Introdução a C
Yuri Tavares dos Passos
Histórico
● Nas universidades de Cambridge e de Londres
criou-se a linguagem CPL (Combined
Programming Language) em 1963.
...
Histórico
● O Unix é re-escrito na linguagem B,
linguagem interpretada, portanto lenta.
● Como o PDP-11 era orientado por ...
Histórico
● O Unix foi desenvolvido em 1969 sendo
codificado em Assembly e foi re-escrito em
C em 1973. Desse fato gerou a...
Características
● É uma linguagem de programação imperativa.
● Esta forma de programação também é
conhecida como programaç...
Características
● O nome modular vem da palavra módulos.
● Isto quer dizer que seu programa pode ser
dividido em módulos q...
Características
● A programação imperativa descreve um
programa por etapas que correspondem a ações
do que o computador de...
Características
● O nome programação procedural vem da
palavra procedimento.
● Baseia-se na declaração de funções e
proced...
Características
● C é utilizada em programas que prezam pela
execução rápida, como análises numéricas,
processamento de im...
Características
● São exemplos de aplicações científicas
com intenso processamento tais como
meteorologia, oceanografia, f...
Características
● C é uma linguagem de médio nível, pois ela
também pode ser usada em conjunto com
partes escritas em ling...
Características
● Possui os comandos clássicos de controle de
execução.
● Possui uma sintaxe bem definida para a formação
...
Características
● Um comando em C é terminado com “;”
(ponto-e-vírgula).
● Um programa em C:
1) Importação de módulos (ou ...
Características
/* Inclusão de módulos ou bibliotecas
de funções (opcional) */
#include <módulo>
#include “módulo”
int mai...
Primeiro programa
Identificadores
● São os nomes utilizados para criação de componentes
dos programas, tais como variáveis e constantes.
● P...
Tipos de dados básicos
● char
– Usado para representa um caractere apenas. Cada
caractere representa um número, letra ou s...
Tipos de dados básicos
● int
– Representa números inteiros.
● float
– Representa números reais com precisão baixa.
● doubl...
Tipos de dados básicos
● O char apesar de representar caracteres,
ele também pode ser usado para
representar números peque...
Tipos de dados básicos
● Tabela de símbolos (excerto)
Binário Decimal Hexadecimal Glifo
0100 0000 64 0x40 @
0100 0001 65 0...
Tipos básicos Tamanho Precisão
char -> p/ caracteres 1 byte - 128 a + 127
int -> p/ inteiros 4 bytes* -2147483648 a
214748...
Variáveis e atribuições
● As variáveis podem ser declaradas em
qualquer parte do código. Não existem
uma parte específica ...
Variáveis e atribuições
Variáveis e atribuições
● Por conta disso, surge o conceito de
declaração local e global.
● Uma declaração é local se apen...
Variáveis e atribuições
Variáveis e atribuições
● A área de código que uma declaração de
variável abrange dentro do código é
conhecida como escopo...
Modificadores de tipos
● Os tipos básicos podem ser modificados
utilizando-se palavras chaves especiais.
● São elas:
Tipo ...
Modificadores de tipos
Tipo Tamanho Precisão
Unsigned int 4 bytes* 0 a 4294967295
Long [int] 8 bytes* -263
a 263
-1
Unsign...
Modificadores de tipos
● Existe também o modificador const que
torna uma variável constante.
● Assim, o valor daquela vari...
Modificadores de tipos
Frases literais
● Frases escritas em tela devem ser usadas com aspas
duplas.
● Se forem utilizados caracteres especiais, d...
Frases literais
● Exemplos:
● "Olá, mundo!"
● "Este exemplo possui aspas: "Olá, mundo!""
● "Uma linha.nDuas linhas.nTrês l...
Variáveis para literais
(strings)
● Frases ou textos literais são conhecidos na
programação como string ou cadeia.
● Uma s...
Variáveis para literais
(strings)
● Exemplos:
– char texto[255];
– char msg[120];
– char nome[100];
– char palavra[10];
– ...
Comentários
● São trechos de código que não são compilados.
● Servem para documentar o código, explicando partes
do código...
Operadores aritméticos
● Os operadores aritméticos utilizados são:
Operação Símbolo Descrição
Adição + Realiza a soma entr...
