Aqui você encontrará informações gerais sobre ergonomia, assim como, novidades e links. Caso, queira desfrutar umaboa músi...
Postado por Marcos Serafim às 19:39 Um comentário: Links para esta postagemConsiderado um elemento ambiental, o ruído pode...
Postado por Marcos Serafim às 08:24 Nenhum comentário: Links para esta postagemCom o advento da industrialização e, conseq...
Postado por Marcos Serafim às 17:08 Um comentário: Links para esta postagementre fotografias de estudantes norte-americano...
Postagens mais antigasInícioAssinar: Postagens (Atom)Modelo Simple. Tecnologia do Blogger.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ergonomia aplicada

1.008 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.008
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ergonomia aplicada

  1. 1. Aqui você encontrará informações gerais sobre ergonomia, assim como, novidades e links. Caso, queira desfrutar umaboa música, enquanto lê nossas postagens, acesse nosso perfil e clique em clip de áudio.ERGONOMIA APLICADAERGONOMIA APLICADAsexta-feira, 10 de abril de 2009Postado por Marcos Serafim às 20:42 Um comentário: Links para esta postagemErgonomia na SalaEmbora muito se fale em ergonomia, pouco se leva em consideração sua adoção em nossoslares. Talvez, isso se deva ao fato dessa ciência ter sua origem motivada pela necessidade deadaptação do trabalho ao homem. O que levou a concentrar sua aplicação nos ambienteslaborais. Pensando nisso, foi que resolvemos, nesta postagem, citar algumas recomendaçõesergonômicas a serem adotadas nas salas.Questões a serem consideradas:O preenchimento de sofás e poltronas deve ser com espuma de densidade adequada,nem muito macia, nem muito dura;Ao permanecer sentado por muito tempo, prefira poltronas a sofás. Pois, possibilitamapoio para os braços e impedem que o quadril deslize. Além disso, deve-se apoiar aspernas.Fonte: Manual de Ergonomia em Casa (Paulo Cidade).segunda-feira, 7 de julho de 2008Ruídos Perigosos▼▼ 2009 (1)▼▼ Abril (1)Ergonomia na Sala Embora muito sefale em ergono...►► 2008 (30)►► 2007 (95)Arquivo do blogMarcosSerafimTecnólogo emSegurança noTrabalho pelaFaculdade Mauríciode Nassau /Campus - Recife -PE e Técnico emSegurança noTrabalho pelo IFPE,antigo CEFET-PE.Visualizar meuperfil completoQuem sou euCostume de CasaVai à PraçaFlagrantes“ Toda parte docorpo se tornarásadia, bemdesenvolvida ecomenvelhecimentolento seexercitadas; noentanto, se nãoforem exercitadas,tais partes setornarãosusceptíveis adoenças,deficientes nocrescimento eenvelhecerãoprecocemente. ”(HIPÓCRATES)Ginástica LaboralManual deErgonomia emCasa / PauloCidade / Editora:QualitymarkErgonomia /Pierre Falzon /Editora BlucherErgonomia:Projeto eProdução / ItiroIida / EditoraEdgard BlücherManual deErgonomia -Adaptando oTrabalho aoHomem / K. H. E.Kroemer & E.Grandjean /EditoraBookmanErgonomiaPrática / J. Dul eB.Weerdmeester /Editora EdgardBlücher LtdaLivrosEspecializadosSuperintendência Regional do Trabalho eEmprego - SRTE/PENúcleo de Ergonomia Aplicada do Recife -NEARAssociação Brasileira de Ergonomia -Linsks favoritos0CompartilharCompartilhar mais Próximo blog» Criar um blog Login
  2. 2. Postado por Marcos Serafim às 19:39 Um comentário: Links para esta postagemConsiderado um elemento ambiental, o ruído pode transformar-se em um agente nocivo. Não sópode lesionar o ouvido, como também mascarar sinais importantes e tornar o ambientedesconfortável. É necessário que saibamos avaliar os limites sonoros (intensidade e tempo deexposição), tendo em vista a fragilidade do aparelho auditivo humano.Dependendo do tempo de exposição e da intensidade do ruído, há uma queda da performance dotrabalhador, assim como, aumenta-se a probabilidade de degradação da audição. Nota-se que, emsituações onde o nível de pressão sonora é intenso, há possibilidade de lesão do sistema auditivo,ainda que seja por um tempo mínimo a exposição.Os danos causados são múltiplos, variando quanto à gravidade e incômodo: fadiga auditiva,nervosismo, sobrecarga mental, além dos inconvenientes já citados. Em contrapartida, sob certascondições (nem muito elevado, nem contínuo), o ruído pode servir como um estimulante sensorialque favorece à manutenção da vigília.Fonte: Ergonomia (Pierre Falzon)sexta-feira, 4 de julho de 2008Postado por Marcos Serafim às 08:52 3 comentários: Links para esta postagemA Ergonomia e seus objetivosEsta disciplina científica se encontra dividida entre dois objetivos. Por um lado, contribuir para queas organizações atinjam seus objetivos, através da eficiência, produtividade, confiabilidade,durabilidade e qualidade dos seus produtos ou serviços. Por outro lado, garantir a satisfação deseus clientes (acionistas, empregados, fornecedores e consumidores) seja por meio dasegurança, conforto, facilidade de uso, satisfação, prazer ou motivação para o trabalho.Diferentemente de outras disciplinas, a ergonomia declara esse duplo objetivo. O ergonomista,dependendo de sua sensibilidade ou da área de atuação profissional, pode ser levadopreferencialmente para um desses objetivos. Mas, não se pode ser ergonomista ignorando um ououtro desses objetivos.Fonte: Ergonomia (Pierre Falzon)sábado, 17 de maio de 2008Fase Ergotrópica X Fase TrofotrópicaABERGOFUNDACENTROMinistério do Trabalho e Emprego - MTE
