SlideShare uma empresa Scribd logo

exercicios de calculo

retas

1 de 4
Baixar para ler offline
1
Lista 1 - Cálculo III
Exercício 1 Determine a equação da reta que passa pelo ponto (1, 2) e que seja paralela à direção
do vetor v = (−1, 1).
Como v = (−1, 1) é paralelo à reta, temos que n = (1, 1) é perpendicular à reta, pois v.n = 0.
Logo, a reta tem equação 1.x + 1.y + c = 0. Substituindo essa equação no ponto (1, 2) dado,
obtemos que c = −3 e, portanto, a reta tem equação x + y − 3 = 0 ou y = −x + 3.
Exercício 2 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto (1, −1) e que é perpendi-
cular à reta 2x + y = 1.
A reta 2x + y = 1 é perpendicular ao vetor v = (2, 1). Logo, a equação pedida é dada por
(1, −1) + t.(2, 1); t ∈ R.
Exercício 3 Determine um vetor cuja direção seja paralela à reta 3x + 2y = 2.
Como n = (3, 2) é perpendicular à reta, temos que v = (2, −3) é paralelo à reta, pois n.v = 0.
Exercício 4 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto (1
2, 1) e que seja paralela à
reta 3x + 2y = 2.
Como v = (−2, 3) é paralelo à reta, a equação pedida é dada por (1
2, 1) + t.(−2, 3); t ∈ R.
Exercício 5 Determine um vetor cuja direção seja paralela à reta dada:
(a) x − 2y = 3;
(b) x + y = 1;
(c) 2x − 5y = 4;
(d) x + 2y = 3.
(a) Como n = (1, −2) é perpendicular à reta, temos que v = (2, 1) é paralelo à reta, pois n.v = 0;
(b) Como n = (1, 1) é perpendicular à reta, temos que v = (1, −1) é paralelo à reta, pois n.v = 0;
(c) Como n = (2, −5) é perpendicular à reta, temos que v = (5, 2) é paralelo à reta, pois n.v = 0;
(d) Como n = (1, 2) é perpendicular à reta, temos que v = (2, −1) é paralelo à reta, pois n.v = 0.
Exercício 6 Determine um vetor cuja direção seja perpendicular à reta dada:
(a) 2x + y = 1;
(b) 3x − y = 3;
(c) x + 3y = 2;
(d) 2x − 3y = 1.
(a) n = (2, 1) é perpendicular à reta;
(b) n = (3, −1) é perpendicular à reta;
2
(c) n = (1, 3) é perpendicular à reta;
(d) n = (2, −3) é perpendicular à reta.
Exercício 7 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto dado e que seja paralela à
reta dada:
(a) (2, −5) e x − y = 1;
(b) (1, −2) e 2x + y = 3.
(a) Como n = (1, −1) é perpendicular à reta, temos que v = (1, 1) é paralelo à reta, pois n.v = 0.
Logo, a equação pedida é dada por (2, −5) + t.(1, 1); t ∈ R;
(b) Como n = (2, 1) é perpendicular à reta, temos que v = (1, −2) é paralelo à reta, pois n.v = 0.
Logo, a equação pedida é dada por (1, −2) + t.(1, −2); t ∈ R;
Exercício 8 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto dado e que seja perpendi-
cular à reta dada:
(a) (1, 2) e 2x + y = 3;
(b) (2, −2) e x + 3y = 1.
