Programa de sustentabilidade na escola[1]

381 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programa de sustentabilidade na escola[1]

  1. 1. Escola Municipal Prefeito Wittich Freitag Av Miguel Alves Castanha, s/nº - Fone 3437-9769 Bairro Aventureiro – Joinville – SC Programa de Sustentabilidade na Escola No final do século passado e início deste século, a região dos bairros Iririú e Aventureiro, na cidade de Joinville foi palco de uma crescente demanda escolar por conta do grande afluxo de novos moradores que aproveitavam os diferentes loteamentos que foram implantados na região. Com isso, muitas escolas chegaram inclusive a operar no limite da sua capacidade e algumas tiveram que implantar um turno intermediário para contemplar o acesso à escola para todas as crianças em idade escolar. Diante disso, a administração pública de Joinville, promoveu a construção da Escola Municipal Prefeito Wittich Freitag, inaugurada e implementada em 2010. A área selecionada fica nos limites da ocupação urbana com uma região de mangue (não alagado). Para a construção da escola uma significativa área de vegetação nativa foi totalmente suprimida e substituída por uma camada de cascalho, recoberta por brita.
  2. 2. Como se pode observar nas fotografias acima, o ambiente escolar, conquanto fisicamente confortável e adequado à finalidade de existência da escola, apresenta-se árido e totalmente destituído de qualquer tipo de vegetação, contrastando com a exuberante vegetação existente além da cerca delimitadora do espaço físico específico. Os primeiros anos foram de muitos desafios para a administração da escola e as tentativas de humanizar o espaço esbarravam com algumas dificuldades marcantes: - O tipo de solo específico de mangue que requer uma forma diferenciada de implantação de árvores, gramados ou qualquer outro tipo de vegetação, especialmente pela severa umidade e salinidade do solo; - A falta de assistência e orientação técnica adequada para humanizar o espaço; - A dependência de recursos financeiros, geralmente significativos, para dar suporte a qualquer intervenção digna de nota. Com a difusão dos programas de sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente, foi criada neste ano de 2013, inicialmente em forma provisória e agora organizando em forma definitiva a Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (Com-Vida). Foi composta especialmente por pessoas interessadas nos temas ligados à melhoria da qualidade de vida e na transformação da escola em um espaço educador sustentável, a partir de um meio ambiente que precisa ser continuamente recuperado e conservado. Como a escola funciona em dois turnos, para oportunizar espaço de participação a todos os alunos, a Com-Vida está sendo desdobrada nestes dois turnos. Entre os objetivos da Com-Vida na escola se destacam: - Contribuir para que a escola se torne um espaço educador sustentável, acessível, aconchegante, agradável, democrático e saudável, motivador, que estimule a aprendizagem e reflita o cuidado com o ambiente e as pessoas; - Participar da contínua atualização do Projeto Político-Pedagógico da Escola para conforma-lo à dinâmica dos programas de sustentabilidade; - Realizar as Conferências do Meio Ambiente na escola; - Observar, pesquisar, conservar e ajudar a recuperar o meio ambiente. Já nos primeiros encontros foi notória a preocupação dos alunos (além de professores, funcionários e familiares) com a humanização do espaço escolar por meio da valorização da presença vegetal no espaço da escola. Neste sentido, definiu-se que o programa e qualquer projeto que trate da sustentabilidade na Escola Municipal Prefeito Wittich Freitag, deve atender aos seguintes objetivos: 1) Contribuir para a melhoria da aprendizagem; 2) Colaborar para o desenvolvimento pessoal dos alunos por meio da realização de atividades relacionadas à sustentabilidade; 3) Iniciar um processo contínuo de melhoria da qualidade de vida e fortalecimento da cidadania junto aos alunos e moradores do entorno da escola. A ação para caracterizar o Programa de Sustentabilidade na Escola Municipal Prefeito Wittich Freitag, foi definida nos seguintes termos: “Adequar o espaço fíxico, visando a destinação apropriada dos resíduos da escola, eficiência energética e uso racional da água, conforto térmico e acústico, mobilidade sustentável e estruturação de áreas verdes”. Enquanto o foco da escola está direcionada em trabalhar por uma educação de qualidade, voltada à geração e transmissão de conhecimento, diante das
