Familia vinci 43

779 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
779
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Familia vinci 43

  1. 1. ano Xiii – nÚmero 43 – 2012oS PeriGoS da internetQual É a tua obra?tdaH – tranStorno de dÉFiCitde atenÇÃo e HiPeratiVidadePiC JÚnior – uma ParCerialeonardo da VinCi e uniCeub
  2. 2. ColaboraÇÃo Onuvinci Em 2012, a simulação das Nações Unidas do ViSÃo Leonardo da Vinci terá aConteCe miSSÃo pela primeira vez ValoreS Inauguração de Hospital Ciclo de Estudos PIC Júnior uma edição extra. Programa de Iniciação Projeto Ecotrilhas e Natal da ABRACE Os professores Pierluigi Piazzi e Caio Feijó foram Científica desenvolvido pelo Centro Educacional do Brasil 10 anos de atividades. 22 O Leonardo da Vinci é parceiro da ABRACE e palestrantes no Ciclo VinCi do Hospital da Criança 14 de Estudos 2012 do Leonardo da Vinci em parceria com o UniCeub. com Câncer. Leonardo da Vinci. leitura 8 12 diGital 27 20 18 Internet Responsável Os perigos da Internet O projeto aborda a apreciação de sites, 24 guias on-line, vídeos, Segundo Thomaz Liderança Reflexiva na Escola 4 10 16 Wood Jr., professor da FGV, a exposição histórias em quadrinhos, discussões e jogos, O Projeto Liderança Reflexiva tem como objetivo as atitudes e ações Capa à web pode desenvolver o espírito e o Qual é a tua obra? Primeiros Socorros necessárias no momento dificultar raciocínios 12 27 Continuamos em 1º lugar Professores, equipe em que se acessa potencial de liderança e orientar Para aumentar elaborados e na UnB, com 13 primeiros técnico-pedagógica a grande rede. a vocação natural e a visão a segurança nas diminuir a memória lugares e 338 aprovados e funcionários se empreendedora da juventude. Projeto Ecovinci operações de de longa duração. em 2012. emocionam com a Carnavinci 2012 Construindo a campo, o projeto palestra ministrada TDAH – Transtorno de Déficit Foi um momento festivo, consciência da busca formar seus pelo Professor Mario de Atenção e Hiperatividade em que os estudantes sustentabilidade colaboradores, com Sergio Cortella. O TDAH é um transtorno usaram fantasia e ênfase no resgate em que começa na infância trouxeram adereços. ambientes naturais. e, muitas vezes, continua na idade adulta. 26 Diretor Financeiro – ProF. JorGe abdon manZur iSmael Diretor Administrativo – ProF. dalVo CardoSo de oliVeira Vice-Diretor Administrativo e Financeiro – rodriGo Ferolla SilVa mello Diretora Pedagógica da Unidade Sul – ProF.a mÁrCia Ferreira nuneS Diretora Pedagógica da Unidade Norte – ProF.a maria aPareCida de SouZa m. lima Diretora Pedagógica da Unidade Taguatinga – ProF.a SolanGe FoiZer SilVa Diretor de Planejamento e de Gestão Pedagógica – ProF. SÉrGio JoSÉ deud brum Revisor – CarloS HenriQue maGalHÃeS GuedeS Coordenação Editorial – PatrÍCia Carbri FamÍlia VinCi é uma publicação do Centro eduCaCional leonardo da VinCi. Envie seus comentários, sugestões, informações, críticas e perguntas: Centro eduCaCional leonardo da VinCi E-mail: ComuniCaCao@leonardoonline.Com.br / Twitter: @_leonardoonline / Site: www.leonardoonline.Com.br unidade Sul: Avenida W4 SEPS Quadra 703 Conj. B, CEP 70390-039, Brasília-DF Fone: 3226-6703 Fax: 3322-8617 unidade norte: SGAN 914 Conj. I, CEP 70790-140, Brasília-DF Fone: 3340-1616 Fax: 3340-5477 Projeto Gráfico: briSSaC Studart/Fulltalent ComuniCaÇÃo – Tiragem 7.000 exemplares - diStribuiÇÃo Gratuita unidade taguatinga: QS 03 Rua 420 Lote 02 Pistão Sul, CEP 71953-100, Taguatinga-DF Fone: 3351-0606 Fax: 3561-31592 3
  3. 3. d VinCi i a G F H PRIMEIROS LUGARES NO VESTIBULAR TRADICIONAL E PAS DA UnB J b e UnB – Tradicional a Daniele Firme Miranda Engenharia Civil b Laís de Morais Soares Ciências Farmacêuticas João Pedro Silva Kirmse Física C Sérgio Alonso da Costa Júnior Ciência da Computação UnB – PAS K d Anderson Queiros de Freitas Gestão de Políticas Públicas e Bruno Campos Oliveira Administração F Carolina Coelho Rodrigues Medicina Isabela Gomes Kyrillos Nutrição G Jamile Calil Racanicci Comunicação Social H Pedro Henrique B. da Nóbrega Gomes Comunicação Organizacional i Rafaela Nunes Couto Engenharia Química J Raquel Pereira Guimarães Ciências Farmacêuticas K Vítor Hideki Hokino Serviço Social a eSCola da Sua Vida iniCia o ano Com 338 aProVadoS tava minhas dúvidas. Depois disso, “A melhor tática para ser aprovado o segredo para o sucesso: “Em pri- A orientadora pedagógica da no VeStibular e PaS da unb, um 3º luGar na ClaSSiFiCaÇÃo o meu dia era livre pra outras ativi- é pegar as provas antigas do PAS e meiro lugar: planejamento. Tenha em Unidade Taguatinga, Prof.