(a) O vetor n = (2, 1) é perpendicular à reta, logo a equação pedida é dada por (1, 2)+t.(2, 1); t ∈ R;
(b) O vetor n = (1, 3) é perpendicular à reta, logo a equação pedida é dada por (2, −2)+t.(1, 3); t ∈
R.
Exercício 9 Determine a equação do plano que passa pelo ponto dado e que seja perpendicular à
direção do vetor n dado:
(a) (1, 1, 1) e n = (2, 1, 3);
(b) (2, 1, −1) e n = (2, 1, 2).
(a) O vetor n = (2, 1, 3) é perpendicular ao plano, logo a equação desse plano é dada por 2.x +
1.y + 3.z + c = 0. Substituindo essa equação no ponto (1, 1, 1) dado, obtemos que c = −6 e,
portanto, o plano tem equação 2x + y + 3z − 6 = 0;
(b) O vetor n = (2, 1, 2) é perpendicular ao plano, logo a equação desse plano é dada por 2.x +
1.y + 2.z + c = 0. Substituindo essa equação no ponto (2, 1, −1) dado, obtemos que c = −3
e, portanto, o plano tem equação 2x + y + 2z − 3 = 0.
Exercício 10 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto dado e que seja perpen-
dicular ao plano dado:
(a) (0, 1, −1) e x + 2y − z = 3;
(b) (2, 1, −1) e 2x + y + 3z = 1.
(a) O vetor n = (1, 2, −1) é perpendicular ao plano, logo a equação pedida é dada por (0, 1, −1) +
t.(1, 2, −1); t ∈ R;
(b) O vetor n = (2, 1, 3) é perpendicular ao plano, logo a equação pedida é dada por (2, 1, −1) +
t.(2, 1, 3); t ∈ R.
Exercício 11 Dados os pontos A = (−5, 2, 3) e B = (4, −7, −6), escreva equações vetorial e
paramétricas da reta determinada por A e B. O ponto C = (3, 1, 4) pertence a esta reta?
3
O vetor AB = B − A = (4 − (−5), −7 − 2, −6 − 3) = (9, −9, −9) é paralelo à reta pedida.
Podemos tomar um múltiplo qualquer de AB, logo tomaremos v = (−1, 1, 1).
A equação vetorial pedida é dada por A + t.v; t ∈ R, ou ainda (−5, 2, 3) + t.(−1, 1, 1); t ∈ R.
A equação paramétrica é dada por (−5−t, 2+t, 3+t); t ∈ R, ou ainda x = −5−t, y = 2+t, z =
3 + t; t ∈ R.
O ponto C não pertence à reta, pois não há parâmetro t que faça com que C = (3, 1, 4) =
(−5 − t, 2 + t, 3 + t).
Exercício 12 Dados os pontos A = (0, 2, 1) e a reta r : X = (0, 2, −2) + λ(1, −1, 2); λ ∈ R, ache
os pontos de r que distam
√
3 de A.
√
3 = d(A, r(λ)) ⇒ 3 = d2((0, 2, 1), (λ, 2−λ, −2+2λ)) = (λ−0)2 +(2−λ−2)2 +(−2+2λ−1)2 =
λ2+(−λ)2+(2λ−3)2 = λ2+λ2+4λ2−12λ+9 ⇒ 6λ2−12λ+6 = 0 ⇒ λ2−2λ+1 = 0 ⇒ λ = 1. Logo,
o ponto de r que dista
√
3 de A é o ponto de parâmetro λ = 1, isto é r(1) = (1, 2 − 1, −2 + 2.1) =
(1, 1, 0).
Exercício 13 Dados os pontos A = (1, 0, 1), B = (2, 1, −1) e C = (1, −1, 0), escreva equações
vetorial e paramétricas do planto determinado por A, B e C.
Os vetores u = AB = B − A = (2 − 1, 1 − 0, −1 − 1) = (1, 1, −2) e v = AC = C − A =
(1 − 1, −1 − 0, 0 − 1) = (0, −1, −1) são linearmente independentes e paralelos ao plano pedido.
