Xan

1.808 visualizações

Publicada em

POEMA DE ROSALÍA DE CASTRO PARA COMENTAR CO ALUMNADO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.808
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.176
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Xan

  1. 1. ROSALÍA DE CASTRO
  2. 2. XAN VAI COLLER LEÑA Ó MONTE,XAN VAI A COMPOÑER CESTOS,XAN VAI A PODAR AS VIÑAS,XAN VAI A APAÑAR O ESTERCO,E LEVA O FOL Ó MUÍÑO,E TRAI O ESTRUME Ó CORTELLO,E VAI Á FONTE POR AUGUA,E VAI A MISA COS NENOS,E FAI O LEITO E O CALDO...XAN, EN FIN, É UN XAN COMPLETO,DESES QUE A CADA MULLERLLE CONVIÑA UN POLO MENOS.PERO CANDO UN BUSCA UN XAN,CASE SEMPRE ATOPA UN PEDRO.
  3. 3. PEPA, A AFORTUNADA PEPA,MULLER DO XAN QUE SABEMOS,MENTRES SEU HOME TRABALLA,ELA LAVA OS PÉS NO REGO,CÁTALLE AS PULGAS Ó GATO,PEITEA OS LONGOS CABELOS,BÓTALLES MILLO ÁS GALIÑAS,MARMURA CO IRMÁN DO CREGO,MIRA SE HAI OVOS NO NIÑO,BOTA UN OLLO ÓS MAZANCEIROS,E LAMBE A NATA DO LEITE,E SE PODE BOTA UN NETOCOA COMADRE, QUE AGACHADOTRAILLO EN BAIXO DO MANTELO.E CANDO XAN POLA NOITECHEGA CANSADO E FAMENTO,ELA XA O ESPERA ENTRE AS MANTAS,E Ó VELO ENTRAR DILLE QUEDO:
  4. 4. —POR DEUS NON BARULLES MOITO...QUE ME ESTOU MESMO MORRENDO.—POIS QUE TÉS, ÑA MULLERIÑA?—QUE HEI DE TER? DEITA ESES NENOS,QUE ESTA MADRE ROE EN MINCAL ROE UN CAN NUN CODELO,E Ó CABO HA DE DAR COMIGONOS TERRÓNS DO CEMITERIO...—POIS, ÑA PEPA, TOMA UN TRAGODE RESOLIO QUE AQUÍ TEÑO,E DURME, ÑA MULLERIÑA,MENTRES OS MENIÑOS DEITO.DE BÁGOAS SE ENCHEN OS OLLOS,DE XAN Ó VER TALES FEITOS;MAIS NON TEMÁS, QUE ENTRE MIL,N HAI MÁIS QUE UN ANXO ENTRE OS DEMOS;N HAI MÁIS QUE UN ATORMENTADOENTRE MIL QUE DAN TORMENTOS.

×