ª Sandra Geral e 2º luGar no PaS e 13 ConQuiStaS de Primeiro luGar dades (jogar basquete, jantar, sair, do vestibular e resolvê-las, buscando mente o curso que você quer fazer e Couto, conta que observou essa ten- Por CurSo. alÉm diSSo, alunoS ConQuiStaram VaGaS dormir...). É inegável que, conforme as dúvidas e aquilo que não foi bem analise o que é necessário para pas- dência dos alunos de procurarem naS PrinCiPaiS uniVerSidadeS do PaÍS. essa rotina vai se seguindo, surgem fixado, para assim aproveitar melhor sar. Procure obter informações sobre fazer provas antigas ou mesmo fazer o agravantes que atrapalham tudo, tais as monitorias e toda a assistência notas de corte, faça simulações de provas de vestibulares. “Um dos retorno das férias e a che- Prof.ª Maria Cristina Alves da Silva, como a preguiça, o cansaço, a von- que o colégio disponibiliza”, explica quanto você consegue tirar e planeje objetivos é para adquirir experiência. gada dos novos alunos conta que, acompanhando o pro- tade de fazer qualquer outra coisa Laís de Morais Soares, aluna do 3º como melhorar seu desempenho. Conhecer quanto tempo eles preci- enchem os corredores cesso até as conquistas dos alunos, que não seja estudar... Então, come- ano da Unidade Norte aprovada em Em segundo lugar: treino. Faça pro- sam para fazer bem a prova. Quando do Leonardo da Vinci de observa um comportamento comum çou a fazer parte da minha rotina Ciências Farmacêuticas. vas anteriores e descubra onde você sai o resultado, eles analisam onde vida. O início de todo ano letivo é um entre eles: “Geralmente são alunos lembrar-me dos motivos pelos quais Daniele Firme Miranda, aluna está errando mais, porque assim precisam se dedicar mais para estu- momento muito significativo porque, estudiosos que participam das aulas, queria passar no vestibular: a vontade do 3º ano da Unidade Taguatinga você terá um direcionamento de o dar e assim obter um melhor resul- além de ser a retomada das ativida- preferem tirar dúvida durante as de me realizar profissionalmente, as aprovada em Engenharia Civil, conta que deve estudar. Além disso, com tado”. O aluno João Pedro Silva des da escola, é a reafirmação do aulas, exercitam a matéria fazendo oportunidades que o estudo propor- que, para treinar, presta vestibular o treino você fica familiarizado com Kirmse completa: “A gente faz estas compromisso de ser a escola da vida exercícios e não acumulam a maté- ciona, a sede por independência. desde o início do Ensino Médio. Ao o estilo da prova de vestibular. No provas dos vestibulares tradicionais de todos os estudantes. É também ria”, explica. Sem isso, teria sido impossível seguir todo foram 4 aprovações: uma em mais, não deixe de lado os momen- como se fosse um teste para buscar no início do ano que a escola recebe Jamile Calil Racanicci, aluna do lutando pela minha vaga. Portanto, Engenharia Florestal e as demais tos de lazer, eles são tão importantes resultados melhores”. Ele passou em a visita dos alunos que concluíram o 3º ano da Unidade Norte aprovada a minha rotina era resumidamente em Engenharia Civil. Ela nos conta quanto o estudo!”. primeiro lugar no curso de Física no Ensino Médio e retornam para comu- em Comunicação Social na UnB, estudar, estudar, estudar, relaxar e vestibular tradicional da UnB e está nicar a sua aprovação no vestibular e confirma a eficácia de uma rotina de juntar forças pra continuar”. “Ficava na 3ª série do Ensino Médio. comemorar com os colegas, profes- estudos: “Era um ciclo, ia pra escola, atenta às dicas dos professores e O Serviço de Orientação Edu- sores, equipe técnico-pedagógica e prestava muita atenção na aula (o procurava estudar principalmente cacional e o Serviço de Orientação C funcionários que participaram dessa que economiza bastante tempo e esses pontos, fiz todos os simulados ao Vestibulando informam que dão grande conquista. melhora o rendimento), anotava tudo oferecidos pela escola e a monitoria todo o suporte para os alunos nesse A aluna da Unidade Norte, Caro- o que o professor falava, tirava as de química também colaborou muito momento de decisões importantes. lina Coelho Rodrigues, conquistou minhas dúvidas, ouvia as dúvidas pra que eu revisasse a matéria do O Centro Educacional Leonardo o terceiro lugar no vestibular da dos meus colegas, chegava em casa, 2º ano”, completa Rafaela Nunes da Vinci parabeniza todos os apro- Universidade de Brasília (UnB) e o almoçava, dava uns quinze minutos Couto, aluna do 3º ano da Unidade vados nos vestibulares e dá as boas- segundo lugar no Programa de Ava- de descanso, sentava pra estudar. Taguatinga aprovada em Engenharia vindas para todos os alunos neste liação Seriada (PAS). “Achei a prova Primeiro via o conteúdo mais atra- Química. ano letivo.  do vestibular muito mais difícil que a sado, depois o que o professor tinha Alguns desses alunos aprovados do PAS”, confessa a aluna. A orienta- passado, então revisava algo de que desenvolveram “táticas” para con- PatrÍCia Carbri dora pedagógica da Unidade Norte, não me lembrasse direito e ano- quistarem a aprovação no vestibular. Assessora de Comunicação4 5
