O socialismo de Lênin
AUTOR
Nome: Yury Fontão Vieira
Data de Nascimento: 03 de Agosto de 1992
Naturalidade: Manaus-Amazonas
Formação: Bacharelan...
O que é o Socialismo ?
No final da primeira metade do século XIX, diversos movimentos contra as monarquias nacionais conta...
No dia 22 de abril do ano de 1870, nasceu em Simbirsk, na
Rússia, Vladimir Ilich Ulyanov(ou Nikolai Lenin) [..], O pai era...
O que é o Leninismo ?
Alguns dizem que leninismo é a aplicação do marxismo às condições peculiares da situação
russa. Nest...
Outros dizem que o leninismo é a ressurreição dos elementos revolucionários do marxismo da
década de 40 do século passado,...
O que foi a III Internacional Socialista ?
Em janeiro de 1919, realizou-se em Moscou, a 1ª reunião preparatória da
Interna...
Em fevereiro daquele mesmo ano, os socialistas e sociais-democratas
resolveram convocar um Congresso em Berna com o objeti...
As Teses de Abril
TESES
I-Em nossa atitude perante a guerra - que por parte da Rússia segue sendo, sob o governo de Lvov e cia, uma
guerra i...
II-A particularidade do momento atual da Rússia é que o país está passando do primeiro estágio da
revolução - que deu o po...
TESES
III-Nenhum apoio ao Governo Provisório. Explicar a completa falsidade de suas promessas, sobretudo sobre
a da renúnc...
V-Não uma república parlamentar, retornar à uma república parlamentar a partir dos Sovietes seria dar um
passo atrás. E si...
IX-Tarefas do Partido:
Realização imediata de um Congresso do Partido;
Modificação do Programa do Partido, principalmente:...
Comentário do autor
Lênin foge para a Finlândia (onde fica exílado),sendo acusado pelo governo provisório de Lvov, como ag...
Paz , Terra e Pão
Paz = significava a retirada da guerra.
Terra = significava propriedade aos camponeses.
Pão = significav...
O discurso de Lênin
Os inimigos do povo trabalhador, os latifundiários e capitalistas, dizem que os operários e camponeses não podem
viver sem...
O governo de Lênin na Revolução Russa
Os primeiros passos
Ao assumir o poder, Lênin realizou as reformas prometidas: retirada da Rússia da
guerra, reforma agrár...
Lênin o eterno
Depois desse árduo processo de implantação de um sistema político que visava beneficiar as classes menos
favorecidas, como...
Ocorre daí uma incessante disputa pelo poder entre seus braços fortes que o apoiaram na Revolução Russa de
1917, Trótski e...
Stálin conseguiu obter sucesso em sua empreitada rumo ao poder da U.R.S.S, tendo um governo que durou
de 1925 a 1953.
Lêni...
Referências
http://www.brasilescola.com/historiag/socialismo.htm
http://mundodosocialismo.blogspot.com.br/2013/03/terceira...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O socialismo de Lênin - Por Yury Fontão Vieira

216 visualizações

Publicada em

Essa apresentação é um breve histórico a respeito do Socialismo incorporado por Lênin na Rússia a partir de 1917 , traz a trajetória da prática socialista com embasamento em autores que fizeram vários estudos a respeito do tema.

