acertada; sinalizar ao grupo eventuais obstáculos; alertar sobre as paradas combinadas. Manter velocidade compatível com a rodovia onde transita o comboio: - Ela não deve ser superior (em muito) à máxima pois isto pode levar à uma punição (multa) para todo o grupo, além do risco de quedas em curvas, etc. - E nem ficar muito abaixo, pois neste caso pode acarretar problemas no fim do comboio, com veículos, às vezes veículos pesados como caminhões e ônibus, pressionando para que este ande mais depressa e ele não tendo como, por falta de espaço à frente. È bom lembrar que é muito ruim e inseguro ter um caminhão acelerando a alguns centímetros de sua roda traseira. Ferrolho: Motociclista que irá na última posição do grupo nos seus deslocamentos. - Critérios de escolha do Ferrolho: possuir moto dentre as de melhor desempenho no grupo, ser experiente. - Atribuições do Ferrolho: zelar pela unidade do grupo, procurando evitar que ocorra espaçamento acentuado entre as motos do grupo A formação do grupo deverá ser em duas filas indianas, paralelas e intercaladas, evitando-se o emparelhamento de motos. Acredita-se que esse modo de pilotagem tem duas grandes vantagens: - Permite a todos, quando necessário, a realização de frenagem, sem comprometer os companheiros; - Não prejudica a ampla visão que o motociclista deve ter da estrada. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  9/13 phpapp02.doc
  10. 10. Duas ou mais motos não devem dividir a mesma faixa da estrada (andar lado a lado). Deve-se manter uma distância mínima entre as motos, proporcional à velocidade, suficiente para frenagens inesperadas serem feitas com segurança. ATENCÃO: Para a segurança e conforto de todos, uma vez formadas as filas os participantes do comboio devem seguir as seguintes regras: 1) Não devem mudar de posição lateralmente ou na fila (ultrapassar ou se deixar ultrapassar), pois isto não é esperado por ninguém e pode causar confusões de entendimento e é extremamente perigoso, a não ser que: - A moto da frente tenha mudado de direção (reposicionamento das filas indianas) - A moto da frente tenha saído do comboio (reposicionamento das filas indianas) - Esteja precisando parar no acostamento por alguma emergência. - Nestes casos, sempre avisar previamente e claramente suas intenções. 2) NUNCA sair do comboio, ultrapassar alguns e entrar em outro ponto do mesmo, pois isto como no caso anterior faz com que todos tenham que se reposicionar na fila, o que sempre atrapalha e coloca a segurança em risco, também como no caso anterior, somente por motivos importantes tal atitude será permitida. Quando isto acontecer o membro deverá entrar no fim da fila, logo à frente do “Ferrolho”. 3) Parar sem motivo importante, pois o Fecha tem sempre a função de acompanhar quem para e aí os dois irão ficar para trás com todas as consequências disto. Caso a parada seja por motivo não importante, deve avisar o “Fecha” para seguir adiante, para que ele não seja prejudicado, sendo que isto não isenta o autor de ser questionado do porquê da parada. Para isto são considerados motivos importantes: - Ordem de um agente policial ou outro tipo de autoridade. - Problemas mecânicos reais ou aparentes (ruídos, etc) - Queda de bagagem ou problemas com a fixação da mesma que estejam deixando-a em risco de se soltar ou dificultando a condução da moto. - Problemas de saúde, mal súbito, necessidades fisiológicas, etc. Todos estes atos serão questionados na primeira oportunidade e deverão ser explicados, sob pena de ser considerada atitude inoportuna, caso não tenha explicação plausível. Quando o comboio tiver participação de triciclos e carros, estes irão se posicionar atrás do ferrolho, na ordem, triciclos e carros, respectivamente. Ao passar por praças de pedágio o guia deverá atentar para aumentar lentamente de velocidade, pois ele já está livre mas muitos ainda estarão passando pelos obstáculos, impedidos de imprimir maior velocidade, e se não for tomado este cuidado o comboio se dispersará e obrigará os últimos a imprimir altas velocidades para alcançar os demais. O motociclista neófito (ou aquele que estiver em observação) viajará sempre no final do grupo, entre dois motociclistas experientes. Os motociclistas escolhidos para essa missão farão a ele um relato acerca das condições da estrada, mostrarão ao novato a posição dele na viagem e ensinarão a ele os sinais caracterizadores de perigo. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  10/13 phpapp02.doc
