APRESENTAÇÃO
YURY FONTÃO
INTRODUÇÃO
BLOCO ECONÔMICO:
 União de países com interesses comuns de
crescimento econômico e integração social dos
mesmo...
ETAPAS DE FORMAÇÃO:
● Área de Livre Comércio;
● União Aduaneira;
● Mercado Comum;
● União Econômica e Monetária;
INTRODUÇÃO
Área de livre comércio ou zona de livre comércio é
um grupo de países que concordou em eliminar
as tarifas, quotas e prefe...
A área de livre comércio costuma ser vista como um
passo para a instituição de uma união aduaneira.
Diferencia-se desta úl...
Uma união aduaneira é uma área de livre comércio com
uma tarifa externa comum, ademais de outras medidas que
conformem uma...
Um mercado comum é uma união aduaneira com
políticas comuns de regulamentação de produtos e
com liberdade de circulação de...
Uma união econômica e monetária é um mercado
comum dotado de uma moeda única. Não deve ser confundida
com uma simples uniã...
Bloco econômico da América do Sul formado
atualmente pelo conjunto de cinco países
membros:
Argentina;
Brasil;
Paraguai; (...
> Fortalecer a inserção e a participação de cada um dos países
membros no mercado globalizado;
> Fazer concorrência frente...
De acordo com o original Tratado de Assunção:
Sobre o que será o Mercosul:
Artigo 1º:
Os Estados Partes decidem constituir...
• Maior potência do bloco (cerca de 70% do PIB);
• Forte intercâmbio comercial exportando produtos como
máquinas, equipame...
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO
MERCOSUL
• Terceiro maior bloco (atrás do NAFTA e da UE)
• PIB de US$ 3 trilhões de dólares
• Brasil produz cerca de 70% deste PIB
...
INVESTIMENTO ESTRANGEIRO
DIRETO (I.E.D.) NO MERCOSUL
Investimento Estrangeiro Direto
O investimento estrangeiro direto (IED) é subdividido
em duas categorias: participação no ...
DADOS SOBRE O MERCOSUL
DADOS SOBRE O MERCOSUL
• Supremacias brasileira e argentina geram assimetrias
econômicas e de desenvolvimento;
• Comércio entre Brasil e Argentin...
bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/807/1919.pdf?
sequence=1
exame.abril.com.br/topicos/mercosul
http:/...
 O Mercosul
 O Mercosul
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Mercosul

446 visualizações

Publicada em

Esse é um trabalho elaborado com dados que mostram o que é o Mercosul, como é composto e qual a sua estrutura na atualidade.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
446
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Mercosul

