CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE
LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
ESCOLA DE NEGÓCIOS, COMUNIÇÃO E DIREITO
CURSO DE RELAÇÕE...
Roteiro
A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas-U.R.S.S e a
Guerra Fria ...............................................
A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas-
U.R.S.S e a Guerra Fria
As características da União das Repúblicas Socialis...
A Guerra Fria e o seu contexto
É salutar que compreenda-se , o cenário no qual discorria a Guerra Fria e sua eventualidade...
Stalin teve, em relação aos Estados Unidos, a mesma atitude sarcástica que , em 1940, adotara com Hitler.
Em 1945, a União...
Stalin x Hitler : Os bastidores por trás do muro de
Berlin
A Guerra Fria traz em si características que podem ser explicad...
Atualmente a Rússia acaba por remontar partes do cenário da Guerra Fria, é possível
fazer essa leitura através dos veículo...
Rússia X Ucrânia na atualidade : a Guerra Fria do séc. 21
A Criméia é um território localizado nas proximidades do Mar Neg...
Crítica
A construção do muro de Berlin representou um marco histórico
mundial , principalmente para o povo alemão, a divis...
Referências
ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado.
Lisboa: Presença, 1974.
CASTORIADIS, Cornélius....
Спасибо! / Spasibo! Danke !
Obrigado !
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Stalin x hitler os bastidores por trás do muro de berlim

81 visualizações

Publicada em

A presente apresentação tem como objetivo principal, mostrar as possíveis divergências político-ideológica de dois líderes conhecidos mundialmente Joseph Stalin e Adolph Hitler, seus diferentes posicionamentos em plena Guerra Fria.
Além disso, mostrar um comparativo entre Rússia e Estados Unidos tendo como base os episódios conflitantes da Guerra Fria na atualidade.

Obs: a finalidade da apresentação é demostrar os episódios históricos através de hipóteses com sustentação da natureza científica relacionando a visão geopolítica desde a Guerra Fria até o presente século .

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
81
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Stalin x hitler os bastidores por trás do muro de berlim

