SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Público
SE VOCÊ BUSCA POR AJUDA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO
QUE PODEMOS TE AUXILIAR NESSE TRABALHO!
ALUNO:
CURSO:
CST EM DESIGN DE INTERIORES
COMPONENTE CURRICULAR:
PROJETO DE EXTENSÃO I - DESIGN DE INTERIORES
PROGRAMA DE EXTENSÃO:
PROGRAMA DE AÇÃO E DIFUSÃO CULTURAL.
FINALIDADE E MOTIVAÇÃO:
A motivação da extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural para o curso de
Tecnologia em Design de Interiores está na preservação da memória e do patrimônio
cultural em suas diversas vertentes junto à comunidade. Ao identificar as
necessidades de seu entorno, os alunos poderão efetuar ações de apoio relacionados
a temática do programa e poderão desenvolver habilidades e competências
específicas no âmbito do curso. Os locais que poderão contemplar o projeto são:
ONGs, Prefeitura, Associações de Bairros, Associações Comerciais, Escolas e diversos
Órgãos Públicos.
COMPETÊNCIAS:
(11) 91467-6527
(11) 91467-6527
Público
I - Promover conexões entre os conhecimentos históricos e os artísticos, considerando
os aspectos estéticos e culturais suscetíveis de influenciar a qualidade da concepção
e da prática de design de interiores;
II - Reconhecer elementos perceptivos teórico-práticos de interpretação da relação
homem-ambiente construído;
III - Gerir, fiscalizar e administrar obras de design de interiores que impliquem em
transformação dos espaços, em escalas públicas e privadas, abrangendo todas as suas
etapas.
PERFIL DE EGRESSO:
O perfil do egresso do curso de Tecnologia em Design de Interiores idealizado pela IES
busca incentivar uma série de valores e atitudes que capacitam o profissional a atuar
de forma ética e comprometida com os interesses e desafios da sociedade
contemporânea. Sendo capaz de acompanhar e aplicar a evolução científica e
tecnológica na área de interiores em benefício da sociedade, da cultura e da
preservação do patrimônio, mantendo a responsabilidade social, conduta moral e
respeito ao ser humano.
SOFT SKILLS (COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS):
Criatividade e inovação
Flexibilidade e adaptação
Planejamento e organização
1
Público
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
Os objetivos da extensão do curso de Tecnologia em Design de Interiores vinculados
ao Programa de Ação e Difusão Cultural buscam trazer a disseminação da necessidade
de preservação do patrimônio cultural material e imaterial da comunidade
locorregional. Aliados ao sentimento de pertencimento, preparando o egresso para
uma atuação global e consciente.
CONTEÚDOS:
I - Teoria e História da Arte, do Design e do Mobiliário;
II - Teoria da cor, percepção e composição espacial;
III - Noções de instalações prediais e sistemas estruturais e construtivos das
edificações.
INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS:
SANTOS, Jana Cândida Castro dos; SOUZA, Jéssica Pinto de. História da arte e do
design. Porto Alegre: SAGAH, 2018.
CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do design. São Paulo: Blucher, 2008.
ANDRADE, Fernanda Delmute D. Instalações Pediais. Porto Alegre: Sagah, 2018.
TEMPLATE PDCA
Aluno e Aluna, essa atividade é para sua organização e uso da metodologia PDCA. Por isso é
um documento orientativo e não precisa ser entregue. Veja as orientações apresentadas no
MANUAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS.
1. PLANEJAMENTO (PLAN)
Antes de definir sua proposta, explore os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da
Organização das Nações Unidas (ONU) no link https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Se preferir, pode
baixar o documento pelo link https://brasil.un.org/sites/default/files/2020-09/agenda2030-pt-
br.pdf.
Compreenda a proposta da ONU e engaje-se nessa oportunidade de contribuir com as
metas de um organismo internacional tão importante ao mesmo tempo em que participa de
soluções de seu contexto!
Analise os 17 objetivos e escolha quais metas podem ser aderentes à sua proposta e ao seu
projeto. Para isso, clique no ícone de cada objetivo e observe a listagem de metas disponível
em cada um. É necessário que você escolha pelo menos uma meta. Pode ser que você
encontre metas aderentes à sua proposta em diferentes objetivos, mas não se restrinja.
Pode escolher dessa forma e mantenha o foco da essência de sua proposta.
Feito isso, liste aqui suas escolhas. Essa informação também deverá ser declarada em seu
Relatório Final de Atividades Extensionistas.
LISTAR METAS DOS ODS ADERENTES AO SEU PROJETO
2
Público
DEFINA A PROPOSTA.
IMERSÃO:
DEFINA OS ITENS DA IMERSÃO
Segue sugestão de perguntas para utilizar na entrevista com o parceiro.
SUGESTÃO DE SCRIPT DE ENTREVISTA
1. Quais os principais problemas, fragilidades ou dificuldades que a instituição/parceiro convive com
maior frequência?
1.1. Os problemas estão articulados com o programa/conteúdo proposto no componente
curricular?
Se não estiver, será necessário voltar à pergunta 1.
1.2. É possível resolver ou mitigar os problemas identificados no prazo de duração de projeto de
extensão.
Se não for possível deve voltar à pergunta 1.
1.3. A solução ou mitigação auxiliará a comunidade ou um grupo de pessoas da comunidade?
Se não auxiliar deve voltar à pergunta 1.
2. Quais serão as pessoas envolvidas na ação para buscar resolver ou mitigar os problemas
identificados?
3. Onde será realizada a ação?
4. Há limitação de pessoas ou restrição para acesso ao local indicado?
5. Quais serão as pessoas beneficiadas diretamente?
6. Necessitará de insumos/recursos financeiros para a realização da ação?
7. Será necessário agendamento?
8. Qual o período, dia da semana, horário que será realizada a ação?
IDEAÇÃO:
DEFINA OS ITENS DA IDEAÇÃO.
PROTOTIPAÇÃO:
DEFINA OS ITENS DA PROTOTIPAÇÃO.
IDEIAS E ANOTAÇÕES:
2. REALIZAÇÃO (DO)
CRONOGRAMA:
3
Público
ATIVIDADES PER. 1 PER. 2 PER. 3 PER.4
3. VERIFICAÇÃO (CHECK)
Planejamento:
Imersão realizada?
Ideação realizada?
Prototipação realizada?
Planejamento está ok?
Realização:
Cronograma realizado?
Cronograma atende a realização do projeto?
Verificação:
Cronograma atende a realização do projeto?
Projeto atende a proposta da instituição escolhida?
Houve necessidade de mudança de estratégia?
4
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
() NÃO
() SIM
Público
Em caso positivo, mencione as mudanças e novas estratégias?
4. AÇÃO (ACT)
AÇÃO PROPOSTA:
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
5

