O slideshow foi denunciado.
O REALISMO ESPIRITUAL DE TEREZINHA DE LISIEUX <ul><li>No caminho de Jesus, Terezinha abriu uma pequena via para si mesma, ...
U M A  V I D A  T E O L O G A L <ul><li>“ Movimento do ser profundo, ato próprio do cristão único e sempre renovado, no qu...
VIA DA INFÂNCIA ESPIRITUAL <ul><li>É pura vida teologal. Aparência modesta vivendo a substância das coisas comuns e ordiná...
VIA DA INFÂNCIA ESPIRITUAL <ul><li>Vida profundamente divina de um filho de homens e por isso mesmo profundamente humana. ...
A PRÁTICA DE TEREZINHA <ul><li>O ambiente é o Carmelo, em comunidade, no lugar da fraqueza humana própria e alheia. Vida d...
A PRÁTICA DE TEREZINHA <ul><li>A decidida e profunda união com Deus permitiu a criação (no noviciado) de uma atmosfera are...
A  P R Á T I C A  D E  T E R E Z I N H A <ul><li>Sua idéia-força  de gênio  (intuição) e  de santa  (inspiração divina) é ...
O SEGREDO DA AÇÃO DA SANTA <ul><li>Procurar tateando. Achar, na dor e na prece. Fazer tudo o que podia, sem nada recusar a...
O REALISMO DE SANTA TEREZINHA <ul><li>A espiritualidade de Terezinha é, no “sim” a Deus, um “sim” aos limites do Homem, à ...
“ O amor é a lei da vida; somente o amor conta!.. Amor cego... Deus jamais concede desejos que Ele não possa realizar.... ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Realismo Espiritual de Santa Teresinha de Lisieux

2.113 visualizações

Publicada em

No caminho de Jesus, Terezinha abriu uma pequena via para si mesma, a do amor, ser amor, que serve para todas as vocações e tarefas, para todo engajamento e para a vida contemplativa.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Realismo Espiritual de Santa Teresinha de Lisieux

  1. 1. O REALISMO ESPIRITUAL DE TEREZINHA DE LISIEUX <ul><li>No caminho de Jesus, Terezinha abriu uma pequena via para si mesma, a do amor, ser amor, que serve para todas as vocações e tarefas, para todo engajamento e para a vida contemplativa. </li></ul>
  2. 2. U M A V I D A T E O L O G A L <ul><li>“ Movimento do ser profundo, ato próprio do cristão único e sempre renovado, no qual as três virtudes teologais formam um circuito ascendente, uma palpitação vivificante do coração” (Pe.Victor Sion, O.C.D.) </li></ul>
  3. 3. VIA DA INFÂNCIA ESPIRITUAL <ul><li>É pura vida teologal. Aparência modesta vivendo a substância das coisas comuns e ordinárias, escondidamente, encarnadamente. A vida do homem criado pelo Pai, resgatado pelo Filho e transfigurado pelo Espírito Santo. </li></ul>
  4. 4. VIA DA INFÂNCIA ESPIRITUAL <ul><li>Vida profundamente divina de um filho de homens e por isso mesmo profundamente humana. Vida a um tempo do limite (força humana) e do ilimitado (aspiração humana), na base da “equilibração”. </li></ul>
  5. 5. A PRÁTICA DE TEREZINHA <ul><li>O ambiente é o Carmelo, em comunidade, no lugar da fraqueza humana própria e alheia. Vida do cotidiano, na simplicidade, na união efetiva com a vontade de Deus, com três características principais:a fidelidade ao espírito da Ordem + a valorização da Bíblia como fonte principal de vida + adesão a Jesus Cristo do Evangelho . </li></ul>A foto do nome completo da santa: Terezinha do Menino Jesus e da Sagrada Face. “ Tudo está bem, quando não se procura outra coisa a não ser a vontade de Jesus” ( Terezinha ).
  6. 6. A PRÁTICA DE TEREZINHA <ul><li>A decidida e profunda união com Deus permitiu a criação (no noviciado) de uma atmosfera arejada, forte e piedosa; um clima de confiança recíproca e de paz fraterna; uma caminhada exigente de fé plena de energia e valentia, nada de infantilismo; um ambiente de alegria. Em suma : confiança, vigor, alegria – que constituem três das condições para uma boa formação. </li></ul>Pedagogia do serviço ao outro para servir Jesus na própria individualidade, cada pessoa valendo o preço do amor de Jesus. Pedagogia da união com Deus , que lhe dá clarividência, abertura, segurança, eficácia, simplicidade, verdade e objetividade profunda.
  7. 7. A P R Á T I C A D E T E R E Z I N H A <ul><li>Sua idéia-força de gênio (intuição) e de santa (inspiração divina) é “amar Jesus e fazê-lo amado”, que provinha de buscar somente Jesus nos contatos humanos. </li></ul><ul><li>Seu realismo tinha por origem uma profunda experiência de Deus-Tudo, uma fidelidade heróica ao primeiro amor (vocação) e de um ministério escondido e silencioso só por Deus, sem egoísmo, com base na oração e no sacrifício, com incrível perseverança e impressionante retidão! </li></ul>
  8. 8. O SEGREDO DA AÇÃO DA SANTA <ul><li>Procurar tateando. Achar, na dor e na prece. Fazer tudo o que podia, sem nada recusar a Deus. Empenhar-se sempre, como dever de vocação. Nada deixar sem oferecer a Jesus. Evitar terminantemente o quietismo preguiçoso e a confiança presunçosa: “a pequena via não é para descansar!” ( Pe.Victor ) </li></ul><ul><li>“ Ela quer o plenamente humano nela para ser assumido por Deus, no amor” ( Pe. Victor ).Seu segredo, enfim, foi realizar da melhor forma possível sua obrigação e somente por causa do amor. Realista, Terezinha escreve: “Salvos pelo amor, não nos salvaremos senão por meio do amor!” </li></ul>
  9. 9. O REALISMO DE SANTA TEREZINHA <ul><li>A espiritualidade de Terezinha é, no “sim” a Deus, um “sim” aos limites do Homem, à sua condição de criatura. A santa lembra aos contemplativos a fecundidade da contemplação apostólica; aos apóstolos , a primazia da união com Deus; aos sofredores de qualquer tipo, que Deus é salvador! </li></ul>
  10. 10. “ O amor é a lei da vida; somente o amor conta!.. Amor cego... Deus jamais concede desejos que Ele não possa realizar.... Tudo o que não é de Jesus nada é; é preciso desfazer-se de tudo, a fim de abrir espaço para Jesus... A santidade não está em tal ou tal prática, mas na disposição do coração, que nos torna humildes e pequenos nos braços de Deus, conscientes de nossa fraqueza e confiantes até à ousadia na bondade do Pai!.. Deus rejeita o orgulho e segura-se de preferência a um fraco braço de criança... Eu recebi a graça de sair da infância - numa palavra: a graça de minha perfeita conversão”. (Elaborado por Fr. Martinho Cortez – 2009)

×