Portanto, a equação vetorial pedida é dada por A + t.u + λ.v; t, λ ∈ R, ou ainda (1, 0, 1) +
t.(1, 1, −2) + λ.(0, −1, −1); t, λ ∈ R.
A equação paramétrica é dada por (1 + t, t − λ, 1 − 2t − λ); t, λ ∈ R, ou ainda x = 1 + t, y =
t − λ, z = 1 − 2t − λ; t ∈ R.
Exercício 14 Dados o plano π : (1, 1, 3) + λ(1, −1, 1) + µ(0, 1, 3), λ, µ ∈ R e a reta r : X =
(1, 1, 1) + α(3, 2, 1), α ∈ R, verifique que r é transversal a π e ache o ponto P onde r fura π.
r é transversal a π, pois os vetores (1, −1, 1), (0, 1, 3) e (3, 2, 1) são linearmente independen-
tes(determinante não nulo). O ponto P onde a reta fura o plano é P = (11
17, 13
17, 15
17)(basta resolver o
sistema 3 × 3).
Exercício 15 Obtenha uma equação geral do plano π que passa por A = (1, 1, 0), B = (1, −1, −1)
e é paralelo ao vetor v = (2, 1, 0)
O vetor u = BA = A − B = (1 − 1, 1 − (−1), 0 − (−1)) = (0, 2, 1) é paralelo ao plano π e u e v
são linearmente independentes. Logo, o vetor n = v × u = (4, −2, 4) é perpendicular ao plano π e,
portanto, a equação geral do plano é dada por 4x - 2y + 4z + d = 0. Substituindo essa equação no
ponto A = (1, 1, 0) dado, obtemos que d = −2 e, portanto, o plano tem equação 4x−2y+4z−2 = 0
ou 2x − y + 2z − 1 = 0.
Exercício 16 Obtenha uma equação paramétrica do plano que tem por equação geral x+2y−z−1 =
0.
Temos que z = −1 + x + 2y, logo temos uma possível equação paramétrica dada por x = α, y =
β, z = −1 + α + 2β; α, β ∈ R.
Exercício 17 Obtenha uma equação geral do plano que passa pelo ponto P = (1, 1, 2) e é paralelo
ao plano π : x − y + 2z + 1 = 0.
A equação geral do plano é dada por x − y + 2z + d = 0. Substituindo essa equação no ponto
P = (1, 1, 2) dado, obtemos que d = −4 e, portanto, o plano tem equação x − y + 2z − 4 = 0.
4
Exercício 18 Dê uma equação geral do plano que passa pelo ponto P = (1, 0, 1) e é perpendicular
à reta r : X = (0, 0, 1) + λ(1, 2, −1).
A equação geral do plano é dada por x + 2y − z + d = 0. Substituindo essa equação no ponto
P = (1, 0, 1) dado, obtemos que d = 0 e, portanto, o plano tem equação x + 2y − z = 0.
Exercício 19 Escreva uma equação vetorial da reta que passa por A = (1, 2, 3) e é perpendicular
ao plano π : 2x + y − z = 2.
O vetor n = (2, 1, −1) é perpendicular ao plano e, portanto, paralelo à reta pedida. Logo, a
equação vetorial da reta é dada por A + t.n; t ∈ R ou ainda, (1, 2, 3) + t.(2, 1, −1); t ∈ R.
Exercício 20 Escreva equações paramétricas da reta intersecção dos planos π1 : (x, y, z) = (1 +
λ, −2, −λ − µ), λ, µ ∈ R e π2 : (x, y, z) = (1 + λ − µ, 2λ + µ, 3 − µ), λ, µ ∈ R.
Resolver o sistema 3 × 4 mudando o nome de 2 incógnitas e deixar uma variável livre que
parametriza a reta.

