O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Workshop 28/05 - BHSM - Virei meme, e agora?

264 visualizações

Publicada em

Workshop 28/05 - BHSM - Virei meme, e agora? com Thomaz Moraes

Publicada em: Mídias sociais
  • Hey guys! Who wants to chat with me? More photos with me here 👉 http://www.bit.ly/katekoxx
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

Workshop 28/05 - BHSM - Virei meme, e agora?

  1. 1. Especialista em comunicação digital, professor de pós-graduação em mídias digitais e palestrante. Possui forte atuação em marketing digital, com foco em social media, conteúdo e reputação. Atuou em projetos de comunicação/digital para: Pearson (Wizard, Yázigi, Skill, Microlins, People, SOS, COC, Dom Bosco e Pueri Domus), Elektro, CPFL, Mann Hummel, Anhanguera e Schincariol. Como Gerente de Marketing da empresa Happy Code, rede de franquias com escolas de tecnologia e inovação para crianças (programação, games, apps e robótica), no Brasil e em Portugal, foi responsável pelo planejamento digital de campanhas, canais e estratégia de conteúdo. Palestrou no Social Media Week SP 2015 e no BH Social Media 2017. Em 2017, fundou a Sociall. Projeto atual, focado em planejamento digital e treinamentos de social media, em Campinas. THOMAZ MORAES
  2. 2. www.sociall.online
  3. 3. EMPRESAS
  4. 4. experiências de ensino estratégia de social media de 14 marcas - Pearson reputação: imprensa e PRinfluenciadores e branded content estratégia de conteúdo e ads - Happy Code
  5. 5. DIGITAL MEME MARCA PESSOAL MÍDIAS SOCIAIS INÊS BRASIL PROPÓSITO GLÓRIA PIRES GRETCHEN BLACK MIRROR TRUST BAROMETER HERÓI FACEBOOK NAZARÉ INFLUÊNCIA IMPACTOS SOCIAL MEDIA INFLUENCIADORES FAKE NEWS AWARENESS REPUTAÇÃO
  6. 6. HOT TOPICS .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  7. 7. WORKSHOP .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  8. 8. POR DENTRO dos memes
  9. 9. COMO SURGIU O TERMO MEME?
  10. 10. É criação do biólogo britânico Richard Dawkins, no livro O Gene Egoísta. A intenção era batizar uma unidade de informação cultural - assim como gene é uma unidade de informação genética. Na busca por uma palavra que lembrasse gene, o autor... reduziu o termo grego mimesis (imitação). O termo é bastante conhecido e utilizado na web, referindo-se ao fenômeno de "viralização" de uma informação, ou seja, qualquer vídeo, imagem, frase, ideia, música etc que se espalhe entre vários usuários rapidamente, alcançando muita popularidade.
  11. 11. BEBÊ DANÇARINO | 1996 | GIF | NÃO TINHA YOUTUBE NA ÉPOCA
  12. 12. www.museudememes.com.br
  13. 13. REQUISITOS FORMA DE EXPRESSÃO | GRAFITE É CONTROVERSO | SÁTIRA CONSUMO ACESSÍVEL TODO MUNDO PODE PRODUZIR FORMATO PARA ENCOSTAR EM UMA PARTE DA AUDIÊNCIA QUE SUA MARCA DEIXOU DE ATENDER novos formatos para falar com novos públicos }
  14. 14. OS MEMES SÃO SUBPRODUTOS das mudanças na sociedade
  15. 15. POR QUE tanta gente está falando de memes?