  4. 4. miSSÃo I CICLO DE ESTUDOS 2012 o Ciclo de Estudos é parte do Projeto de Formação Continuada, que promove momentos de reflexão em que são convidados palestrantes e promovidos cursos para a atualização dos professores e colaboradores. Os palestrantes convidados para o Ciclo de Estudos, realizado de 25 a 27 de janeiro de 2012, foram o Prof. Pierluigi Piazzi, que falou sobre o tema “Ensinando a Inteligência”, e o Prof. Caio Feijó, que ministrou a palestra interativa “Preparando os alunos para a Vida”. O primeiro Ciclo de Estudos do ano contou também com as palestras: • “Motivos e Motivações”, com o Prof. Marcelo Afonso. • O Prof. Sílvio Augusto Miranda apresentou o Programa de Iniciação Científica. • A Prof.ª Josefa Rodrigues da Silva apresentou uma mostra de trabalhos de artes visuais. aula dada, aula eStudada ConVidado Para Falar Com ProFeSSoreS, PaiS e alunoS, o ProF. PierluiGi PiaZZi Conta o SeGredo Para eStimular a inteliGÊnCia e ConQuiStar uma VaGa na uniVerSidade o prof. Pierluigi Piazzi foi um dos convidados para iniciar o ano letivo de 2012 no Centro Educacional Leonardo da Vinci. Ele ministrou palestras para pais, alu- opinião, insuficiente. A solução óbvia: escrever um livro para atingir um público maior. Escrevi a coleção neurope- dagogia, composta por três livros, para poder atingir um nos e professores sobre os erros mais comuns ao pro- público maior: “Aprendendo Inteligência”, voltado para os Quem É PierluiGi PiaZZi? Cientista e professor, formado cesso de ensino e como podem ser evitados. Com muita alunos; “Estimulando a Inteligência”, voltado para os pais; em química industrial e física pela criatividade e dinâmica, as palestras deixaram um gosto e “Ensinando a Inteligência”, voltado aos professores. Universidade de São Paulo – USP. de “quero mais”. A seguir, uma pequena entrevista com Desde 1980, o prof. Pier é membro o professor e algumas de suas dicas dadas durante a Na sua palestra, o senhor fala sobre a diferença entre da Mensa, organização internacional palestra. estudar para passar de ano ou para aprender. Conte para reconhecida na América do Norte e os nossos leitores qual é o método de estudo ideal. na Europa, instituição que se dedica, Prof. Pierluigi Piazzi, o senhor poderia falar sobre os A maioria dos alunos está condicionada a estudar conforme consta em seu estatuto, a seus livros? para a prova, não para aprender. O correto é estudar “identificar e cultivar a inteligência Ao longo do último meio século, tenho tentado fazer para aprender, estudando no mesmo dia da aula que humana para o benefício da huma- com que as pessoas que me rodeiam, colegas, amigos, teve. Sempre falo que aula assistida é aula estudada nidade, proporcionar um ambiente alunos, filhos, fiquem cada vez mais inteligentes. Essa é a hoje, nunca na véspera da prova. Só assim você irá se social e intelectualmente estimulante razão pela qual reduzi minhas atividades em sala de aula tornar cada vez mais inteligente, mais criativo, mais para seus membros e encorajar pes- e tenho me dedicado a percorrer escolas fazendo pales- culto. As boas notas serão uma consequência e não uma quisas sobre a natureza, característi- tras. A receptividade tem sido excelente, mas em minha finalidade.  cas e usos da inteligência”. Foi editor de uma revista de microinformática, editor de ficção científica na Aleph (que lhe rendeu uma promoção a Comodoro da Frota Estelar Brasil), radialista (trabalhou mais de 5 anos na Jovem Pan AM de SP), âncora do programa Debate Acadêmico da TV Educativa de Santos, professor no curso de Pós- -Graduação de Terapia Familiar da PUC (SP), professor de Ciências no colégio Rousseau, autor de material didático, professor de Inteligência Artificial e Computação Quântica na Engenharia da Computação da Unisanta e conferencista.6 7
  5. 5. miSSÃo I CICLO DE ESTUDOS 2012 a mÁGiCa da mudanÇa J á repararam o quanto somos coer- citivos no nosso dia a dia? Que vivemos ameaçando e punindo o se de quando você cometeu um erro ou uma falha no passado e alguém o criticou ou não lhe deu outra chance; tempo todo? Quando um filho, um perceba como se sentiu, lembre-se aluno, um funcionário, esposa ou agora da pessoa que fez isso, quais marido não atende a nossa exigên- são os seus sentimentos por ela? cia ou expectativa, retiramos dele até É incrível, não? A forma como mesmo recompensas que já tinham construímos nossos conceitos sobre sido dadas. Somos coercitivos e tam- os outros está (muitas vezes incons- bém sofremos coerção em todos os cientemente) relacionada à maneira lugares: em casa, na escola, no tra- como fomos tratados: reforçados, balho, até no lazer: “se não comer a ameaçados ou punidos, e mais: o comida não ganha sobremesa”, “se mesmo princípio serve para a cons- avançar o sinal será multado”, “se trução do nosso próprio conceito não estudar vai ficar de castigo”, “se junto a quem nos cerca. Mais incrível Caio F. FeiJÓ não parar de fumar vai morrer de ainda é que podemos nos transfor- Especialista em Psicolo- câncer”, “se chegar atrasado será mar em não coercitivos, basta uma gia Clínica, psicoterapeuta