Recomendados

GEOMETRIA ANALÍTICA cap 08
GEOMETRIA ANALÍTICA cap  08GEOMETRIA ANALÍTICA cap  08
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 08Andrei Bastos
 
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 07
GEOMETRIA ANALÍTICA cap  07GEOMETRIA ANALÍTICA cap  07
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 07Andrei Bastos
 
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 06
GEOMETRIA ANALÍTICA cap  06GEOMETRIA ANALÍTICA cap  06
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 06Andrei Bastos
 
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 04
GEOMETRIA ANALÍTICA cap  04GEOMETRIA ANALÍTICA cap  04
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 04Andrei Bastos
 
Lista de exercícios produto vetorial produto misto
Lista de exercícios produto vetorial produto mistoLista de exercícios produto vetorial produto misto
Lista de exercícios produto vetorial produto mistoProf Paulo Roberto Batista
 
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 05
GEOMETRIA ANALÍTICA cap  05GEOMETRIA ANALÍTICA cap  05
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 05Andrei Bastos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apost2 exresolvidos retas-planos
Apost2 exresolvidos retas-planosApost2 exresolvidos retas-planos
Apost2 exresolvidos retas-planoscon_seguir
 
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09Andrei Bastos
 
Funções trigonométricas
Funções trigonométricasFunções trigonométricas
Funções trigonométricasCarlos Campani
 
Respostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterle
Respostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterleRespostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterle
Respostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterlesamuelsaocristovao
 
Algebra linear exercicios_resolvidos
Algebra linear exercicios_resolvidosAlgebra linear exercicios_resolvidos
Algebra linear exercicios_resolvidosRodolfo Sena da Penha
 
Função de duas variáveis, domínios e imagem
Função de duas variáveis, domínios e imagemFunção de duas variáveis, domínios e imagem
Função de duas variáveis, domínios e imagemIsadora Toledo
 
Geometria analitica exercicios resolvidos
Geometria analitica exercicios resolvidosGeometria analitica exercicios resolvidos
Geometria analitica exercicios resolvidoscon_seguir
 
Lista de exercícios 2 - Cálculo
Lista de exercícios 2 - CálculoLista de exercícios 2 - Cálculo
Lista de exercícios 2 - CálculoCarlos Campani
 
Funcoes de varias variaveis calculo 2
Funcoes de varias variaveis  calculo 2Funcoes de varias variaveis  calculo 2
Funcoes de varias variaveis calculo 2Kassiane Campelo
 
Curvas de nível
Curvas de nívelCurvas de nível
Curvas de nívelfernando-tn
 
Cálculo diferencial e integral de várias variáveis unid iii
Cálculo diferencial e integral de várias variáveis   unid iiiCálculo diferencial e integral de várias variáveis   unid iii
Cálculo diferencial e integral de várias variáveis unid iiiBruno Luz
 
Transformações geométricas no plano
Transformações geométricas no planoTransformações geométricas no plano
Transformações geométricas no planocon_seguir
 
Composição de Funções
Composição de FunçõesComposição de Funções
Composição de FunçõesCarlos Campani
 
Revisão de geometria analitica
Revisão de geometria analiticaRevisão de geometria analitica
Revisão de geometria analiticaRenivan Freitas
 

Mais procurados (20)

Apost2 exresolvidos retas-planos
Apost2 exresolvidos retas-planosApost2 exresolvidos retas-planos
Apost2 exresolvidos retas-planos
 
Lista 4 - Resolução
Lista 4 - ResoluçãoLista 4 - Resolução
Lista 4 - Resolução
 
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09
GEOMETRIA ANALÍTICA cap 09
 
Derivadas direcionais
Derivadas direcionaisDerivadas direcionais
Derivadas direcionais
 
Funções trigonométricas
Funções trigonométricasFunções trigonométricas
Funções trigonométricas
 
Respostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterle
Respostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterleRespostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterle
Respostas do-livro-geometria-analitica-alfredo-steinbruch-e-paulo-winterle
 
Aula 27 espaços vetoriais
Aula 27   espaços vetoriaisAula 27   espaços vetoriais
Aula 27 espaços vetoriais
 
Algebra linear exercicios_resolvidos
Algebra linear exercicios_resolvidosAlgebra linear exercicios_resolvidos
Algebra linear exercicios_resolvidos
 
Demonstração da equação de Bhaskara
Demonstração da equação de BhaskaraDemonstração da equação de Bhaskara
Demonstração da equação de Bhaskara
 
Função de duas variáveis, domínios e imagem
Função de duas variáveis, domínios e imagemFunção de duas variáveis, domínios e imagem
Função de duas variáveis, domínios e imagem
 
Geometria analitica exercicios resolvidos
Geometria analitica exercicios resolvidosGeometria analitica exercicios resolvidos
Geometria analitica exercicios resolvidos
 
Lista de exercícios 2 - Cálculo
Lista de exercícios 2 - CálculoLista de exercícios 2 - Cálculo
Lista de exercícios 2 - Cálculo
 
Funcoes de varias variaveis calculo 2
Funcoes de varias variaveis  calculo 2Funcoes de varias variaveis  calculo 2
Funcoes de varias variaveis calculo 2
 