Mais conteúdo relacionado

Mais de xiaowu8637

PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAISPROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAISxiaowu8637
 
CST EM PROCESSOS GERENCIAIS
CST EM PROCESSOS GERENCIAISCST EM PROCESSOS GERENCIAIS
CST EM PROCESSOS GERENCIAISxiaowu8637
 
CST EM SECRETARIADO
CST EM SECRETARIADOCST EM SECRETARIADO
CST EM SECRETARIADOxiaowu8637
 
CST EM REDES DE COMPUTADORES
CST EM REDES DE COMPUTADORESCST EM REDES DE COMPUTADORES
CST EM REDES DE COMPUTADORESxiaowu8637
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIAPROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIAxiaowu8637
 
PSICOLOGIA - LICENCIATURA
PSICOLOGIA - LICENCIATURAPSICOLOGIA - LICENCIATURA
PSICOLOGIA - LICENCIATURAxiaowu8637
 
CST EM PODOLOGIA
CST EM PODOLOGIACST EM PODOLOGIA
CST EM PODOLOGIAxiaowu8637
 
PEDAGOGIA - LICENCIATURA
PEDAGOGIA - LICENCIATURAPEDAGOGIA - LICENCIATURA
PEDAGOGIA - LICENCIATURAxiaowu8637
 
ODONTOLOGIA - BACHARELADO
ODONTOLOGIA - BACHARELADOODONTOLOGIA - BACHARELADO
ODONTOLOGIA - BACHARELADOxiaowu8637
 
MATEMÁTICA - LICENCIATURA
MATEMÁTICA - LICENCIATURAMATEMÁTICA - LICENCIATURA
MATEMÁTICA - LICENCIATURAxiaowu8637
 
HISTÓRIA - LICENCIATURA
HISTÓRIA - LICENCIATURAHISTÓRIA - LICENCIATURA
HISTÓRIA - LICENCIATURAxiaowu8637
 
CST EM MARKETING DIGITAL
CST EM MARKETING DIGITALCST EM MARKETING DIGITAL
CST EM MARKETING DIGITALxiaowu8637
 
CST EM GESTÃO PÚBLICA
CST EM GESTÃO PÚBLICACST EM GESTÃO PÚBLICA
CST EM GESTÃO PÚBLICAxiaowu8637
 
CST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALARCST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALARxiaowu8637
 
CST EM GESTÃO FINANCEIRA
CST EM GESTÃO FINANCEIRACST EM GESTÃO FINANCEIRA
CST EM GESTÃO FINANCEIRAxiaowu8637
 
CST EM GESTÃO DE COOPERATIVAS
CST EM GESTÃO DE COOPERATIVASCST EM GESTÃO DE COOPERATIVAS
CST EM GESTÃO DE COOPERATIVASxiaowu8637
 
COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...
COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...
COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...xiaowu8637
 
CST EM GESTÃO COMERCIAL
CST EM GESTÃO COMERCIALCST EM GESTÃO COMERCIAL
CST EM GESTÃO COMERCIALxiaowu8637
 
CRIMINOLOGIA - BACHARELADO
CRIMINOLOGIA - BACHARELADOCRIMINOLOGIA - BACHARELADO
CRIMINOLOGIA - BACHARELADOxiaowu8637
 

Mais de xiaowu8637 (20)

PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAISPROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
PROJETO DE EXTENSÃO I - PROCESSOS GERENCIAIS
 
CST EM PROCESSOS GERENCIAIS
CST EM PROCESSOS GERENCIAISCST EM PROCESSOS GERENCIAIS
CST EM PROCESSOS GERENCIAIS
 
CST EM SECRETARIADO
CST EM SECRETARIADOCST EM SECRETARIADO
CST EM SECRETARIADO
 
CST EM REDES DE COMPUTADORES
CST EM REDES DE COMPUTADORESCST EM REDES DE COMPUTADORES
CST EM REDES DE COMPUTADORES
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIAPROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PSICOLOGIA
 