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O socialismo de Lênin - Por Yury Fontão Vieira

  1. 1. O socialismo de Lênin
  2. 2. AUTOR Nome: Yury Fontão Vieira Data de Nascimento: 03 de Agosto de 1992 Naturalidade: Manaus-Amazonas Formação: Bacharelando do curso de Relações Internacionais Instituição de Ensino: Centro Universitário do Norte - UNINORTE OBRA O socialismo de Lênin Data de criação da obra: 25 de Maio de 2013
  3. 3. O que é o Socialismo ? No final da primeira metade do século XIX, diversos movimentos contra as monarquias nacionais contaram com a participação do operariado de diferentes países. Por meio da derrubada desses regimes absolutistas, a figura do trabalhador representava as contradições e os anseios de um grupo social subordinado ao interesse daqueles que concentravam extenso poder econômico em mãos. Foi nesse período em que novas doutrinas socialistas ofereceram uma nova perspectiva sobre a sociedade capitalista e a condição do trabalhador contemporâneo. Lançando a obra “Manifesto Comunista”, Karl Marx e Friedrich Engels inauguraram um conceito fundado na ideia de que, ao longo da História, as sociedades foram marcadas pelo conflito de classes. Dessa maneira, a sociedade industrial dividia-se em dois grupos principais: de um lado a burguesia, detentora dos meios de produção (máquinas, fábricas e terras); e do outro o proletariado, que vendia sua força de trabalho ao burguês em troca de um salário que o sustentasse. Na perspectiva desses pensadores, a oposição de interesses dessas classes representava um tipo de antagonismo que, ao longo da trajetória das civilizações, configurou-se de diferentes formas. Essa luta de classes era originada pelas condições em que as riquezas eram distribuídas entre os homens. Essas formas de distribuição formavam a teoria do materialismo histórico que, em suma, defendia que as maneiras de pensar e agir eram determinadas pelas condições materiais de uma sociedade.
  4. 4. No dia 22 de abril do ano de 1870, nasceu em Simbirsk, na Rússia, Vladimir Ilich Ulyanov(ou Nikolai Lenin) [..], O pai era inspetor escolar e a mãe pertencia à pequena burguesia rural. Ele e seus 5 irmãos se devotaram à luta revolucionária contra a autocracia. O irmão mais velho participou de um atentado contra o czar Alexandre III e foi executado a 8 de maio de 1887. Lenin concluiu os seus primeiros estudos em Simbirsk com grande êxito, recebendo na formatura uma medalha de ouro (Liceu de Simbirsk, em 10 de junho de 1887). Começou os estudos universitários na Universidade de Kazan. Associando- se às atividades políticas revolucionárias dos estudantes de Kazan, nesse mesmo ano (1887) Lenin é expulso da universidade. Até 1890, participou de vários círculos revolucionários, dedicando-se intensamente ao estudo à divulgação da obra de Karl Marx. Vladimir Ilich Ulyanov - Lênin
  5. 5. O que é o Leninismo ? Alguns dizem que leninismo é a aplicação do marxismo às condições peculiares da situação russa. Nesta definição há uma parte de verdade, mas está longe de conter toda a verdade. Lênin aplicou, efetivamente, o marxismo à situação russa e o aplicou de modo magistral. Mas se o leninismo não passasse da aplicação do marxismo à situação da Rússia, seria um fenômeno pura e exclusivamente nacional, pura e exclusivamente russo. No entanto sabemos que o leninismo é um fenômeno internacional, que tem as suas raízes em toda a evolução internacional, e não apenas um fenômeno russo. Por isso, creio que esta definição peca pelo seu caráter unilateral.
  6. 6. Outros dizem que o leninismo é a ressurreição dos elementos revolucionários do marxismo da década de 40 do século passado, para distingui-lo do marxismo dos anos posteriores, que, segundo afirmam, se tornou moderado e deixou de ser revolucionário. Se abandonarmos essa divisão néscia e vulgar da doutrina de Marx em duas partes, uma revolucionária e outra moderada, é necessário reconhecer, no entanto, que também esta definição, por completo insuficiente e insatisfatória, contém uma parte de verdade. Esta parte de verdade consiste no fato de que Lênin efetivamente ressuscitou o conteúdo revolucionário do marxismo, que fora soterrado pelos oportunistas da II Internacional. Mas esta não é senão uma parte da verdade. A verdade completa é que o leninismo não só ressuscitou o marxismo, mas deu ainda um passo à frente, levando o marxismo a desenvolvimento ulterior nas novas condições do capitalismo e da luta de classe do proletariado. O que é o Leninismo ?
  7. 7. O que foi a III Internacional Socialista ? Em janeiro de 1919, realizou-se em Moscou, a 1ª reunião preparatória da Internacional Comunista, à qual compareceram representantes bolcheviques, socialistas revolucionários de esquerdas e sociais-democratas de esquerda da Suécia, Noruega, Inglaterra e América do Norte, além de internacionalistas poloneses, romenos, tchecos e croatas. Nessa reunião decidiu-se convocar uma Conferência de esquerda, sob as seguintes condições: 1) dos partidos e organizações empreenderem a luta contra seus governos e pela paz; 2) apoiarem a Revolução Bolchevique e o Poder Soviético sob ameaça constante das forças imperialistas. Nessa reunião foi aprovada por unanimidade a proposta de V. Lênin de convocar "em breve" o Congresso constituinte da III Internacional.