  3. 3. Postado por Marcos Serafim às 08:24 Nenhum comentário: Links para esta postagemCom o advento da industrialização e, consequente, necessidade de produzir continuamente, oscolaboradores sofreram consequências negativas. Pois, há uma dificuldade de adaptação dosritmos circadianos, assim como, prejuízos para a vida social. O indivíduo possui uma faseergotrópica (voltada para a performance) que ocorre, comumente, pela manhã e uma fasetrofotrópica (caracterizada pelo relaxamento) que se desenvolve, em geral, à noite. Isso faz comque ocorra um número maior de acidentes, bem como, uma diminuição da produtividade.Fonte: Manual de Ergonomia: Adaptando o Trabalho ao Homem (K. H. E. Kroemer & E.Grandjean)terça-feira, 15 de abril de 2008Postado por Marcos Serafim às 07:41 Um comentário: Links para esta postagemA Ergonomia no LarUma das maiores ocupações da humanidade são as atividades domésticas. Onde adultos,crianças e idosos são envolvidos; ocupando lugar de destaque, as mulheres. Métodossociológicos são utilizados em pesquisas que buscam investigar a influência dos espaços de umacasa sobre o comportamento de seus usuários. Através desses estudos, chegou-se a conclusãode que a cozinha é o local mais importante de uma casa, principalmente para as classes sociaismenos favorecidas. Considerada um centro de produção de alimentos, a cozinha é o ambienteonde ocorrem 50% dos encontros familiares, também sendo preferida para se tomar as refeições.A sala de estar, pouco utilizada durante o dia, é bastante procurada no início da noite. Pois, é olocal onde se desenvolvem atividades de lazer, sendo a televisão o principal meio dedescontração.Fonte: Ergonomia Projeto e Produção (Itiro Iida)domingo, 6 de abril de 2008Tipos FísicosWilliam Sheldon, em 1940, realizou interessantes pesquisas que demonstraram as diferençasinter-individuais, existentes em uma mesma população. Seus estudos constaram da comparação
  4. 4. Postado por Marcos Serafim às 17:08 Um comentário: Links para esta postagementre fotografias de estudantes norte-americanos (4000 indivíduos), em diversas posições (frente,perfil e costas) e levantamentos antropométricos. Feito isso, ele chegou a conclusão de queexistiam três tipos físicos básicos:Ectomorfo - Tipo físico de formas alongadas;Mesomorfo - Tipo físico musculoso;Endomorfo - Tipo físico de formas arredondadas.Obviamente, a grande maioria das pessoas não pertence a nenhum desses tipos físicos. Elasapresentam uma mistura das características dos três tipos básicos, vindo a ser mesoformo-endofórmica, ectomorfo-mesofórmica entre outras classificações. Em suas pesquisas, Sheldonpercebeu também diferenças comportamentais dos três tipos básicos, chegando a conclusão queexistia uma correlação entre as profissões escolhidas e o tipo físico da pessoa.Fonte: Ergonomia Projeto e Produção (Itiro Iida)terça-feira, 1 de abril de 2008Postado por Marcos Serafim às 21:23 Nenhum comentário: Links para esta postagemPosturas InadequadasEm função de projetos deficientes de máquinas, equipamentos, postos de trabalho e deexigências da tarefa, o trabalhador, muitas vezes, assume posturas inadequadas. Nesses casos,o redesenho dos postos de trabalho, com a finalidade de melhorar a postura, proporciona reduçãoda fadiga, dores corporais, afastamentos do trabalho e doenças ocupacionais. As principais,situações onde a má postura pode produzir conseqüências danosas, são:O trabalho estático, exigindo uma postura parada por muito tempo;A execução de atividades que exijam muita força;A realização de tarefas que exijam posturas desfavoráveis, como as pernas dobradas.A realidade é que o trabalhador, durante a jornada de trabalho, pode assumir centenas deposições. E em cada uma delas, um diferente conjunto de músculos é acionado. Sendo assim,uma simples observação visual não é suficiente. Obrigando-nos a fazer uso de técnicas especiaisde registro e análise das posturas.Fonte: Ergonomia - Projeto e Produção (Itiro Iida)
  5. 5. Postagens mais antigasInícioAssinar: Postagens (Atom)Modelo Simple. Tecnologia do Blogger.

×