Social Listening para Jornalismo e Ciências Sociais

288 visualizações

Publicada em

Apresentação feita no Workshop do Coda.BR sobre Social Listening: uma forma de mineração de menções públicas das mídias sociais (e as suas especificidades).

Publicada em: Dados e análise
  • Seja o primeiro a comentar

Social Listening para Jornalismo e Ciências Sociais

  1. 1. SOCIAL LISTENINGpara Jornalismo e Ciências Sociais deborazanini
  2. 2. Consiste Coleta Armazenamento Classificação Categorização Adição de Informações Análise deborazanini
  3. 3. Informações relevantes 1. Origem da Informação Redes sociais tem uma infinidade de conversas sobre vários temas. Dados não estruturados 2. Coleta de dados: Filtra-se pelos temas de interesse através de técnicas de coleta de dados. COMO FUNCIONA? deborazanini
  4. 4. ELEMENTOS BÁSICOS MÍDIAS SOCIAIS PERFIS / PÁGINAS CONEXÕES CONTEÚDO Características mensuráveis de cada elemento: dados qualitativos e quantitativos deborazanini
  5. 5. Opinião Pública Acompanhamento de temas Comportamento de grupos Relação entre grupos Assuntos nacionais / internacionais Acompanhamento de pessoas Acompanhamento e mensuração de protestos Acompanhamento de campanhas deborazanini
  6. 6. deborazanini
  7. 7. deborazanini
  8. 8. deborazanini
  9. 9. deborazanini
  10. 10. deborazanini
  11. 11. deborazanini
  12. 12. deborazanini
  13. 13. deborazanini
  14. 14. deborazanini
  15. 15. deborazanini
  16. 16. deborazanini
  17. 17. Ressignificação constante deborazanini
  18. 18. deborazanini
  19. 19. KEYWORDS USUÁRIOS METADADOS IMAGENS Identificação visual de marcas e elementos gráficos Coletar menções a partir de metadados, como localização. Monitorar tudo o que certos usuários falam em plataformas como Twitter e Blogs. Monitorar nomes e variantes de temas Coletar postagens e/ou comentários em canais específicos. CANAIS AMBIENTES deborazanini
  20. 20. MONITORAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS deborazanini
  21. 21. netlytic.org deborazanini
  22. 22. API (Application Programming Interface) API é um conjunto de rotinas e padrões de programação para acesso a um aplicativo de software ou plataforma baseado na Web. deborazanini
  23. 23. Consiste Coleta Armazenamento Classificação Categorização Adição de Informações Análise deborazanini
  24. 24. ANÁLISE DE CONTEÚDO - análise temática ou categorial - análise de avaliação ou representacional - análise de enunciação - análise de expressão - análise das relações ou associações - análise do discurso - análise léxica ou sintática - análise multimodal deborazanini
  25. 25. ANÁLISE DE CONTEÚDO - análise temática ou categorial - análise de avaliação ou representacional - análise de enunciação - análise de expressão - análise das relações ou associações - análise do discurso - análise léxica ou sintática - análise multimodal deborazanini
  26. 26. Processo de classificação dos dados envolve adicionar mais camadas de informação ao organizar dados. Cria categorias e tags para o conteúdo deborazanini
  27. 27. deborazanini
  28. 28. deborazanini
  29. 29. ANÁLISE DE CONTEÚDO - análise temática ou categorial - análise de avaliação ou representacional - análise de enunciação - análise de expressão - análise das relações ou associações - análise do discurso - análise léxica ou sintática - análise multimodal deborazanini
  30. 30. feminismo2008 2014 COMPORTAMENTO DE BUSCA YOUTUBE Linha por tempo deborazanini
  31. 31. deborazanini
  32. 32. MATRIZES DISCURSIVAS MÉTODO QUE ESTUDA OS MODOS DE ABORDAGEM DA REALIDADE, QUE IMPLICAM EM DIVERSAS ATRIBUIÇÕES DE SIGNIFICADOS. deborazanini
  33. 33. MATRIZES DISCURSIVAS SEMIÓTICA SEMIÓTICA é o estudo dos símbolos, isto é, sistemas humanos de significação Estuda como o indivíduo dá significado a tudo que o cerca deborazanini
  34. 34. Anel OBJETO SIGNIFICAÇÃO Senhor dos AnéisCasamento Teologia da libertação deborazanini
  35. 35. “Meu marido” “Meu parceiro” “Meu companheiro” OBJETO SIGNIFICAÇÃO Fala deborazanini
