exemplar X anômalo

1.300 visualizações

Publicada em

Como o Barroco pode ser entendido como uma resposta à pergunta que foi a renascença, pensando estreitamente em termos artisticos.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

exemplar X anômalo

  1. 1. Exemplar x Anômalo<br />Como a renascença e o barroco abriram caminho para formas posteriores na idade moderna<br />
  2. 2. Códigos e Linguagens<br />Professor William R. Quintal<br />2ª série do Ensino Médio<br />Colégio Batista Mineiro<br />
  3. 3. Exemplar<br />a metáfora da pérola perfeita<br />
  4. 4.
  5. 5. MasaccioExpulção do Jardim do Édem, 1424-28Brancacci Chapel, Florence<br />
  6. 6. Piero della FrancescaO Flagelo, 146958.4 x 81.5 cmGalleria Nazionale delle Marche, Urbino <br />
  7. 7. Domenico Ghirlandaio, Retrato de um velho e um menino(63 x 46 cm)Musée du Louvre, Paris<br />
  8. 8. DonatelloProfetaJeremias, 1427<br />Donatello,<br />Davi, 1428-1432<br />Florença<br />
  9. 9. Sandro Botticelli,<br />O Nascimento de Vênus, 1483<br />172.5 x 278.5 cm<br />Florença<br />
  10. 10. Sandro Botticelli,<br />Vênus e Marte, 1485<br />69 x 173.5 cm<br />NationalGallery, Londres<br />
  11. 11. Rafael Sanzio<br />A Escola de Atenas, 1510-11Vatican, StanzadellaSegnatura, Rome<br />
  12. 12. Rafael Sanzio,A Ninfa Galateia, 1512-14295 x 225 cm<br />Villa Farnesina, Rome<br />
  13. 13. Leonardo da VinciA Virgem dos Rochedos, 1503-1506189.5 x 120 cm National Gallery, London<br />
  14. 14. MichelangeloPietà, 1498-99174 x 195 cmBasilicaofSt Peter, Vatican<br />
  15. 15. Miguelangelo<br />A criação do Homem (detalhe), 1512<br />Capela Sistina, Vaticano<br />
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22. Miguelangelo 1501 – 1504<br />Davi<br />Accademia Florença<br />Altura: 5,65m - Mármore<br />
  23. 23. Escola Britânica, séc. XVI<br />Uma Alegoria do Homem<br />Óleo sobre Madeira<br />Autor Desconhecido, 1596.<br />
  24. 24. Anômalo<br />a metáfora da pérola barroca<br />
  25. 25.
  26. 26. Caravaggio<br />Ceia em Emaús, 1600-1601NationalGallery, London<br />
  27. 27. Caravaggio<br />Crucificação de São Pedro<br />1600-02<br />Igreja de Santa Maria <br />delPopolo,Roma.<br />
  28. 28. Caravaggio<br />Nossa Senhora dos Palafreneiros<br />1606<br />Galeria Borghese, Roma.<br />
  29. 29. Caravaggio<br />São Mateus e o Anjo, 1599-1602<br />Igreja de São Luis dos Franceses, Roma.<br />
  30. 30. Caravaggio<br />A dúvida de São Tomé, 1599-1602<br />Berlin, Schlösser.<br />
  31. 31. Rembrandt - 1634<br />O Pastor JohannesElison<br />Museu de Belas Artes, Boston EUA<br />
  32. 32. Rembrandt<br />Boi Esquartejado, 1655<br />Museu do Louvre, Paris<br />
  33. 33. Rembrandt<br />Lição de Anatomia do DrDeyman, 1656<br />Rijksmuseum, Amsterdã<br />
  34. 34. Rembrandt<br />Aula de Anatomia do Dr. Tulp, 1632<br />TheHague, Mauritshuis<br />
  35. 35. Rembrandt<br />O Banquete de Belsazar, 1636<br />
  36. 36. Rembrandt<br />O Banquete de Belsazar, 1636<br />
  37. 37. Vermeer,<br />Senhora e empregada <br />1665 - 1670<br />
  38. 38. Vermeer,<br />O astrônomo <br />1668<br />
  39. 39. Vermeer,<br />Moça com brinco de Pérola<br />1665<br />
  40. 40. Fonte dos trevos – Roma, 1762<br />
  41. 41.
  42. 42. Palácio HetLoo – Holanda, 1684.<br />Paisagismo barroco de inspiração francesa.<br />
  43. 43.
  44. 44.
  45. 45. Paisagismo e mobiliário do barroco <br />holandês.<br />
  46. 46. O paisagismo barroco só chegou ao Brasil no fim do séc. XIX, no projeto arquitetônico de Belo Horizonte, por Aarão Reis. Influência do estilo eclético positivista em voga na época.<br />
  47. 47. Palácio real – Amsterdan, 1655.<br />
  48. 48. Praça de São Pedro, Vaticano. obra iniciada em 1506.<br />
  49. 49. Basílica de São Pedro, Vaticano. <br />
  50. 50. Basílica de São Pedro, Baldaquim barroco com altar mor renascentista ao fundo.<br />
  51. 51. Basílica de São Pedro, Baldaquim barroco.<br />
  52. 52. Retábulo da Basílica de Nossa Senhora do Carmo em Recife. 1765<br />
  53. 53. O que faz o barroco mineiro especial?<br />
  54. 54. anômalo ao extremo<br />Suigeneris e exótico, o chamado barroco mineiro preserva características barrocas e rococó. Ao mesmo tempo em que propõe composições impossíveis às escolas européias, os artesãos mineiros foram fiéis à tradição.<br />
  55. 55. Antônio Francisco Lisboa,<br />(Igreja de Nossa Senhora dos Anjos)<br />Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto, MG<br />1776<br />
  56. 56. Manoel da Costa Ataíde,<br />Assunção de Nossa Senhora da Conceição.<br />Teto da Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto, MG - 1776<br />
  57. 57. Manoel da Costa Ataíde,<br />Última Ceia<br />Colégio do Caraça, 1828.<br />
  58. 58.
  59. 59.
  60. 60.
  61. 61.
  62. 62.
  63. 63.
  64. 64.
  65. 65.
  66. 66.
  67. 67.
  68. 68.
  69. 69.
  70. 70.
  71. 71. Os Passos da crucificação em Congonhas<br />
  72. 72.
  73. 73.
  74. 74.
  75. 75.
  76. 76.
  77. 77.
  78. 78. Os profetas de Bom Jesus do Matosinhos em Congonhas<br />
  79. 79.
  80. 80. Daniel<br />
  81. 81. Oséias<br />
  82. 82. Isaías<br />
  83. 83. Jeremias<br />
  84. 84. Baruque<br />
  85. 85. Ezequiel<br />
  86. 86. Jonas<br />
  87. 87. Joel<br />
  88. 88. Amós<br />
  89. 89. Naum<br />
  90. 90. Abdias<br />
  91. 91. Habacuque<br />
  92. 92.
  93. 93. Para Casa<br />Redija um texto comparando a técnica e temática das seguintes obras: <br />A dúvida de São Tomé de Caravaggio e A aula de anatomia do Dr. Tulpde Rembrandt.<br />Destaque semelhanças e diferenças estilísticas, descreva as cenas e comente a mensagem ideológica de cada obra.<br />
  94. 94. Músicas<br />Zéfiro Torna – Claudio Monteverdi, 1567-1643<br />Concerto em Sol menor para 2 violoncelos e Cordas - Antonio Vivaldi, 1678-1771<br />

×