Apresentação trabalho ufra 1

470 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
470
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação trabalho ufra 1

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA CURSO: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO PROFESSOR: Ms. ROBERTO DAMASCENO TURMA: MARAPANIM / 2011
  2. 2. TEMA : ANTIGUIDADE GREGA E ROMANA EQUIPE: CARMEM NUNES PINHEIRO MODESTO NANCYLEIDE NEGRÃO DO ROSÁRIO ODETE DA COSTA FERREIRA WILSON FERREIRA FAVACHO
  3. 3. ANTIGUIDADE GREGA Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância. (Sócrates )
  4. 4.  A Grécia Antiga, não forma uma Unidade Política, mas se compõe em diversas regiões que com o tempo constituem as cidades-estados.  O período Arcaico também marca a gestação de novos tempos.  O período Clássico o apogeu da civilização grega. CONTEXTO HISTÓRICO
  5. 5. A importância de se conhecer a Grécia da Antigüidade (que se desenvolveu entre 2000 a.C. e 500 a.C.) é que a herança de sua cultura atravessou os séculos, chegando até os nossos dias. Foram influências no campo da filosofia, das artes plásticas, da arquitetura, do teatro.  Paidéia - Por volta do Sec. V a.C é criada a palavra Paidéia que de início significa apenas a criação dos meninos (pais, paidós, “criança”). Mas com o tempo, o sentido se amplia – pedagogia - para designar toda teoria da educação. PEDAGOGIA
  6. 6.  Alguns autores costumam chamar de “milagre grego” a passagem do pensamento mítico para o racional e filosófico.  Sofistas: a arte da persuasão – são os criadores da educação intelectual.  A Grécia é o berço das primeiras teorias educacionais, fecundadas pelo embate de tendências pluralista. Pra Platão, a educação é o instrumento para desenvolver no homem tudo que implica sua participação na realidade ideal. Também segundo Aristóteles, a educação é um processo que auxilia a passagem da potência para o ato, pela qual atualizamos a forma humana.
  7. 7. ANTIGUIDADE ROMANA A HUMANITAS Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la. Cícero
  8. 8. CONTEXTO HISTÓRICO  PRIMEIROS TEMPOS – O POVO LATINO VIVE DE INÍCIO EM REGIME DE COMUNIDADE PRIMITIVA, EM QUE NÃO EXISTE AINDA A PROPRIEDADE PRIVADA DE TERRA.  PODEMOS DIVIDIR A HISTÓRIA ROMANA EM TRÊS PERÍODOS: • REALEZA (DE 753 A 509 a.C) – A ECONOMIA DEIXA DE SER BASEADA NO PASTOREIO. • REPÚBLICA (DE 509 A 27 a.C) – REPRESENTA OS INTERESSES DOS PATRÍCIOS, ÚNICOS A TEREM ACESSO AOS CARGOS POLÍTICOS.
  9. 9. • IMPÉRIO (DE 27 a.C. A 476 d.C.) – O IMPÉRIO, AO ATINGIR SUA EXTENSÃO MÁXIMA NO INÍCIO DO SÉC. II d.C., NECESSITA DE UMA COMPLICADA MÁQUINA BUROCRÁTICA. PEDAGOGIA  CARACTERÍSTICA GERAL - OS EDUCACADORES BUSCAM FORMAR O HOMEM RACIONAL, CAPAZ DE PENSAR CORRETAMENTE E SE EXPRESSAR DE FORMA CONVICENTE.
  10. 10.  HUMANITAS: NO SENTIDO LITERAL DE HUMANIDADE – DE EDUCAÇÃO, CULTURA DO ESPÍRITO = PAIDÉIA GREGA.  PRINCIPAIS REPRESENTANTES: CÍCERO, SÊNECA E QUINTILIANO – SURGEM POR VOLTA DO SÉC. I a.C. E DO I d.C.
  11. 11. E D U C A Ç Ã O  INTRODUÇÃO : PODEMOS DISTINGUIR TRÊS FASES NA EDUCAÇÃO ROMANA: A LATINA ORIGINAL; A INFLUÊNCIA DO HELENISMO; FUSÃO ENTRE A CULTURA ROMANA E A HELENÍSTICA.  EDUCAÇÃO HERÓICO-PATRÍCIA : EDUCAÇÃO QUE VISA PERPETUAR OS VALORES DA NOBREZA DE SANGUE E CULTUAR OS ANCESTRAIS.
  12. 12.  EDUCAÇÃO COSMOPOLITA: COM O TEMPO, A RETÓRICA EXIGE O APROFUNDAMENTO DO CONTEÚDO E DA FORMA DO DISCURSO. EDUCAÇÃO NO IMPÉRIO: O ESTADO ESTIMULA A CRIAÇÃO DE ESCOLAS MUNICIPAIS EM TODO O IMPÉRIO

×