O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - II

286 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - II

  1. 1. ADIQUIRA SUA FRANQUIA DE CARRO ELÉTRICOO FUTURO DO BRASIL IVeículo elétrico foi tema de prova discursiva do BNDESÚltimo concurso realizado pela entidade abordou as vantagens e dificuldades doveículo elétrico no mercado nacional.20/03/13Fonte: ABVE | Jornal da GloboNo último dia 4, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES),realizou concurso público para a formação de Cadastros de Reserva de Pessoal parao cargo de nível superior (Profissional Básico) e de nível médio (TécnicoAdministrativo). Para surpresa geral, a Questão nº 2 da prova discursiva para oscandidatos com formação em Engenharia abordou as vantagens e dificuldades doveículo elétrico no mercado nacional.A prova citada pode ser visualizada clicando aqui, na seção Provas eGabaritos (Prova 24 - Formação de Engenharia 2a fase).Diante disto, Luiz Artur Pecorelli Peres, membro do Conselho Diretor da ABVE ecoordenador do Grupo de Estudos de Veículos Elétricos da Faculdade de Engenhariada UERJ (GRUVE), comentou sobre a abordagem deste tema no concurso citado."A Assessoria da Presidência do BNDES solicitou que o GRUVE promovesse umWorkshop e foi verificado que, não só nesta entidade como em várias outrasgovernamentais ou não, há grande expectativa pela introdução desta tecnologia nopaís. Apesar dos obstáculos institucionais e burocráticos com que o país sedefronta, pode-se afirmar que o clima está mais propício para iniciativas nesta áreado que em 2001, quando foi fundado o GRUVE na FEN/UERJ.O Aeroporto Santos Dumont (Rio de Janeiro) já conta com táxis elétricos Leaf, daNissan/Renault, e o de Congonhas (São Paulo) conta com dez. Há interesse que onúmero desses veículos seja ampliado. Coincidentemente, a Renault está enviandoquestionários para empresas de energia elétrica do Brasil procurando desta formaadaptar seus produtos de forma tão globalizadas quanto possível."Os trabalhos com os quais o Professor Pecorelli está envolvido no projeto SmartCity Búzios, uma iniciativa da Ampla, se somam às iniciativas em prol daimplantação da tecnologia veicular elétrica no mercado brasileiro.A relação do projeto Smart City Búzios com a utilização dos veículos elétricosencontra-se descrita a seguir.
  2. 2. Búzios, uma cidade inteligenteO município de Armação dos Búzios, balneário na Região dos Lagos do estado doRio de Janeiro, recebeu uma série de tecnologias para sustentabilidade e consumoeficiente de energia.O balneário foi escolhido pela AMPLA, concessionária de serviços de energia elétricalocal, para fazer o seu laboratório do conceito Smart City, que já existe, porexemplo, em Málaga (na Espanha, também pela Endesa, que controla a Ampla) eMasdar, em Dubai. Uma parceria entre a Ampla, a Aneel e diversas empresas, oprojeto prevê investimentos de R$ 40 milhões até o fim de 2014. A cidade foiescolhida para receber o projeto-piloto por ser turística, elevado nível de renda,território reduzido e ficar em uma ponta da rede da Ampla, o que facilita os testes.São vários os exemplos desse projeto, voltado para a eficiência energética. A Lagoada Usina ganhou 60 lâmpadas LED comandadas remotamente que diminuirão em60% o consumo. Essa redução deve chegar a 80% quando, em breve, sua potênciapuder ser alterada de acordo com o horário. Mais 90 pontos de luz assim serãoinstalados na Orla Bardot e na Rua das Pedras — que, aliás, recebeu uma rede Wi-Fi gratuita.Parte central do projeto é a rede inteligente de energia, conhecida como "smartgrid". Duzentos e vinte e dois domicílios de Búzios receberam medidoresinteligentes que dão informações aos consumidores, permitindo que organizemmelhor o consumo de suas residências. Segundo Weules Correia, coordenadortécnico do projeto, serão 6 mil medidores instalados até meados de 2013 e, no fimde 2014, chegarão a 10.363, substituindo grande parte dos 13 mil medidoresanalógicos que existem hoje em Búzios. Com os medidores inteligentes, a Amplapoderá oferecer tarifas diferenciadas de acordo com o horário de consumo, mas aAneel ainda precisa regulamentar o esquema no Brasil.Por outro lado, uma cidade inteligente é aquela que reduz a emissão de poluentes.Para tanto, é importante, por exemplo, usar carro elétrico. "Hoje, em Búzios, temosquatro carros elétricos e duas bicicletas na operação, mas o carro é dois terçosmais econômico. Já temos também um eletroposto, que é onde nós carregamos asbaterias dos carros. Em um futuro próximo, vamos ter mais cinco eletropostos nacidade, incentivando o uso de veículos elétricos”, afirma Weules.Franquia Internacional de Carro Elétrico, Imagine você ter a oportunidade deser distribuidor oficial do maior negocio do futuro. Franquia deAutomóveisElétrico.Nossos Carros são Econômicos e Ecológicos, O melhor Negócio pra vocêempreendedor.Não Importa o seu País de Origem, Negocio a Nível Mundial, estamos buscandoDistribuidores
  3. 3. Faça seu Cadastro e receba Informações:http://teldiux.postaffiliatepro.com/affiliates/signup.php?a_aid=511425277cbd9#SignupForm

×