SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 87
Baixar para ler offline
Complexidade,
Desempenho
Tempo, Energia
Formação
Tumulto
Normalidade
Desempenho
Acomodação
Transformação
Nova Visão Estratégica
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Fase 3
Declínio
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Ideias  Imprecisas;
ü  Visão  comum  não  desenvolvida;
ü  Senso  de  propósito  não  compar8lhado;
ü  Comunicação  cautelosa;
ü  Baixo  nível  de  confiança;
ü  Ausência  de  procedimentos;
ü  Baixa  consciência  das  diferenças;
ü  Baixa  Flexibilidade;
ü  Potencial  de  aprendizagem  individual.
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Ausência	
  de  consenso;	
  
ü  Conflitos  sobre  obje8vos;
ü  Procura  de  um  es8lo  de  trabalho;
ü  Comunicação  mais  aberta;
ü  Tomada  de  consciência  das  diferenças;
ü  Estabelecimento  de  prá8cas;
ü  Enfrentamento  de  conflitos;
ü  Potencial  de  aprendizagem  do  8me.
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Consenso  sobre  uma  visão;
ü  Clarificação  dos  obje8vos;
ü  Comunicação  aberta;
ü  Fortalecimento  da  confiança;
ü  Aceitação  das  lideranças;
ü  Estabelecimento  de  procedimentos;
ü  Aceitação  das  diferenças  de  talentos,  
habilidades  e  es8los;
ü  Potencial  de  aprendizagem  organizacional.
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Senso  de  propósito;
ü  Comunicação  aberta;
ü  Confiança  e  respeito  mútuo;
ü  Liderança  compar8lhada;
ü  Procedimentos  de    trabalho  eficazes;
ü  Criação  a  par8r  das  diferenças;
ü  Adaptabilidade  e  flexibilidade;
ü  Aprendizagem  conQnua.
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Enfraquecimento  do  propósito;
ü  Menor  mo8vação  pela  visão;
ü  Auto  confiança  exagerada  (arrogância);
ü  Choque  de  lideranças;
ü  Perda  da  eficácia  dos  procedimentos;
ü  Acirramento  das  diferenças  (conflitos);
ü  Mudanças  presas  ao  an8go  padrão;
ü  Acomodação.
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Mudança  de  propósito;
ü  Rediscussão  da  visão  dos  obje8vos;
ü  Recuperação  da  autoes8ma;
ü  Desenvolvimento  de  novas  lideranças;
ü  Rediscussão  dos  procedimentos;
ü  Compar8lhamento  das  diferenças;
ü  Renovação  da  equipe.
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
Normalidade
ü  Ideias  Imprecisas;
ü  Visão  comum  não  desenvolvida;
ü  Senso  de  propósito  não  compar8lhado;
ü  Comunicação  cautelosa;
ü  Baixo  nível  de  confiança;
ü  Ausência  de  procedimentos;
ü  Baixa  consciência  das  diferenças;
ü  Baixa  Flexibilidade;
ü  Potencial  de  aprendizagem  individual.
Comunicação	
  Cautelosa	
  
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
Normalidade
ü  Ideias  Imprecisas;
ü  Visão  comum  não  desenvolvida;
ü  Senso  de  propósito  não  compar8lhado;
ü  Comunicação  cautelosa;
ü  Baixo  nível  de  confiança;
ü  Ausência  de  procedimentos;
ü  Baixa  consciência  das  diferenças;
ü  Baixa  Flexibilidade;
ü  Potencial  de  aprendizagem  individual.
Baixo	
  Nível	
  de	
  Confiança	
  
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
Normalidade
ü  Ideias  Imprecisas;
ü  Visão  comum  não  desenvolvida;
ü  Senso  de  propósito  não  compar8lhado;
ü  Comunicação  cautelosa;
ü  Baixo  nível  de  confiança;
ü  Ausência  de  procedimentos;
ü  Baixa  consciência  das  diferenças;
ü  Baixa  Flexibilidade;
ü  Potencial  de  aprendizagem  individual.
Baixa	
  Consciência	
  das	
  Diferenças	
  
