Igreja de São
Francisco
Trabalho realizado por:
Beatriz Agostinho – nº1
Ricardo Floro – nº11
Ygor Castro – nº14
Estilo Barroco
O barroco correspondeu ao gosto de uma mentalidade que
observou importantes mudanças sociais, religiosas, a...
Igreja de S. Francisco
Igreja de S. Francisco
Com a chegada a Faro da Ordem de S. Francisco, nos
finais da década de 70 de Seiscentos, os seus me...
Igreja de S. Francisco
A Igreja possui a fachada nobre tratada como um
pórtico, enquadrado por dois pares de pilastras
jón...
Interior da Igreja
Interior da Igreja
O interior do templo resulta numa
combinação cromática de azuis, vermelhos
e dourados. A nave única é c...
Interior da Igreja
Grande parte dos azulejos que forram o
templo são atribuídos aos conceituados
mestres Policarpo e Antón...
Interior da Igreja
Notam-se nesta igreja diversas abordagens
arquitetónicas que passam pelo barroco
Joanino, o rocaille li...
Traços do Estilo Barroco


Fachada nobre tratada por um pórtico, enquadrado por
dois pares de pilastras jónicas, assentes...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Igreja de são francisco (Faro)

461 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Igreja de são francisco (Faro)

  1. 1. Igreja de São Francisco Trabalho realizado por: Beatriz Agostinho – nº1 Ricardo Floro – nº11 Ygor Castro – nº14
  2. 2. Estilo Barroco O barroco correspondeu ao gosto de uma mentalidade que observou importantes mudanças sociais, religiosas, artísticas e politicas. O barroco teve origem em Roma, no final do século XVI. Propagou- se em países com o poder político concentrado e onde a Igreja Católica era muito influente, mas também se propagaria nos países do Norte da Europa protestante. A linguagem barroca virou-se para os sentidos, para o movimento e para o espectacular. Estendeu-se para a literatura, onde eram utilizados jogos de palavras e de ideias, para a música, onde se destacaram as obras de Mozart, Vivaldi, Bach, Haendel e o teatro, com fatos exuberantes.
  3. 3. Igreja de S. Francisco
  4. 4. Igreja de S. Francisco Com a chegada a Faro da Ordem de S. Francisco, nos finais da década de 70 de Seiscentos, os seus membros empenharam-se em erguer a Igreja de S. Francisco, posteriormente afetada com o terramoto de 1755. Com as obras de remodelação, a igreja perdeu a sua primitiva orientação.
  5. 5. Igreja de S. Francisco A Igreja possui a fachada nobre tratada como um pórtico, enquadrado por dois pares de pilastras jónicas, assentes em pedestais. A fachada eleva-se em dois pisos rematados por entablamento.
  6. 6. Interior da Igreja
  7. 7. Interior da Igreja O interior do templo resulta numa combinação cromática de azuis, vermelhos e dourados. A nave única é coberta por abóbada de berço apainelada. À entrada podemos apreciar dois painéis de azulejo azul e branco, alusivos às vidas do Orago e da Virgem.
  8. 8. Interior da Igreja Grande parte dos azulejos que forram o templo são atribuídos aos conceituados mestres Policarpo e António Oliveira Bernardes.
  9. 9. Interior da Igreja Notam-se nesta igreja diversas abordagens arquitetónicas que passam pelo barroco Joanino, o rocaille lisboeta de influência italiana e pela delicadeza própria da talha rocaille da Escola de Évora.
  10. 10. Traços do Estilo Barroco  Fachada nobre tratada por um pórtico, enquadrado por dois pares de pilastras jónicas, assentes em pedestais.  A cúpula assenta em cornija oitavada, ricamente decorada com talha dourada, a fazer lembrar uma renda.  O arco triunfal e a cúpula do cruzeiro criam um exuberant e jogo cenográfico.  Na abóbada de berço, os azulejos azuis e brancos mostram, ao centro, um painel polícromo ( amarelo e vermelho escuro) com a representação da coroação da Virgem.

×