UM ESTILO DE VIDA OS CENTROS URBANOS E A QUALIDADE DE VIDA UM ESTILO DE VIDA OS CENTROS URBANOS E A QUALIDADE DE VIDA
FACTORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DE VIDA Recursos Sociais Condições de Habitação Políticas de Emprego Políticas de Urb...
ESTILOS DE VIDA VALORES PRIORIDADES POSSIBILIDADES CONDICIONAMENTOS CULTURAIS SOCIAIS ECONÓMICOS
Ambiente Social ESTILO DE VIDA INDIVIDUAL INDIVIDUO INDIVIDUO INDIVIDUO INDIVIDUO
ADEQUAÇÃO APRESENTAÇÃO ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA QUANTIDADE HARMONIA QUALIDADE
AMBIENTE <ul><li>PERIGOS DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA - </li></ul>ASMA BRONQUITES CRÓNICAS ENFISEMAS PULMONARES SINUSITES CONJU...
ACTIVIDADE INDUSTRIAL CONTRIBUI COM CERCA DE 30 %
CENTRAIS ELÉCTRICAS  CONTRIBUEM COM CERCA DE 30 %
TRÁFEGO AUTOMÓVEL CONTRIBUI COM CERCA DE 35 %
STRESS CONTROLO DE TENSÕES EXIGÊNCIAS DO MEIO TRANSFORMAÇÕES DESEJOS PERMITE ENFRENTAR AS DIFICULDADES E MOBILIZAR AS ENER...
CONCEBER PROGRAMAS ESPECIALMENTE ELABORADOS PARA COMBATER CERTOS ASPECTOS DO COMPORTAMENTO QUE AFECTEM A SAÚDE. TORNAR O A...
QUALIDADE DE VIDA ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL AUTO - CONHECIMENTO ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA EXERCÍCIO FÍSICO CONTROLO DE TENSÕES...
 
 
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Centros Urbanos e Qualidade de Vida

4.888 visualizações

Publicada em

Centros Urbanos e a Qualidade de Vida: um estilo de vida

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.888
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
83
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Centros Urbanos e Qualidade de Vida

  1. 1. UM ESTILO DE VIDA OS CENTROS URBANOS E A QUALIDADE DE VIDA UM ESTILO DE VIDA OS CENTROS URBANOS E A QUALIDADE DE VIDA
  2. 2. FACTORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DE VIDA Recursos Sociais Condições de Habitação Políticas de Emprego Políticas de Urbanismo Condições Sanitárias INDIVÍDUO AMBIENTE COMUNIDADE
  3. 3. ESTILOS DE VIDA VALORES PRIORIDADES POSSIBILIDADES CONDICIONAMENTOS CULTURAIS SOCIAIS ECONÓMICOS
  4. 4. Ambiente Social ESTILO DE VIDA INDIVIDUAL INDIVIDUO INDIVIDUO INDIVIDUO INDIVIDUO
  5. 5. ADEQUAÇÃO APRESENTAÇÃO ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA QUANTIDADE HARMONIA QUALIDADE
  6. 6. AMBIENTE <ul><li>PERIGOS DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA - </li></ul>ASMA BRONQUITES CRÓNICAS ENFISEMAS PULMONARES SINUSITES CONJUNTIVITES
  7. 7. ACTIVIDADE INDUSTRIAL CONTRIBUI COM CERCA DE 30 %
  8. 8. CENTRAIS ELÉCTRICAS CONTRIBUEM COM CERCA DE 30 %
  9. 9. TRÁFEGO AUTOMÓVEL CONTRIBUI COM CERCA DE 35 %
  10. 10. STRESS CONTROLO DE TENSÕES EXIGÊNCIAS DO MEIO TRANSFORMAÇÕES DESEJOS PERMITE ENFRENTAR AS DIFICULDADES E MOBILIZAR AS ENERGIAS FACE ÀS SITUAÇÕES EXIGENTES OU IMPREVISTAS
  11. 11. CONCEBER PROGRAMAS ESPECIALMENTE ELABORADOS PARA COMBATER CERTOS ASPECTOS DO COMPORTAMENTO QUE AFECTEM A SAÚDE. TORNAR O AMBIENTE FÍSICO, SOCIAL, CULTURAL E ECONÓMICO PROPÍCIO A UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL. REFORÇAR A CAPACIDADE FUNDAMENTAL DO INDIVÍDUO EM OPERAR ESCOLHAS E ENFRENTAR SITUAÇÕES DIFÍCEIS SEM RECORRER A TIPOS DE COMPORTAMENTOS NOCIVOS À SAÚDE. MELHORAR OS CONHECIMENTOS PESSOAIS SOBRE OS ESTILOS DE VIDA E OS PROBLEMAS DE SAÚDE. REFORÇAR O SISTEMA DE APOIO SOCIAL (FAMÍLIAS, GRUPOS DE AUTO-ASSISTÊNCIA COLECTIVA, ETC.) POR FORMA A AJUDAR OS INDIVÍDUOS E OS GRUPOS VULNERÁVEIS A ENFRENTAREM OS PROBLEMAS DA VIDA
  12. 12. QUALIDADE DE VIDA ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL AUTO - CONHECIMENTO ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA EXERCÍCIO FÍSICO CONTROLO DE TENSÕES RELAÇÕES AFECTIVAS REALIZAÇÃO PROFISSIONAL SEGURANÇA

×