Oficina De Formacao Modelo Autoav Rbe Mjv 1

1.004 visualizações

Publicada em

Planificação apresentada durante a formação RBE/DGIDC 2009 (2ª turma) sobre o Modelo de Autoavaliação RBE de Bibliotecas Escolares.
Maria José Vitorino 20.04.2009

Publicada em: Educação, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.004
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oficina De Formacao Modelo Autoav Rbe Mjv 1

  1. 1. Tarefa de Maria José Vitorino 20-04-2009 MODELO DE AUTOAVALIAÇÃO RBE primeira abordagem Oficina de formação Para Coordenadores(as) de Bibliotecas Escolares RBE – máx. 15 por grupo em formação Duração : 12 h presenciais • Cenário A. 2 sessões de 6 horas cada • Cenário B (horário laboral ou ao sábado) 2 dias inteiros de formação – 6 h cada Objectivos • Relacionar necessidades de gestão da Biblioteca Escolar relacionadas com a autoavaliação • com o modelo RBE • Exercitar a análise e o debate do modelo, em pequeno e grande grupo • Promover a segurança de cada coordenador na aplicação do modelo à realidade de cada biblioteca escolar e de cada escola/agrupamento de escolas Desenvolvimento da oficina ▪ Tempo por sessão: 3 h (incluindo intervalos e flexibilidade de tempos) ▪ Recursos: computador, projector, mesas e cadeiras, quadro de registo, fontes de apoio – bibliografia RBE, outra a seleccionar ▪ Arquivo de registos em suporte digital (plataforma) ou papel Sessão 1 1. Grande grupo: 1. Apresentação dos participantes e do(s) formador(es) [15 min.] 2. Jogo de palavras (tempestade de ideias) – avaliar para quê? - registar em painel I [15 min.] 3. A partir de situações reais de bibliotecas escolares - tipo, apresentadas pelo formador e/ou narradas pelos participantes, identificar 5 a 10 problemas/desafios que suscitem a necessidade de elementos de avaliação da Biblioteca Escolar; registar em painel II [30 min.] 2. Pequeno grupo 1. Identificação de potenciais intervenientes na avaliação, eventuais papéis de cada um, e expectativas face a essa intervenção, tendo em conta o efeito desejado da avaliação (melhorar a biblioteca, contribuir para as aprendizagens): professor coordenador, equipa da Biblioteca Escolar, conselho executivo, conselho pedagógico, conselho geral, inspecção geral de educação, RBE, outros... [40 min.] 3. Grande grupo 1. Debate sobre os resultados dos pequenos grupos (máx. 4). Registo de conclusões em painel III [30 min.]
  2. 2. 2. Conclusão: autoavaliação porquê, para quê (advocacy, decisões de gestão, outros), por quem/com quem, para quem; registo de conclusões/tendências em painel IV [20 min.] Sessão 2 1. Grande grupo 1. Apresentação do modelo 1. Síntese pelo formador [eventualmente, slideshow ou texto de apoio], destacando os conceitos base subjacentes – noção de valor e de medida, objecto e objectivos do modelo, conceitos de evidência, de área, de indicadores, de instrumentos – e identificando fases do processo a desenvolver em cada escola/agrupamento. [20 min.] 2. A partir de 2 testemunhos de colegas que testaram o modelo - entrevistas gravadas, ou declarações em presença - debate-reflexão sobre a sua aplicação [20 min] 2. Pequeno grupo / grande grupo 1. Comparação entre os indicadores propostos pelo modelo e as necessidades identificadas na sessão anterior (painel II); poderá ser utilizada tabela de caracterização, associando as duas referências. [20 min.] 2. Debate sobre a antecipação de pertinência (vantagens/inconvenientes) de cada área e/ou indicador, tendo em conta a realidade de cada coordenador. Registo sumário – painel V [40 min.] 3. Criação de 1 slideshow de apoio a apresentação do processo a desenvolver em cada escola, a usar em c. pedagógico; máx. 7 diapositivos – trab. grupos de 3, máx. 5 apresentações [30 min.] 4. Visionamento dos slideshows. Debate [30 min.] Sessão 3 1. Trabalho individual • A partir de a análise de um instrumento (sorteado), elaborar defesa (3 pros) ou ataque (3 contras]do uso desse instrumento de avaliação, tendo em conta a realidade em que se vive. [10 min.] • Trocar de instrumento e criticar a proposta de pros e contras do colega anterior [10 min.] 2. Trabalho de pares • O que aprendemos/não aprendemos com este exercício? Identificar 2 ou 3 aspectos de relevo. Registar em cartazes ou outro suporte legível em sequência [20 min.] 3. Grande grupo • Ler a sequência e concluir, em grande grupo [20 min.] • A partir do trabalho anterior, sugerir cronograma de desenvolvimento do modelo na sua escola/ agrupamento, desde a apresentação do mesmo ao relatório final. Máx. período temporal: 3 anos; trabalho individual, podendo haver partilha. Produto: 15 cronogramas? [60 min.] 4. Simulação (jeu de rôle) [15 a 60 min.] - pode ser repetido, até 4 grupos diferentes • Situação imposta: 3 bibliotecas de agrupamentos semelhantes, com resultados diferentes no mesmo indicador, comparam as razões destas diferenças e as decisões que tomaram de acordo com as evidências verificadas; as bibliotecas são representadas pelo seu coordenador, que se adapta a um perfil de personalidade imposto, e diferenciado (tímido, seguro, cauteloso)
  3. 3. • O resto do grupo assiste à simulação e comenta Sessão 4 1. Trabalho individual ou de pares/grupos de 3 [40 min.] • Análise do documento RBE. Identificação de dúvidas ou questões (seleccionar até 10) • Registo das questões em painel VI 2. Grande grupo [20 min.] • Leitura das questões em painel VI • Esclarecimento das dúvidas, em grupo, e/ou identificação de questões pertinazes. 3. Pequeno grupo [40 min.] • Redacção de solicitação de apoio sobre as questões em aberto, a enviar a interlocutor a seleccionar ( produto mín.: 5 mensagens?): • coordenador(a) interconcelhio(a) RBE • coordenação do programa de autoavaliação RBE • outras escolas RBE, com experiência nesta metodologia Avaliação da participação individual Apreciação dos trabalhos realizados e da interacção em grupo [ao longo das sessões, pelo(s) formador(es)] Avaliação da oficina: pelo grupo dos participantes, em debate [20 min.]; por cada um individualmente (formulário de registo de apreciações críticas e sugestões) [10 min.] pelos formadores – comparando com outros formadores de oficinas semelhantes, em jornada de convívio a combinar pela RBE, presencial eou on-line :) [120 min] INSTRUMENTOS A CRIAR Slideshow para apoio à síntese sobre o modelo a apresentar por formador(es) Registo video ou audio com entrevistas (2) a coordenadores(as) que testaram o modelo Tabelas de registo de análise Instrumentos de avaliação do modelo RBE (extractos para análise pros-contras) Folha de “indicações de cena” para o jeu de role (simulação) Glossário, a partir do documento síntese do modelo de autoavaliação (?) Ficha de registo de observação directa da participação de cada formando(a) por formador(es) Ficha de registo de avaliação individual final pelo(a) formando(a)

×