Convergencia educacional tecnologica e social jose roig

12.263 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10.275
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Convergencia educacional tecnologica e social jose roig

  1. 1. Convergência educacional, tecnológica e social Rio Grande – RS, setembro/2013. por José Antonio Klaes Roig educa-tube.blogspot.com / e-mail: joseroig7@hotmail.com
  2. 2. “A leitura de mundo antecede à leitura da palavra”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagem: http://www.radiocesumar.com.br/megafone/cultura.php?subaction=showfull&id=1192046781&archive=&start_from=&ucat=4&
  3. 3. “Educar é ter a consciência de seu inacabamento”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagem: http://blogdebrinquedo.com.br/wp-content/uploads/2007/09/3d-puzzle-globe1.jpg É um ato universal...
  4. 4. Algumas considerações iniciais: - As escolas mantém formato do século XIX; - os professores foram formados no séc. XX e - os alunos nascidos no século XXI.
  5. 5. Algumas considerações iniciais: "Educar é repetir-se e repartir-se, sem nunca esquecer de no dia seguinte reinventar-se", José Antonio Klaes Roig.
  6. 6. Darwin e a (r)Evolução: "Não é a espécie mais forte que sobrevive, tampouco a mais inteligente. É a mais adaptável às mudanças." Imagem: http://www.vitacult.com.br/Files/MediaCenter/evolucao.jpg
  7. 7. Paradoxo escolar e social – 1963 / 2013 (O tablet como a nova babá virtual e o papel social dos educadores, sejam pais ou professores)
  8. 8. E se Hans Donner fosse um Educador? O famoso designer e sua equipe são exemplos que os educadores deveriam seguir. Ele cria, media ideias, e seus jovens pupilos é que executam as suas criações, de vinhetas a aberturas de telenovelas e programas em geral. Hoje, o aluno manipula melhor que qualquer adulto o computador, o fone celular, a câmera digital e outros recursos eletro-eletrônicos, mas de forma mecânica, muitas vezes. E sabe trabalhar colaborativamente on ou off line. Cabe ao educador mediar o conhecimento, dando significado ao uso das TICs no laboratório escolar e fora dele. E dar vez e voz ao aluno, para a produção e não apenas a reprodução de material educacional. http://www.timension.com.br/2008/midia/online/tnow/img/hans-donner-timedimension.jpg http://letravivadoroig.blogspot.com/2009/03/e-se-hans-donner-fosse-um-educador.html
  9. 9. REDES SOCIAIS ESTIMULAM: - Trabalho colaborativo; Convergência tecnológica e humana; - Multifuncionalidade de professores e Multifocalidade de alunos. - Construção do conhecimento e a experiência construtivista. Imagem: http://conteudo.imasters.uol.com.br/8876/FiguraRedeSocial.jpg
  10. 10. Tablet, UCA e a aprendizagem converGENTE para a unidade, diversidade e a adversidade (a rede lógica e a lógica da rede de ensino)
  11. 11. O professor datashow e o show datado e o reality show da educação... E a realidade local.
  12. 12. Quatro ambientes de aprendizagem, inclusão, convivência e convergência educacional, tecnológica e social
  13. 13. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. Como escreveu Carl Rogers: “A aprendizagem é muito mais significativa à medida que o novo conteúdo é incorporado às estruturas de conhecimento de um aluno e adquire significado para ele a partir da relação com seu conhecimento prévio”. D’outra forma, torna-se um processo repetitivo e mecânico. Imagens: http://janainaejose.pbworks.com Especialização TICs na Promoção da Aprendizagem
  14. 14. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. São destacadas por D. P. Ausubel para que ocorra a AS: “a disposição do aluno em aprender e o conteúdo escolar significativo”. Nos dois pólos em questão, cabe ao professor estimular o interesse do alunado a partir da elaboração de um conteúdo que seja atrativo, aliando a informática e os multimeios como ferramentas deste processo. Imagem: Projeto de informática na Educação Especial (2005-2007), turma de alunos surdos da EEEF Barão de Cêrro Largo, parceria com o NTE Rio Grande/18ª CRE, destacada pelas revistas A Rede e Carta na Escola, e jornais da região.
  15. 15. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. O modelo de FC propõe, entre outras coisas, que “(...) para que os estudantes desenvolvam esta flexibilidade cognitiva é preciso que os ambientes de aprendizagem repliquem esta complexidade e permitam a abordagem multidimensional a estudos de casos realistas”. Os jogos educacionais replicam em parte essa complexidade. Mas é preciso replicar muito mais que o ambiente de jogo, mas contextualizar a realidade local e a universal. imagem: http://noreset.wordpress.com/2009/05/01/uma-pequena-historia-dos-videogames/
  16. 16. Blogs educacionais – ambientes de aprendizagem a distância (leitura e co-autoria) https://www.blogger.com
  17. 17. http://dobaraoparaomundo.blogspot.com
  18. 18. http://chimarraonobarao.blogspot.com
  19. 19. Educa Tube, de José Antonio Roig (RS) http://educa-tube.blogspot.com Criado para divulgar vídeos educacionais e recursos tecnológicos aos educadores.
  20. 20. NTE Itaperuna – RJ, editor Robson Freire http://nteitaperuna.blogspot.com Vencedor do Best Blogs Brasil 2008, como melhor blog corporativo do país.
  21. 21. Blogosfera Marli, de Marli Fiorentin, Nova Bassano – RS http://blogosferamarli.blogspot.com Premiada nacional e internacionalmente com o projeto Voo BPF (Brasil, Portugal e França)
  22. 22. Caminhos, de Bernardete Motter – Caxias do Sul http://caminhosparachegar.blogspot.com Vencedora do Prêmio Professores do Brasil 2008 / MEC, no Ensino Médio
  23. 23. Sobre Educação, de Elis Zampieri, Curitibanos-SC http://sobreeducacao.blogspot.com Blog educacional que trata de temas ligados à Educação Especial e à acessibilidade
  24. 24. Educação Sem Fronteiras, de Flávia Sampaio – Barra Mansa – RJ http://flaviasampaiosilva.blogspot.com Reflexão crítica sobre a educação e o educador.
  25. 25. Prof. Michel Goulart – Criciúma – SC http://www.historiadigital.org educador que utiliza-se de games, músicas etc para seu fazer educacional.
  26. 26. Professora Andréa Barreto, Rio de Janeiro, RJ Blog Dicas de Ciências - http://http://dicasdeciencias.com/
  27. 27. Professor Rafael Procópio, Rio de Janeiro, RJ. Canal de vídeo no You Tube – Matemática Rio http://www.youtube.com/user/matematicario
  28. 28. Educopédia – ambiente de aprendizagem em rede dos profs. Municipais do RJ.
  29. 29. Google Earth – imagens de satélite / Rio Grande - RS Pode ser utilizado para abordagem de aspectos históricos, geográficos, ambientais etc
  30. 30. (...) Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos muito pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência, e tudo será perdido. CHARLES CHAPLIN in: fragmento de O Último Discurso, no filme O Grande Ditador (EUA, 1940).
  31. 31. Vídeos utilizados: Loira digitadora http://youtu.be/H-UcrUY-9WU 5 x 5 = Natal http://youtu.be/SizdN_euvV8 A menina gigante http://youtu.be/qBXr15K2uSc José Antonio Klaes Roig E-mail: joseroig7@hotmail.com Blog EDUCA TUBE: educa-tube.blogspot.com

×