Apostila de cálculo 3
Apostila de cálculo 3Apostila de cálculo 3
Apostila de cálculo 3
 
Curvas de nível
Curvas de nívelCurvas de nível
Curvas de nível
 
Cálculo diferencial e integral de várias variáveis unid iii
Cálculo diferencial e integral de várias variáveis   unid iiiCálculo diferencial e integral de várias variáveis   unid iii
Cálculo diferencial e integral de várias variáveis unid iii
 
Transformações geométricas no plano
Transformações geométricas no planoTransformações geométricas no plano
Transformações geométricas no plano
 
Composição de Funções
Composição de FunçõesComposição de Funções
Composição de Funções
 
Revisão de geometria analitica
Revisão de geometria analiticaRevisão de geometria analitica
Revisão de geometria analitica
 
Iezzi24 35
Iezzi24 35Iezzi24 35
Iezzi24 35
 

Destaque

HNIP Fall 2012 Intern Newsletter
HNIP Fall 2012 Intern NewsletterHNIP Fall 2012 Intern Newsletter
HNIP Fall 2012 Intern NewsletterJuana Hernandez
 
Paulo freire
Paulo freirePaulo freire
Paulo freirekarol957
 
"Villager Mafia" An Activity to Promote Transparency
"Villager Mafia"  An Activity to Promote Transparency"Villager Mafia"  An Activity to Promote Transparency
"Villager Mafia" An Activity to Promote TransparencyGaurav Rastogi
 
Одноразовые убийцы
Одноразовые убийцыОдноразовые убийцы
Одноразовые убийцыengtechservice
 
Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...
Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...
Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...Guilherme Carvalho
 
Window buying guid ( 1st edition)
Window buying guid ( 1st edition)Window buying guid ( 1st edition)
Window buying guid ( 1st edition)Mohamad Al attar
 
Modelo Gestão - Orientando a Empresa para o que Importa
Modelo Gestão - Orientando a Empresa para o que ImportaModelo Gestão - Orientando a Empresa para o que Importa
Modelo Gestão - Orientando a Empresa para o que ImportaFabio Ono
 
EAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using Hadoop
EAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using HadoopEAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using Hadoop
EAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using HadoopDataWorks Summit
 

Destaque (12)

Cv
CvCv
Cv
 
HNIP Fall 2012 Intern Newsletter
HNIP Fall 2012 Intern NewsletterHNIP Fall 2012 Intern Newsletter
HNIP Fall 2012 Intern Newsletter
 
Paulo freire
Paulo freirePaulo freire
Paulo freire
 
Por favor solo se debe llegar hasta
Por favor solo se debe llegar hastaPor favor solo se debe llegar hasta
Por favor solo se debe llegar hasta
 
Lista 1 - Cálculo
Lista 1 - CálculoLista 1 - Cálculo
Lista 1 - Cálculo
 
"Villager Mafia" An Activity to Promote Transparency
"Villager Mafia"  An Activity to Promote Transparency"Villager Mafia"  An Activity to Promote Transparency
"Villager Mafia" An Activity to Promote Transparency
 
Одноразовые убийцы
Одноразовые убийцыОдноразовые убийцы
Одноразовые убийцы
 
Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...
Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...
Dicas para Melhorar a Gestão e Resultados de sua Empresa adotando a Gestão de...
 
Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
 Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
Educação Financeira: O caminho para a Independência Financeira
 
Window buying guid ( 1st edition)
Window buying guid ( 1st edition)Window buying guid ( 1st edition)
Window buying guid ( 1st edition)
 
Modelo Gestão - Orientando a Empresa para o que Importa
Modelo Gestão - Orientando a Empresa para o que ImportaModelo Gestão - Orientando a Empresa para o que Importa
Modelo Gestão - Orientando a Empresa para o que Importa
 
EAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using Hadoop
EAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using HadoopEAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using Hadoop
EAP - Accelerating behavorial analytics at PayPal using Hadoop
 

Semelhante a exercicios de calculo

Semelhante a exercicios de calculo (20)

Geometria analitica exercicios resolvidos
Geometria analitica exercicios resolvidosGeometria analitica exercicios resolvidos
Geometria analitica exercicios resolvidos
 