despedido”, “se não rezar não vai pro simples modificação no comporta- de jovens, adultos e famí- céu”. Ufa!!! Onde não há coerção? mento e muito autocontrole. lias, mestre em Psicologia Pode-lhes parecer difícil, mas é Como iniciar? Experimente subs- da Infância e da Adoles- possível não ser coercitivo, ou pelo tituir frases como “chegou atrasado, cência pela Universidade menos ser menos coercitivo. Perce- seu irresponsável” por “o que aconte- Federal do Paraná, profes- bemos isso no comportamento de ceu?”; “se não prestar atenção, você sor de Psicologia, Terapia pessoas que privilegiam o reforço não aprenderá” por “preste atenção Cognitivo-Comportamental, positivo, que se preocupam mais que você aprenderá”; “não” por Desenvolvimento Pessoal, em reconhecer os sucessos do que “ainda não”, “talvez”, “vou pensar”. Desenvolvimento Interpes- apontar os fracassos dos outros. Associe essa mudança à concen- soal e de Mediação (Gestão Tente se lembrar de ter sido refor- tração em reconhecer e valorizar o de Conflitos). Autor de cinco çado positivamente no passado por comportamento adequado do outro, livros (14 edições) sobre a algo de bom que você fez e que foi procure reforçar com frases: “para- educação de filhos e alunos, reconhecido por alguém que o elo- béns pelo que fez ou pelo esforço”. Feijó é palestrante sobre giou, perceba como foi gratificante Acha difícil? Pois não é! Expe- esses temas, entre outros, essa sensação. Tente agora visuali- rimente e verá a surpreendente para escolas, prefeituras e zar a pessoa que lhe reforçou, veja mudança na sua vida. O processo é empresas em todo o país. como ela é querida e valorizada por simples; os outros também mudarão, http://www.caiofeijo.com.br você. Agora faça o inverso: lembre- é recíproco, não existe mágica! 8 9
  6. 6. miSSÃo Qual É a tua obra? ProFeSSoreS, eQuiPe tÉCniCo-PedaGÓGiCa e FunCionÁrioS Se emoCionam Com a PaleStra miniStrada Pelo ProFeSSor mario SerGio Cortella n a manhã do dia 11 de feve- reiro de 2012, o auditório da Unidade Taguatinga estava pequeno para a quantidade de “o Homem nÃo É uma GarraFa pessoas que foram até lá assistir à pales- Que Se deVe enCHer, maS um tra do Professor Mario Sergio Cortella. A FoGo Que Se deVe aCender presença maciça refletiu a importância Para Que arda eternamente”. do assunto abordado: Qual é a tua obra? (Montaigne – com adaptações) Como você quer ser lembrado? Qual é o o seu papel na vida das pessoas que são filósofo, escritor e educador Mário Sérgio de sua convivência? Como enxergar um Cortella realizou, para os professores significado maior na vida? “Eu hoje vim e funcionários de nossa instituição, no dia a Brasília, ao Centro Educacional Leo- 11/02/2012, uma palestra pautada em sua nardo da Vinci, para lembrá-los de uma mais recente publicação: “Qual é a tua Obra? “ só coisa: vocês vão morrer,” assim o A sua fala conclamou os presentes a revigo- professor iniciou sua fala. rar a chama de poder aprender continuamente Para a tesoureira, Marinete Lany e de poder fazer o melhor sempre. Medíocre, Nogueira, a iniciativa da escola de tra- afirma ele, é aquele que se contenta com o zer o palestrante foi excelente. “Foi uma possível, em vez de fazer o melhor de si nas oportunidade de refletir sobre os vários condições que tem, enquanto não tem con- papéis que nós desempenhamos na dições melhores de fazer melhor ainda. Com vida. Pensei em como sou como mãe, esta máxima, o filósofo fez questão de enfati- como irmã, como profissional e como zar aos presentes ao longo de toda a sua pre- espero ser lembrada pelas pessoas que leção a única certeza absoluta que temos em são da minha convivência”. A palestra nossa existência: “Vamos todos morrer! E no debateu sobre as inquietações em maté- dia em que eu morrer, e eu vou, eu quero fazer ria de gestão, liderança e ética. falta”. E para fazer falta, segundo Cortella, é A fala que marcou mais a auxiliar necessário ser importante e não simplesmente administrativa Iris M de A. Faria foi sobre famoso. Em outras palavras, viver a vida inten- as relações, por meio das quais algumas samente, de maneira a deixar algo realmente pessoas acreditam ter algum tipo de relevante quando formos embora. Sendo a superioridade sobre a outra pela posição morte um fato, a indagação é o que fazer até que ocupa na sociedade. “O Prof. Mario que isso aconteça para que a nossa existência Sergio Cortella nos levou a refletir sobre a não seja fútil, inútil, vazia e superficial. importância que cada um tem em casa, Portanto, “Qual é a tua Obra?” O que você na escola, no trabalho. Cada um de nós mario SerGio Cortella é um filósofo brasileiro, mestre e doutor deixará que não evapore com o ar, não apo- tem o seu devido papel, mas temos que em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde dreça e não seja objeto de brigas e disputas ter a consciência de que sem o apoio do também é professor titular do Departamento de Teologia e