Comissionamento com Sustentabilidade            Estudo, Criação e Desenvolvimento             Bernardino Nilton do Nascime...
Proteja o que é importanteComissionamento com Sustentabilidade
IntroduçãoPopulações crescentes, rápida urbanização,elevado grau de consumo: como resposta a estademanda, unidades industr...
MetodologiaDiante disso, houve a necessidade dese estabelecer um método deminimização deste impacto ao meioambiente para a...
MetodologiaApós a montagem da tubulação, os testeshidrostáticos serão realizados com água tratada poruma estação de tratam...
ProcedimentoA limpeza deve ser executada apósa fabricação dos spools ou linhasinstaladas, por meio do fluxoteste.Toda a li...
BenefíciosNão utiliza os tradicionais produtos químicos (evita decapagem edesengraxamento)Permite a limpeza durante o pr...
Processo                                                    Jateamento Abrasivo SecoEstação Compacta de Tratamento de Água...
ResultadosAntes                Depois
Resultados
Resultados
Resultados
Resultados
Resultados
ResultadosAntes                Depois
ResultadosAntes                Depois
Resultados                        Durante              Depois     Antes                  Jateamento Abrasivo   Revestiment...
ResultadosAntes    Durante     Depois
Jateamento Interno de Tubos           Do que depende a produtividade?•Tipo de contaminação existente na peça•Diâmetro da p...
Proteção Pós-Jateamento: Inibidor de Corrosão- Aplicação de inibidor de corrosão;- Água com solução passivante para os tes...
Equipamentos de Inspeção                      Visor Boroscópico com foto                          Carrinho Boroscópico
Avaliação Ambiental                  Tabela 01 - Comparação Entre Tecnologias do Ponto de Vista Ambiental.                ...
Sponge-Jet x Jateamento OrdinárioA preparação de superfície com ouso de jateamento ordinário, ouseja, por meio do uso de g...
Sponge-Jet x Jateamento OrdinárioÉ comprovado que o abrasivo Sponge-Jet gera, por meio de controle ousupressão, 99,9% meno...
Sponge-Jet x Jateamento OrdinárioAo se avaliar o nível de contaminaçãodo ar durante estudo desenvolvido emum estaleiro, ob...
Menor Geração de Resíduos SólidosQuanto à produção de resíduos sólidos,a possibilidade de se reutilizar a esponjaapresenta...
Menor Geração de Resíduos Sólidos                         Tabela 02 – Consumo de Abrasivo durante o Jateamento.           ...
Menor Geração de Resíduos Sólidos                      Tabela 02 – Consumo de Abrasivo durante o Jateamento.              ...
Comissionamento de VálvulasGaxeta Chesterton Estilo 1600Filamento de Gaxeta Chesterton em GrafiteFlexível com reforço de M...
Comissionamento de Válvulas Comissionamento com Sustentabilidade
ConclusõesVantagens do uso da tecnologia Sponge-Jet• Não usa produtos químicos (sem limpeza química, decapagem,desengraxam...
ConclusõesPor meio das vantagens citadas permitiu-se que o Téc. Bernardino Nilton doNascimento aprofundasse seus estudos p...