Geometria11
Geometria11Geometria11
Geometria11
 
Matemática - Estudo da reta
Matemática - Estudo da retaMatemática - Estudo da reta
Matemática - Estudo da reta
 
Aula 21 vetores
Aula 21   vetoresAula 21   vetores
Aula 21 vetores
 
Ga retas
Ga retasGa retas
Ga retas
 
Planos
PlanosPlanos
Planos
 
áLgebra linear
áLgebra linearáLgebra linear
áLgebra linear
 
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
 
100 questc3b5es-de-circunferc3aancia1
100 questc3b5es-de-circunferc3aancia1100 questc3b5es-de-circunferc3aancia1
100 questc3b5es-de-circunferc3aancia1
 
Exercitandoaula4
Exercitandoaula4Exercitandoaula4
Exercitandoaula4
 
Algebra Linear cap 08
Algebra Linear cap  08Algebra Linear cap  08
Algebra Linear cap 08
 
PLANOS
PLANOSPLANOS
PLANOS
 
Lista 4
Lista 4Lista 4
Lista 4
 
Ponto reta
Ponto retaPonto reta
Ponto reta
 
4 - Vetores no Espaço Tratamento algébrico.pdf
4 - Vetores no Espaço Tratamento algébrico.pdf4 - Vetores no Espaço Tratamento algébrico.pdf
4 - Vetores no Espaço Tratamento algébrico.pdf
 
Ap2 gai-2014-2-gabarito
Ap2 gai-2014-2-gabaritoAp2 gai-2014-2-gabarito
Ap2 gai-2014-2-gabarito
 
Mat geometria analitica 004
Mat geometria analitica   004Mat geometria analitica   004
Mat geometria analitica 004
 
Geometria analítica: ponto, reta e circunferência
Geometria analítica: ponto, reta e circunferênciaGeometria analítica: ponto, reta e circunferência
Geometria analítica: ponto, reta e circunferência
 
Mat angulos retas exerc resolvidos
Mat angulos   retas exerc resolvidosMat angulos   retas exerc resolvidos
Mat angulos retas exerc resolvidos
 
Geometria analitica equacao da reta
Geometria analitica equacao da retaGeometria analitica equacao da reta
Geometria analitica equacao da reta
 

Último

Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docxdaimonkonicz35
 
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvRenandantas16
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024dl assessoria 8
 
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...assedlmoi
 
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...leitev350
 
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdfB600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdfPedroRocha294899
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...daimonkonicz35
 
Ultrasound Timeline developed by students
Ultrasound Timeline developed by studentsUltrasound Timeline developed by students
Ultrasound Timeline developed by studentsWilliamEmmertGonalve
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...daimonkonicz35
 
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACSpiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACsandracesteves71
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...
Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...
Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...pauladiasuni
 
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...leitev350
 

Último (14)

Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
 
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
 
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
 
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdfB600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
B600005060130-Manual-Eco-Garden-Inverter-12.02.2020-V12.pdf
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
 
Ultrasound Timeline developed by students
Ultrasound Timeline developed by studentsUltrasound Timeline developed by students
Ultrasound Timeline developed by students
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
 
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACSpiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ELETRÔNICA ANALÓGICA - 51 2024.docx
 
Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...
Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...
Como base teórica para a realização desta atividade, além dos conteúdos estud...
 