Operadores aritméticos
● Observação sobre divisão
– Caso os dois argumentos sejam inteiros, o resultado
será um número int...
Valores lógicos em C
● Na linguagem C, não existe variáveis do tipo
lógico.
● Para isto, C utiliza variáveis inteiras para...
Operadores relacionais
● São utilizados para construção de
expressões lógicas.
● Em C, os operadores relacionais retornam
...
Operadores relacionais
Relação Operando Exemplo Descrição
Menor < a < b Verifica se a é menor a b
Maior ou
igual
>= a >= b...
Operadores relacionais
● Exemplos:
– altura > 19
– idade < 10
– faltas == 0
– media != 6.0
– salario >= 800.00
– valor <= ...
Operadores lógicos
● Operadores capazes de conectar
expressões relacionas ou lógicas. Em C,
retornam 0 ou 1.
Operação Resu...
Operadores lógicos
● Precedência:
1º) não: !
2º) e: &&
3º) ou: ||
● Exemplos:
– Considere a = 2, b = 3, c = 4 e d = 5.
– !...
Operadores binários
● São operadores que manipulam os bits de
uma variável. São eles:
Operação Operador Exemplo Descrição
...
Operadores binários
Operação Operador Exemplo Descrição
Deslocamento
à direita
>> A >> B Desloca os bits de A
para direita...
Operadores binários
● Exemplos:
– char a = 2, b = 15; //a = 0000 0010 b = 0000
1111
– char c = a & b; //c = 0000 0010
– c ...
Operadores binários
● Exemplos:
– char valor = 2; //valor = 0000 0010
– valor = valor << 2; //valor = 0000 1000
Operadores abreviados
● São operadores que abreviam operações usuais em
programação. O uso delas pode tornar a execução do...
Operadores abreviados
● A posição deles influencia
– valor++ será executado por último após outros
comandos.
– ++valor ser...
Operadores abreviados
● +=: incremento de um valor arbitrário.
● Uso:
<variável> += <expressão>;
● Significa o mesmo que:
...
Operadores abreviados
● O mesmo ocorre com -=, *=, /=, <<=, >>=,
&= e |=.
Comando de escrita
(impressão)
● Para escrever algo na tela é necessário
incluir o módulo stdio.h. Dentro deste
módulo, ex...
Comando de escrita
(impressão)
● Com um argumento podemos apenas
escrever frases.
● Exemplos:
– printf("Olá, mundo!")
– pr...
Comando de escrita
(impressão)
● Para escrevermos os valores das variáveis
com printf, deve-se utilizar os argumentos
opci...
Comando de escrita
(impressão)
● Existem várias especificações de tipos que
podem ser impressos pelo printf. Apenas
os mai...
Comando de escrita
(impressão)
● %i ou %d: números inteiros decimais.
● %x, %X: números inteiros hexadecimais
com letras m...
Comando de escrita
(impressão)
● %g: Usa a menor versão entre %f e %e.
● %G: Usa a menor versão entre %f e %E.
● %c: carac...
Comando de escrita
(impressão)
Comando de escrita
(impressão)
● Formatação da saída.
– A forma como os valores das variáveis são
escritas na tela podem s...
Comando de escrita
(impressão)
Comando de escrita
(impressão)
Comando de escrita
(impressão)
Comando de escrita
(impressão)
Comando de leitura
● Para lermos valores e armazená-los em variáveis,
usa-se o comando scanf.
● O primeiro argumento do sc...
Comando de leitura
● Exemplos:
scanf("%c",&c1);
scanf("%c %c",&c1,&c2);
scanf("%i",&x);
scanf("%i %i %i",&x,&y,&z);
scanf(...
Comando de leitura
● Quando a variável a ser lida for do tipo
literal (também conhecido como string),
não utiliza &.
● Exe...
Comando de leitura
Code::Blocks
Code::Blocks
Linha de comando (Linux)
● Mudar para o diretório onde estão seus
códigos em C. Suponha que ele esteja no
diretório /home/...
Linha de comando (Linux)
● Ao compilar, será gerado um arquivo com
nome a.out. Se você quiser gerar um
arquivo executável ...