Ciências familiares? A reflexão é que o estilo de vida e outro, muitas vezes nossa participação da Religião e da pós-graduação em Educação (currículo), além de as concepções de mundo que nos envolvem fica inviável ou incompleta. Pensando ser professor convidado da Fundação Dom Cabral e do GVpec da são superficiais e mecânicas. Vivemos na con- dessa maneira, não há motivo para um FGV-SP. É autor dos livros: “A Escola e o Conhecimento: Fundamentos fluência de um mundo que ainda não termi- imaginar ser melhor que o outro, sendo Epistemológicos e Políticos”; “Nos Labirintos da Moral”, com Yves nou e outro que não se realizou por completo. que ambos têm a sua devida importân- de La Taille; “Não Espere O legado é “viver como se não houvesse ama- cia”. Pelo Epitáfio: Provocações nhã”, viver o presente de forma única e res- “O tom da palestra condiz com o Filosóficas”; “Não Nascemos ponsável onde a obra maior seria o exemplo compromisso que o Centro Educacional Prontos!”; “Sobre a Esperança: que arrasta, a reflexão que esclarece e o amor Leonardo da Vinci tem com a formação Diálogo, com Frei Betto”, “O que que tudo transforma. continuada de todo o seu quadro de pro- é a Pergunta?”, com Silmara fessores, equipe técnico-pedagógica e Casadei e “Qual é a tua Obra? ProF. norberto maZai funcionário”, explicou a diretora peda- Inquietações Propositivas sobre Coordenador da Equipe de Filosofia e Sociologia gógica da Unidade Taguatinga, Prof.ª Gestão, Liderança e Ética.” Solange Foizer. 10 11
  7. 7. ViSÃo PROJETO ECOVINCI PiC JÚnior ConStruindo a ConSCiÊnCia da SuStentabilidade UMA PARCERIA LEONARDO a cidade de Troia, o mais importante polo comer- DA VINCI E UNICEUB cial de sua época, pode ser tomada como um dos primeiros exemplos do mau uso dos eStudanteS do leonardo da VinCi PartiCiParÃo “bens naturais” do planeta. Perlin do deSenVolVimento de PeSQuiSaS CientÍFiCaS e do (1992) relata que, por volta de 1200 ConGreSSo de enSino, PeSQuiSa e eXtenSÃo do uniCeub. a.C., último período da Idade do o Bronze, Troia sofreu com o reflexo da PIC Júnior é o Programa cionar a aplicabilidade dos conhe- destruição das florestas da região. O de Iniciação Científica cimentos formais adquiridos pelos crescimento populacional e econô- desenvolvido pelo Centro estudantes na vida dentro e fora do mico fez com que as autoridades da Educacional Leonardo da universo escolar. Ao final do Projeto, Grécia incentivassem o cultivo das Vinci em parceria com o UniCeub. todas as pesquisas científicas serão terras, principalmente das encostas Os estudantes, sob a coordenação divulgadas por meio de publicações. ainda não exploradas. Como conse- dos professores da escola, realizarão O PIC acontecerá durante o ano quência, houve o empobrecimento atividades relacionadas à pesquisa letivo de 2012, no período que vai de do solo, a erosão acelerada e, sem a científica, que envolvem visitas ao fevereiro até outubro. As linhas de capacidade de reter água, os rios se campo de pesquisa para coleta de pesquisa foram definidas pela equipe tornaram verdadeiras enxurradas de dados, entrevistas, observações, de professores do Centro Educacio- lama, destruindo casas e plantações, análise de documentos, tabulação de nal Leonardo da Vinci e representam o que acarretou sérios desdobramen- dados, elaboração de relatórios, ou temas que reúnem estudos cientí- tos econômicos. Com a mudança da seja, todas as atividades que envol- ficos fundamentados em tradição topografia circundante, Troia, que vem a execução de uma pesquisa, investigativa. se encontrava a apenas dois quilô- além de eventos complementares Os alunos selecionados terão metros do mar, teve essa distância relacionados à disseminação de encontros semanais com o professor aumentada para 4,5 quilômetros. conhecimento. orientador da pesquisa e também natureza. Esse reordenamento se faz Os objetivos do projeto consistem encontros a distância, via e-mail e Com referência a exemplos histó- NÃO PREVER urgente. ricos como o de Troia, à análise da É JÁ LAMENTAR. em instrumentalizar os estudantes site da escola, para assim interagirem E como no início foi mencionada realidade, desordenada do ponto de para a prática da pesquisa científica, permanentemente entre equipes. Leonardo da Vinci a Grécia, termino fazendo uma outra vista socioambiental, à Conferência desenvolvendo a habilidade técnica Algumas vezes, os encontros serão abordagem. Para os antigos gregos, das Nações Unidas sobre Desenvol- e o prazer pela pesquisa; incentivar no UniCEUB. Em outubro, os estu- Gaia era a deusa do planeta em que vimento Sustentável, que se realizará e estimular os estudantes à prática dantes participarão do Congresso de vivemos. De acordo com a teoria de em junho de 2012, a Rio+20, nasce da pesquisa científica; gerar novos Ensino, Pesquisa e Extensão da Uni- mesmo nome, Gaia (Terra) é um o Projeto Ecovinci – Construindo a que envolvem a execução de uma conhecimentos aperfeiçoando-os em versidade, apresentando a Pesquisa organismo vivo e dinâmico que apre- Consciência da Sustentabilidade, pesquisa, a fim de produzir informa- determinada área do saber e propor- e seus resultados.  