  8. 8. Em fevereiro daquele mesmo ano, os socialistas e sociais-democratas resolveram convocar um Congresso em Berna com o objetivo de ressuscitar a II Internacional. Diante dessa possibilidade, bolcheviques, sociais-democratas de esquerda e socialistas revolucionários, resolveram marcar uma reunião em Moscou para o dia 1º de março daquele mesmo ano, preparatória para examinar os problemas da inauguração, constituição e ordem dos trabalhos do Congresso da Internacional Comunista. Por sugestão de H. Eberlein, representante do Partido Comunista da Alemanha, foi aprovada sua proposta de iniciar o Congresso como uma Conferência Comunista Internacional, que cuidaria, entre outras coisas de elaborar um Programa, ele os membros dirigentes, e dirigir aos chamados partidos "irmãos" um pedido de adesão à criação da nova Internacional. O que foi a III Internacional Socialista ?
  9. 9. As Teses de Abril
  10. 10. TESES I-Em nossa atitude perante a guerra - que por parte da Rússia segue sendo, sob o governo de Lvov e cia, uma guerra indiscutivelmente imperialista, de rapina - em virtude do caráter capitalista deste governo - é intolerável, por menor que seja, qualquer concessão ao “defensismo revolucionário”. O Proletariado consciente só pode dar seu consentimento a uma guerra revolucionária, que justifique verdadeiramente o defensismo revolucionário, sob estas condições: a) passagem do poder ao proletariado e dos setores mais pobres do campesinato a ele aliados; b) renúncia de fato, e não só de palavra, a qualquer tipo de anexação; c) ruptura de fato com todos os interesses do capital. Devido à indubitável boa fé de grandes setores de defensistas revolucionários, que vêem a guerra apenas como uma necessidade e não com o fim de conquistas, e por estarem sendo ludibriados pela burguesia, é necessário explicar minuciosamente, pacientemente e perseverantemente seu erro. Explicar-lhes a ligação indissolúvel entre o capital e a guerra imperialista e demonstrar-lhes que sem derrotar o capital é impossível colocar fim a guerra com uma paz verdadeiramente democrática, que não seja imposta pela violência. Na frente de batalha organizar a mais ampla propaganda deste ponto de vista sobre o exército. Confraternização na frente de batalha.
  11. 11. II-A particularidade do momento atual da Rússia é que o país está passando do primeiro estágio da revolução - que deu o poder a burguesia, pelo fato do proletariado não ter o suficiente nível de consciência e de organização – ao segundo estágio, que deve colocar o poder nas mãos do proletariado e dos setores mais pobres do campesinato. Esta transição é caracterizada, por um lado, pelo máximo de legalidade (a Rússia é hoje o país com mais liberdade entre todos os países beligerantes); por outro, pela ausência de violência contra as massas, e, por fim, pela confiança inconsciente destas no governo dos capitalistas, o pior inimigo da paz e do socialismo. Esta especificidade exige de nossa parte habilidade para adaptar-nos as condições especiais do trabalho do partido entre setores, inusitadamente, amplos das massas proletárias que acabam de despertar para a vida política. TESES
  12. 12. TESES III-Nenhum apoio ao Governo Provisório. Explicar a completa falsidade de suas promessas, sobretudo sobre a da renúncia das anexações. Desmascarar este governo, que é um governo de capitalistas, invés de propagar a inadmissível e ilusória “exigência” de que deixe de ser imperialista. IV-Reconhecer que, na maior parte dos Sovietes de deputados operários, nosso partido está em minoria e, por agora, em uma ampla minoria, diante do bloco de todos os elementos pequeno-burgueses e oportunistas – submetidos à influência da burguesia, e que levam esta influência ao seio do proletariado. Que compreende desde os Socialistas Populistas e os Socialistas Revolucionários até o Comitê de Organização (Cheidze, Tsereteli, etc) Steklov, etc, etc. Explicar as massas que os Sovietes de deputados operários são a única forma possível de governo revolucionário e que, por isso, enquanto este governo se submete a influência da burguesia, nosso missão só pode ser a de explicar os erros de sua tática de uma forma paciente, sistemática, persistente e adaptada especialmente as necessidades práticas das massas. Enquanto estivermos em minoria, desenvolveremos um trabalho de crítica e esclarecimento dos erros, propagando ao mesmo tempo, a necessidade que todo o poder do Estado passe aos Sovietes de deputados operários. Fazendo assim com que, a partir de sua experiência, as massa corrijam seus erros.