Linha de comando (Linux)
Exercícios
1) Elaborar um programa que receba a idade de
uma pessoa em número de anos, calcule e
escreva essa idade em mes...
Exercícios
3) Escrever um programa para efetuar o
cálculo da quantidade de litros de
combustível gastos em uma viagem,
sab...
Exercícios
4) Elaborar um programa para calcular o comprimento
de um círculo, obtendo como entrada a medida do
raio(r). A ...
Exercícios
6) João deseja fazer um programa em C que
imprima todos os números reais 0.333, 0.25,
0.20 e 0.166. Ele fez o s...
Exercícios
7) O comando sizeof() pode ser usado para descobrir o
tamanho de variáveis ou tipos de variáveis. O programa
ab...
Exercícios
8) Faça um programa que escreva na tela
os 15 primeiros números que são potência
de 2 utilizando apenas operado...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula01 introducao operacoes

263 visualizações

Publicada em

Operações aritméticas, tipos básicos, introdução a C.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula01 introducao operacoes

  1. 1. Introdução a C Yuri Tavares dos Passos
  2. 2. Histórico ● Nas universidades de Cambridge e de Londres criou-se a linguagem CPL (Combined Programming Language) em 1963. ● Martin Richards (Cambridge) cria a linguagem BCPL (Basic Combined Programming Language). ● Ken Tompson do Laboratório Bell cria a linguagem B em 1970 para o computador PDP- 11.
  3. 3. Histórico ● O Unix é re-escrito na linguagem B, linguagem interpretada, portanto lenta. ● Como o PDP-11 era orientado por palavra em vez de byte, assim apareceu a necessidade de uma sucessora de B. ● Denis Ritchie do Laboratório Bell cria linguagem C em 1972.
  4. 4. Histórico ● O Unix foi desenvolvido em 1969 sendo codificado em Assembly e foi re-escrito em C em 1973. Desse fato gerou a história de C ser conhecido como uma linguagem de desenvolvimento de sistemas operacionais.
  5. 5. Características ● É uma linguagem de programação imperativa. ● Esta forma de programação também é conhecida como programação modular, ou programação procedural. ● É uma extensão da programação estruturada, que afirma que todo programa pode ser feito utilizando apenas sequências de comandos, seleções e repetições.
  6. 6. Características ● O nome modular vem da palavra módulos. ● Isto quer dizer que seu programa pode ser dividido em módulos que possuem um objetivo específico e resolvem um pequeno problema. ● A união de todos os módulos forma a solução de um problema maior que é o objetivo do sistema computacional a ser escrito em programação modular.
  7. 7. Características ● A programação imperativa descreve um programa por etapas que correspondem a ações do que o computador deve fazer para alcançar um objetivo. ● Verbos no modo imperativo são usados para denotar estas ações. ● Exemplo: leia(numero) escreva(2*numero)
  8. 8. Características ● O nome programação procedural vem da palavra procedimento. ● Baseia-se na declaração de funções e procedimentos para construção de sistemas. Em C, o programa principal é uma função que chama outras. ● Um módulo pode ser visto como cada uma destas funções ou procedimentos.
  9. 9. Características ● C é utilizada em programas que prezam pela execução rápida, como análises numéricas, processamento de imagens e vídeos, aplicações de tempo real, drivers de hardware, etc. ● C também pode ser usada para escrita de bibliotecas de procedimentos (Ex.: DLL) que podem servir como extensões ou plugins de softwares.
  10. 10. Características ● São exemplos de aplicações científicas com intenso processamento tais como meteorologia, oceanografia, física, astronomia, geofísica, engenharia e economia
  11. 11. Características ● C é uma linguagem de médio nível, pois ela também pode ser usada em conjunto com partes escritas em linguagem de máquina. – Uma linguagem de alto nível é mais próxima da linguagem humana. ● Ex.: Portuguol do Visualg. – Uma linguagem de baixo nível é mais próxima da linguagem de máquina. ● Ex.: Assembly.