Apresentação Técnica - 1CSM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Técnica - 1CSM

1.518 visualizações

Publicada em

Primeiro Comissionamento com Sustentabilidade - Apresentação Técnica

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Técnica - 1CSM

  1. 1. Comissionamento com Sustentabilidade Estudo, Criação e Desenvolvimento Bernardino Nilton do Nascimento Desenvolvimento Expanjet Global Solutions Miguel Roca Calza Nialdo Pereira dos Santos Fernando Manechini Calza Felipe Moreno Souza Martins Atanael Freitas de Souza Ramon Silva GondimJefferson de Jesus Oliveira Eduardo Cardoso Garrido Continental Equipamentos Charles Edward Cristian Domecg Hidroquímica Asdrubal Alvim Roberto Oliveira ApoioPETROBRAS/RNEST CONEST PETROBRAS/CENPES SPONGE-JET CHESTERTON PETROBRAS/IERNEST/IEDACR/IEINTER/IEBAST Comissionamento com Sustentabilidade
  2. 2. Proteja o que é importanteComissionamento com Sustentabilidade
  3. 3. IntroduçãoPopulações crescentes, rápida urbanização,elevado grau de consumo: como resposta a estademanda, unidades industriais e seus processoscolocam uma pressão sem precedentes nosrecursos do solo, água e ar. Diante dessaproblemática, reavaliar nossas próprias açõespode contribuir e muito.A motivação para o enfoque do jateamentointerno de tubos sob a perspectiva do respeitoao meio ambiente é proveniente do“Comissionamento com Sustentabilidade”,quando da análise voltada para a economia deágua da Refinaria RNEST, localizada emPernambuco, Brasil: mais de 600 milhões de litros de água apenas para os testeshidrostáticos e limpeza de linhas (tubulações). Comissionamento com Sustentabilidade
  4. 4. MetodologiaDiante disso, houve a necessidade dese estabelecer um método deminimização deste impacto ao meioambiente para a quantidade a serconsumida, descartada e tratada. Noque se refere à limpeza de tubulações,houve um aprimoramento do jateamentoabrasivo seco para a superfície interiordo tubo.Obteve-se um nível de preparação de superfície que exime o uso dequalquer tipo de produto químico nocivo, além de proporcionar uma grandeeconomia de tempo, pois não é necessário que um determinado sistemafique pronto para fazer tal preparação. Quando fabricado, o spool já serájateado para se aplicar o anticorrosivo. Comissionamento com Sustentabilidade
  5. 5. MetodologiaApós a montagem da tubulação, os testeshidrostáticos serão realizados com água tratada poruma estação de tratamento de água (ETA)compacta, com posterior aplicação do produtoanticorrosivo e, por fim, armazenados em grandesreservatórios.Com essas ações estima-se a redução de umconsumo de 16 milhões de litros de água para nomáximo 400 mil litros apenas para as Unidades deDestilação Atmosférica (UDA) da Refinaria RNEST.O presente método utiliza a aplicação de abrasivo microencapsulado em esponja depoliuretano, reutilizável, limpa, seca e com baixa geração de pó, no jateamentointerno de tubos e conexões (spools). Após o jateamento abrasivo, haverá aaplicação de Pig Mecânico com Produto Anti-Corrosivo.Este método garante a devida preparação superficial do substrato no que dizrespeito aos requisitos de limpeza de contaminantes visíveis (nível de limpeza SA3,metal branco), limpeza de contaminantes invisíveis, e a geração de um perfil deancoragem, sob o enfoque da qualidade, segurança, sustentabilidade e preservaçãodo meio ambiente. Comissionamento com Sustentabilidade
  6. 6. ProcedimentoA limpeza deve ser executada apósa fabricação dos spools ou linhasinstaladas, por meio do fluxoteste.Toda a linha deverá ser preservadaapós as soldas de campo. A água doteste hidrostático constituir-se-á porproduto anti-corrosivo, mantendo opadrão de limpeza desejávelconforme a capacidade do sistema.Sempre que for necessário ou requisitado deve-se fazer uma varredura comborocóspio, fotografando os principais pontos e ou pontos determinados.Após o jateamento abrasivo Sponge-Jet e realização dos testeshidrostáticos ocorrerá a aplicação da solução passivante. Comissionamento com Sustentabilidade
  7. 7. BenefíciosNão utiliza os tradicionais produtos químicos (evita decapagem edesengraxamento)Permite a limpeza durante o processo de fabricação de tubos e montagem dosspoolsNão gera efluentesPermite trabalhos em paraleloNão prejudicial à saúdeEconomia de tempoMinimiza o flushA utilização das tecnologias SPONGE-JET, PIG e Solução Passivante formamum sistema ambientalmente corretoSopro a vapor: necessidade de contraprova reduzida em 90%Reduz custos de armazenamento, transporte e, por conseguinte, disposição. Comissionamento com Sustentabilidade
  8. 8. Processo Jateamento Abrasivo SecoEstação Compacta de Tratamento de Água Pig Mecânico
  9. 9. ResultadosAntes Depois
  10. 10. Resultados
  11. 11. Resultados
  12. 12. Resultados
  13. 13. Resultados
  14. 14. Resultados
  15. 15. ResultadosAntes Depois
  16. 16. ResultadosAntes Depois
  17. 17. Resultados Durante Depois Antes Jateamento Abrasivo Revestimento ARCCorrosão Grau D Seco Sponge-Jet Chesterton
  18. 18. ResultadosAntes Durante Depois
  19. 19. Jateamento Interno de Tubos Do que depende a produtividade?•Tipo de contaminação existente na peça•Diâmetro da peça•Grau de corrosão da peça•Pressão aplicada•Distância do bico ao substrato•Diâmetro de abertura do bico•Grau de limpeza requerido•Densidade do abrasivo•Velocidade de Arraste do Bico
  20. 20. Proteção Pós-Jateamento: Inibidor de Corrosão- Aplicação de inibidor de corrosão;- Água com solução passivante para os testes hidrostáticos;- Monitoramento e controle dos parâmetros analíticos eoperacionais;- Sistema de Filtração e Tratamento da solução passivante.
