Idade média

2.095 visualizações

Publicada em

Um breve resumo/compilação sobre a música e outras formas de expressão artística na idade média

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
101
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Idade média

  1. 1. CULTURA E ARTE NA IDADE MÉDIA
  2. 2. Canto Gregoriano Instrumentos medievais
  3. 3. O Clero era o grupo social mais culto. Os monges dedicavam- se à cópia manuscrita de livros gregos, romanos, de autores cristãos e muçulmanos. Contribuíram para salvar a cultura clássica. Cultura Monástica
  4. 4. Dedicavam-se ao ensino religioso, filosófico e musical nas escolas das catedrais e nos mosteiros.
  5. 5. A iluminura
  6. 6. Literatura Poesia Trovadoresca Cantiga de Amor, em que o tema era o amor do trovador pela sua dama Cantiga de Amigo, que tratavam da “ausência” do amigo Cantigas de Escárnio e de Mal Dizer, onde o autor satirizava e caricaturava a sociedade Prosa Romances de Cavalaria Vidas de santos CrónicasOTrovador medieval Cultura Cortesã
  7. 7. Os jograis (cantores, bailarinos e poetas) e menestréis divulgavam a cultura popular nas feiras e nas romarias. Era uma cultura transmitida de forma oral/aural constituída por: Lendas Cantares de trabalho Contos Cultura Popular
  8. 8. Exemplos de escrita musical
  9. 9. Flautas-doces Sacabuxas Krummhorns Alguns instrumentos de sopro
  10. 10. Rabeca Saltério de arco Saltério Alaúde Instrumentos de cordas
  11. 11. Saltério
  12. 12. Estilo artístico surgido nos finais do século X e inícios do século XI, e que se prolonga até ao século XIII, em algumas zonas da Europa Ocidental. O seu nome foi-lhe atribuído pelos historiadores de arte devido às influências romanas. De caráter essencialmente religioso, civil e militar. Os castelos fortificados com grandes muralhas refletem um clima de insegurança e de instabilidade política, e as igrejas serviam de casas de Deus e de local de abrigo e de refúgio. As populações, extremamente religiosas, investem na edificação de pequenas igrejas rurais ou de grandes catedrais. Arte Românica - introdução
  13. 13. A Igreja românica Planta de cruz latina, com deambulatório e transepto Arco de volta perfeita ou redondo Abóbada de berço e de arestas Paredes baixas e grossas Contrafortes exteriores Pequenas aberturas: frestas ou seteiras Monumentos escuros, austeros e pesados
  14. 14. Igreja de Santa Maria de Jazente, Amarante (Portugal) Arco de volta perfeita Arquivolta Tímpano
  15. 15. Igreja de Santa Maria de Airães, Felgueiras (Portugal) Seteiras Arco de volta perfeita Arquivolta Coluna
  16. 16. Castelo de Almourol, Tancos
  17. 17. Afrescos Românicos de São Vicente de Tahull, Barcelona, séc. XII Arte Românica – pintura
  18. 18. Estilo artístico que ocorre na Europa entre os séculos XIII e que se prolonga até ao século XV. O termo gótico foi criado por Vasari com fortes conotações pej, designando um estilo somente digno de bárbaros e vândalos. Está ligado ao desenvolvimento econômico das cidades, ao crescimento da burguesia e à progressiva centralização do poder político do monarca. Arte Gotica – Introdução
  19. 19. Planta de cruz latina, com deambulatório e transepto Arco de ogiva ou de volta quebrada Abóbada de cruzeiro Paredes altas, finas e com vitrais Contrafortes separados das paredes com arcobotantes Grandes aberturas e luminosidade: rosáceas, vitrais Monumentos com luz, cor, que manifestam a sensação de grandiosidade e de verticalidade (aproximação a Deus) Igreja Gótica – as características
  20. 20. Catedral de Notre Dame - Paris - 1163 - 1180
  21. 21. Arte Gótica – escultura
  22. 22. Arte Gótica – pintura
  23. 23. Catedral de Chartres Arte Gótica – vitrais

×