  16. 16. eles ganham espaço porque... .ESTAMOS OVER IMPACTADOS .A COMUNICAÇÃO TRADICIONAL ESTÁ EM CRISE EXISTENCIAL .A CREDIBILIDADE DAS FONTES DE INFORMAÇÃO ESTÁ EM CHEQUE .NOVAS FORMAS DE EXPRESSÃO, COMO O GRAFITE .SOMOS CRIATIVOS .A ZUEIRA NÃO TEM LIMITES
  17. 17. EDELMAN TRUST BAROMETER 2017
  18. 18. EDELMAN TRUST BAROMETER 2017
  19. 19. EDELMAN TRUST BAROMETER 2017 MÍDIA TRADICIONAL EM DECLÍNIO PERCENTUAL DE CONFIANÇA EM CADA FONTE DE NOTÍCIA E INFORMAÇÃO
  20. 20. tem menos tempo e atenção para dar à sua marca e ele está cercado de alternativas a cada passo do caminho. Você precisa se destacar, ganhar sua atenção e entregar a mensagem que ele deseja escutar. Philip Kotler, Marketing 4.0 O consumidor de hoje
  21. 21. “Estamos todos competindo pela atenção das pessoas.” Daniel Roth, editor-executivo LinkedIn
  22. 22. "O MARKETING QUE FUNCIONA É AQUELE QUE AS PESSOAS DECIDEM PRESTAR ATENÇÃO." Seth Godin fundou uma das primeiras companhias de marketing online, a Yoyodyne, que mais tarde vendeu ao Yahoo!
  23. 23. MESMOS PILARES DO MKT 4.0 MESMOS PILARES DO MKT 4.0
  24. 24. .diversidade .feita por todos .feita para todos plural compartilhada .muitas conexões .múltiplos canais .cultura da colaboração nicho .segmentação .qualificação da msg .autenticidade
  25. 25. 58 LISTAS MANU BAREM Manu é redatora-chefe do "BuzzFeed Brasil". Com as famosas listas de nostalgia, cultura pop, dados inesperados (mas essenciais) e testes de personalidade, o site ajuda a gastar o tempo que jurávamos que seria usado para trabalhar, encontrar os amigos, cuidar da vida ou descobrir novos filmes. #dica
  26. 26. METODOLOGIA para categorizar memes BY THOMAZ MORAES
  27. 27. 3 TIPOS DE MEMES Não existe bibliografia específica nem metodologia pronta. Mas podemos categorizá-los em 3 grupos por afinidades.
  28. 28. junior pleno sênior
  29. 29. MEME JUNIOR 1. CONSUMO: imediato 2. MOTIVOS: situações cotidianas, celebridades 3. INTENSIDADE: pico em horas, somem rapidamente 4. MÍDIA: no dia | programas de fofoca 5. TEMPO DE VIDA: 1 a 3 dias
  30. 30. MEME PLENO 1. CONSUMO: efêmero 2. MOTIVOS: situações cotidianas, celebridades, revival 3. INTENSIDADE: buzz na rede por mais tempo para depois ir pra massa 4. MÍDIA: dias depois do buzz na web | marcas usam 5. TEMPO DE VIDA: uma temporada (1 semana, 1 mês, 1 ano)
  31. 31. MEME SÊNIOR 1. CONSUMO: duradouro, contínuo 2. MOTIVOS: situações cotidianas, celebridades, revival, controvérsia 3. INTENSIDADE: muito quente por muito tempo | ganham frequência 4. MÍDIA: ganham perfis | monetizam | influenciadores | web celebridades 5. TEMPO DE VIDA: memes que ficam
  32. 32. POSSUI PASTAS DE MEMES INDEXADOS PELO GOOGLE: GRETCHEN GIF | GRETCHEN A FAZENDA | GRETCHEN PERNAS | GRETCHEN DINOSSAUROS
  33. 33. NÃO MORREM NUNCA!