  11. 11. Ao trafegar em rodovia de pista simples ou dupla, quando o líder sair para a esquerda para efetuar uma ultrapassagem, não é necessário que o comboio todo faça o mesmo, espere até chegar próximo ao veiculo a ultrapassar para então verificar se tem condições seguras para a ultrapassagem e aí sair para a esquerda, evitando assim formar uma fila à esquerda com a direita vazia, o que pode levar à algum veículo ir pela direita e querer “furar” o comboio no meio para efetuar a ultrapassagem. Da mesma forma, ao efetuar uma ultrapassagem, o membro deve retornar imediatamente para a direita e dar espaço entre ele e o veículo ultrapassado suficiente para que quem vem atrás possa se posicionar, se o membro à sua frente não estiver dando espaço você deve emparelhar com ele e avisá-lo, com o sinal de acelerar. Este movimento é de suma importância num comboio, portanto devemos sempre nos lembrar de deixar o espaço para quem vem atrás, principalmente quando estamos em vias de pista simples, a falta de espaço faz com que o membro continue na esquerda, ou seja, na pista destinada aos veículos que vem em sentido contrário, e ele não consegue visualizar esta falta de espaço antes de iniciar a ultrapassagem, o que o deixa em situação de alto risco. Não se preocupe com a “fuga” do líder, quando este efetuar uma ultrapassagem e você não conseguir acompanhá-lo imediatamente, aguarde o momento para fazer isto em segurança, que certamente mais para frente o líder e o resto do grupo estarão em velocidade compatível para que todos possam alcançar o comboio e se reagrupar. Quando o grupo tiver de parar no acostamento: 1) Nunca pare do lado de outra moto já estacionada, a parada deve ser feita em fila indiana, no acostamento do lado direito da pista, o mais à direita possível. 2) Cuidado com a diminuição excessiva de velocidade “DENTRO” da pista. Quando o comboio é muito grande acontece de o líder entrar no acostamento e começar a reduzir a velocidade, sendo seguido pelos demais e assim, todo o comboio vai diminuindo a velocidade, aí acontece de, a partir de um certo ponto do comboio, as motos ainda se encontrarem dentro da pista de rolamento e a velocidade estar excessivamente baixa para a pista, neste caso você deve ultrapassar todo o comboio que já está no acostamento e procurar lugar à frente do Lider, evitando assim o risco de ser “atropelado” por um veículo que esteja vindo na velocidade normal. 3) Ao retornar à pista, sempre se preocupar em verificar se você está seguro para tal, nunca sair somente porque o da frente o fez, o mesmo vale para cruzamentos em nível, atravessar pistas, etc. 4) Utilize sempre o acostamento para atingir a velocidade compatível com a pista, antes de entrar nela, evitando também, desta forma, ser atropelado por veículo que venha no mesmo sentido em velocidade muito superior à sua. Sempre no inicio da viagem fazemos um briefing, onde expomos por onde iremos trafegar, os pontos mais perigosos do percurso, informamos quem será o líder e o(s) fecha(s) e damos orientação aos mais novos, sempre ao ser chamado para o briefing, acompanhe todas as orientações com atenção, isto tornará a viagem mais segura para você e todo o resto do grupo. OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Quem convidar algum conhecido para viajar conosco será o responsável pelo amigo, será o “padrinho” dele, portanto deverá passar para ele estas orientações e nossos sinais, preferencialmente antes da data do passeio, e no passeio orientá-lo a acompanhar atentamente o briefing e se posicionar do seu lado no comboio, para ir passando as dicas de segurança e orientando sua colocação no mesmo. 4.4.2 Sinais de alerta durante a viagem Mão espalmada para frente: Perigo a Frente, Atenção Dedo indicador apontado para cima: Chuva, probabilidade de uma redução de velocidade Dedo indicador apontado para baixo e para trás: Pare atrás de mim. Dedo polegar apontado para trás ou dedo indo do olho para o espelho: Olhe no seu retrovisor, fique atento com o que vem ou está atrás de sua moto Dedo indicador apontado para cima fazendo círculos: Polícia ou radar à frente (Não use na frente da polícia) guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  11/13 phpapp02.doc
  12. 12. Quatro dedos apontados para baixo: Animais na pista Dedo indicador e polegar em forma de circulo: Acenda o Farol Braço estendido para cima com a lateral da mão para frente: Fazer fila única (indiana) Dedo indicador e médio em forma de “V”: Fazer fila dupla(desmontar fila indiana) Mão sobre o capacete (imitando uma barbatana de tubarão): Motos street (alusão aos capacetes Shark) se aproximando em alta velocidade, atenção, cuidado com o susto e em vias de pista única, facilitar a ultrapassagem. Mão espalmada batendo no tanque, ou mão espalmada para baixo passando pelo pescoço (como o movimento de cortar o pescoço com uma faca): indica risco de parar por falta de combustível (quando entra na reserva), necessidade de parar para abastecimento. Mão espalmada para cima, em movimentos: Aumente a velocidade. Mão espalmada para baixo em movimentos de cima para baixo: Reduza a velocidade. Mão fechada para cima da cabeça: Vamos parar. Um pé fora do estribo apontado para baixo – buraco ou defeito na pista, na direção apontada pelo pé Os dois pés fora do estribo – Lombada ou depressão atravessando toda a pista Mão espalmada para baixo em círculos – Indicação de elemento escorregadio na pista (areia, óleo) Mão sobre o capacete em movimento da frente para traz (vou deitar o cabelo): Indica que o integrante irá abandonar o comboio e acelerar, por uma necessidade pessoal, não devendo ou não precisando que ninguém o acompanhe. Mão em círculos sobre o joelho (água no joelho): O integrante irá parar para uma necessidade fisiológica pessoal, sinalizando que não precisam parar, não é um problema mecânico. Movimento dos dedos abrindo e fechando: Indica que você está com a seta ligada desnecessariamente. 