senta sinais de fragilidade na sua projeto a ser realizado no ano cor- ções que subsidiem uma política de autorregulação. rente com a parceria do Centro antidesperdício individual e coletiva, Assim, instalar o debate sobre Educacional Leonardo da Vinci e do tanto na Escola quanto fora dela. a temática socioambiental dentro UniCEUB no Programa de Iniciação Mas, afinal, o que vem a ser a e fora da Escola, afirmar valores e Científica – PIC. sustentabilidade? Seria o mesmo que ações que contribuam para a sus- Alexandre Bonfim, Ana Júlia Dor- desenvolvimento sustentável? Essa tentabilidade local e global, habilitar nelas, Bianca de Andrade, Bruna foi a temática discutida no primeiro nossos estudantes, atores e multi- Assi Hernandes, Daniel Bizzo, Gio- encontro do PIC, no qual os 10 estu- plicadores da Educação Ambiental vana Azevedo, Iago de Oliveira, João dantes selecionados para a partici- crítica e cidadã, torna-se um fator Victor Lino, Mariana Alves e Sofia pação no projeto mergulharam na indispensável para um futuro mais Consolmagno, estudantes da 8ª Série pesquisa para entender esses dois harmonioso, não depredatório e sus- do Ensino Fundamental da Uni- conceitos. tentável – como Pitágoras, filósofo e dade Taguatinga, compõem o Eco- Para eles ficou claro que não matemático grego (571 a.C. – 497 vinci e trabalharão no levantamento existe desenvolvimento em si, mas a.C.), anunciou: Eduquem as crian- de dados bibliográficos, visitas aos sim, uma sociedade que opta pelo ças e não será necessário castigar os ambientes escolares, entrevistas, desenvolvimento que quer e que pre- homens.  aplicação de questionários, obser- cisa e, na prática, deve mostrar-se vações, análise de projetos internos capaz de assumir novos hábitos e de ana Paula abi-CHaHin existentes sobre a temática, tabula- projetar um tipo de desenvolvimento Professora de Ciências ção de dados, elaboração de rela- de respeito ao equilíbrio ecológico, do 7º ano/ 6ª série tórios, enfim, todas as atividades funcionando dentro dos limites da Unidade Taguatinga12 13
  8. 8. ValoreS PROJETO ECOTRILHAS DO BRASIL 10 anoS de atiVidadeS  VISITA AOS KALUNGAS: atividade de dois dias, em Cavalcante-GO. Os atividade de um ou dois dias. For- mado por um grupo de pessoas e Kalungas são o maior quilombo do oriundas de empresas parceiras do m junho de 2002, o Centro turismo, no Adventure Sports Fair dariedade, humanidade e humil- Brasil. Contempla História, Geografia CELV, trabalha a liderança, o espí- Educacional Leonardo da (2004), a criação da Associação Bra- dade. e Biologia. rito de equipe, a tomada de decisões Vinci – CELV aprovava um sileira das Empresas de Ecoturismo  PICO DA BANDEIRA: viagem de em ambientes adversos e, principal- projeto inovador de educação e Turismo de Aventura – ABETA e o ATIVIDADES DO PEB quatro dias. Consiste na conquista mente, a inter-relação e reciproci- ambiental, o Projeto Mundo Susten- desenvolvimento do Programa Aven- OFICINA DE ECOTURISMO: é a base do 3º ponto mais alto do país. A dade empresarial. tável. No ano seguinte, o projeto não tura Segura. do projeto, cujo objetivo é iniciar os partir de 2009, a expedição passou pôde ser operado por vários motivos, Nesse período, realizamos 18 alunos nas atividades de campo. No a conquistar, na mesma viagem, o ACAMPAMENTOS DE AVENTURA mas um outro projeto, chamado Pro- oficinas de Ecoturismo, 9 expedi- sábado à tarde, são passadas noções 4º ponto mais alto do país (o Pico  ACANTONAMENTO DE AVEN- jeto Ecotrilhas do Brasil (PEB), come- ções ao Pico da Bandeira, oficinas de ecoturismo, educação ambiental, do Cristal). Contempla Geografia, TURA: atividade de 25 horas dentro çou a ser operado, contemplando as de rapel e primeiros socorros, vários desenvolvimento sustentável, equi- Biologia e História. da escola. Esse trabalho representa a três unidades do CELV. acampamentos e caminhadas. pamentos e procedimentos de segu-  TRAVESSIA DOS KALUNGAS: base de informações para o desenvol- Com o objetivo de desenvolver a O resultado desse processo foi a rança. No domingo, os alunos rea- expedição profissional de quatro vimento de saída de campo dos estu- figura humana de nossos estudantes consolidação de um trabalho profis- lizam uma caminhada. Contempla dias, elaborada para ex-alunos, fun- dantes e é realizado dentro da escola. utilizando a natureza, o PEB realizou sional, a formação de uma equipe Geografia e Biologia. cionários e colaboradores. Consiste Montado para alunos do 4º, 5º, 6º e suas atividades de forma gradativa, motivada para a condução das ati- em uma caminhada de longo curso, 7º anos, é dividido em oficinas de  OFICINA DE RAPEL: o objetivo é sempre com o foco na segurança e vidades, a confiança da Direção