  34. 34. NAZARÉ TEDESCO
  35. 35. VIRAM PERFIS
  36. 36. MONETIZAM
  37. 37. VIRAM PRODUTOS
  38. 38. COLEÇÃO MEMES | RENNER | 2012
  39. 39. 'GLORIA PIRES NO OSCAR' FICOU NA TRANSIÇÃO DE PLENO P/ SÊNIOR
  40. 40. A RAINHA DOS MEMES A RAINHA DOS MEMES
  41. 41. ATENDEM 3 FATORES
  42. 42. .temas da rede .feita por todos .feita para todos viralização .muitas conexões .múltiplos canais .cultura da colaboração .segmentação .tom de humor .autenticidade sátira social listening
  43. 43. viralização .muitas conexões .múltiplos canais .cultura da colaboração sátira social listening .temas da rede .feita por todos .feita para todos .segmentação .tom de humor .autenticidade
  44. 44. WORKSHOP .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  45. 45. potencial de VIRALIZAÇÃO
  46. 46. É INERENTE À MÍDIA SOCIAL
  47. 47. não existe RECEITA para viral
  48. 48. 1.Moeda social As pessoas compartilham coisas que os fazem parecer bem aos olhos dos outros. 2.Gatilhos Os estímulos que levam as pessoas a pensar sobre o seu produto ou campanha. 3.Emoção As pessoas estão mais propensas a compartilhar conteúdos que são emocionalmente despertos (emoções positivas mais virais do que negativas). 4.Público As pessoas estão mais propensas a aderir a campanhas se sua participação puder ser compartilhada (Ex.: “eu participei” da causa a favor dos animais). 5.Valor prático As pessoas estão mais propensas a compartilhar informações práticas para que eles possam ajudar seus amigos e família. 6.Histórias As pessoas são programadas para reconhecer, responder e compartilhar histórias interessantes. FONTE: Jonah Berger, autor do best-seller “Contagious: Why Things Catch On” maaas...
  49. 49. #unicornfrappuccino
  50. 50. MEME GENERATOR BOT
  51. 51. GRANDE MÍDIA começam a ganhar espaço na
  52. 52. DIGITE "MEME" NA GLOBOPLAY
  53. 53. ESTADÃO | 2016
  54. 54. EL PAÍS | 2017
  55. 55. FANTÁSTICO | 2017
  56. 56. BLOG NÃO SALVO | 2017
  57. 57. MARCAS MEMES
  58. 58. ULTRAGAZ + KONDZILLA | 14 MM VIEWS
  59. 59. COMO MENSURAR MEMES .Métricas convencionais: tráfego, menções, social share. .WhatsApp não oferece métrica: dá pra sentir o calor do meme no almoço de domingo.
  60. 60. POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO memes ganham força assim! nunca se esqueça do
  61. 61. O ponto da virada Malcolm Gladwell O que faz com que um produto, um serviço ou mesmo atitudes virem moda da noite para o dia? O momento decisivo em que essas novidades se alastram - ou se acabam - é o que o autor chama de 'O ponto da virada'. #dica
  62. 62. WORKSHOP .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  63. 63. MEMES CRESCEM EM TERRENOS SEMELHANTES AOS DAS FAKE NEWS
  64. 64. O FENÔMENO das notícias falsas
  65. 65. O QUE SÃO? Segundo o jornal The Guardian, o termo "fake news" é utilizado quando a notícia é completamente feita e projetada para enganar leitores para maximizar o tráfego e lucro. Mas a definição também é usada para incluir sites que veiculam informações distorcidas, descontextualizadas ou duvidosas - por exemplo - "clickbaits" que não refletem os fatos da história, ou possui viés não declarado.
  66. 66. EXEMPLOS
  67. 67. COMO ELAS NASCEM? Não existe uma regra. Mas foi possível mapear que algumas são propositadamente plantadas e outras são casuais, amplificadas pelo potencial de viralização das redes sociais somado ao poder da pós-verdade. Muitas podem ser categorizadas como balão de ensaio de candidatos.
