Cartas gerais 04

2.654 visualizações

Publicada em

Leituras e referencias das Lições da revista de jovens e adultos Compromisso da CBB, na Igreja Batista Memorial de BH

Publicada em: Tecnologia, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.654
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
79
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartas gerais 04

  1. 1. Um estudo das epistolas católicas Tiago; I e II Pedro; I, II, III João e Judas
  2. 2. Finalmente, sede todos de um mesmo sentimento, compassivos, cheios de amor fraternal, misericordiosos, humildes, não retribuindo mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; porque para isso fostes chamados, para herdardes uma bênção. I Pedro 3.8,9
  3. 3. Certa vez o missionário E. Stanley Jones encontrou-se com ele (Gandhi) na Índia, e perguntou: Senhor Gandhi, apesar do senhor sempre citar as palavras do Cristo, por que é tão inflexível e sempre rejeita tornar-se seu seguidor? Ao que Gandhi respondeu: Ó! Eu não rejeito seu Cristo. Eu amo seu Cristo. Apenas creio que muitos de vocês cristãos são bem diferentes do vosso Cristo. http://blogueiroscristaos.blogspot.com/2007/11/mahatma-gandhi.html
  4. 4. Santidade amadurecida em união com Cristo I Pedro 2.1-10
  5. 5. 1 Deixando, pois, toda a malícia, todo o engano, e fingimentos, e invejas, e toda a maledicência, 2 desejai como meninos recém-nascidos, o puro leite espiritual (racional), a fim de por ele crescerdes para a salvação, 3 se é que já provastes que o Senhor é bom; 4 e, chegando-vos para ele, pedra viva, rejeitada, na verdade, pelos homens, mas, para com Deus eleita e preciosa, I Pedro 2.1-4
  6. 6. Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. Romanos 12.1
  7. 7. Logiko/j racional, na justa medida, também tomado por sinônimo de espiritual em oposição a carnal ou emocional
  8. 8. Não me vazaste como leite, e não me coalhaste como queijo? Jó 10.10
  9. 9. 5 vós também, quais pedras vivas, sois edificados como casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais, aceitáveis a Deus por Jesus Cristo. 6 Por isso, na Escritura se diz: Eis que ponho em Sião uma principal pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido. 7 E assim para vós, os que credes, é a preciosidade; mas para os descrentes, a pedra que os edificadores rejeitaram, esta foi posta como a principal da esquina,
  10. 10. 8 e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados. 9 Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 10 vós que outrora nem éreis povo, e agora sois de Deus; vós que não tínheis alcançado misericórdia, e agora a tendes alcançado. I Pedro 2.1-10
  11. 11. As suas responsabilidades cívicas I Pedro 2.11-17
  12. 12. 11 Amados, exorto-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências da carne, as quais combatem contra a alma; 12 tendo o vosso procedimento correto entre os gentios, para que naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, observando as vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação. 13 Sujeitai-vos a toda autoridade humana por amor do Senhor, quer ao rei, como soberano,
  13. 13. 14 quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem. 15 Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo o bem, façais emudecer a ignorância dos homens insensatos, 16 como livres, e não tendo a liberdade como capa da malícia, mas como servos de Deus. 17 Honrai a todos. Amai aos irmãos. Temei a Deus. Honrai ao rei. I Pedro 2.11-17
  14. 14. Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Mateus 10.16
  15. 15. Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. Gálatas 5.22,23
  16. 16. As suas responsabilidades domésticas I Pedro 2.18 – 3.12
  17. 17. 18 Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor aos vossos senhores, não somente aos bons e moderados, mas também aos maus. 19 Porque isto é agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, suporte tristezas, padecendo injustamente. 20 Pois, que glória é essa, se, quando cometeis pecado e sois por isso esbofeteados, sofreis com paciência? Mas se, quando fazeis o bem e sois afligidos, o sofreis com paciência, isso é agradável a Deus.
  18. 18. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, não lhe negues também a túnica. Lucas 6.29
  19. 19. 21 Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas. 22 Ele não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano; 23 sendo injuriado, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente; 24 levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.
  20. 20. 25 Porque éreis desgarrados, como ovelhas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas. I Pedro 2.18-25 1 Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, 2 considerando a vossa vida casta, em temor. 3 O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos,
