“ Fábula” O pastorinho e o Lobo
Todos os dias um jovem pastor <ul><li>Levava um rebanho de ovelhas às montanhas perto da aldeia </li></ul>
Um dia, por brincadeira, ele correu de lá de cima gritando Um Lobo!!! Um Lobo!!!
<ul><li>Os habitantes da aldeia trataram de apanhar pedaços de pau para caçar o lobo. </li></ul>
E encontraram o pastorinho às gargalhadas, dizendo: AH! AH!AH! Eu só queria Brincar com  Vocês!!!
E, vendo que a brincadeira realmente assustava os aldeões, gritou no dia seguinte: Um lobo!
E novamente os moradores da aldeia trataram de apanhar suas armas de madeira
Tantas vezes o fez que a gente da aldeia não prestava mais atenção aos seus gritos Um Lobo… Um Lobo… Um  Lobo…
Mais um dia e ele volta a gritar: Um lobo! Um lobo! Socorram-me
Um dos homens disse ao outro:  Já não acredito. Ele não nos engana mais.
E era de facto um lobo, que dizimou todo o rebanho do pastorinho.
Ninguém acredita num mentiroso, mesmo quando ele diz a verdade . Trabalho realizado por : Gonçalo e Yibaldo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Pedro e o Lobo

10.641 visualizações

Publicada em

Yibaldo e Gonçalo
Turma:8D

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.641
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
83
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
133
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Pedro e o Lobo

  1. 1. “ Fábula” O pastorinho e o Lobo
  2. 2. Todos os dias um jovem pastor <ul><li>Levava um rebanho de ovelhas às montanhas perto da aldeia </li></ul>
  3. 3. Um dia, por brincadeira, ele correu de lá de cima gritando Um Lobo!!! Um Lobo!!!
  4. 4. <ul><li>Os habitantes da aldeia trataram de apanhar pedaços de pau para caçar o lobo. </li></ul>
  5. 5. E encontraram o pastorinho às gargalhadas, dizendo: AH! AH!AH! Eu só queria Brincar com Vocês!!!
  6. 6. E, vendo que a brincadeira realmente assustava os aldeões, gritou no dia seguinte: Um lobo!
  7. 7. E novamente os moradores da aldeia trataram de apanhar suas armas de madeira
  8. 8. Tantas vezes o fez que a gente da aldeia não prestava mais atenção aos seus gritos Um Lobo… Um Lobo… Um Lobo…
  9. 9. Mais um dia e ele volta a gritar: Um lobo! Um lobo! Socorram-me
  10. 10. Um dos homens disse ao outro: Já não acredito. Ele não nos engana mais.
  11. 11. E era de facto um lobo, que dizimou todo o rebanho do pastorinho.
  12. 12. Ninguém acredita num mentiroso, mesmo quando ele diz a verdade . Trabalho realizado por : Gonçalo e Yibaldo

×