  3. 3. demandas dos alunos e da comunidade não podem ser olvidadas a transformação das relações sócio-ambientais e a permanência da vida no planeta. Na mudança cultural da escola em favor da sustentabilidade, algumas práticas receberam atenção primordial dos alunos e da comunidade, onde não foram esquecidas as características do bioma e da paisagem na qual a escola está situada e a preocupação em tornar o ambiente escolar e seu entorno mais belo e ambientalmente mais saudável. Neste sentido foram elencadas as seguintes opções de ações que serão implementadas no espaço de 03 a 12 meses (outras idéias ainda são foco de estudo e atenção para serem implementadas mais adiante): 1. Revitalização do paisagismo e drenagem na entrada da Escola Wittich Freitag - Por ocasião da construção da escola foram reservadas algumas poucas áreas na frente da escola destinadas a receber tratamento paisagístico. - No entanto, estas áreas ressentem-se da severa umidade e salinidade do solo característica do bioma de mangue como também, em outros casos da camada de cascalho aplicada sobre o solo que não permite uma adequada drenagem para permitir o desenvolvimento de vegetação com finalidade paisagística; - Será implementado, antes de mais nada, um tratamento de drenagem do solo; - Na continuação serão criadas condições para um tratamento paisagístico harmonioso, mediante o depósito de terra adubada em quantidade suficiente para criar uma superfície irregular e o plantio de espécies diversificadas de plantas, gramíneas e flores. - Na parte frontal da avenida projetada para passar em frente da escola, onde existe uma área de, aproximadamente 70,0 X 4,0M serão plantados árvores nativas e específicas do bioma, em substituição a uma tentativa frustrada de implantação de palmeiras, com objetivos pedagógicos, estéticos e de sombra. - O estacionamento de veículos será separado do ambiente pedagógico (propiciando privacidade aos dois ambientes), mediante a implantação de uma cerca viva.
  4. 4. - - - 2. Revitalização da quadra de areia. O espaço escolar foi entregue com uma área recoberta de areia para prática esportiva que já se ressente do desgaste da camada de areia e da mistura com a brita nos seus extremos; A revitalização pretende marcar seus limites com a aplicação de pneus usados, a recomposição da camada de areia e a colocação de traves. Ao lado da quadra, também empregando pneus usados será implementada uma pista com caixa de areia para o treinamento de salto em distância; Aproveitando o amplo espaço livre e, igualmente, empregando pneus usados será construída uma pista de atletismo em chão batido com, aproximadamente, 150m de diâmetro. Depois de concluída se verificará a oportunidade de espaços de integração com árvores de sombra e bancos. No total se calcula a instalação de um total de 620 pneus usados. 3. Desenvolvimento da Horta Pedagógica Escolar Desde o início de 2013 está sendo aproveitado um espaço para acomodar uma Horta Pedagógica Escolar que, aos poucos está recebendo a atenção dos professores e dos alunos. No entanto este espaço se ressente da ausência de um alambrado para delimitar seu espaço e assim evitar o dano aos canteiros e plantações.
  5. 5. - - Junto com o espaço da Horta Pedagógica se pretende introduzir um viveiro para produção de mudas de árvores ornamentais, especialmente oriundas do bioma característico, que os alunos posteriormente replantarão em suas residências. Também consta a implantação do procedimento de compostagem e minhocário. O objetivo da Horta Pedagógica é de que seja espaço de estudo para todas as disciplinas da grade e de todas as séries. 4. Coletor de pilhas e baterias, de óleo de cozinha e lixeiras de coleta seletiva A sustentabilidade hoje requer um cuidado extremado com os materiais que a sociedade contemporânea nos obriga a descartar. Neste sentido os alunos demandaram a existência, na escola de coletores de pilhas e baterias, para que estas não sejam descartadas junto com o lixo comum das residências; Atendendo a publicidade sobre as conseqüências do óleo de cozinha quando descartado na natureza ou pela rede de esgoto doméstico, também será disponibilizado um sistema de coleta. E, para afirmar a consciência para a reciclagem, serão disponibilizadas lixeiras para coleta seletiva, junto com a educação e estímulo diário para sua prática. 5. Aquisição de caixa de som para divulgação de eventos e projetos. - Se ressente a escola da falta de caixa de som compatível para os eventos coletivos, eventos e momentos cívicos, pelo que entendem os alunos e a comunidade sua importância para a convivência e a cooperação entre as pessoas. Este Programa continua sendo objeto de estudo e detalhamento dentro da ComVida, para acrescentar novos anseios da comunidade escolar, delimitar seus fins, especificar os seus passos e atividades que serão explorados para que os conceitos de meio ambiente e outros temas relacionados à sustentabilidade sejam continuamente reavivados na atividade escolar.

×