e passando por comunidades isoladas primeiros socorros, ecoturismo, edu- iniciar os alunos nas atividades ver- buscando integrar-se no que existe da comunidade, um estreito contato dentro do território kalunga. cação ambiental, desenvolvimento ticais com corda. No sábado, são de mais atualizado em treinamento e com instituições ligadas ao setor, uma  VISITA A PIRENÓPOLIS: ativi- sustentável, equipamentos de cami- passadas noções de rapel, equipa- equipamentos. grande experiência e uma década de dade de dois dias. Consiste em cami- nhada, montagem de acampamento, mentos específicos, procedimentos No decorrer dos anos, a busca incríveis aventuras. nhada, rapel, abordagem histórica rapel, observação astronômica e rela- de segurança e é feito um rapel den- de conhecimento por meio de cursos Para consolidar seus 10 anos e visita ao Instituto de Permacultura cionamento interpessoal. tro da escola. No domingo, os alu- e estudos aliou-se ao aprendizado de existência, o PEB fará do ano de (IPEC), uma tecnologia que trabalha  ACAMPAMENTO DA ASTRONO- nos realizam um rapel em ambiente prático, proporcionado pelas saídas 2012 um marco no desenvolvimento com o desenvolvimento sustentável. MIA: montado em parceria com a natural. Contempla Geografia, Biolo- de campo. Ao mesmo tempo em de suas atividades, utilizando sua Contempla Geografia, Biologia, Quí- Equipe de Física, a atividade é rea- gia e Física. que acompanhamos as diretrizes do experiência para reformular suas mica, Física e História. lizada com rapel, caminhada, obser- governo que ditam o ecoturismo no estruturas teórica, logística e profis-  BURACO DAS ARARAS: atividade  TREINAMENTO DE LIDERANÇA vação astronômica e instrução de país, realizamos treinamentos para sional, por meio das seguintes ações: de um dia realizada em Formosa-GO. E GUIAMENTO: preparado para ex- acuidade. Desenvolve o desafio, lide- aprimorarmos nossa parte técnica. • separar o trabalho dos guias profis- Consiste em um rapel de 70 metros alunos, funcionários e guias profis- rança, educação ambiental, sentidos Nosso primeiro grande desafio sionais e monitores; e entrada em caverna. Contempla sionais. Consiste numa preparação e estudo astronômico. foi a conquista do 3º ponto mais alto • trabalhar mais a parte de educação Geografia, Biologia e Física. para as saídas de campo do Projeto  ACAMPAMENTO ECOLÓGICO: do país, o Pico da Bandeira. Nossa ambiental e desenvolvimento sus-  ACAMPAMENTOS DE AVENTURA: Ecotrilhas do Brasil. Com 90 horas de montado em parceria com a Equipe escola foi a 1ª do Distrito Federal a tentável; atividade de dois dias. Consiste em treinamento, é dividido em 30 horas de Biologia, a atividade é realizada realizar esse feito. Em outubro de • dar suporte e integrar as disciplinas caminhada, montagem do acampa- presenciais de teoria, 8 horas de pri- com rapel, caminhada e estudo da 2002, o símbolo do Leonardo da da escola, em saídas de campo; mento e rapel. Trabalha com desa- meiros socorros (certificação NSC), sustentabilidade do local. Desen- Vinci estava no topo do pico. • focar a parte prática de Ecoturismo fios, liderança, valores e educação 22 horas de atividade de campo e 30 volve o desafio, liderança, educação Acompanhamos a avaliação e Turismo de Aventura; ambiental. Contempla Geografia, horas de EAD. ambiental, sustentabilidade e dos 10 anos da diretriz para o Eco- • desenvolver os princípios de soli- Biologia, Física e História.  TREINAMENTO CORPORATIVO: desenvolvimento social.14 15
  9. 9. ValoreS PROJETO DE PRIMEIROS SOCORROS n CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PARA 2012 osso Projeto de Primeiros Socorros CONTEÚDO DO CURSO MARÇO nasceu na trilha, dentro do Projeto 24 e 25 – Oficina de Ecoturismo para alunos • Suporte básico de vida; Ecotrilhas do Brasil (PEB). do 6º e 7º anos (Unidade Norte). • Atendendo a uma emergência; Para aumentar a segurança nas • Avaliação da vítima; ABRIL operações de campo, o PEB buscou a forma- • Posição de recuperação; 5, 6, 7 e 8 – Treinamento de monitores e guias. ção de seus colaboradores na área de primeiros • Engasgamento (vítima consciente); 14 e 15 – Oficina de Ecoturismo para alunos socorros, com ênfase no resgate em ambientes • Ataque cardíaco e dor torácica; do 6º e 7º anos (Unidade Norte). naturais. • Prevenção contra transmissão de doenças; 28, 29, 30 e 1º de maio – Expedição Cavalcante. Vendo a importância de um treinamento • Sangramentos e ferimentos; Ex-alunos, funcionários e pais. mais avançado, em virtude das particularidades • Estado de choque; MAIO do atendimento de primeiros socorros (maior • Queimaduras; 12 e 13 – Oficina de rapel. tempo de resgate e exposição aos elementos • Lesões graves; Alunos do 9º ano e Ensino Médio. naturais), o projeto percebeu a necessidade de • Lesões nos ossos, articulações e músculos; buscar uma instituição que orientasse e certifi- JUNHO • Males súbitos; casse os procedimentos. 