  21. 21. 4 mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que é precioso diante de Deus. 5 Porque assim se adornavam antigamente também as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam submissas a seus maridos; 6 como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; da qual vós sois filhas, se fazeis o bem e não temeis nenhum espanto.
  22. 22. 7 Igualmente vós, maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais frágil, e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações. 8 Finalmente, sede todos de um mesmo sentimento, compassivos, cheios de amor fraternal, misericordiosos, humildes, 9 não retribuindo mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; porque para isso fostes chamados, para herdardes uma bênção.
  23. 23. 10 Pois, quem quer amar a vida, e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano; 11 aparte-se do mal, e faça o bem; busque a paz, e siga-a. 12 Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atento à sua súplica; mas o rosto do Senhor é contra os que fazem o mal.
  24. 24. 10 Pois, quem quer amar a vida, e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano; 11 aparte-se do mal, e faça o bem; busque a paz, e siga-a. 12 Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atento à sua súplica; mas o rosto do Senhor é contra os que fazem o mal.
  25. 25. Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá. Êxodo 20.12
  26. 26. O encorajamento para suportar as provações I Pedro 3.13-22
  27. 27. 13 Ora, quem é o que vos fará mal, se fordes zelosos do bem? 14 Mas também, se padecerdes por amor da justiça, bem-aventurados sereis; e não temais as suas ameaças, nem vos turbeis; 15 antes santificai em vossos corações a Cristo como Senhor; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós; 16 tendo uma boa consciência, para que, naquilo em que falam mal de vós, fiquem confundidos os que vituperam o vosso bom procedimento em Cristo.
  28. 28. 17 Porque melhor é sofrerdes fazendo o bem, se a vontade de Deus assim o quer, do que fazendo o mal. 18 Porque também Cristo morreu uma só vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar- nos a Deus; sendo, na verdade, morto na carne, mas vivificado no espírito; 19 no qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão; 20 os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava, nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas, isto é, oito almas se salvaram através da água,
  29. 29. 21 que também agora, por uma verdadeira figura, o batismo, vos salva, o qual não é o despojamento da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo, 22 que está à destra de Deus, tendo subido ao céu; havendo-se-lhe sujeitado os anjos, e as autoridades, e as potestades. I Pedro 3.14-22
  30. 30. Um dos textos mais debatidos do Novo Testamento I Pedro 3.18-22
  31. 31. Elementos do texto • Jesus vivificado em espírito, na morte se seu corpo. • O espírito do Cristo é eterno e imutável. • Os espíritos atualmente em prisão, no passado eram livres, pessoas viventes (“noutro tempo rebeldes”). • Pedro cita a longanimidade de Deus para com uma geração rebelde, os pré-diluvianos, que mesmo anteriores à Lei eram instados a se reconciliarem com Deus. • O mesmo Verbo divino que ressuscitou da morte, figura do Batismo, esteve com a humanidade através das eras e finalmente completou sua missão redentora pela qual somos salvos como a família de Noé.
  32. 32. Ray Summers, estudioso da bíblia, ao comentar as cartas de Pedro no famoso Comentário Bíblico Broadman, apresentou a teoria acima, citando as 5 teorias levantadas pelo estudioso suíço Bo Reike. Segundo Summers esta seria a mais plausível, e desafia ironicamente a quem tiver outra melhor que “atire a primeira pedra.”
  33. 33. Referências Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2008. Bíblia On Line Version 3.00. Ontário: Timnachserah, 5 de abril de 2002. http://www.sbb.org.br/bol DAVIS, John D. Dicionário da Bíblia. Rio de Janeiro: Junta de Educação Religiosa e Publicações da CBB, 1989. COMPROMISSO, revista do adulto cristão. Ano CIV. Nº416 – 4T10. RJ, JUERP, 2010. DANKER, Frederick W. & GINGRICH, F. Wilbur. Léxico do N.T. Grego/Português. São Paulo: Vida Nova, 2004. LURKER, Manfred. Dicionário de Figuras e Símbolos Bíblicos. São Paulo: Paulus, 2006. SUMMERS, Ray. I Pedro. P. 167. IN: ALLEN, Clifton J. Comentário Bíblico Broadman. Rio de Janeiro: Junta de Educação Religiosa e Publicações da Convenção Batista Brasileira, 1987. The Greek New Testament. Münster, Institute for New Testament Research, 1975. The Westminster Historical Atlas of the Bible. Vários autores. Philadelphia: The Westminster Press, 1945. Wikipédia - Enciclopédia Livre. www.wikipedia.org

×