  13. 13. V-Não uma república parlamentar, retornar à uma república parlamentar a partir dos Sovietes seria dar um passo atrás. E sim uma república dos Sovietes de deputados operários, trabalhadores agrícolas e camponeses. Em todo o país, de alto a baixo. Supressão do exército, da polícia e da burocracia. Os salários de todos os funcionários públicos não deverá exceder o salário médio de um operário qualificado, além disso todos eles devem ser eleitos e podem ser revogados a qualquer momento. TESES VI-No programa agrário o centro deve ser passado ao Soviete de deputados de trabalhadores agrícolas.Confisco de toda a terra dos latifúndios.Nacionalização de todas as terras do país, que ficarão a disposição dos Sovietes de deputados de trabalhadores agrícolas e camponeses. Criação de Sovietes especiais de camponeses pobres. Fazer de cada grande porção de terra (com uma extensão entre 100 e 300 deciatinas, segundo as condições locais e outras, sob o juízo das instituições locais) uma fazenda modelo sob o controle dos deputados trabalhadores agrícolas e sob a administração pública. VII-Fusão imediata de todos os bancos em um banco nacional único, submetido ao controle do Soviete de deputados operários. VIII-Não é tarefa imediata a implementação do Socialismo, mas somente iniciar imediatamente o controle da produção social e da distribuição dos produtos pelos Sovietes de deputados operários.
  14. 14. IX-Tarefas do Partido: Realização imediata de um Congresso do Partido; Modificação do Programa do Partido, principalmente: Sobre o Imperialismo e a guerra imperialista; Sobre a posição perante o Estado e nossa reivindicação de um “Estado-Comuna”; Reforma do nosso programa mínimo, já antiquado; Mudança no nome do Partido. TESES X-Uma nova Internacional. Temos que ter a iniciativa de criar uma Internacional Revolucionária, uma internacional contra os social- chauvinistas e contra o “centro” Para que o leitor compreenda porque tive de ressaltar de maneira especial como uma rara exceção o “caso” dos opositores honestos, lhes convido a comparar estas teses com a seguinte objeção do senhor Goldenberg: “Lenin - ele disse - plantou a bandeira da guerra civil no meio da democracia revolucionária.” (Citado no nº 5 do periódico de Plekhanov “Edinstvo”)
  15. 15. Comentário do autor Lênin foge para a Finlândia (onde fica exílado),sendo acusado pelo governo provisório de Lvov, como agente a serviço da Alemanha. Lá ele organiza a revolta armada, fazendo com que os sovietes pudessem entrar em combate contra o governo provisório. As teses de Abril serviram como um guia teórico-prático para que fosse possível realizar a Revolução Russa de Outubro de 1917, com o objetivo principal de derrubar o governo provisório de Lvov (pertencente a burguesia russa) e Kerenski. Em 25 de outubro de 1917 a guarda vermelha (bolchevique) liderada por Leon Trótski consegue por em prática as teses de Abril fazendo assim com que houvesse a derrubada do governo provisório de Kerenski e Lvov e os sovietes assumissem o poder .
  16. 16. Paz , Terra e Pão Paz = significava a retirada da guerra. Terra = significava propriedade aos camponeses. Pão = significava empregos aos operários. Todo poder aos sovietes ! !