  68. 68. ANATOMIA de uma fake news
  69. 69. FLUXO DA FAKE NEWS INFLUENCIADOR COMEÇA O DEBATE EM SUA REDE DÁ ROUPAGEM VEROSSÍMIL PÓS-VDD ENTRE EM CAMPO PARA DESMENTIR DEMORA POUCA GENTE APURA A VDD INFORMAÇÃO ENTRA NA REDE
  70. 70. memes nascem de várias formas em geral em redes sociais e se alastram por fluxos diversos até chegar no WhatsApp da sua mãe. mom's whatsapp
  71. 71. Segundo o dicionário Oxford, pós-verdade “se relaciona ou denota circunstâncias nas quais fatos objetivos têm menos influência em moldar a opinião pública do que apelos à emoção e a crenças pessoais” PÓS-VERDADE É eleita palavra do ano (2016) pela Universidade de Oxford
  72. 72. Quando leio uma notícia (em geral na minha timeline) utilizo meus valores e minhas crenças pessoais para julgar rapidamente se aquela informação é verdadeira ou falsa. Sem análise, sem apuração. Apenas se me conforta ou se posso utilizá-la como "armamento na guerra virtual para atacar meus inimigos". NA PRÁTICA
  73. 73. “Existem provas consideráveis de que é mais provável que as pessoas cheguem às conclusões às quais desejam chegar.” ZIVA KUNDA | PSICÓLOGA SOCIAL
  74. 74. O usuário tende a valorizar bastante a notícia compartilhada por uma pessoa conhecida em quem confia mais, por exemplo. O que, evidentemente, pode ter implicações se esse familiar "confiável" compartilha notícias falsas. Quem compartilha a notícia influencia mais na credibilidade que a fonte da notícia. AGÊNCIA ASSOCIATED PRESS
  75. 75. Jovens estudantes também não têm muita clareza sobre a credibilidade da informação na internet. UNIVERSIDADE STANFORD Uma seção "sobre o autor" bem escrita e com aparência profissional é o suficiente para convencer os jovens americanos de que um site é neutro e tem credibilidade. Eles também não questionam a veracidade de fotografias e a maioria não consegue avaliar se um tuíte é parcial ou tem isenção.
  76. 76. +80%dos estudantes acreditavam que conteúdo patrocinado se tratava de uma nota jornalística. FONTE: UNIVERSIDADE STANFORD
  77. 77. O poder da influência Jonah Berger Integrando pesquisa e experiência em negócios, psicologia e ciências sociais, este livro nos faz entender as influências sutis e invisíveis por trás de nossas escolhas como indivíduos. #referência
  78. 78. WORKSHOP .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  79. 79. reputação? O QUE É
  80. 80. REPUTAÇÃO é o que chega antes de você
  81. 81. “Sua marca é o que as pessoas dizem sobre você quando você não está na sala.” Jeff Bezzos, fundador da Amazon
  82. 82. É a opinião (ou, mais tecnicamente, uma avaliação social) do público em relação a uma pessoa, um grupo de pessoas ou uma organização. Constitui-se num importante fator em muitos campos, tais como negócios, comunidades online ou status social. REPUTAÇÃO tanto no online quanto no offline
  83. 83. “A reputação não garante a escolha, mas a ausência dela pode servir como um passaporte para o descarte.” Mario Rosa, autor de "A Reputação na Velocidade do Pensamento”
  84. 84. PIRÂMIDE DA MARCA CONHECIMENTO FAVORABILIDADE CONFIANÇA EMBAIXADORES Nesse primeiro nível, o objetivo de uma marca é se apresentar: deve ser o foco inicial do trabalho. Nesta fase, a empresa deve buscar opiniões positivas a seu respeito. Conhecida e bem avaliada, a empresa agora trabalha para se tornar referência em credibilidade. O último passo é conquistar embaixadores espontâneos: clientes fiéis que defendem e indicam a empresa a outros. Representação do caminho percorrido para construção de reputação da marca.
  85. 85. 75%do valor de uma empresa é baseado em sua reputação fonte: Economist Intelligence Unit
  86. 86. PILARES DA REPUTAÇÃO É sobre dominar um assunto. autoridade influência É sobre mobilizar a audiência. autenticidade É sobre transmitir confiança.
  87. 87. sua marca a um click de ser desmascarada
  88. 88. a nova grávida de Taubaté ? Começaram a circular rumores que as peças assinadas pela estilista Andressa Leão foram, na verdade, compradas no Bom Retiro, Brás e em outros bairros paulistanos.