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
Normalidade
ü  Ideias  Imprecisas;
ü  Visão  comum  não  desenvolvida;
ü  Senso  de  propósito  não  compar8lhado;
ü  Comunicação  cautelosa;
ü  Baixo  nível  de  confiança;
ü  Ausência  de  procedimentos;
ü  Baixa  consciência  das  diferenças;
ü  Baixa  Flexibilidade;
ü  Potencial  de  aprendizagem  individual.
Baixa	
  Flexibilidade	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
William Moulton
Marston
Focado	
  em	
  Tarefas	
  
Focado	
  em	
  Pessoas	
  
Reservado	
   ExtroverDdo	
  
D	
  
Indica	
  como	
  
você	
  lida	
  com	
  
Problemas	
  e	
  
Desafios	
  
Observado	
  em	
  Pessoas:	
  
•  Diretas	
  
•  Decididas	
  
•  Compe33vas	
  
•  Orientadas	
  a	
  Resultados	
  
0	
  
20	
  
40	
  
60	
  
80	
  
100	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Score	
  %	
  
I	
  
Indica	
  como	
  
você	
  lida	
  com	
  
Pessoas	
  e	
  as	
  
Influencia	
  
Observado	
  em	
  Pessoas:	
  
•  Confiantes	
  
•  Inspiradoras	
  
•  O3mistas	
  
•  Populares	
  
•  Sociáveis	
  
•  Confia	
  nos	
  outras	
  
0	
  
20	
  
40	
  
60	
  
80	
  
100	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Score	
  %	
  
S	
  
Indica	
  como	
  
você	
  lida	
  com	
  
Mudanças	
  e	
  
estabelece	
  
seu	
  ritmo	
  
Observado	
  em	
  Pessoas:	
  
•  Agradáveis	
  
•  Boas	
  Ouvintes	
  
•  Pacientes	
  
•  Sinceras	
  
•  Constantes	
  
•  Membro	
  de	
  Equipe	
  
•  Estáveis	
  
0	
  
20	
  
40	
  
60	
  
80	
  
100	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Score	
  %	
  
C	
  
Indica	
  como	
  você	
  
lida	
  com	
  Regras,	
  	
  
Procedimentos	
  
estabelecidos	
  
por	
  outros	
  
Observado	
  em	
  Pessoas:	
  
•  Precisas	
  
•  Analí3cas	
  
•  Perfeccionistas	
  
•  Cuidadosas	
  
•  Minuciosas	
  
0	
  
20	
  
40	
  
60	
  
80	
  
100	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Score	
  %	
  
D	
  
D	
  
D
D
I	
  
I	
  
C	
  
C	
  
C
C
S	
  
S	
  
hPp://discpersonalitytesDng.com/discassess/work-­‐free/
free-­‐start.php	
  
Passo	
  1	
  
Entender	
  a	
  você	
  mesmo	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Passo	
  2	
  
Entender	
  as	
  outras	
  
pessoas	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Passo	
  3	
  
Adaptar-­‐se	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
0	
  
20	
  
40	
  
60	
  
80	
  
100	
  
D	
   I	
   S	
   C	
  
Score	
  %	
  
D	
  
S	
  
Dr.	
  William	
  Moulton	
  Marston,	
  
também	
  conhecido	
  por	
  seu	
  
pseudônimo,	
  Charles	
  Moulton.	
  