PSICOLOGIA - LICENCIATURA
PSICOLOGIA - LICENCIATURAPSICOLOGIA - LICENCIATURA
PSICOLOGIA - LICENCIATURA
 
CST EM PODOLOGIA
CST EM PODOLOGIACST EM PODOLOGIA
CST EM PODOLOGIA
 
PEDAGOGIA - LICENCIATURA
PEDAGOGIA - LICENCIATURAPEDAGOGIA - LICENCIATURA
PEDAGOGIA - LICENCIATURA
 
ODONTOLOGIA - BACHARELADO
ODONTOLOGIA - BACHARELADOODONTOLOGIA - BACHARELADO
ODONTOLOGIA - BACHARELADO
 
MATEMÁTICA - LICENCIATURA
MATEMÁTICA - LICENCIATURAMATEMÁTICA - LICENCIATURA
MATEMÁTICA - LICENCIATURA
 
HISTÓRIA - LICENCIATURA
HISTÓRIA - LICENCIATURAHISTÓRIA - LICENCIATURA
HISTÓRIA - LICENCIATURA
 
CST EM MARKETING DIGITAL
CST EM MARKETING DIGITALCST EM MARKETING DIGITAL
CST EM MARKETING DIGITAL
 
CST EM GESTÃO PÚBLICA
CST EM GESTÃO PÚBLICACST EM GESTÃO PÚBLICA
CST EM GESTÃO PÚBLICA
 
33.pdf
33.pdf33.pdf
33.pdf
 
CST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALARCST EM GESTÃO HOSPITALAR
CST EM GESTÃO HOSPITALAR
 
CST EM GESTÃO FINANCEIRA
CST EM GESTÃO FINANCEIRACST EM GESTÃO FINANCEIRA
CST EM GESTÃO FINANCEIRA
 
CST EM GESTÃO DE COOPERATIVAS
CST EM GESTÃO DE COOPERATIVASCST EM GESTÃO DE COOPERATIVAS
CST EM GESTÃO DE COOPERATIVAS
 
COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...
COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...
COMPETÊNCIAS: I - Planeja e gerencia as atividades de cooperativas e seus res...
 