  21. 21. Equipamentos de Inspeção Visor Boroscópico com foto Carrinho Boroscópico
  22. 22. Avaliação Ambiental Tabela 01 - Comparação Entre Tecnologias do Ponto de Vista Ambiental. Contaminação Contaminação Geração de Possibilidade de Alto Volume de Tecnologia do Ar do Solo Efluentes Reutilização Resíduos Sólidos Areia Seca Sim Sim Não Não Sim Areia Úmida Não Sim Sim Não SimHidrojateamento Não Sim Sim Sim Não Abrasivo Sim Sim Não Sim Sim Ordinário SPONGE-JET Não Não Não Sim Não Comissionamento com Sustentabilidade
  23. 23. Sponge-Jet x Jateamento OrdinárioA preparação de superfície com ouso de jateamento ordinário, ouseja, por meio do uso de granalhade aço, escória de cobre, escória decarvão, óxido de alumínio, etc, temsido muito utilizado devido a uma“aparente” imagem de ser “maisbarato”, quando comparado apenaso custo do material abrasivo.Porém, quando leva-se em consideração todos os problemas causadospela sua aplicação, nota-se que estamos pagando um preço “muito caro”,colocando em risco o meio-ambiente, a saúde dos operadores e as futurasgerações.Na foto ao lado podemos ver uma comparação da produção de pó, materialparticulado, produzido pelos sistemas ordinários e pelo sistema SPONGE-JET. Comissionamento com Sustentabilidade
  24. 24. Sponge-Jet x Jateamento OrdinárioÉ comprovado que o abrasivo Sponge-Jet gera, por meio de controle ousupressão, 99,9% menos pó que osabrasivos convencionais, devido ao fatode ser composto de material uretanoesponjoso, poroso e resistente.O vácuo criado no momento do impactoda esponja com o substrato coleta pó,fuligem, corrosão e outroscontaminantes.Esta é a razão de, quando da aplicação da tecnologia Sponge-Jet, serematingidos níveis de cloreto iguais ou menores que 5 g/cm². Comissionamento com Sustentabilidade
  25. 25. Sponge-Jet x Jateamento OrdinárioAo se avaliar o nível de contaminaçãodo ar durante estudo desenvolvido emum estaleiro, obteve-se que ojateamento abrasivo é o maiorresponsável pelas emissões fugitivas.Testes foram conduzidos comparando aescória de carvão e o abrasivo Sponge-Jet: o primeiro gerou até 5.500 vezesmais pó do que o segundo.A baixa geração de pó é uma das razões que inclusive garantiram apermissão de jateamento ao ar livre declarado pela CaliforniaEnvironmental Protection Agency. Comissionamento com Sustentabilidade
  26. 26. Menor Geração de Resíduos SólidosQuanto à produção de resíduos sólidos,a possibilidade de se reutilizar a esponjaapresenta como consequência aredução do volume de abrasivo, custode transporte, manuseio,armazenamento e descarte.O gráfico compara o resíduorelativamente gerado entre o jateamentoabrasivo ordinário x Sponge-Jet.O efeito que a tecnologia Sponge-Jet tem na prevenção da poluição éjustificada pelo fato da esponja decapante poder ser reciclada: a quantidadede águas residuárias geralmente gerada na utilização de métodosconvencionais, como a decapagem química, é drasticamente reduzida. Comissionamento com Sustentabilidade
