3 multifrequencial compelida mfc1

167 visualizações

Publicada em

CENTRAL PHILIPS

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

3 multifrequencial compelida mfc1

  1. 1. CENTRO DDEE TTRREEIINNAAMMEENNTTOO DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC A Philips Business Communications, ao elaborar esta apostila, teve como objetivo assegurar-lhe informações completas e precisas com a mais alta credibilidade. Logo, as informações desta apostila podem sofrer alterações sem aviso prévio. Se você descobrir algum erro ou omissão, ou desejar fazer alguma sugestão para melhorar a qualidade desta apostila, envie sua sugestão para: PHILIPS BUSINESS COMMUNICATIONS CENTRO DE TREINAMENTO - DMP RUA: Alfredo Egidio de Souza Aranha 100 Bloco D 9º ANDAR CEP 04726-170 - São Paulo - SP DDEESSCCRRIITTIIVVOO DDAA SSIINNAALLIIZZAAÇÇÃÃOO MFC (Edição : Maio 2006) DDEESSCCRRIITTIIVVOO DDAA SSIINNAALLIIZZAAÇÇÃÃOO MMFFCC. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO PBC - BR.
  2. 2. CENTRO DDEE TTRREEIINNAAMMEENNTTOO DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC SSIINNAALLIIZZAAÇÇÃÃOO MMUULLTTIIFFRREEQQUUEENNCCIIAALL CCOOMMPPEELLIIDDAA –– MMFFCC A sinalização de registrador padronizada pela TELEBRÁS (baseado no protocolo de sinalização internacional CCITT R2) para utilização em toda rede telefônica nacional / Internacional é a sinalização MFC – Multifrequencial compelida / protocolo 5C. Esta sinalização usa dois grupos de 15 sinais, chamados “PARA FRENTE” (no sentido da construção da chamada) e dois grupos de 15 sinais chamados “PARA TRÁS” (sentido inverso ao da construção da chamada). Estes sinais são construídos através da combinação de pares de freqüências. Os sinais são transferidos em forma de pares de freqüências: 2 tons definidos dentro de um grupo de 6 freqüências, são enviados para a central de destino. Desta forma são possíveis 15 diferentes sinais. Existem duas bandas ALTA e BAIXA, compostas por 6 freqüências cada; existe uma separação de 120Hz entre cada freqüência, e de 240 entre as bandas de freqüências Alta e Baixa. Os tons para composição dos sinais PARA FRENTE são localizados numa banda de freqüências chamada ALTA : 1380 Hz – 1980 Hz 1380 ← 120 → 1500 ← 120 →1620 ← 120 → 1740 ← 120 → 1860 ← 120 → 1980 Sinais para Frente ↑ 240 ↓ 1140 ← 120 → 1020← 120 → 900 ← 120 → 780 ← 120 → 660 ← 120 → 540 Sinais para Trás Os tons para composição dos sinais PARA TRÁS são localizados numa banda de freqüências chamada BAIXA : 1140 Hz – 540 Hz Um ciclo MFC Um ciclo MFC normalmente se inicia, na Central de Origem, quando um emissor MFC (de SPF), sob comando do Processador, envia um sinal Para Frente –SPF (o primeiro dígito de uma série numérica). Na central de destino este sinal é recebido por um Receptor MFC (de SPF), e é transferido para o processador desta central, para análise e memorização. Após análise, o processador da central de destino, enviará, através do seu Emissor MFC (de SPT), um sinal de controle Para Trás – SPT, com a finalidade de orientar o processador da central de origem, sobre qual o procedimento a ser tomado (por exemplo: enviar o próximo algarismo). DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC. 2 Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO PBC - BR.
  3. 3. CENTRO DDEE TTRREEIINNAAMMEENNTTOO DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC SSIINNAALLIIZZAAÇÇÃÃOO MMUULLTTIIFFRREEQQUUEENNCCIIAALL CCOOMMPPEELLIIDDAA DISCAGEM DIRETA A RAMAL DDD 011-3841 2211 CENTRAL RAMAL Código Freqüências (Hz) Nº Valor Numérico = Nº de Ordem + Peso 1380 1500 1620 1740 1860 1980 Para Frente 1140 1020 900 780 660 540 Para Trás 0 1 2 3 4 5 Nº de Ordem 0 1 2 4 7 11 Peso 1 0+1 X X 2 0+2 X X 3 1+2 X X 4 0+4 X X 5 1+4 X X 6 2+4 X X 7 0+7 X X 8 1+7 X X 9 2+7 X X 10 3+7 X X 11 0+11 X X 12 1+11 X X 13 2+11 X X 14 3+11 X X 15 4+11 X X FREQÜÊNCIA DE LINHA (Nº DE ORDEM) FREQÜÊNCIA DE BASE (PESO) MILHAR 2000 2299 SOPHO A B C D 2 2 1 1 SINAL P/ FRENTE SINAL P/ TRÁS CENTRAL PÚBLICA Sinais para Trás Sinal para Frente 3841 GRUPO A GRUPO B GRUPO I GRUPO II 011 TRÁNSITO Nº SIGNIFICADO Nº SIGNIFICADO Nº SIGNIFICADO Nº SIGNIFICADO A-1 Enviar algarismo seguinte B-1 Assinante livre com taxação I-1 Algarismo 1 II-1 Assinante comum A-2 Enviar primeiro algarismo B-2 Assinante Ocupado I-2 Algarismo 2 II-2 Assinante com prioridade A-3 Trocar para grupo B B-3 Assinante com número mudado, com defeito ou inexistente I-3 Algarismo 3 II-3 Equipamento de manutenção A-4 Congestionamento B-4 Congestionamento I-4 Algarismo 4 II-4 Telefone Publico A-5 Enviar categoria e identidade do chamador B-5 Assinante livre sem taxação I-5 Algarismo 5 II-5 Operadora A-6 Reserva Nacional B-6 Colocar retenção sob controle do assinante chamado I-6 Algarismo 6 II-6 Transmissão de dados nacional A-7 Enviar algarismo nº 3 B-7 Nível ou número vago I-7 Algarismo 7 II-7 Internacional A-8 Enviar algarismo nº 2 B-8 Assinante com defeito I-8 Algarismo 8 II-8 Internacional A-9 Enviar algarismo nº 1 B-9 Reserva Nacional I-9 Algarismo 9 II-9 Internacional A-10 Reserva Nacional B-10 Reserva Nacional I-10 Algarismo 0 II-10 Internacional Acesso a posições de operadora A-11 Internacional B-11 Internacional I-11 (Nacional e Internacional) II-11 Reserva Nacional A-12 Internacional B-12 Internacional I-12 Pedido Recusado (Internacional) II-12 Reserva Nacional A-13 Internacional B-13 Internacional I-13 Acesso a equipamento de teste (Nacional e Internacional) II-13 Reserva Nacional A-14 Internacional B-14 Internacional I-14 Inserir supressor de eco (reserva) II-14 Reserva Nacional A-15 Internacional B-15 Internacional I-15 Fim de número A (Nacional e Internacional) II-15 Reserva Nacional DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC. 3 Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO PBC - BR.
  4. 4. CENTRO DDEE TTRREEIINNAAMMEENNTTOO DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC DDeessccrriittiivvoo ddaa SSiinnaalliizzaaççããoo MMFFCC. 4 Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO PBC - BR.

×