Técnica	
  Disney	
  
hPp://golfinho.com.br/arDgo/a-­‐estrategia-­‐disney-­‐da-­‐pnl-­‐passo-­‐a-­‐passo.htm	
  
That	
  Guy,	
  This	
  Guy	
  
Clear	
  Trade	
  offs	
  sliders	
  
Moving	
  MoDvators	
  
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Senso  de  propósito;
ü  Comunicação  aberta;
ü  Confiança  e  respeito  mútuo;
ü  Liderança  compar8lhada;
ü  Procedimentos  de    trabalho  eficazes;
ü  Criação  a  par8r  das  diferenças;
ü  Adaptabilidade  e  flexibilidade;
ü  Aprendizagem  conQnua.
Criação	
  a	
  parDr	
  das	
  diferenças	
  
Plant	
  
Resource	
  	
  
InvesDgator	
  
Cordinator	
  
Shaper	
  
•  Desafiador,	
  	
  dinâmico,	
  
trabalha	
  bem	
  sob	
  
pressão	
  
•  Modifica	
  o	
  ponto	
  	
  de	
  
equilíbrio	
  e	
  	
  desafia	
  a	
  
inércia	
  
•  Mantém	
  iniciaDva	
  e	
  
coragem	
  para	
  superar	
  
obstáculos	
  
Complexidade,
Desempenho
Formação
Desempenho
Acomodação
Fase 1
Inovação
Fase 2
Maturação e Estabilidade
Tumulto
Normalidade
Fase 3
Declínio
Transformação
Nova Visão Estratégica
Tempo, Energia
ü  Mudança  de  propósito;
ü  Rediscussão  da  visão  dos  obje8vos;
ü  Recuperação  da  autoes8ma;
ü  Desenvolvimento  de  novas  lideranças;
ü  Rediscussão  dos  procedimentos;
ü  Compar8lhamento  das  diferenças;
ü Renovação  da  equipe.
Monitor	
  
Evaluator	
  
Team	
  
Worker	
  
•  CooperaDvo,	
  	
  	
  
moderado,	
  percepDvo	
  e	
  
diplomáDco	
  
•  Ouve,	
  executa,	
  evita	
  
atritos	
  
•  Socialmente	
  orientado,	
  
sensível	
  e	
  calmo	
  
Implementer	
  
Completer	
  
Finisher	
  
•  Cuidadoso,	
  consciente,	
  
ansioso	
  
•  Procura	
  por	
  erros	
  e	
  
omissões	
  	
  
•  Entrega	
  o	
  trabalho	
  no	
  
tempo	
  correto	
  
Specialist	
  
•  Gosta	
  do	
  processo	
  de	
  
aprendizagem,	
  por	
  isso,	
  
reúne	
  conhecimento	
  e	
  
experiência	
  
•  Atua	
  em	
  resolver	
  
problemas	
  em	
  áreas	
  
chaves	
  
Liderança	
  
CriaDvidade	
  
Execução	
  
Orientados	
  
a	
  Ação	
  
Orientados	
  
a	
  Pessoas	
  
Cerebrais	
  
Lembre-­‐se!	
  
São	
  apenas	
  diferenças	
  
Contatos:	
  	
  
acruz@fpf.br	
  
alexandre@connectworks.com.br	
  
	
  
Linkedin:	
  
hPps://br.linkedin.com/in/alexandreamorimscruz	
  
	
  
Facebook:	
  
hPps://www.facebook.com/xande.amorim	
  
	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (15)

O que a gestão pode fazer para te ajudar a realizar o seu melhor trabalho?
O que a gestão pode fazer para te ajudar a realizar o seu melhor trabalho?O que a gestão pode fazer para te ajudar a realizar o seu melhor trabalho?
O que a gestão pode fazer para te ajudar a realizar o seu melhor trabalho?
 
Como liderar uma PME em tempos de Crise
Como liderar uma PME em tempos de CriseComo liderar uma PME em tempos de Crise
Como liderar uma PME em tempos de Crise
 
Ferramentas de gestao
Ferramentas de gestaoFerramentas de gestao
Ferramentas de gestao
 
Congresso de RH - Ribeirão Preto
Congresso de RH - Ribeirão PretoCongresso de RH - Ribeirão Preto
Congresso de RH - Ribeirão Preto
 
Palestra Management 3.0.
Palestra Management 3.0.Palestra Management 3.0.
Palestra Management 3.0.
 
