A crise de 1383-1385
Depois de várias guerras com Castela, D.
Fernando assinou um tratado com
Castela(tratado de Salvaterra de Magos),
combinan...
Nesse mesmo ano, o rei D. Fernando morre e a população
dividiu-se no apoio aos dois principais pretendentes ao
trono : D. ...
D. Leonor de Teles
A população de Lisboa organizou uma conspiração contra o conde
Andeiro, amante da viúva de D. Fernando ...
Dá-se a invasão de Portugal (pelo Alentejo) e perto da
localidade de Fronteira (num terreno pantanoso), dá-se a
Batalha do...
Cortes de Coimbra
Dr. João das Regras
Levantado o cerco, os representantes das várias classes sociais reuniram
cortes em C...
O rei de Castela voltou a invadir Portugal. Próximo de Leiria travou-se a célebre
batalha de Aljubarrota. Sob o comando do...
Para comemorar a vitória construiu-se o mosteiro da Batalha.
Em 1386 é assinado um tratado de amizade com Inglaterra. O re...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A crise de 1383 1385

977 visualizações

Publicada em

A crise de 1383-1385

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
271
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A crise de 1383 1385

  1. 1. A crise de 1383-1385
  2. 2. Depois de várias guerras com Castela, D. Fernando assinou um tratado com Castela(tratado de Salvaterra de Magos), combinando o casamento de sua filha, D. Beatriz com o rei D. João de Castela. D. Fernando (O Formoso), filho de D. Pedro I e da rainha D. Constança.
  3. 3. Nesse mesmo ano, o rei D. Fernando morre e a população dividiu-se no apoio aos dois principais pretendentes ao trono : D. Beatriz(filha de D. Fernando e casada com o rei de Castela), apoiada por parte da nobreza e do clero e D. João, mestre de Avis (filho ilegítimo de D. Pedro , meio irmão de D. Fernando), apoiado(sobretudo) pelo povo (arraia-miúda) e pela burguesia.
  4. 4. D. Leonor de Teles A população de Lisboa organizou uma conspiração contra o conde Andeiro, amante da viúva de D. Fernando (rainha D. Leonor Teles) e defensor dos interesses de Castela. Quem preparou a conspiração foi Álvaro Pais mas foi o mestre de Avis quem o matou. Após essa revolta, D. Leonor de Teles fugiu de Lisboa e pediu ajuda ao seu genro, D. João, rei de Castela. Com medo da invasão (por parte de Castela) a população nomeou o mestre de Avis como Regedor e Defensor do Reino. Morte do conde Andeiro
  5. 5. Dá-se a invasão de Portugal (pelo Alentejo) e perto da localidade de Fronteira (num terreno pantanoso), dá-se a Batalha dos Atoleiros ;depois, a Batalha de Trancoso; as tropas foram comandadas por D. Nuno Álvares Pereira. Apesar destas derrotas , o rei de Castela resolveu cercar Lisboa (o cerco durou 4 meses e só acabou devido à peste ter atacado as tropas castelhanas e a própria rainha (D. Beatriz). O cronista Fernão Lopes ,cronista-mor durante mais de 20 anos, relatou os acontecimentos mais importantes do século XIV em Portugal. Muitas das suas crónicas perderam-se no tempo, salvaram-se as de D. Pedro, D. Fernando e D. João I . Fernão Lopes
  6. 6. Cortes de Coimbra Dr. João das Regras Levantado o cerco, os representantes das várias classes sociais reuniram cortes em Coimbra para escolher o rei. Distinguiu-se, nessa reunião, o Dr. João das Regras, representante da burguesia, que defendeu a causa do mestre de Avis e que ali foi aclamado rei como D. João, rei de Portugal, iniciando-se a 2ª dinastia- dinastia de Avis…
  7. 7. O rei de Castela voltou a invadir Portugal. Próximo de Leiria travou-se a célebre batalha de Aljubarrota. Sob o comando do Condestável do Reino (D. Nuno Álvares Pereira) e usando a tática do quadrado, as fossas e covas do lobo, dá-se a vitória dos portugueses, apesar de serem menos numerosos.
  8. 8. Para comemorar a vitória construiu-se o mosteiro da Batalha. Em 1386 é assinado um tratado de amizade com Inglaterra. O rei D. João casa com D.Filipa de Lencastre , fidalga inglesa . Mais tarde, em 1411, é assinado o tratado de paz com Castela. Uma nova sociedade, mais dinâmica e empreendedora irá iniciar a aventura dos Descobrimentos. Fim

×