Funcionários públicos foram
gratificados para atuar no DOPS
Ministérios e a máquina estadual
forneceram mão-de-obra para o...
Funcionários públicos
federais
Sempresesuspeitou da ligaçãoentreo
“Esquadrãoda Morte” eoaparatoda
repressão. O nomedeMariel Mariscot
(grafadocomdoisTTs) ...
Funcionários públicos
estaduais
Surpresa mesmo, foi
encontrar onomedo
contra-almirante
FlorianoPeixotoFaria
Lima na fila das
“gratificações”.
Órgão Quantidade
Min. Da Agricultura 29
Min. Da Educação e Cultura 15
Min. Da Fazenda 79
Min. Da Indústria 1
Min. Da Justi...
Estado da Guanabara também cedeu
funcionários lotados em seus quadros,
para espionar colegas
Lista de “cedidos” continha d...
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops

165 visualizações

Publicada em

A fonte desses documentos é o Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro. São documentos da Polícia Política do Dops. O levantamento foi realizado pela Comissão da Verdade do Rio de Janeiro, com a participação da jornalista Denise Assis.

A arte é de Lucas Pedretti.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
93
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arquivo Público do Rio de Janeiro: Funcionários públicos foram gratificados para atuar na polícia política do dops

  1. 1. Funcionários públicos foram gratificados para atuar no DOPS Ministérios e a máquina estadual forneceram mão-de-obra para o sistema de “arapongagem” que resultou em prisões e torturas
  2. 2. Funcionários públicos federais
  3. 3. Sempresesuspeitou da ligaçãoentreo “Esquadrãoda Morte” eoaparatoda repressão. O nomedeMariel Mariscot (grafadocomdoisTTs) incluídona lista defuncionários cedidos aoDOPS, nos leva a crer queela, defato, existiu.
  4. 4. Funcionários públicos estaduais
  5. 5. Surpresa mesmo, foi encontrar onomedo contra-almirante FlorianoPeixotoFaria Lima na fila das “gratificações”.
  6. 6. Órgão Quantidade Min. Da Agricultura 29 Min. Da Educação e Cultura 15 Min. Da Fazenda 79 Min. Da Indústria 1 Min. Da Justiça 15 Min. Da Saúde 7 Min. Das Comunicações 6 Min. Das Relações Exteriores 61 Min. De Minas e Energia 6 Min. Do Interior 3 Min. Do Trabalho e Prev. Social 12 Min. Dos Transportes 13 Presidência da República 21 TOTAL 268 Funcionários Estaduais: 143 Total: 411 Funcionários Federais:
  7. 7. Estado da Guanabara também cedeu funcionários lotados em seus quadros, para espionar colegas Lista de “cedidos” continha desde tradutor até integrantes das Forças Armadas

×