  12. 12. Características ● Possui os comandos clássicos de controle de execução. ● Possui uma sintaxe bem definida para a formação de programas. ● Faz distinção entre letras maiúsculas e minúsculas. – Nota ≠ nota – Valor ≠ valor – F ≠ f
  13. 13. Características ● Um comando em C é terminado com “;” (ponto-e-vírgula). ● Um programa em C: 1) Importação de módulos (ou bibliotecas) contendo outras funções ou comandos; 2) Execução do bloco principal, representado pela função int main().
  14. 14. Características /* Inclusão de módulos ou bibliotecas de funções (opcional) */ #include <módulo> #include “módulo” int main(){ /* Bloco principal */ return 0; }
  15. 15. Primeiro programa
  16. 16. Identificadores ● São os nomes utilizados para criação de componentes dos programas, tais como variáveis e constantes. ● Possuem regras rígida de definição – Utilizar apenas letras, números e o caractere “_” – Começar com uma letra ou o caractere “_” – Exemplos válidos ● Nome1, NomePessoa, nome_pessoa, nome5, _nome_ – Exemplos inválidos ● 2nome, nome pessoa, p$nome, p-nome.
  17. 17. Tipos de dados básicos ● char – Usado para representa um caractere apenas. Cada caractere representa um número, letra ou símbolo que pode ser inserido via teclado ou representado pelo computador. – Um caractere constante pode ser representado por uma letra, dígito ou símbolo entre aspas simples. ● Ex: 'a', '0', '&', '*' – Se for necessário utilizar a própria aspas siples deve-se utilizar o caractere antes. ● Ex: '''
  18. 18. Tipos de dados básicos ● int – Representa números inteiros. ● float – Representa números reais com precisão baixa. ● double – Números reais com precisão dupla. ● As casas decimais dos números reais são representados por ponto. – Ex: 13.456
  19. 19. Tipos de dados básicos ● O char apesar de representar caracteres, ele também pode ser usado para representar números pequenos de apenas um byte. ● Na realidade, um caractere é um número inteiro que o computador sabe representar em símbolos.
  20. 20. Tipos de dados básicos ● Tabela de símbolos (excerto) Binário Decimal Hexadecimal Glifo 0100 0000 64 0x40 @ 0100 0001 65 0x41 A 0100 0010 66 0x42 B 0100 0011 67 0x43 C 0100 0100 68 0x44 D 0100 0101 69 0x45 E 0100 0110 70 0x46 F 0100 0111 71 0x47 G 0100 1000 72 0x48 H 0100 1001 73 0x49 I
  21. 21. Tipos básicos Tamanho Precisão char -> p/ caracteres 1 byte - 128 a + 127 int -> p/ inteiros 4 bytes* -2147483648 a 2147483647 float -> p/ reais 4 bytes* -3.4E-38 a +3.4E+38 double -> p/ reais 8 bytes* -1.7E-308 a +1.7E+308 * Variam a depender do processador Tipos de dados básicos
  22. 22. Variáveis e atribuições ● As variáveis podem ser declaradas em qualquer parte do código. Não existem uma parte específica onde devem ser declaradas. ● As atribuições em C são feitas utilizando o simbolo =.
  23. 23. Variáveis e atribuições
  24. 24. Variáveis e atribuições ● Por conta disso, surge o conceito de declaração local e global. ● Uma declaração é local se apenas uma parte do código consegue utilizar o que foi declarado. ● Uma declaração é global quando todo o programa consegue utilizar o que foi declarado
  25. 25. Variáveis e atribuições
  26. 26. Variáveis e atribuições ● A área de código que uma declaração de variável abrange dentro do código é conhecida como escopo desta variável.
  27. 27. Modificadores de tipos ● Os tipos básicos podem ser modificados utilizando-se palavras chaves especiais. ● São elas: Tipo Descrição unsigned Não usa o bit de sinal long Aumenta o número de bytes usados register Usa os registradores da CPU para a variável signed Usa o bit de sinal (padrão) short Utiliza o tamanho padrão
  28. 28. Modificadores de tipos Tipo Tamanho Precisão Unsigned int 4 bytes* 0 a 4294967295 Long [int] 8 bytes* -263 a 263 -1 Unsigned long [int] 8 bytes* 0 a 264 - 1 long double 12 bytes 96 bits em IEEE 754 * Variam a depender do processador ● Exemplos:
  29. 29. Modificadores de tipos ● Existe também o modificador const que torna uma variável constante. ● Assim, o valor daquela variável será atribuído somente uma vez, não podendo ser alterado novamente durante a execução do programa.