24 – Buraco das Araras. Funcionários e pais. • Envenenamento e intoxicações; De 2004 a 2008, os protocolos foram orien- 30 – Pico da Bandeira. • Emergências relacionadas ao frio e ao calor; e tados pela Cruz Vermelha Brasileira (filial DF). Alunos, ex-alunos, professores e pais. • Transporte e remoção de vítimas. Em outubro de 2008, os protocolos pas- JULHO saram a ser orientados pelo National Safety CALENDÁRIO DE CURSOS PARA ALUNOS E PAIS 1º, 2 e 3 – Pico da Bandeira. Council (NSC), uma instituição fundada nos Alunos, ex-alunos, professores e pais. EUA, em 1913, com centros de treinamento no MARÇO 27, 28 e 29 – das 19h às 22h – Unidade Norte. 21 – Caminhada. Funcionários e pais. mundo inteiro. ABRIL 10, 11 e 12 – das 19h às 22h – Unidade Norte. 29 e 30 – Acampamento Ecológico. Um centro de treinamento do NSC foi mon- 17, 18 e 19 – das 19h às 22h – Unidade Sul. 8º e 9º anos. Unidade Norte. tado, e os guias passaram a ser treinados com a certificação do NSC. MAIO 15, 16 e 17 – das 19h30 às 22h30 – Unidade Taguatinga. AGOSTO Em 2009, um dos membros do PEB realizou 11 e 12 – Acampamento Ecológico. AGOSTO 7, 8 e 9 – das 19h30 às 22h30 – Unidade Taguatinga. o curso de First Responder (primeiros socor- 14, 15 e 16 – das 19h às 22h – Unidade Norte. 8º e 9º anos. Unidades Sul e Taguatinga. ros avançado) pelo NSC, tendo como trabalho 18 e 19 – Oficina de rapel. Alunos do 9º ano e final do curso a elaboração de um sistema de SETEMBRO 11, 12 e 13 – das 19h às 22h – Unidade Norte. Ensino Médio. emergências médicas. Autorizado pela mante- 25 e 26 – Oficina de Ecoturismo para alunos OUTUBRO 16, 17 e 18 – das 19h30 às 22h30 – Unidade Taguatinga. nedora, o trabalho final teve como estudo de 23, 24 e 25 – das 19h30 às 22h30 – Unidade Taguatinga. do 6º e 7º anos (Unidade Taguatinga). caso o Centro Educacional Leonardo da Vinci. SETEMBRO Em 2010 nascia o Projeto de Primeiros NOVEMBRO 6, 7 e 8 – das 19h às 22h – Unidade Norte. 7 e 8 – Acampamento da Astronomia. Socorros (PPS), buscando integrar as três uni- 20, 21 e 22 – das 19h às 22h – Unidade Norte. Ensino Médio. Unidade Norte. dades no atendimento de acidentes dentro da 15 e 16 – Acampamento da Astronomia. escola. Nesse ano, realizamos sete cursos do PALESTRAS ABERTAS SOBRE PRIMEIROS SOCORROS Ensino Médio. Unidades Sul e Taguatinga. NSC, para alunos e pais. 23 – Buraco das Araras. Funcionários e pais. Em 2011, o PPS buscou o estudo dos pon- As palestras abertas foram montadas para pais e estudantes. 29 e 30 – Oficina de rapel. Funcionários e pais. tos vulneráveis dentro da escola, bem como a Elas abordam assuntos de primeiros socorros, com exemplos do formação de 56 colaboradores internos (pro- cotidiano, buscando trocar conhecimentos, prevenir acidentes PICO DA BANDEIRA 2012 fessores, membros da CIPA e funcionários). domésticos e orientar sobre os procedimentos corretos. 10ª EXPEDIÇÃO – Edição Especial Em 2012, o PPS terá os seguintes objetivos: • Formação de 60 colaboradores. (certifica- CALENDÁRIO DAS PALESTRAS Para comemorarmos nossa 10ª expedição, o ção NSC) 13/04 – das 19h30 às 20h30. Unidade Norte. Projeto Ecotrilhas do Brasil está montando uma • Formação de um gerente de emergên- 26/04 – das 19h30 às 20h30. Unidade Taguatinga. viagem inédita e inesquecível. Pela primeira vez, cias. (certificação NSC) 03/05 – das 19h30 às 20h30. Unidade Taguatinga. nosso grupo entrará por Minas Gerais e sairá • Treinamento de primeiros socorros nas 11/05 – das 19h30 às 20h30. Unidade Sul. pelo Espírito Santo. três unidades. 14/06 – das 19h30 às 20h30. Unidade Taguatinga. Além disso, tentaremos conquistar, pela • Implantação de uma sala de primeiros 26/06 – das 19h30 às 20h30. Unidade Norte. segunda vez, o Pico do Cristal. Um pequeno socorros em cada unidade. 03/08 – das 19h30 às 20h30. Unidade Norte. grupo sairá na frente para chegar ao topo do • Estudo, elaboração e implantação do pro- 23/08 – das 19h30 às 20h30. Unidade Taguatinga. 4º ponto mais alto do país e mais difícil de se tocolo de atendimento próprio do CELV. 04/09 – das 19h30 às 20h30. Unidade Sul. escalar que o Pico da Bandeira. • Palestras abertas sobre primeiros socor- 18/09 – das 19h30 às 20h30. Unidade Norte. Teremos um acompanhamento de nossa ros. 04/10 – das 19h30 às 20h30. Unidade Taguatinga. localização pela internet, em tempo real, uma Nosso Curso de Primeiros Socorros, com 30/10 – das 19h30 às 20h30. Unidade Norte. interação pelo Facebook e outras novidades que certificação do NSC, possui duração de 9 13/11 – das 19h30 às 20h30. Unidade Taguatinga. farão dessa expedição a maior de todas as aven- horas. As aulas são ministradas com a didática 27/11 – das 19h30 às 20h30. Unidade Sul.  turas do projeto.  do NSC, em turmas de até 12 alunos, envol- ProF. luCiano brandÃo Gallo vendo várias técnicas de ensino. São utilizados ProF. luCiano brandÃo Gallo Coordenador Disciplinar – Unidade Norte bonecos e desfibrilador. Coordenador Disciplinar – Unidade Norte16 17

×