Vuca world - Um Mundo: Volátil, Incerto, Complexo e Ambivalente
Vuca world - Um Mundo: Volátil, Incerto, Complexo e AmbivalenteVuca world - Um Mundo: Volátil, Incerto, Complexo e Ambivalente
Vuca world - Um Mundo: Volátil, Incerto, Complexo e Ambivalente
 
Ebook eneagrama-da-prosperidade
Ebook eneagrama-da-prosperidadeEbook eneagrama-da-prosperidade
Ebook eneagrama-da-prosperidade
 
Palestra Agile Mindset | Ago-21
Palestra Agile Mindset | Ago-21Palestra Agile Mindset | Ago-21
Palestra Agile Mindset | Ago-21
 
TDC SP 2018 - Palestra: Software 4 Happiness - SW4:D
TDC SP 2018 - Palestra: Software 4 Happiness - SW4:DTDC SP 2018 - Palestra: Software 4 Happiness - SW4:D
TDC SP 2018 - Palestra: Software 4 Happiness - SW4:D
 
Eneagrama para RH
Eneagrama para RHEneagrama para RH
Eneagrama para RH
 
Gestão da Mudança Organizacional (1ª edição - 16/01/2014)
Gestão da Mudança Organizacional (1ª edição - 16/01/2014)Gestão da Mudança Organizacional (1ª edição - 16/01/2014)
Gestão da Mudança Organizacional (1ª edição - 16/01/2014)
 
Habilidades Interpessoais do Gerente de projetos
Habilidades Interpessoais do Gerente de projetosHabilidades Interpessoais do Gerente de projetos
Habilidades Interpessoais do Gerente de projetos
 
Como ser Gerente de Projetos em uma equipe auto-organizavel - Marcely Santos ...
Como ser Gerente de Projetos em uma equipe auto-organizavel - Marcely Santos ...Como ser Gerente de Projetos em uma equipe auto-organizavel - Marcely Santos ...
Como ser Gerente de Projetos em uma equipe auto-organizavel - Marcely Santos ...
 
Encontro 3 - 2016 - gestão de pessoas
Encontro 3 - 2016 - gestão de pessoasEncontro 3 - 2016 - gestão de pessoas
Encontro 3 - 2016 - gestão de pessoas
 
Agilidade - A arte de desprojetizar
Agilidade - A arte de desprojetizarAgilidade - A arte de desprojetizar
Agilidade - A arte de desprojetizar
 

Destaque

Slide projeto de vida
Slide projeto de vidaSlide projeto de vida
Slide projeto de vida
Isabel Aguiar
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
mauricio aquino
 

Destaque (15)

MVP - Minimum Viable Product
MVP - Minimum Viable ProductMVP - Minimum Viable Product
MVP - Minimum Viable Product
 
Startups & Software
Startups & SoftwareStartups & Software
Startups & Software
 
Lei de inovação
Lei de inovaçãoLei de inovação
Lei de inovação
 
Gamification e Métodos Ágeis
Gamification e Métodos ÁgeisGamification e Métodos Ágeis
Gamification e Métodos Ágeis
 
IMPLANTAÇÃO DE UM CRM
IMPLANTAÇÃO DE UM CRMIMPLANTAÇÃO DE UM CRM
IMPLANTAÇÃO DE UM CRM
 
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
 
Elaboração de projeto
Elaboração de projetoElaboração de projeto
Elaboração de projeto
 
Guia BPM CBOK
Guia BPM CBOK Guia BPM CBOK
Guia BPM CBOK
 
Scrum em Escala: de volta às origens
Scrum em Escala: de volta às origensScrum em Escala: de volta às origens
Scrum em Escala: de volta às origens
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
 
Slide projeto de vida
Slide projeto de vidaSlide projeto de vida
Slide projeto de vida
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
 
Scrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosScrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutos
 

Semelhante a Só tem maluco em time Scrum

LiderançA[1]..
LiderançA[1]..LiderançA[1]..
LiderançA[1]..
nzucolotto
 
PROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONS
PROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONSPROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONS
PROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONS
Jaime F. Ribeiro
 