  30. 30. Modificadores de tipos
  31. 31. Frases literais ● Frases escritas em tela devem ser usadas com aspas duplas. ● Se forem utilizados caracteres especiais, devem ser usados com antes. – Se existir a necessidade de escrever frases contendo aspas duplas também ● Caracteres especiais mais comuns: – n: Quebra de linha – : Uma barra – xNN: um caractere cujo código em hexadecimal é NN.
  32. 32. Frases literais ● Exemplos: ● "Olá, mundo!" ● "Este exemplo possui aspas: "Olá, mundo!"" ● "Uma linha.nDuas linhas.nTrês linhas." ● "O operador é usado no Visualg para realizar a operação "quociente"."
  33. 33. Variáveis para literais (strings) ● Frases ou textos literais são conhecidos na programação como string ou cadeia. ● Uma string é uma sequência de caracteres. Para declarar uma variável do tipo string deve- se: 1) usar a palavra char, 2) declarar o nome da variável, 3) em seguida indicar a quantidade máxima de caracteres que esta variável deve armazenar.
  34. 34. Variáveis para literais (strings) ● Exemplos: – char texto[255]; – char msg[120]; – char nome[100]; – char palavra[10]; – char msg1[100], msg2[40];
  35. 35. Comentários ● São trechos de código que não são compilados. ● Servem para documentar o código, explicando partes do código fonte, com o intuito de auxiliar quem está lendo. ● Comentário de uma linha: // comentário ● Comentário de bloco, com várias linhas: /* comentário comentário comentário */
  36. 36. Operadores aritméticos ● Os operadores aritméticos utilizados são: Operação Símbolo Descrição Adição + Realiza a soma entre dois operandos Subtração - Realiza a subtração entre dois operandos Multiplicação * Realiza a mutiplicação entre dois operandos Divisão / Realiza a divisão entre dois operandos A precedência é a mesma da usada nos algoritmos, podendo ser alterada através do uso de parênteses. Exemplos: 2 * pi * raio (n1 + n2 + n3) / 3
  37. 37. Operadores aritméticos ● Observação sobre divisão – Caso os dois argumentos sejam inteiros, o resultado será um número inteiro – Caso qualquer um dos argumentos seja número real (float, double, etc.) o resultado será um número real. ● Exemplos: 3/2 = ?? 1/2 = ?? 3/2.0 = ?? 1.0/2 = ??
  38. 38. Valores lógicos em C ● Na linguagem C, não existe variáveis do tipo lógico. ● Para isto, C utiliza variáveis inteiras para expressar valores lógicos. ● Assim, um valor inteiro igual a 0, representa falso. Um valor inteiro diferente de zero é considerado verdadeiro. – Costuma-se usar 1 para representar verdadeiro em C.
  39. 39. Operadores relacionais ● São utilizados para construção de expressões lógicas. ● Em C, os operadores relacionais retornam 0 ou 1. Relação Operando Exemplo Descrição Igual == a == b Verifica se a é igual a b Diferente != a != b Verifica se a é diferente de b Maior > a > b Verifica se a é maior que b
  40. 40. Operadores relacionais Relação Operando Exemplo Descrição Menor < a < b Verifica se a é menor a b Maior ou igual >= a >= b Verifica se a é maior ou igual a b Menor ou igual <= a <= b Verifica se a é menor ou igual a b
  41. 41. Operadores relacionais ● Exemplos: – altura > 19 – idade < 10 – faltas == 0 – media != 6.0 – salario >= 800.00 – valor <= 100
  42. 42. Operadores lógicos ● Operadores capazes de conectar expressões relacionas ou lógicas. Em C, retornam 0 ou 1. Operação Resultado && Será 1, quando todos os operandos forem diferentes de 0, caso contrário será 0. || Será 0, quando todos os operandos forem 0, caso contrário será 1. ! Inverte o valor da expressão lógica (Qualquer valor diferente de 0 passa a ser 0 e 0 passa a ser 1).