CST EM GESTÃO COMERCIAL
CST EM GESTÃO COMERCIALCST EM GESTÃO COMERCIAL
CST EM GESTÃO COMERCIAL
 
CRIMINOLOGIA - BACHARELADO
CRIMINOLOGIA - BACHARELADOCRIMINOLOGIA - BACHARELADO
CRIMINOLOGIA - BACHARELADO
 

CST EM DESIGN DE INTERIORES

  • 1. Público SE VOCÊ BUSCA POR AJUDA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO QUE PODEMOS TE AUXILIAR NESSE TRABALHO! ALUNO: CURSO: CST EM DESIGN DE INTERIORES COMPONENTE CURRICULAR: PROJETO DE EXTENSÃO I - DESIGN DE INTERIORES PROGRAMA DE EXTENSÃO: PROGRAMA DE AÇÃO E DIFUSÃO CULTURAL. FINALIDADE E MOTIVAÇÃO: A motivação da extensão no Programa de Ação e Difusão Cultural para o curso de Tecnologia em Design de Interiores está na preservação da memória e do patrimônio cultural em suas diversas vertentes junto à comunidade. Ao identificar as necessidades de seu entorno, os alunos poderão efetuar ações de apoio relacionados a temática do programa e poderão desenvolver habilidades e competências específicas no âmbito do curso. Os locais que poderão contemplar o projeto são: ONGs, Prefeitura, Associações de Bairros, Associações Comerciais, Escolas e diversos Órgãos Públicos. COMPETÊNCIAS: (11) 91467-6527 (11) 91467-6527
  • 2. Público I - Promover conexões entre os conhecimentos históricos e os artísticos, considerando os aspectos estéticos e culturais suscetíveis de influenciar a qualidade da concepção e da prática de design de interiores; II - Reconhecer elementos perceptivos teórico-práticos de interpretação da relação homem-ambiente construído; III - Gerir, fiscalizar e administrar obras de design de interiores que impliquem em transformação dos espaços, em escalas públicas e privadas, abrangendo todas as suas etapas. PERFIL DE EGRESSO: O perfil do egresso do curso de Tecnologia em Design de Interiores idealizado pela IES busca incentivar uma série de valores e atitudes que capacitam o profissional a atuar de forma ética e comprometida com os interesses e desafios da sociedade contemporânea. Sendo capaz de acompanhar e aplicar a evolução científica e tecnológica na área de interiores em benefício da sociedade, da cultura e da preservação do patrimônio, mantendo a responsabilidade social, conduta moral e respeito ao ser humano. SOFT SKILLS (COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS): Criatividade e inovação Flexibilidade e adaptação Planejamento e organização 1
  • 3. Público OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM: Os objetivos da extensão do curso de Tecnologia em Design de Interiores vinculados ao Programa de Ação e Difusão Cultural buscam trazer a disseminação da necessidade de preservação do patrimônio cultural material e imaterial da comunidade locorregional. Aliados ao sentimento de pertencimento, preparando o egresso para uma atuação global e consciente. CONTEÚDOS: I - Teoria e História da Arte, do Design e do Mobiliário; II - Teoria da cor, percepção e composição espacial; III - Noções de instalações prediais e sistemas estruturais e construtivos das edificações. INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS: SANTOS, Jana Cândida Castro dos; SOUZA, Jéssica Pinto de. História da arte e do design. Porto Alegre: SAGAH, 2018. CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do design. São Paulo: Blucher, 2008. ANDRADE, Fernanda Delmute D. Instalações Pediais. Porto