  36. 36. MATRIZES DISCURSIVAS MÉTODO QUE ESTUDA OS MODOS DE ABORDAGEM DA REALIDADE, QUE IMPLICAM EM DIVERSAS ATRIBUIÇÕES DE SIGNIFICADOS. deborazanini
  37. 37. MATRIZES DISCURSIVAS SEMIÓTICA MATRIZES DISCURSIVAS Estuda a forma e as representações culturais de como os sujeitos elaboram as suas representações REPERTÓRIO DE FALA deborazanini
  38. 38. “Meu marido” “Meu parceiro” “Meu companheiro” OBJETO SIGNIFICAÇÃO Fala QUAIS QUESTÕES CULTURAIS ESTÃO ENVOLVIDAS NA UTILIZAÇÃO DESTAS EXPRESSÕES deborazanini
  39. 39. MATRIZES DISCURSIVAS Lugar onde alguma coisa se gera ou se cria Fala / discurso deborazanini
  40. 40. MATRIZES DISCURSIVAS deborazanini
  41. 41. MATRIZES DISCURSIVAS Premissas do método Os sujeitos elaboram as suas representações sobre duas esferas: 1 – acontecimentos 2 – sobre si mesmos deborazanini
  42. 42. 22 de maio de 2014 COTIDIANO deborazanini
  43. 43. METODOLOGIA ✓ Coleta dos vídeos do canal JoutJoutPrazer no Youtube ✓ Análise dos conteúdos dos vídeos 1. Como é nomeado o vivido? 2. Quais valores são invocados? 3. Como são nomeados os atores? 4. Que objetivos são visados? 5. Quais conclamações são feitas? deborazanini
  44. 44. Transporte público não é o lugar de fazer isso. Pessoas desconhecidas talvez não sejam as pessoas certas de se fazer isso. GUARDA ESSE PIRU 22 de maio de 2014 Descrição: para a melhora do convívio social. deborazanini
  45. 45. Como é nomeado o vivido? assédio Quais valores são invocados? respeito ao outro Como são nomeados os atores? Quem tem piru - homens Que objetivos são visados? debate sobre respeito Quais conclamações são feitas? não assediar pessoas deborazanini
  46. 46. Conversando com uma mulher maravilhosa sobre relacionamentos abusivos. A gente quase abraçou virtualmente. Relacionamentos abusivos em todos as combinações de gênerosNÃO TIRA O BATOM VERMELHO 26 de fev de 2015 Descrição: você, que tá num relacionamento abusivo... saia já! deborazanini
  47. 47. Como é nomeado o vivido? Relacionamentos abusivos Quais valores são invocados? Respeito a você, respeito ao próximo, diversidade Como são nomeados os atores? Cônjuge abusivo, pessoas em um relacionamento abusivo, Rede de amigos de pessoas em relacionamentos abusivos Que objetivos são visados? Libertação, respeito à mulher Quais conclamações são feitas? Libertação de relacionamentos abusivos deborazanini
  48. 48. deborazanini
  49. 49. autonomia feminina diferença de gêneros aceitação do próprio corpo relacionamentos machismo feminino machismo masculino amadurecimento resignificação de valores MATRIZ DISCURSIVA DO CANAL JOUT JOUT Média geral deborazanini
  50. 50. MATRIZ DISCURSIVA IDENTIDADE DE GÊNERO Média geral mulher cis mulher trans homem cis homem trans deborazanini
  51. 51. MATRIZ DISCURSIVA IDENTIDADE DE GÊNERO Média geral deborazanini
  52. 52. autonomia feminina diferença de gêneros aceitação do próprio corpo relacionamentos machismo feminino machismo masculino amadurecimento resignificação de valores MATRIZ DISCURSIVA DO CANAL JOUT JOUT Linha por tempo 2014 2016 deborazanini
  53. 53. COMPORTAMENTO DE BUSCA GOOGLE Linha por tempo feminismo machismo 2008 2014 deborazanini
  54. 54. COMPORTAMENTO DE BUSCA YOUTUBE Linha por tempo feminismo machismo2008 2014 deborazanini
  55. 55. ANÁLISE DE CONTEÚDO - análise temática ou categorial - análise de avaliação ou representacional - análise de enunciação - análise de expressão - análise das relações ou associações - análise do discurso - análise léxica ou sintática - análise multimodal deborazanini
  56. 56. Abordagem na semiótica social: integra som e imagem como um conjunto de sistemas inter- relacionados. Exemplo: Nvivo deborazanini
  57. 57. ANÁLISE DE DADOS As técnicas de análises de dados possuem alguns passos importantes que geralmente seguimos: 1 – Estabelecimento de categorias de análise 2 – Codificação dos dados 3 – Tabulação (manual ou eletrônica) 4 – Avaliação das generalizações obtidas 5 – Inferência de relações causais 6 – Interpretação dos dados obtidos deborazanini
  58. 58. obrigada @zaninidebora deborazanini

×