  43. 43. Operadores lógicos ● Precedência: 1º) não: ! 2º) e: && 3º) ou: || ● Exemplos: – Considere a = 2, b = 3, c = 4 e d = 5. – !(a > b) && (c <= d) – (a == b) || (c != d)
  44. 44. Operadores binários ● São operadores que manipulam os bits de uma variável. São eles: Operação Operador Exemplo Descrição E binário & A &B Aplica um E bit a bit nos bits de A e de B. OU binário | A | B Aplica um OU bit a bit nos bits de A e de B. NÃO binário ~ ~A Aplica o NÃO em cada bit de A.
  45. 45. Operadores binários Operação Operador Exemplo Descrição Deslocamento à direita >> A >> B Desloca os bits de A para direita, B vezes. B deve ser um número inteiro. São colocados zeros nos bits da extrema esquerda. Deslocamento à esquerda << A << B Desloca os bits de A para esquerda, B vezes. B deve ser um número inteiro. São colocados zeros nos bits da extrema direita.
  46. 46. Operadores binários ● Exemplos: – char a = 2, b = 15; //a = 0000 0010 b = 0000 1111 – char c = a & b; //c = 0000 0010 – c = a | b; //c = 0000 1111 – c = ~a; //c = 1111 1101
  47. 47. Operadores binários ● Exemplos: – char valor = 2; //valor = 0000 0010 – valor = valor << 2; //valor = 0000 1000
  48. 48. Operadores abreviados ● São operadores que abreviam operações usuais em programação. O uso delas pode tornar a execução do executável mais rápida. ● Incremento e decremento de 1: ++: incremento de 1 -- : decremento de 1 ● Exemplos: – valor++; – quantidade--; – ++folhas; – --faltas;
  49. 49. Operadores abreviados ● A posição deles influencia – valor++ será executado por último após outros comandos. – ++valor será a primeira coisa a executar numa linha. ● Exemplos: – Suponha v = x = 1: float A = v++ /2.0; float B = ++x /2.0;
  50. 50. Operadores abreviados ● +=: incremento de um valor arbitrário. ● Uso: <variável> += <expressão>; ● Significa o mesmo que: <variável> = <variável> + <expressão>; ● Exemplos: – valor+=3; //valor = valor + 3; – x += y*2; //x = x + y*2;
  51. 51. Operadores abreviados ● O mesmo ocorre com -=, *=, /=, <<=, >>=, &= e |=.
  52. 52. Comando de escrita (impressão) ● Para escrever algo na tela é necessário incluir o módulo stdio.h. Dentro deste módulo, existe o comando: printf() ● O comando printf() possui 1 ou mais argumentos. – O primeiro argumento é um literal. – Os demais argumentos são opcionais.
  53. 53. Comando de escrita (impressão) ● Com um argumento podemos apenas escrever frases. ● Exemplos: – printf("Olá, mundo!") – printf("Olá, mundo!n") – printf("1n2n3n4")
  54. 54. Comando de escrita (impressão) ● Para escrevermos os valores das variáveis com printf, deve-se utilizar os argumentos opcionais, de tal forma que cada argumento corresponde a aparição da variável na frase que será escrita. ● Além disso, é necessário especificar a posição na frase em que a variável irá aparecer e o tipo de variável.
  55. 55. Comando de escrita (impressão) ● Existem várias especificações de tipos que podem ser impressos pelo printf. Apenas os mais usuais serão mostrados a seguir.
  56. 56. Comando de escrita (impressão) ● %i ou %d: números inteiros decimais. ● %x, %X: números inteiros hexadecimais com letras minúsculas e letras maíusculas, respectivamente. ● %f: números reais. ● %e, %E: representa em notação científica com e ou E, respectivamente.
  57. 57. Comando de escrita (impressão) ● %g: Usa a menor versão entre %f e %e. ● %G: Usa a menor versão entre %f e %E. ● %c: caracteres ● %s: frases literais armazenadas em variáveis (strings) ● %p: ponteiros
  58. 58. Comando de escrita (impressão)
  59. 59. Comando de escrita (impressão) ● Formatação da saída. – A forma como os valores das variáveis são escritas na tela podem ser modificadas no printf. É possível: ● fixar a quantidade de casas decimais de um número real; ● Preencher com espaços à esquerda, caso o número seja pequeno; ● Preencher com zeros à esquerda; ● Etc.