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
 

exercicios de calculo

  • 1. 1 Lista 1 - Cálculo III Exercício 1 Determine a equação da reta que passa pelo ponto (1, 2) e que seja paralela à direção do vetor v = (−1, 1). Como v = (−1, 1) é paralelo à reta, temos que n = (1, 1) é perpendicular à reta, pois v.n = 0. Logo, a reta tem equação 1.x + 1.y + c = 0. Substituindo essa equação no ponto (1, 2) dado, obtemos que c = −3 e, portanto, a reta tem equação x + y − 3 = 0 ou y = −x + 3. Exercício 2 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto (1, −1) e que é perpendi- cular à reta 2x + y = 1. A reta 2x + y = 1 é perpendicular ao vetor v = (2, 1). Logo, a equação pedida é dada por (1, −1) + t.(2, 1); t ∈ R. Exercício 3 Determine um vetor cuja direção seja paralela à reta 3x + 2y = 2. Como n = (3, 2) é perpendicular à reta, temos que v = (2, −3) é paralelo à reta, pois n.v = 0. Exercício 4 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto (1 2, 1) e que seja paralela à reta 3x + 2y = 2. Como v = (−2, 3) é paralelo à reta, a equação pedida é dada por (1 2, 1) + t.(−2, 3); t ∈ R. Exercício 5 Determine um vetor cuja direção seja paralela à reta dada: (a) x − 2y = 3; (b) x + y = 1; (c) 2x − 5y = 4; (d) x + 2y = 3. (a) Como n = (1, −2) é perpendicular à reta, temos que v = (2, 1) é paralelo à reta, pois n.v = 0; (b) Como n = (1, 1) é perpendicular à reta, temos que v = (1, −1) é paralelo à reta, pois n.v = 0; (c) Como n = (2, −5) é perpendicular à reta, temos que v = (5, 2) é paralelo à reta, pois n.v = 0; (d) Como n = (1, 2) é perpendicular à reta, temos que v = (2, −1) é paralelo à reta, pois n.v = 0. Exercício 6 Determine um vetor cuja direção seja perpendicular à reta dada: (a) 2x + y = 1; (b) 3x − y = 3; (c) x + 3y = 2; (d) 2x − 3y = 1. (a) n = (2, 1) é perpendicular à reta; (b) n = (3, −1) é perpendicular à reta;
  • 2. 2 (c) n = (1, 3) é perpendicular à reta; (d) n = (2, −3) é perpendicular à reta. Exercício 7 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto dado e que seja paralela à reta dada: (a) (2, −5) e x − y = 1; (b) (1, −2) e 2x + y = 3. (a) Como n = (1, −1) é perpendicular à reta, temos que v = (1, 1) é paralelo à reta, pois n.v = 0. Logo, a equação pedida é dada por (2, −5) + t.(1, 1); t ∈ R; (b) Como n = (2, 1) é perpendicular à reta, temos que v = (1, −2) é paralelo à reta, pois n.v = 0. Logo, a equação pedida é dada por (1, −2) + t.(1, −2); t ∈ R; Exercício 8 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto dado e que seja perpendi- cular à reta dada: (a) (1, 2) e 2x + y = 3; (b) (2, −2) e x + 3y = 1. (a) O vetor n = (2, 1) é perpendicular à reta, logo a equação pedida é dada por (1, 2)+t.(2, 1); t ∈ R; (b) O vetor n = (1, 3) é perpendicular à reta, logo a equação pedida é dada por (2, −2)+t.