Aula02 Gerenciamento De Riscos Pmbok 4 Edicao Escm

8.122 visualizações

Publicada em

business,management,project,negócios,gerenciamento,gestão,projetos,risk,riscos

1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.122
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
585
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula02 Gerenciamento De Riscos Pmbok 4 Edicao Escm

  1. 1. Paulo Espínola Escola Superior Candido Mendes 19 11 1960 Pós-Graduação Gestão de Projetos Disciplina Gerenciamento de Riscos SAP Aula 2 Professor: Wallace Prado, PMP, ITIL Gerenciamento de Riscos TV2.0 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  2. 2. Paulo Espínola Aula 2 19 11 1960 Planejar o gerenciamento de riscos Plano de gerenciamento de riscos SAP 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 2 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  3. 3. Paulo Espínola Planejar o gerenciamento de riscos 19 11 1960 É definir os aspectos de como as atividades de gerenciamento de riscos serão conduzidas Objetivos Garantir um gerenciamento de riscos condizente com a importância do projeto e expectativas dos envolvidos, incluindo a organização Custo x Benefício SAP Alocar tempo e recursos para o gerenciamento de riscos Estabelecer um processo acordado (comum aos envolvidos) para avaliação e resposta aos riscos 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 3 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  4. 4. Paulo Espínola Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 O planejamento do gerenciamento de riscos deve estar SEMPRE alinhado ao gerenciamento do projeto como um todo As atividades de gerenciamento de riscos fazem parte do projeto como um todo. Desta forma seus custos, recursos necessários SAP e prazos devem ser estimados e gerenciados como parte integrante do projeto 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 4 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  5. 5. Paulo Espínola Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 É importante estabelecer junto aos envolvidos o nível de aceitação e prioridade relativos aos objetivos do projeto (custo, escopo, prazo, qualidade, ...) para orientar o gerenciamento de riscos Em especial a priorização dos riscos e de suas respostas SAP Qual o objetivo (restrição) é mais importante para o seu Projeto? 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 5 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  6. 6. Paulo Espínola Entradas, ferramentas e técnicas e saída 19 11 1960 SAP 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 6 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  7. 7. Paulo Espínola Fluxo de Dados 19 11 1960 SAP 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 7 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  8. 8. Paulo Espínola Entradas 19 11 1960 Declaração do escopo do projeto Plano de gerenciamento dos custos Plano de gerenciamento do cronograma Plano de gerenciamento das comunicações Fatores ambientais da empresa SAP (continua no próximo slide) 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 8 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  9. 9. Paulo Espínola Entradas 19 11 1960 Ativos de processos organizacionais Categorias de riscos; Definições comuns de conceitos e termos; Formatos da declaração de riscos; Modelos padrão; Papéis e responsabilidades; Níveis de autoridade para tomada de decisões; SAP Lições aprendidas; 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 9 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  10. 10. Paulo Espínola Ferramentas e técnicas 19 11 1960 Reuniões de Planejamento e Análise São utilizadas para definir responsabilidades, metodologias, modelos, termos, definições, prazos entre outros aspectos do gerenciamento de riscos Podem incluir como participantes o gerente do projetos, membros da equipe do projeto e partes SAP interessadas 7/3/2010 Gerenciamento de Riscos 10 ESCM Gestão de Projetos Professor Wallace Prado, PMP, ITIL
  11. 11. Saídas 19 11 1960 Plano de Gerenciamento de Riscos Descreve como o gerenciamento de riscos está estruturado e será executado ao longo do projeto Deve estabelecer de forma clara as regras para o gerenciamento de riscos eficaz para o projeto, estabelecendo um senso e vocabulário comum Este Plano é um subconjunto do Plano de
  12. 12. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Metodologia Descreve para cada processo de gerenciamento de riscos como as atividades serão executas e as ferramentas e fonte de dados que deverão ser utilizadas Exemplo: “...os riscos do projeto serão registrados na planilha de riscos...” Qual o método ideal?
  13. 13. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Papéis e Responsabilidades Define os papéis nas atividades de gerenciamento de riscos, suas respectivas responsabilidades, quando serão envolvidos e qual sua autoridade na tomada de decisões Pode descrever uma estrutura para “escalar” riscos ou problemas Pode ser representada através de uma matriz de
  14. 14. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Orçamento Estima os custos do gerenciamento de riscos Define as regras para utilização das reservas de contingências Quem pode usar as reservas? Qual o fluxo de aprovação? Qual a autonomia do Gerente de Projetos?
  15. 15. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Prazos Define a periodicidade em que as atividades serão executadas no cronograma, podendo ainda definir critérios de “gatilho” para tratar exceções Exemplo: “em caso de desastres naturais uma revisão dos riscos deverá ser conduzida imediatamente” Lembre-se: o planejamento do projeto é progressivo, sendo assim as atividades de gerenciamento de riscos devem ser realizados repetidamente
  16. 16. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Categorias de riscos
  17. 17. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Definições de probabilidade e impacto de riscos
  18. 18. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Matriz de Probabilidade x Impacto
  19. 19. Plano de Gerenciamento de Riscos 19 11 1960 Tolerâncias a risco Define o nível de riscos que são tolerados no projeto, de acordo com impacto e probabilidade Formatos dos relatórios Define como registrar e comunicar os riscos Acompanhamento Documenta como as atividades serão acompanhadas, seu uso para benefício deste projeto ou projetos futuros Descreve se o gerenciamento de riscos será
  20. 20. Fatores Críticos de Sucesso 19 11 1960 Participação dos Envolvidos Aderência aos objetivos, Eliminar os políticas e obstáculos práticas da organização Planejamento do Gerenciamento de Riscos
  21. 21. Áreas chave 19 11 1960 essoas Ferramentas Negócio apéis, Ferramentas Restrições esponsabilidades disponíveis autoridade omunicação Regras de Uso Nível de detalhe e esforço
  22. 22. Dúvidas? 19 11 1960
  23. 23. Exercícios Complementares 19 11 1960 Como as lições aprendidas de projetos anteriores podem ajudar no planejamento dos riscos? Cite 3 entradas para o processo “Planejar o gerenciamento dos riscos”: Quais dos processos de Gerenciamento de Riscos não tem como entrada o processo “Planejar o gerenciamento dos riscos”?

×