Romanos 1

9.955 visualizações

Publicada em

Primeira Lição do estudo da Carta de Paulo aos Romanos. Revista Compromisso 2o trimestre de 2010, n.414. Igreja BAtista Memorial de BH - www.igmemorial.org

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.955
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.032
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
114
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romanos 1

  1. 1. Lição 1: Estou pronto para anunciar<br />A paixão de Paulo pelo evangelho<br />
  2. 2. Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé. Romanos 1.16,17<br />
  3. 3. Paulo escreve sua carta aos crentes em Roma aproximadamente 57d.C., contendo seu explicito desejo de conhecer aquela comunidade.<br />
  4. 4. A marca do “evangelho segundo Paulo” é tão profunda que pode-se dizer que de certa forma moldou o sentido de algumas palavras e até mesmo as relações sociais no mundo ocidental. Paulo foi o maior interprete do cristianismo.<br />
  5. 5. Saudação: 1-7<br />
  6. 6. 1 Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus, 2 o qual antes havia prometido pelos seus profetas nas Santas Escrituras, 3 acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne, 4 declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos, —Jesus Cristo, nosso Senhor, Romanos 1.1-4<br />
  7. 7.
  8. 8. Tu, anunciador de boas-novas a Sião, sobe a um monte alto. Tu, anunciador de boas-novas a Jerusalém, levanta a voz fortemente; levanta-a, não temas e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus. Isaías 40.9<br />
  9. 9. 5 pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome, 6 entre as quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo. 7 A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. <br />Romanos 1.5-7<br />
  10. 10. O Espírito do Senhor JEOVÁ está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos e a abertura de prisão aos presos; Isaías 60.1<br />
  11. 11. Introdução: 8-15<br />
  12. 12. 8 Primeiramente, dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé. 9 Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no evangelho de seu Filho, me é testemunha de como incessantemente faço menção de vós, 10 pedindo sempre em minhas orações que, nalgum tempo, pela vontade de Deus, se me ofereça boa ocasião de ir ter convosco. 11 Porque desejo ver-vos, para vos comunicar algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados, 12 isto é, para que juntamente convosco eu seja consolado pela fé mútua, tanto vossa como minha. Romanos 1.8-12<br />
  13. 13. 13 Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que muitas vezes propus ir ter convosco (mas até agora tenho sido impedido) para também ter entre vós algum fruto, como também entre os demais gentios. 14 Eu sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes. 15 E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o evangelho, a vós que estais em Roma. Romanos 1.13-15<br />
  14. 14.
  15. 15. O evangelho Segundo Paulo: 1.16-11.36<br />
  16. 16. O Tema do Evangelho: <br />a justiça de Deus Revelada <br />1.16,17<br />
  17. 17. 16 Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego. 17 Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé. Romanos 1.16-17<br />
  18. 18. mas o justo, pela sua fé, viverá. Habacuque 2.4b<br />
  19. 19. Pecado e retribuição: <br />Diagnóstico da Necessidade Universal<br />1.18-3.20<br />
  20. 20. O mundo pagão<br />1.18-32<br />
  21. 21. Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça; Romanos 1.18<br />
  22. 22. 19 porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. 20 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; 21 porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. 22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.Romanos 1.16-18<br />
  23. 23. 23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. 24 Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si; 25 pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém! 26 Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.Romanos 1.16-18<br />
  24. 24. E converteram a sua glória na figura de um boi que come erva. Salmo 106.20<br />
  25. 25. A ideia de fazer ídolos foi a origem da fornicação, sua descoberta corrompeu a vida. Porque nem existiam desde o princípio e nem existirão eternamente: entraram no mundo pela vaidade dos homens; por isso, um rápido fim lhes foi decretado. Sabedoria 14.12-14<br />
  26. 26. 27 E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. 28 E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém; 29 estando cheios de toda iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Romanos 1.16-18<br />
  27. 27. Ai deles! Porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Corá. Judas 11<br />
  28. 28. 30 sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pai e à mãe; 31 néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; 32 os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. Romanos 1.30-32<br />
  29. 29.
  30. 30. Referências<br /><ul><li>BRUCE, Frederick Fyvie. Romanos, Introdução e Comentários. Série Cultura Bíblica, vol. 06. São Paulo: Mundo Cristão, 1985.
  31. 31. DAVIS, John D. Dicionário da Bíblia. Rio de Janeiro, Junta de Educação Religiosa e Publicações da CBB, 1989.
  32. 32. TheGreekNewTestament.Münster, Institutefor NewTestamentResearch, 1975.
  33. 33. TheWestminsterHistorical Atlas oftheBible. Vários autores. Philadelphia, TheWestminsterPress, 1945.
  34. 34. Wikipédia - Enciclopédia Livre. www.wikipedia.org</li>

×