  60. 60. Comando de escrita (impressão)
  61. 61. Comando de escrita (impressão)
  62. 62. Comando de escrita (impressão)
  63. 63. Comando de escrita (impressão)
  64. 64. Comando de leitura ● Para lermos valores e armazená-los em variáveis, usa-se o comando scanf. ● O primeiro argumento do scanf é um literal que deve especificar o tipo da variável, idêntico ao printf. ● O demais argumentos são as variáveis que serão lidas, todas começando com &. ● Cada variável armazena o valor apenas após ser lido o ENTER.
  65. 65. Comando de leitura ● Exemplos: scanf("%c",&c1); scanf("%c %c",&c1,&c2); scanf("%i",&x); scanf("%i %i %i",&x,&y,&z); scanf("%f",&salario);
  66. 66. Comando de leitura ● Quando a variável a ser lida for do tipo literal (também conhecido como string), não utiliza &. ● Exemplo: char frase[100], msg1[20], msg2[20]; scanf("%s", frase); scanf("%s %s", msg1, msg2);
  67. 67. Comando de leitura
  68. 68. Code::Blocks
  69. 69. Code::Blocks
  70. 70. Linha de comando (Linux) ● Mudar para o diretório onde estão seus códigos em C. Suponha que ele esteja no diretório /home/nome/c/: – cd /home/nome/c/ ● Suponha que você tenha salvo um arquivo com nome aula01.c. Para compilá-lo pela linha de comando, digite: – gcc aula01.c
  71. 71. Linha de comando (Linux) ● Ao compilar, será gerado um arquivo com nome a.out. Se você quiser gerar um arquivo executável com nome próprio use a opção -o, assim: – gcc -o aula01 aula01.c ● Execute seu programa digitando ./ antes do nome do seu programa. – ./aula01
  72. 72. Linha de comando (Linux)
  73. 73. Exercícios 1) Elaborar um programa que receba a idade de uma pessoa em número de anos, calcule e escreva essa idade em meses, dias, horas e minutos. 2) Elaborar um programa para calcular a diferença de preços de um determinado produto, comparando os preços de compra atual e anterior. O programa deve obter os preços atual e anterior e exibir a diferença algébrica e percentual dos preços.
  74. 74. Exercícios 3) Escrever um programa para efetuar o cálculo da quantidade de litros de combustível gastos em uma viagem, sabendo-se que o veículo faz 9 km/litro. O usuário informará a velocidade média e o tempo despendido na viagem. (Obter o tempo em horas e minutos, em separado). O programa deve apresentar a distância percorrida e a quantidade de litros gastos.
  75. 75. Exercícios 4) Elaborar um programa para calcular o comprimento de um círculo, obtendo como entrada a medida do raio(r). A fórmula da área é 2*pi*raio. 5) Em certa disciplina, a nota média do aluno é calculada com base em três provas. A primeira prova tem peso 3, a segunda tem peso 3 e a terceira tem peso 4.  Fazer um programa para calcular e apresentar a nota média, tendo como dados de entrada o nome do aluno e as notas referentes as três provas e como saída o nome e a média calculada.
  76. 76. Exercícios 6) João deseja fazer um programa em C que imprima todos os números reais 0.333, 0.25, 0.20 e 0.166. Ele fez o seguinte programa para isto: Mas seu programa só escreve zeros. Por quê? Corrija o programa dele usando o operador da divisão.
  77. 77. Exercícios 7) O comando sizeof() pode ser usado para descobrir o tamanho de variáveis ou tipos de variáveis. O programa abaixo escreve 1 na tela, visto que char é sempre 1 byte. Faça um programa em C que use o comando sizeof() para descobrir o tamanho dos seguintes tipos em sua máquina: int, unsigned int, long int, long, unsigned char, double, float. #include <stdio.h> int main(){ printf(“%dn”, sizeof(char)); }
  78. 78. Exercícios 8) Faça um programa que escreva na tela os 15 primeiros números que são potência de 2 utilizando apenas operadores binários.

×