Alegre: Sagah, 2018. TEMPLATE PDCA Aluno e Aluna, essa atividade é para sua organização e uso da metodologia PDCA. Por isso é um documento orientativo e não precisa ser entregue. Veja as orientações apresentadas no MANUAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS. 1. PLANEJAMENTO (PLAN) Antes de definir sua proposta, explore os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) no link https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Se preferir, pode baixar o documento pelo link https://brasil.un.org/sites/default/files/2020-09/agenda2030-pt- br.pdf. Compreenda a proposta da ONU e engaje-se nessa oportunidade de contribuir com as metas de um organismo internacional tão importante ao mesmo tempo em que participa de soluções de seu contexto! Analise os 17 objetivos e escolha quais metas podem ser aderentes à sua proposta e ao seu projeto. Para isso, clique no ícone de cada objetivo e observe a listagem de metas disponível em cada um. É necessário que você escolha pelo menos uma meta. Pode ser que você encontre metas aderentes à sua proposta em diferentes objetivos, mas não se restrinja. Pode escolher dessa forma e mantenha o foco da essência de sua proposta. Feito isso, liste aqui suas escolhas. Essa informação também deverá ser declarada em seu Relatório Final de Atividades Extensionistas. LISTAR METAS DOS ODS ADERENTES AO SEU PROJETO 2
  • 4. Público DEFINA A PROPOSTA. IMERSÃO: DEFINA OS ITENS DA IMERSÃO Segue sugestão de perguntas para utilizar na entrevista com o parceiro. SUGESTÃO DE SCRIPT DE ENTREVISTA 1. Quais os principais problemas, fragilidades ou dificuldades que a instituição/parceiro convive com maior frequência? 1.1. Os problemas estão articulados com o programa/conteúdo proposto no componente curricular? Se não estiver, será necessário voltar à pergunta 1. 1.2. É possível resolver ou mitigar os problemas identificados no prazo de duração de projeto de extensão. Se não for possível deve voltar à pergunta 1. 1.3. A solução ou mitigação auxiliará a comunidade ou um grupo de pessoas da comunidade? Se não auxiliar deve voltar à pergunta 1. 2. Quais serão as pessoas envolvidas na ação para buscar resolver ou mitigar os problemas identificados? 3. Onde será realizada a ação? 4. Há limitação de pessoas ou restrição para acesso ao local indicado? 5. Quais serão as pessoas beneficiadas diretamente? 6. Necessitará de insumos/recursos financeiros para a realização da ação? 7. Será necessário agendamento? 8. Qual o período, dia da semana, horário que será realizada a ação? IDEAÇÃO: DEFINA OS ITENS DA IDEAÇÃO. PROTOTIPAÇÃO: DEFINA OS ITENS DA PROTOTIPAÇÃO. IDEIAS E ANOTAÇÕES: 2. REALIZAÇÃO (DO) CRONOGRAMA: 3
  • 5. Público ATIVIDADES PER. 1 PER. 2 PER. 3 PER.4 3. VERIFICAÇÃO (CHECK) Planejamento: Imersão realizada? Ideação realizada? Prototipação realizada? Planejamento está ok? Realização: Cronograma realizado? Cronograma atende a realização do projeto? Verificação: Cronograma atende a realização do projeto? Projeto atende a proposta da instituição escolhida? Houve necessidade de mudança de estratégia? 4 () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM () NÃO () SIM
  • 6. Público Em caso positivo, mencione as mudanças e novas estratégias? 4. AÇÃO (ACT) AÇÃO PROPOSTA: REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 5