Ivo E Ricardo RestauraçãO Da IndependêNcia

2.096 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.096
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ivo E Ricardo RestauraçãO Da IndependêNcia

  1. 1. Restau ração da indepe ndência 1 de Dezem bro de 1640
  2. 2. Introd ução <ul><li>O dia 1 de Dezembro é feriado no nosso país pois comemora-se o Dia da Restauração da Independência, ou seja, o dia em que o nosso país recuperou a sua liberdade no ano de 1640. E agora perguntas tu: &quot;Para Portugal ter recuperado a sua independência quer dizer que era prisioneiro !!... E de quem? &quot;.  Vamos então explicar-te o que é que realmente se passou.    </li></ul>
  3. 3. Desenvol vimento <ul><li>A morte de D.Sebastião (1557-1578) na batalha de Alcácer- Quibir deixou o nosso país sem rei. Como o seu parente mais próximo era o Cardeal D. Henrique, foi este aclamado Rei de Portugal, acabando por morrer em 1580 sem deixar descendentes. O que é certo é que não faltavam pretendentes ao trono: D. António, Prior do Crato, D. Catarina de Bragança e até Filipe II de Espanha, que deu dinheiro e fez promessas às escondidas a vários membros da corte para ganhar pontos a seu favor. D. António, Prior do Crato, governa Portugal entre 1580 e 1581, após ter sido aclamado rei pelo povo, mas logo, teve que se confrontar com uma invasão espanhola... É então nas Cortes de Tomar que, em 1581, D. Filipe II de Espanha é reconhecido como rei de Portugal, passando a ser D. Filipe I de Portugal. É o fim da Dinastia de Avis (Segunda Dinastia) e o início da Dinastia Filipina (também conhecida pela Terceira Dinastia), que vai durar sessenta anos! </li></ul>
  4. 4. Os reis da Dinastia Filipina Os três reis desta dinastia foram: <ul><li>D.Filipe I de Portugal, II de Espanha (1581-1598) </li></ul><ul><li>D. Filipe II de Portugal, III de Espanha (1598-1621) </li></ul><ul><li>D. Filipe III de Portugal,   IV de Espanha (1621-1640) </li></ul>
  5. 5. Fim da Dinas tia Filipina <ul><li>Ainda nas Cortes de Tomar, D. Filipe I promete que, apesar de governado por Espanha, Portugal manteria a sua língua e cultura, as leis e os direitos, o império ultramarino seria respeitado, os cargos administrativos seriam ocupados por portugueses... Mas como de boas intenções está o inferno cheio, as coisas não foram bem assim... As promessas de D. Filipe I não foram cumpridas e o nosso país passou a estar totalmente sob o domínio de Espanha. Os impostos aumentaram, a população estava cada vez mais pobre, os burgueses sentiam-se afectados nos seus interesses comerciais, a nobreza perdia regalias, até o nosso domínio além-mar era governado por Espanha... Estávamos no ano de 1640 e a situação de Portugal era já insuportável. Tinha que se pôr fim a este domínio estrangeiro, que durava há já sessenta anos... </li></ul>
  6. 6. 1 de Dezem bro de 1640 <ul><li>É então que quarenta fidalgos se reúnem e planeiam a revolução que irá restaurar a independência de Portugal. E quem iria suceder a D. Filipe III de Portugal? D. João de Bragança, casado com D. Luísa de Gusmão, o legítimo herdeiro da coroa. Chega então o dia 1 de Dezembro de 1640. Quarenta fidalgos invadem o Paço da Ribeira, onde estava a Duquesa de Mântua, prima do rei de Espanha e vice-rainha de Portugal e o seu secretário Miguel de Vasconcelos, um português que se pusera às ordens de Espanha. A Duquesa de Mântua rendeu-se aos portugueses pois não tinha outra saída e o seu secretário esconde-se dentro de um armário! Mas não tardou para que os fidalgos descobrissem este traidor e acabassem com ele, atirando-o pela janela! Lá fora, o povo vibrava de alegria e gritava: </li></ul><ul><li>- Liberdade! Liberdade! Viva D. João IV de Portugal! </li></ul>
  7. 7. Imagens !!!!
  8. 8. Quarta e última dinastia (Dinastia de Bragança) <ul><li>Sabias que os quarenta fidalgos ficaram conhecidos como os &quot;Restauradores&quot;? Existe até uma praça em Lisboa chamada &quot;Praça dos Restauradores&quot;. É uma praça que fica entre a Avenida da Liberdade e o Rossio e onde se pode admirar um belíssimo obelisco (monumento em forma de agulha) que comemora a Restauração da Independência de 1640.    </li></ul>
  9. 9. Um trabalho elaborado por Ivo Pinto, nº 14, 6ºH e por Ricardo Pedro nº 25, 6ºH.

×