  27. 27. Menor Geração de Resíduos Sólidos Tabela 02 – Consumo de Abrasivo durante o Jateamento. Consumo de Tipo de Abrasivo Eficiência (m²/h) Método Referência Abrasivo (kg/m²)Escória de Cobre 26,2 10,7 Jateamento a Lama Da Maia (2000)Escória de Cobre 25,0 12,2 Jateamento a Lama Da Maia (2000)(Reciclada)Areia 22,3 9,2 Jateamento a Lama Da Maia (2000)Bauxita 31,9 - Jateamento a Seco Uhlendorf (2000)Escória de Carvão 50 4,0 Jateamento a Seco Cluchague (2001)Escória de Cobre Jateamento a Seco Beltov e Assersen 40 - (2002)Dolomita Jateamento a Seco Andronikos e 129,6 5,7 Eleftherakos (2000) Comissionamento com Sustentabilidade
  28. 28. Menor Geração de Resíduos Sólidos Tabela 02 – Consumo de Abrasivo durante o Jateamento. Consumo de Tipo de Abrasivo Eficiência (m²/h) Método Referência Abrasivo (kg/m²)Garnet Jateamento a Seco Andronikos e 108,6 10,5 Eleftherakos (2000)Escória de Níquel Jateamento a Seco Andronikos e 91,4 12,0 Eleftherakos (2000)Olivina Jateamento a Seco Andronikos e 105,6 8,7 Eleftherakos (2000)Granalha de Aço Jateamento a Seco Beltov e Assersen 40 - (2002)Escória de Cobre 12 8,0 Jateamento Térmico Cluchague (2001)Sponge-Jet Jateamento a Seco 2,5 a 5,0 5,6 a 34,0 Sponge-Jet (2002)(Reutilizada) Comissionamento com Sustentabilidade
  29. 29. Comissionamento de VálvulasGaxeta Chesterton Estilo 1600Filamento de Gaxeta Chesterton em GrafiteFlexível com reforço de Malha deMicrofilamento Inconel e Inibidor de CorrosãoPassivo.Serviços de Válvula de Bloqueio: EmissõesVOC. Proteção a Fogo API 589/607.650 C, 580 Bar, Faixa de pH 0-14 (excetooxidantes fortes). Conjunto de 5 anéis. Senecessário, utilizar Bucha de Carbono.Com a utilização da Gaxeta Chesterton Estilo1600, a Garantia é de 5 anos. Comissionamento com Sustentabilidade
  30. 30. Comissionamento de Válvulas Comissionamento com Sustentabilidade
  31. 31. ConclusõesVantagens do uso da tecnologia Sponge-Jet• Não usa produtos químicos (sem limpeza química, decapagem,desengraxamento)• Permite a limpeza durante o processo de fabricação dos tubos emontagem dos spools• Não gera efluentes• Permite processos em paralelo• Sistema Ambientalmente CorretoEm relação ao sopro a vapor• Necessidade de contraprova reduzida em 90%• Minimiza-se o Flush• Reduz custos de armazenamento, transporte e disposição Comissionamento com Sustentabilidade
  32. 32. ConclusõesPor meio das vantagens citadas permitiu-se que o Téc. Bernardino Nilton doNascimento aprofundasse seus estudos para, junto com a EXPANJET-GLOBAL,HIDROQUIMICA E CONTINENTAL EQUIPAMENTOS, unir-se em um só objetivo nacriação do “Comissionamento com Sustentabilidade”.Não estamos propondo uma redução de 10% ou 20%, mas sim, uma reduçãosignificativa em torno de 70% na economia de água.Nós, que participamos do aprimoramento, testes e conclusão final estamos muitosconfiantes nesta nova visão na construção e montagem. “O PLANETA AGRADECE” MUITO OBRIGADO! Comissionamento com Sustentabilidade

×