Material para treinamento liderança Hawk.pdf
Material para treinamento liderança Hawk.pdfMaterial para treinamento liderança Hawk.pdf
Material para treinamento liderança Hawk.pdf
RoqueLuz1
 

Semelhante a Só tem maluco em time Scrum (20)

Groupe SEB - MCM
Groupe SEB - MCMGroupe SEB - MCM
Groupe SEB - MCM
 
Gestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v finalGestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v final
 
SGRio Keynote 2023.pdf
SGRio Keynote 2023.pdfSGRio Keynote 2023.pdf
SGRio Keynote 2023.pdf
 
Liderança em Cenários de Incerteza
Liderança em Cenários de IncertezaLiderança em Cenários de Incerteza
Liderança em Cenários de Incerteza
 
Liderança em Cenários de Incerteza - SGRio Keynote 2023.pdf
Liderança em Cenários de Incerteza - SGRio Keynote 2023.pdfLiderança em Cenários de Incerteza - SGRio Keynote 2023.pdf
Liderança em Cenários de Incerteza - SGRio Keynote 2023.pdf
 
Gestão da mudança
Gestão da mudançaGestão da mudança
Gestão da mudança
 
Liderança pauta sugerida
Liderança pauta sugeridaLiderança pauta sugerida
Liderança pauta sugerida
 
Estratégias para tempos de turbulências e liderança para tempos de crise
Estratégias para tempos de turbulências e liderança para tempos de criseEstratégias para tempos de turbulências e liderança para tempos de crise
Estratégias para tempos de turbulências e liderança para tempos de crise
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta Performance
 
Extended DISC® Guia Análise Pessoal & Profissional Comercial
Extended DISC® Guia Análise Pessoal & Profissional ComercialExtended DISC® Guia Análise Pessoal & Profissional Comercial
Extended DISC® Guia Análise Pessoal & Profissional Comercial
 
Linked RH - Dicionário de competências comportamentais.pdf
Linked RH - Dicionário de competências comportamentais.pdfLinked RH - Dicionário de competências comportamentais.pdf
Linked RH - Dicionário de competências comportamentais.pdf
 
Palestra Comunicação assertiva e feedback na Avaliação de Desempenho - Encont...
Palestra Comunicação assertiva e feedback na Avaliação de Desempenho - Encont...Palestra Comunicação assertiva e feedback na Avaliação de Desempenho - Encont...
Palestra Comunicação assertiva e feedback na Avaliação de Desempenho - Encont...
 
Comportamentos necessários para formação de times Ágeis
Comportamentos necessários para formação de times ÁgeisComportamentos necessários para formação de times Ágeis
Comportamentos necessários para formação de times Ágeis
 
LiderançA[1]..
LiderançA[1]..LiderançA[1]..
LiderançA[1]..
 
Atitudes que Geram Resultados
Atitudes que Geram ResultadosAtitudes que Geram Resultados
Atitudes que Geram Resultados
 
PROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONS
PROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONSPROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONS
PROC.de MUDANÇA - PRODUTIVIDADE NOS LIONS
 
seminriodeadm-140107191615-phpapp01.pdf
seminriodeadm-140107191615-phpapp01.pdfseminriodeadm-140107191615-phpapp01.pdf
seminriodeadm-140107191615-phpapp01.pdf
 
Biz miz o1 m8_u8.1_r2_pt
Biz miz o1 m8_u8.1_r2_ptBiz miz o1 m8_u8.1_r2_pt
Biz miz o1 m8_u8.1_r2_pt
 
Material para treinamento liderança Hawk.pdf
Material para treinamento liderança Hawk.pdfMaterial para treinamento liderança Hawk.pdf
Material para treinamento liderança Hawk.pdf
 
(Conseps 2016) imersão 2
(Conseps 2016) imersão 2(Conseps 2016) imersão 2
(Conseps 2016) imersão 2
 

Só tem maluco em time Scrum