RELATÓRIO SOBRE A FERRAMENTA CASE OSRMT                             Talles Nascimento Rodrigues        O Software OSRMT - ...
MODOS DE OPERAÇÃOPara iniciar a aplicação é necessário primeiramente iniciar a atividade do servidor.Clicar em OSRMT Serve...
Após a confirmação do nome uma pasta no canto esquerdo da tela principal aparecerácontendo as características (features), ...
criação e atualização como o criador da característica.Ao adicionar um novo requisito do produto nos deparamos com uma tel...
PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DA FERRAMENTA CASE          PONTOS POSITIVOS                            PONTOS NEGATIVOS Perm...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O software OSRMT

2.712 visualizações

Publicada em

Breve descrição do funcionamento do software OSRMT

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.712
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
78
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O software OSRMT

  1. 1. RELATÓRIO SOBRE A FERRAMENTA CASE OSRMT Talles Nascimento Rodrigues O Software OSRMT - Open Source Requirements Management Tool versão 1.5é uma ferramenta desenvolvida em Java projetada para apoiar o processo de gerencia derequisitos. Ele foi desenvolvido por Aron Smith e pode ser encontrado pelo websitehttp://sourceforge.net/projects/osrmt/. Entre as funcionalidades da ferramenta, pode-sedestacar: registro de autor, origem e motivo da necessidade de cada requisito; registrode casos de uso, status e origem de cada requisito (inclusive possibilitando atribuição decategorias aos requisitos; rastreabilidade (através de gráficos que identificam todas asdependências entre requisitos); definição e organização de relatórios padronizados emPDF. INSTALAÇÃOApós o download do arquivo contendo o programa é necessário instalá-lo paramanipular suas ferramentas de gerencia de requisitos. Primeiramente é escolhido umidioma padrão para a aplicação que pode ser Inglês ou Francês.Em seguida temos uma tela com as informações do desenvolvedor e versão do software Clicando em next encontraremos uma tela com informações mais detalhadas do software como funcionalidades, bugs existentes, mudanças e bugs reparados em relação à versão anterior. Na próxima tela temos o termo de compromisso com o uso da aplicação. Após isto, escolhemos o diretório onde o programa será instalado. Nas próximas telas selecionamos ospacotes que queremos estalar e se iremos querer um shortcut no menu iniciar. Emseguida temos a opção de geral automaticamente um script de instalação.
  2. 2. MODOS DE OPERAÇÃOPara iniciar a aplicação é necessário primeiramente iniciar a atividade do servidor.Clicar em OSRMT Server (Menu Inicar). Depois clicar em OSRMT Client (Menu Iniciar). Uma tela de login aparecerá com o login já preenchido com DEMO. A senha a ser digitada deve ser a mesma do login. Logo após a autenticaçãoaparecerá a tela principal do software Figura 1. Tela de Login Figura 2. Tela Principal CRIANDO E MANIPULANDO UM NOVO ARQUIVONa Guia File é possível criar um novo produto – New Product – cujo nome deve serespecificado em uma janela que aparecerá em seguida requerendo o nome do produto.Para nosso exemplo utilizaremos o nome TShirtTextil.
  3. 3. Após a confirmação do nome uma pasta no canto esquerdo da tela principal aparecerácontendo as características (features), os Requerimentos (requirement), Design,Implementação (Implementation), Casos de Teste (TestCase) do novo produto. Podemos adicionar informações referentes a cada item através do menu File -> New Feature ou Requirement ou Design ou Implementation ou TestCase ou também clicando com o lado direito sobre o item desejado na qual aparecerá um menu rápido, pop-up, com uma das opções sendo o New-> Feature ou Requirement ouDesign ou Implementation ou TestCase.Ao clicar em New->Feature abre-se uma nova tela adicionar alguma informaçãoreferente ao produto. Na guia Feature temos o campo Feature para o nome dacaracterística, Version – Versão, Priority – Prioridade da característica, Status – estadoatual da característica e uma caixa de texto Description para uma descrição detalhada. Na guia Dependencies podemos adicionar informações referentes à dependência dessa característica enquanto que na guia History, podemos verificar tanto a data de
  4. 4. criação e atualização como o criador da característica.Ao adicionar um novo requisito do produto nos deparamos com uma tela com 6 guias -Requirement, Details, BackGround, Use Case, Dependencies e History. As duas últimassão iguais às citadas anteriormente. Já as guias Details, BackGround, Use Case eRequirement nos permitem adicionar informações mais detalhadas de um requisito doproduto. A seguir um exemplo de um requisito do sistema.Ao clicar na opção New->Implementation encontraremos 3 guias, Implementation,Dependencies e History. Como as duas últimas já foram explicadas anteriormentepodemos voltar nossa atenção na guia Implementation na qual preencheremos umformulário referente aos detalhes da Implementação.Há outras funcionalidades sobre o produto como Implementation, registrar informaçõesde como será atingido os objetivos de algum dos requisitos, e TestCase, casos de testes-voltados à validação de certo atributo do produto.
  5. 5. PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DA FERRAMENTA CASE PONTOS POSITIVOS PONTOS NEGATIVOS Permite uma completa rastreabilidade do Poucos idiomas disponíveis para utilização ciclo de vida de desenvolvimento de do sistema software em relação aos requisitos. Permite a gerência das características Algumas funções requerem umgerais de um produto. conhecimento mais profundo sobre o softwareFácil manipulação das funções básicas Não substitui uma documentação detalhada(gerenciar características). do produto.Permite a criação/descrição informaçõesreferentes à implementação.Permite a criação/descrição de casos detestes. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASDisponível em http://sourceforge.net/projects/osrmt/ Acesso 07/03/2013.Disponível em http://www.ideastub.com/osrmt_docs/osrmt_system_maintenance.pdfAcesso em 07/03/2013.

×