  1. 1. CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES ESCOLA DE NEGÓCIOS, COMUNIÇÃO E DIREITO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Stalin x Hitler : Os bastidores por trás do muro de Berlin Lucivaldo Araújo Yury Fontão Vieira Política Internacional
  2. 2. Roteiro A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas-U.R.S.S e a Guerra Fria ..........................................................3 Slides Stalin x Hitler : Os bastidores por trás do muro de Berlin......................................................................1 Slide Crítica.....................................................................1 Slide Referências............................................................1 Slide Rússia X Ucrânia na atualidade : a Guerra Fria do séc. 21.....2 Slides
  3. 3. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas- U.R.S.S e a Guerra Fria As características da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas- U.R.S.S De Lênin a Stalin Em Lênin e a partir dele , dá-se então explicações mais detalhadas a respeito da formação do povo russo em meio as transformações que porventura viriam ao ser implementado o socialismo na complexidade do mesmo e suas formas. Lênin segue as indicações de um livro do economista russo Postnikov (A exploração camponesa no sul da Rússia) para demonstrar como o quadro do campo e da sociedade russa traçado pelos populistas é inteiramente abstrato, negado pela realidade. A comunidade rural russa (obstchina) não é mais unitário, homogêneo, como pensam os populistas; nela já se produzem agora, ao contrário, claras diferenciações de classe. Não são mais as famílias mais numerosas, porém as mais ricas aquelas que possuem mais lotes de terra em propriedade privada (nadiel) no interior da propriedade do senhor feudal; são elas que adquirem mais terra ou que arrendam lotes maiores. Toda parte dos camponeses sofre um processo de pauperização, enquanto do lado oposto, no interior da obstchina , a propriedade e a riqueza se acumulam em poucas mãos. Os camponeses, que sofrem um processo de pauperização, trabalham como assalariados junto aos camponeses mais ricos. (GRUPPI,1979,p.1).
  4. 4. A Guerra Fria e o seu contexto É salutar que compreenda-se , o cenário no qual discorria a Guerra Fria e sua eventualidade eram marcadas por tensões de cunho político-ideológico, logo tinha-se noção das pretensões das potências que admitiram apresentar diferentes estruturas ao mundo, no sentido contrário que cada uma por sua vez tinha, os Estados Unidos da América , na busca de implementar o capitalismo como forma definitiva de modelo econômico, e a democracia como uma forma política que proporcionaria ao seu país e ao mundo os valores que constituíram a Revolução Francesa (1789-1799) : Liberdade, Igualdade, Fraternidade (Liberté , Egalité , Fraternité ). Já na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas-U.R.S.S não funcionava assim, desde Lênin até Stalin , o socialismo e o comunismo eram pregados como uma forma político-econômico justa aos seus cidadãos que visava o social , a priori faz-se notório sustentações do modelo pois o mesmo conseguiu agregar em sua estrutura países da Europa , e da Ásia ao fornece-los como forma de um modelo socialmente justo, não só para si , mas para seus concidadãos também. Esses foram os valores do socialismo deixados por Karl Marx e Friedrich Engels , em seus respectivos escritos , em suas teorias e seus estudos, e que obteve seguidores , ou até mesmo discípulos , como: Lênin, Trotsky e Stalin na U.R.S.S e suas formas de governar através desses meios.
  5. 5. Stalin teve, em relação aos Estados Unidos, a mesma atitude sarcástica que , em 1940, adotara com Hitler. Em 1945, a União Soviética, debilitada em virtude de dezenas de milhões de baixas e da devastação de um terço do seu território, enfrentou um país ileso e com monopólio atômico; em 1940, confrontara uma Alemanha que dominava o resto do continente. Em ambos os casos, sem fazer concessões, Stalin consolidou a posição soviética e tentou blefar com seus adversários potenciais, fazendo-os crer que marcharia ainda mais para o oeste, em vez de recuar. E em cada caso, calculou mal a reação dos oponentes. Em 1940, a visita de Molotov a Berlim fortaleceu a decisão de Hitler de invadir a União Soviética; em 1945, o mesmo ministro do exterior conseguiu transformar a boa vontade americana na confrontação da Guerra Fria. ( KISSINGER, 2012, pág.386). A Guerra Fria e o seu contexto A Guerra Fria possuía características peculiares no que refere-se a ideologia , o que deu o norte a bipolaridade mundial “se ideologia determinasse política externa, Hitler e Stalin jamais se dariam a mão […]” (Kissinger, 2012: 293). Compreende-se que a partir da dualidade de ideologias de Hitler e Stalin, foram os percussores da divisão que a Guerra Fria trouxe, principalmente com a construção do muro de Berlim , iniciada por volta de 1961, aonde fora manifestada a separação da Alemanha, transformando-a em duas Alemanhas, a Alemanha Oriental com o domínio ideológico socialista, e a Alemanha Ocidental com o domínio ideológico capitalista, separadas pelo muro, e trazendo transformações significativas nas correlações de forças no mundo, a tamanha dualidade dos sistemas.
  6. 6. Stalin x Hitler : Os bastidores por trás do muro de Berlin A Guerra Fria traz em si características que podem ser explicadas a partir de uma ótica bastante peculiar, a bipolaridade que o fenômeno trouxe era sustentado por dois grandes ideais : 1)- O objetivo da União Soviética na tentativa de expansão do comunismo no mundo. 2)- As intervenções que advinham do lado dos Estados Unidos, no objetivo da não contaminação das nações que não eram pertencentes geograficamente e principalmente ideologicamente ao poder soviético. Esses pontos levantados, uma vez discutidos e apresentados, trazem consigo a divisão ideológica que o mundo vivenciou nesse episódio da história, nas suas causas e nas suas consequências. A interpretação da Guerra Fria, era sintetizada como uma forma de pensamento muito complexa, pois do lado ocidental, o pensamento era de que o poder dos soviéticos e sua política comunista, derrubaria o capitalismo, e por conseguinte destruiria a democracia, a liberdade das nações aderentes a esse sistema, conquistada a duras penas.
  7. 7. Atualmente a Rússia acaba por remontar partes do cenário da Guerra Fria, é possível fazer essa leitura através dos veículos de comunicação, artigos de revista e ademais, essa nova configuração de uma possível Guerra Fria se deu em um novo contexto, a Rússia entrou em embate direto com a Ucrânia, na disputa de anexação do território da Criméia, território esse que abriga os cidadãos ucranianos, e principalmente os russos no qual constituem a maior parte da população. Nessa disputa territorial entre Rússia x Ucrânia pelo domínio , ou até mesmo autonomia sobre a Criméia, está elencado nesse momento o fervor ideológico sobre a mente dos cidadãos que lá vivem, por se declararem cidadãos russos, seja através de manifestações , clamores e atos congêneres que por sua vez suplicam a favor da mãe Rússia. Rússia X Ucrânia na atualidade : a Guerra Fria do séc. 21
  8. 8. Rússia X Ucrânia na atualidade : a Guerra Fria do séc. 21 A Criméia é um território localizado nas proximidades do Mar Negro, fora pertencente ao império russo desde o séc. XVIII, possui uma vasta extensão de gasodutos e outras fontes energéticas, importante para aquela região no que sustém a economia da mesma , além da posição estratégica de suas bases militares, e muito além disso desperta interesses não só das partes litigantes , como também do lado ocidental, principalmente dos Estados Unidos da América, no qual ao presenciar movimentos russos em território ucraniano interviu por intermédio da União Europeia para que se aplicasse sanções a Rússia, eis o motivo pelo qual podemos rever o cenário da Guerra Fria com uma nova roupagem na atualidade, o embate ideológico de um país pertencente a Rússia, e revoltoso por sinal, ao não querer aderir com quem lhe sustentou durante anos, e do outro do mundo o defensor das democracias mundiais, os Estados Unidos da América.
  9. 9. Crítica A construção do muro de Berlin representou um marco histórico mundial , principalmente para o povo alemão, a divisão geográfica interna do país foi a situação mais delicada que esse povo enfrentara, e que o mundo comtemplava, alguns de forma satisfatória , e outros nem tanto assim. Os sistemas que tornaram-se elementos constitutivos da Alemanha , nesse período de divisão histórica , tornaram o modus vivendi, da Alemanha ocidental e oriental bastante delicadas, pois a sobre posição das ideologias que era ministrada sobre os respectivos povos afetava direta e indiretamente no seu padrão de vida , ou na sua forma de escolha para uma vida em sociedade conjunta.
  10. 10. Referências ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado. Lisboa: Presença, 1974. CASTORIADIS, Cornélius. A instituição imaginária da sociedade. 3ed. São Paulo: Terra, 1982. DRUCKER, Peter. Sociedade pós-capitalista. Pioneira. São Paulo, 1993. FERNANDES, Florestan. Marx, Engels, Lenin: história em processo-1.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2012. HALL, Stuart. The problem of ideology: marxism without guarantees. Rio de Janeiro: DP&A,2001. KISSINGER, H. (2012). Diplomacia. Rio de Janeiro: Saraiva, 2012. NOGUEIRA, João Pontes; MESSARI, Nizar. Teoria das Relações Internacionais. Rio de Janeiro: Elsevier,2005. WOODWARD, K. Identidade e diferença: introdução teórica e conceitual. In: SILVA.
  11. 11. Спасибо! / Spasibo! Danke ! Obrigado !

×