4.4.3 Dicas de pilotagem segura Tenha sempre em mente que seu companheiro que vem atrás nunca sabe quando você vai frear até ver sua luz de freio acender, portanto, facilite, sempre dê uma ou duas "beliscadas" no freio antes de frear propriamente, se possível, isso poderá evitar um acidente! A faixa que divide as pistas é sempre em alto relevo por ter uma camada de tinta mais grossa e andar sobre ela as vezes desgoverna a moto, portanto sempre segure firme seu guidom quando estiver sobre ela. Se a pista estiver molhada, o cuidado sobre esta faixa deve ser muito maior, pois esta tinta para brilhar a noite é feita com micro esferas de vidro e o vidro molhado é altamente escorregadio. Quando você estiver por ultrapassar um veículo, sempre que possível coloque seu farol no espelho retrovisor dele para facilitar a visão do motorista. Na maioria das vezes quando ele lhe vê, dá uma "chegadinha" para a direita e facilita a ultrapassagem, se não for assim, pelo menos ele sabe que você está ali e que logo lhe ultrapassará. Tenha sempre atenção com manchas no asfalto, na maioria das vezes pode ser óleo ou consertos que podem estar desnivelados com a pista, em ambos os casos evite, pois a chance de escorregar é sempre grande. Esteja sempre atento a cheiros fortes, especialmente de combustíveis, o diesel é extremamente escorregadio e as vezes um caminhão pode estar vazando ou tenha tombado na pista, portanto cautela! Sempre que for entrar na cabeceira de uma ponte ou sair dela levante do banco, é normal o desnível e isso pode provocar um salto e o descontrole da moto, se você estiver em pé nas pedaleiras, o impacto será menor. Outra razão para fazer isso é sua coluna, o impacto que a suspensão não for capaz de absorver será repassado para seu corpo mais exatamente para a coluna e ao final de algumas horas de viagem você se lembrará desta dica! Buraco como enfrentá-los? Primeiro evite-os! Quando não for possível, freie o que puder antes dele, NUNCA FREIE NO BURACO! A roda dianteira poderá trancar e catapultá-lo, levante do banco e guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  12/13 phpapp02.doc
  13. 13. passe-o. Muitos buracos entortam o aro e quando for pneu sem câmara, poderá esvaziar rapidamente, portanto cuidado! Além de ser uma exigência do novo código de trânsito, é sempre mais seguro andar de farol aceso mesmo de dia. É recomendável que use o farol alto durante o dia, outros veículos lhe percebem mais facilmente. 4.5 Uso de nossos símbolos e produtos com nossa identificação 4.5.1 Uso do colete com o patch Quando de uso do colete com patch, o membro do grupo está devidamente identificado e identifica o nosso grupo, portanto seu comportamento irá espelhar, de pronto, como sendo o comportamento do grupo como um todo. É importante lembrar que a tradição do motociclismo impõe que o uso do colete, além de ser um identificador é também um compromisso de comportamento. Em eventos motociclísticos, encontros, passeios e mesmo na estrada, um motociclista com colete leva todos a identificá-lo com alguém que tem um comportamento dentro do esperado de um motociclista sério, honesto e avesso a confusões. Em nome desta tradição e esperando que os integrantes de nossa família respeitem o símbolo que trazem e que os identifica, o grupo espera que os integrantes, quando do uso do colete: Ajam sempre com companheirismo diante de outros motociclistas Não cometam atos ilegais, imorais ou socialmente reprováveis. Nunca façam do nosso símbolo, uso comercial ou para obter vantagem ilegal Não participem de arruaças, badernas e depredação de bens públicos ou privados 4.5.2 Uso da camiseta A camiseta estampada com nosso símbolo, como o colete com patch, também identifica o grupo como um todo, e por isto estende-se a quem a esteja usando, as mesmas orientações descritas no item anterior. 4.5.3 Uso dos adesivos Os adesivos do grupo, como tradição são para: - Ser trocados com membros de outros Motoclubes e motogrupos, bem como ser dados a conhecidos, amigos, ou a quem o membro achar que deve, como lembrança. - Ser afixados nos locais por onde o membro, individualmente ou em grupo, tenha passado, a fim de marcar nossa passagem. IMPORTANTE: - Os adesivos só poderão ser afixados se e em locais previamente autorizados pelos proprietários do estabelecimento - Nunca deverão ser afixados em locais públicos, como estátuas, monumentos, placas de sinalização de trânsito, etc, pois isto é crime (depredação de patrimônio público) e pode prejudicar o grupo (devidamente identificado no adesivo) com implicações judiciais, fora o fato de ser um ato reprovável em todos os sentidos, pois nosso símbolo não foi feito para emporcalhar locais públicos. guiaconduta-100408202338- 19/09/2007 17:39  13/13 phpapp02.doc

×