  17. 17. O discurso de Lênin
  18. 18. Os inimigos do povo trabalhador, os latifundiários e capitalistas, dizem que os operários e camponeses não podem viver sem eles. “ Não fosse por nós”, dizem eles, “não haveria quem mantivesse a ordem, que lhes desse trabalho e quem obrigasse as pessoas a trabalhar”. “Não fosse por nós, tudo entraria em colapso, e o estado cairia aos pedaços. “Fomos afastados, mas o caos vai nos trazer de volta” , Mas este tipo de conversa dos latifundiários e capitalistas não vai confundir, intimidar ou enganar os operários e camponeses. Um exército precisa da mais estrita disciplina: no entanto, os operários conscientes conseguiram unir os camponeses, conseguiram colocar os antigos oficiais czaristas a seu serviço, conseguiram construir um exército vitorioso. O Exército Vermelho estabeleceu uma firme disciplina sem precedentes - não por meio do chicote, mas baseada na inteligência, lealdade e devoção dos próprios operários e camponeses. Deste modo , para salvar os trabalhadores do jugo dos latifundiários e capitalistas e da restauração do seu poder para sempre, é necessário construir um grande Exército Vermelho de Trabalho. Este exército será invencível se estiver cimentado pela disciplina operária. Os operários e camponeses devem e vão provar que podem distribuir o trabalho corretamente, estabelecer uma disciplina devotada e garantir a lealdade ao trabalho para o bem comum e podem fazer isso por si mesmos, sem os latifundiários e apesar deles, sem os capitalistas e apesar deles. A disciplina operária, o entusiasmo pelo trabalho, a disposição ao auto- sacrifício, a aliança estreita entre os camponeses e os operários - isto é que vai salvar os trabalhadores da opressão dos latifundiários e capitalistas para sempre. O discurso de Lênin
  19. 19. O governo de Lênin na Revolução Russa
  20. 20. Os primeiros passos Ao assumir o poder, Lênin realizou as reformas prometidas: retirada da Rússia da guerra, reforma agrária e nacionalização de bancos e indústrias. Conforme esses novos ajustes na política interna russa houve uma guerra civil entre os Russos Brancos (mencheviques e czaristas) e os Russos Vermelhos ( bolcheviques). A guerra acabou sendo vencida pelos Russos Vermelhos. Lênin usou uma estratégia na política interna russa denominada Comunismo de Guerra ( confisco de toda produção agrícola e industrial russa), dando criação a NEP( Nova Política Econômica). Ele queria que o povo comparasse o capitalismo com o socialismo, percebendo que o socialismo é melhor.
  21. 21. Lênin o eterno
  22. 22. Depois desse árduo processo de implantação de um sistema político que visava beneficiar as classes menos favorecidas, como no caso eram os camponeses e os proletários(trabalhadores) , e depois de um novo modelo de estruturação econômica, no dia 21 de janeiro de 1924, em Gorki na Rússia, o grande revolucionário do proletariado falece, deixando a Rússia sobre um futuro promissor com o modelo implantado até então. Lênin o eterno
  23. 23. Ocorre daí uma incessante disputa pelo poder entre seus braços fortes que o apoiaram na Revolução Russa de 1917, Trótski e Stálin entram em embate para assumirem não mais a Rússia, mas sim a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas ou U.R.S.S,Trótski manifesta sua visão sobre o socialismo entendendo que o modelo a partir da U.R.S.S, não deveria ser estabelecido só ali, mas, em todo o restante do mundo. Já Joseph Stálin entendia que o socialismo deveria permanecer na U.R.S.S, fazendo assim com que se criasse uma verdadeira “cortina de ferro” para o restante do mundo. Lênin o eterno Léon Trótski Joseph Stálin
  24. 24. Stálin conseguiu obter sucesso em sua empreitada rumo ao poder da U.R.S.S, tendo um governo que durou de 1925 a 1953. Lênin o eterno
  25. 25. Referências http://www.brasilescola.com/historiag/socialismo.htm http://mundodosocialismo.blogspot.com.br/2013/03/terceira-internacional-internacional.html http://omarxistaleninista.blogspot.com.br/p/que-e-pois-o-leninismo.html FERNANDES, Florestan. Marx, Engels, Lenin: história em processo; 1.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2012. GRUPPI,Luciano. O Pensamento de Lênin;tradução de Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

×