Testos épicos e epicó-liricos

394 visualizações

Publicada em

entender o que é mais sobre testos épicos e epicó-líricos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
394
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Testos épicos e epicó-liricos

  1. 1. Textos épicos e epicó-liricos MÓDULO_10 Mensagem, Fernando Pessoa | Carlos Évora| Português |
  2. 2. BIOGRAFIA D. João I nasceu em Lisboa no ano de 1357, no castelo de Alcáçova. • O Príncipe de Boa Memória; • Fundador da Segunda dinastia; • Responsável pela Ordem de Avis; • Regedor e Defensor do Reino; • Rei de Portugal; • Casou com D. Filipa de Lencastre; • Iniciou a expansão portuguesa. Após um longo reinado de cerca de 43 anos, morreu em 1433 na cidade de Lisboa, estando sepultado no Mosteiro da Batalha. Mensagem, Fernando Pessoa
  3. 3. D. JOÃO O PRIMEIRO • O homem e a hora são um só • Quando Deus faz e a história é feita. • O mais é carne, cujo pó • A terra espreita. • Mestre, sem o saber, do Templo • Que Portugal foi feito ser, • Que houveste a glória e deste o exemplo • De o defender. • • Teu nome, eleito em sua fama, • É, na ara da nossa alma interna, • A que repelle, eterna chama, • A sombra eterna. SÉTIMO (I) Mensagem, Fernando Pessoa
  4. 4. D. JOÃO O PRIMEIRO • O homem e a hora são um só • Quando Deus faz e a história é feita. • O mais é carne, cujo pó • A terra espreita. • Mestre, sem o saber, do Templo • Que Portugal foi feito ser, • Que houveste a glória e deste o exemplo • De o defender. • Teu nome, eleito em sua fama, • É, na ara da nossa alma interna, • A que repelle, eterna chama, • A sombra eterna. SÉTIMO (I) Mensagem, Fernando Pessoa 1º momento Interligação entre Deus e o ser humano 2º momento Elogio pelo seu patriotismo 3º momento Imortalização do rei
  5. 5. • O destino é traçado por Deus; • Rege inexoravelmente a História; • A altura em que nação atinge uma encruzilhada é chamada a hora; Homem Ocasião Destino Deus Mensagem, Fernando Pessoa “O homem e a hora são um só Quando Deus faz e a história é feita”.
  6. 6. • Ordem do Templo__ A mais rica e poderosa ordem de Portugal; • O Templo pode ser considerado como símbolo do Homem, e do Mundo. Para ter acesso ao Templo celeste, é preciso que nos conheçamos primeiramente a nós próprios, vivendo a vida espiritual; Mensagem, Fernando Pessoa “Mestre, sem o saber, do Templo Que Portugal foi feito ser”
  7. 7. • Um grande homem e guerreiro que fez de tudo para salvar o país. Mensagem, Fernando Pessoa “Que houveste a glória e deste o exemplo De o defender”.
  8. 8. • Imortalização do Rei; • A antítese “ eterna chama” / “sombra eterna”, pretende dar a ideia que D. João I nunca será esquecido e estará sempre vivo em todos os portugueses (eterna chama ). No entanto, fisicamente ele já não está entre nós, está morto ( sombra eterna ). Mensagem, Fernando Pessoa “Teu nome, eleito em sua fama, É, na ara da nossa alma interna, A que repele, eterna chama, A sombra eterna”.
  9. 9. • Em “D. João, o primeiro”, Pessoa mostra que D. João e sua esposa D. Filipa de Lencastre foram a origem de geração de Avis ( infantes ). • D. João foi Mestre sem saber, defensor do Templo sagrado da Pátria e a eterna chama de Portugal. Pessoa retracta o rei como alguém eleito por Deus e também como um grande homem e guerreiro que fez de tudo para salvar o país. Mensagem, Fernando Pessoa
  10. 10. MENSAGEM – D. JOÃO O PRIMEIRO Fim Mensagem, Fernando Pessoa

×