  89. 89. O QUE FAZER SE EU VIRAR MEME? 1.ACOMPANHE O BUZZ | 2.ENCARE A SITUAÇÃO | CABE OPORTUNIDADE? 3.RESPONDA O MAIS RÁPIDO | 4.INTERAJA (CALMA, VAI PASSAR!) | 5.MONITORE OS DESDOBRAMENTOS |
  90. 90. NÃO SUBESTIME SUA AUDIÊNCIA
  91. 91. “Sua marca não é o que ela pensa que é, mas sim, o que dizem que ela é.” Marty Neumeier, Brand Strategist
  92. 92. WORKSHOP .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  93. 93. DINÂMICA MAPEAR UM TIPO DE MEME PARA BH SOCIAL MEDIA | COMPARTILHAR EM UM CANAL DIGITAL | MARCAR #BHSM E #WORKSHOPMEME | APRESENTAR E MOSTRAR O TIPO (JR/PL/SR) DINÂMICA | MAPEAMENTO DE MEMES |
  94. 94. PARTE 1 > MAPEAR > 20 MIN PARTE 2 > PITCH > 5 MIN PARTE 3 > VOTAÇÃO > 5 MIN
  95. 95. .BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Sahar, 2001. .CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. .GOLDMAN, A. Google - Tudo o que sei sobre marketing aprendi com o Google. São Paulo: Saraiva, 2011. .Seth Godin, “Permission Marketing: Turning strangers into friends and friends into customers” .Malcom Gladwell, “Blink: the power of thinking without thinking” .TAPSCOTT, D. A Hora da geração digital. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010. .SHIRKY, C. Cultura da participação. Rio de Janeiro: Zahar, 2011. .THINK INSIGHTS. Zero moment of truth (Google). Disponível em: <http://www.google.com.br/think/collections/zero-moment-truth.html> .BAREFOOT, D.; SZABO, J. Manual de marketing em mídias sociais. São Paulo: Novatec, 2012. .CIPRIANI, F. Estratégias em mídias sociais. São Paulo: Campus, 2009. .ROSA, Mario. A Reputação na velocidade do pensamento. São Paulo: Geração Ed, 2008 BIBLIOGRAFIA
  96. 96. Obrigado! Thomaz Moraes thomaz@sociall.online @sociallupdates @sociall_ideas
  97. 97. WORKSHOP .MEME INSTITUIÇÃO DA INTERNET .POTENCIAL DE VIRALIZAÇÃO .FAKE NEWS .REPUTAÇÃO .ATIVIDADE PRÁTICA | MAPEAMENTO DE MEMES .BÔNUS: MARCA PESSOAL | IMPACTOS
  98. 98. *BÔNUS*| IMPACTOS POSITIVOS E NEGATIVOS NO DIGITAL |
  99. 99. COMO EU CONSIGO seguidores para minha marca?
  100. 100. FONTE: PARDOT | SALESFORCE 59% 57% 43% 35% 28% 15% AUTENTICIDADE RECOMENDAÇÕES FACILIDADE DE ASSINAR COMUNICAÇÃO ONLINE UTILIDADE DO CONTEÚDO POSIÇÃO DA MARCA NO MERCADO CONVITE PESSOAL PARA SE TORNAR UM SEGUIDOR
  101. 101. Eme Viegas e Jacque Barbosa (Hypeness, Casal sem vergonha, Nômades Digitais) “Ser transparente, verdadeiro e não se sujeitar a tudo por causa de grana gera credibilidade e, consequentemente, sucesso.” gera autenticidade
  102. 102. MARCA PESSOAL no digital
  103. 103. TODO MUNDO É PUBLISHER DE SI MESMO Estamos mais expostos do que nunca. Somos produtores de conteúdo e emitimos opinião sobre tudo. O que postamos, compartilhamos ou curtimos conta um pouco de quem somos.
  104. 104. IMPACTOS do bom e do mau uso das redes sociais
  105. 105. BLACK MIRROR O EPISÓDIO QUEDA LIVRE mostra como seria viver em uma sociedade baseada em notas e como essa validação social poderia abrir ou fechar portas. Já viu algo parecido?
  106. 106. COMO você quer ser lembrado?
  107. 107. postou durante o trabalho
  108. 108. repense o seu like
  109. 109. quebrou sigilo da informação
  110. 110. "só" deu share...
  111. 111. "São necessários 20 anos para construir uma reputação e 5 minutos para destruí-la." WARREN BUFFET
  112. 112. NEM TUDO ESTÁ PERDIDO
  113. 113. bons exemplos existem!
  114. 114. conhece esse cara?
  115. 115. VENDAS CRESCERAM 900%
  116. 116. Steve Jobs??
  117. 117. Peter Blackshaw, Diretor Global de Marketing Digital e Mídias Sociais na Nestlé “OUÇA. ENGAJE. INSPIRE. TRANSFORME.”

×