  1. 1. APRESENTAÇÃO YURY FONTÃO
  2. 2. INTRODUÇÃO BLOCO ECONÔMICO:  União de países com interesses comuns de crescimento econômico e integração social dos mesmos;
  3. 3. ETAPAS DE FORMAÇÃO: ● Área de Livre Comércio; ● União Aduaneira; ● Mercado Comum; ● União Econômica e Monetária; INTRODUÇÃO
  4. 4. Área de livre comércio ou zona de livre comércio é um grupo de países que concordou em eliminar as tarifas, quotas e preferências que recaem sobre a maior parte dos (ou todos os) bens importados e exportados entre aqueles países. O propósito da área de livre comércio é estimular o comércio entre os países participantes por meio da especialização, da divisão do trabalho e da vantagem comparativa. ÁREA DE LIVRE COMÉRCIO
  5. 5. A área de livre comércio costuma ser vista como um passo para a instituição de uma união aduaneira. Diferencia-se desta última pela inexistência de uma política comercial comum (como, por exemplo, uma tarifa externa comum), adotada por todos os países participantes e válida para as importações provenientes de fora da área. ÁREA DE LIVRE COMÉRCIO
  6. 6. Uma união aduaneira é uma área de livre comércio com uma tarifa externa comum, ademais de outras medidas que conformem uma política comercial externa comum. Entre um grupo de países ou territórios que instituem uma união aduaneira, há a livre circulação de bens (área de livre comércio) e uma tarifa aduaneira comum a todos os membros, válida para importações provenientes de fora da área. UNIÃO ADUANEIRA
  7. 7. Um mercado comum é uma união aduaneira com políticas comuns de regulamentação de produtos e com liberdade de circulação de todos os três fatores de produção (terra, capital e trabalho) e de iniciativa. MERCADO COMUM
  8. 8. Uma união econômica e monetária é um mercado comum dotado de uma moeda única. Não deve ser confundida com uma simples união monetária (como o franco CFA), que não envolve um mercado comum. UNIÃO ECONÔMICA E MONETÁRIA Essa fase pressupõe a existência de um mercado comum em pleno funcionamento. Consiste na coordenação das políticas econômicas dos países membros e na criação de um único banco central para emitir a moeda que será utilizada por todos, que é o caso da União Europeia.
  9. 9. Bloco econômico da América do Sul formado atualmente pelo conjunto de cinco países membros: Argentina; Brasil; Paraguai; (Temporariamente Suspenso) Uruguai; Venezuela. MERCOSUL
  10. 10. > Fortalecer a inserção e a participação de cada um dos países membros no mercado globalizado; > Fazer concorrência frente aos Estados Unidos e a União Europeia; OBJETIVOS
  11. 11. De acordo com o original Tratado de Assunção: Sobre o que será o Mercosul: Artigo 1º: Os Estados Partes decidem constituir um Mercado Comum, que deverá estar estabelecido a 31 de dezembro de 1994, e que se denominará "Mercado Comum do Sul" (MERCOSUL). Este Mercado Comum implica: A livre circulação de bens serviços e fatores produtivos entre os países, através, entre outros, da eliminação dos direitos alfandegários restrições não tarifárias à circulação de mercado de qualquer outra medida de efeito equivalente; O estabelecimento de uma tarifa externa comum e a adoção de uma política comercial comum em relação a terceiros Estados ou agrupamentos de Estados e a coordenação de posições em foros econômico-comerciais regionais e internacionais; A coordenação de políticas macroeconômicas e setoriais entre os Estados Partes - de comércio exterior, agrícola, industrial, fiscal, monetária, cambial e de capitais, de serviços, alfandegária, de transportes e comunicações e outras que se acordem , a fim de Tratado de Assunção
  12. 12. • Maior potência do bloco (cerca de 70% do PIB); • Forte intercâmbio comercial exportando produtos como máquinas, equipamentos, aparelhos elétricos e produtos químicos e importando produtos agrícolas e minerais; • Supremacia – Papel de liderança; • Influência geopolítica na América do Sul. BRASIL NO MERCOSUL
  13. 13. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO MERCOSUL
  14. 14. • Terceiro maior bloco (atrás do NAFTA e da UE) • PIB de US$ 3 trilhões de dólares • Brasil produz cerca de 70% deste PIB MERCOSUL NO MUNDO
  15. 15. INVESTIMENTO ESTRANGEIRO DIRETO (I.E.D.) NO MERCOSUL
  16. 16. Investimento Estrangeiro Direto O investimento estrangeiro direto (IED) é subdividido em duas categorias: participação no capital e empréstimos intercompanhias. A participação no capital se refere aos ingressos de recursos relacionados com a aquisição, a subscrição ou o aumento do capital social de empresas residentes no Brasil, por agentes estrangeiros. O QUE É O INVESTIMENTO ESTRANGEIRO DIRETO (I.E.D.)?
  17. 17. DADOS SOBRE O MERCOSUL
  18. 18. DADOS SOBRE O MERCOSUL
  19. 19. • Supremacias brasileira e argentina geram assimetrias econômicas e de desenvolvimento; • Comércio entre Brasil e Argentina é quinze vezes maior do que o comércio entre Paraguai e Uruguai; • Número de produtos brasileiros e argentinos que circulam no Paraguai e Uruguai é desproporcionalmente maior do que o contrário; PROBLEMAS
  20. 20. bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/807/1919.pdf? sequence=1 exame.abril.com.br/topicos/mercosul http://www..infomoney.com.br/ultimas-notícias/525164/conheca- importancia-investimento-estrangeiro-para-economia-brasileira http://www.youtube.com/watch?v=REGqx-mk1gw REFERÊNCIAS

×