(1, 3); t ∈ R. Exercício 9 Determine a equação do plano que passa pelo ponto dado e que seja perpendicular à direção do vetor n dado: (a) (1, 1, 1) e n = (2, 1, 3); (b) (2, 1, −1) e n = (2, 1, 2). (a) O vetor n = (2, 1, 3) é perpendicular ao plano, logo a equação desse plano é dada por 2.x + 1.y + 3.z + c = 0. Substituindo essa equação no ponto (1, 1, 1) dado, obtemos que c = −6 e, portanto, o plano tem equação 2x + y + 3z − 6 = 0; (b) O vetor n = (2, 1, 2) é perpendicular ao plano, logo a equação desse plano é dada por 2.x + 1.y + 2.z + c = 0. Substituindo essa equação no ponto (2, 1, −1) dado, obtemos que c = −3 e, portanto, o plano tem equação 2x + y + 2z − 3 = 0. Exercício 10 Determine a equação vetorial da reta que passa pelo ponto dado e que seja perpen- dicular ao plano dado: (a) (0, 1, −1) e x + 2y − z = 3; (b) (2, 1, −1) e 2x + y + 3z = 1. (a) O vetor n = (1, 2, −1) é perpendicular ao plano, logo a equação pedida é dada por (0, 1, −1) + t.(1, 2, −1); t ∈ R; (b) O vetor n = (2, 1, 3) é perpendicular ao plano, logo a equação pedida é dada por (2, 1, −1) + t.(2, 1, 3); t ∈ R. Exercício 11 Dados os pontos A = (−5, 2, 3) e B = (4, −7, −6), escreva equações vetorial e paramétricas da reta determinada por A e B. O ponto C = (3, 1, 4) pertence a esta reta?
  • 3. 3 O vetor AB = B − A = (4 − (−5), −7 − 2, −6 − 3) = (9, −9, −9) é paralelo à reta pedida. Podemos tomar um múltiplo qualquer de AB, logo tomaremos v = (−1, 1, 1). A equação vetorial pedida é dada por A + t.v; t ∈ R, ou ainda (−5, 2, 3) + t.(−1, 1, 1); t ∈ R. A equação paramétrica é dada por (−5−t, 2+t, 3+t); t ∈ R, ou ainda x = −5−t, y = 2+t, z = 3 + t; t ∈ R. O ponto C não pertence à reta, pois não há parâmetro t que faça com que C = (3, 1, 4) = (−5 − t, 2 + t, 3 + t). Exercício 12 Dados os pontos A = (0, 2, 1) e a reta r : X = (0, 2, −2) + λ(1, −1, 2); λ ∈ R, ache os pontos de r que distam √ 3 de A. √ 3 = d(A, r(λ)) ⇒ 3 = d2((0, 2, 1), (λ, 2−λ, −2+2λ)) = (λ−0)2 +(2−λ−2)2 +(−2+2λ−1)2 = λ2+(−λ)2+(2λ−3)2 = λ2+λ2+4λ2−12λ+9 ⇒ 6λ2−12λ+6 = 0 ⇒ λ2−2λ+1 = 0 ⇒ λ = 1. Logo, o ponto de r que dista √ 3 de A é o ponto de parâmetro λ = 1, isto é r(1) = (1, 2 − 1, −2 + 2.1) = (1, 1, 0). Exercício 13 Dados os pontos A = (1, 0, 1), B = (2, 1, −1) e C = (1, −1, 0), escreva equações vetorial e paramétricas do planto determinado por A, B e C. Os vetores u = AB = B − A = (2 − 1, 1 − 0, −1 − 1) = (1, 1, −2) e v = AC = C − A = (1 − 1, −1 − 0, 0 − 1) = (0, −1, −1) são linearmente independentes e paralelos ao plano pedido. Portanto, a equação vetorial pedida é dada por A + t.u + λ.v; t, λ ∈ R, ou ainda (1, 0, 1) + t.(1, 1, −2) + λ.(0, −1, −1); t, λ ∈ R. A equação paramétrica é dada por (1 + t, t − λ, 1 − 2t − λ); t, λ ∈ R, ou ainda x = 1 + t, y = t − λ, z = 1 − 2t − λ; t ∈ R. Exercício 14 Dados o plano π : (1, 1, 3) + λ(1, −1, 1) + µ(0, 1, 3), λ, µ ∈ R e a reta r : X = (1, 1, 1) + α(3, 2, 1), α ∈ R, verifique que r é transversal a π e ache o ponto P onde r fura π. r é transversal a π, pois os vetores (1, −1, 1), (0, 1, 3) e (3, 2, 1) são linearmente independen- tes(determinante não nulo). O ponto P onde a reta fura o plano é P = (11 17, 13 17, 15 17)(basta resolver o sistema 3 × 3). Exercício 15 Obtenha uma equação geral do plano π que passa por A = (1, 1, 0), B = (1, −1, −1) e é paralelo ao vetor v = (2, 1, 0) O vetor u = BA = A − B = (1 − 1, 1 − (−1), 0 − (−1)) = (0, 2, 1) é paralelo ao plano π e u e v são linearmente independentes. Logo, o vetor n = v × u = (4, −2, 4) é perpendicular ao plano π e, portanto, a equação geral do plano é dada por 4x - 2y + 4z + d = 0. Substituindo essa equação no ponto A = (1, 1, 0) dado, obtemos que d = −2 e, portanto, o plano tem equação 4x−2y+4z−2 = 0 ou 2x − y + 2z − 1 = 0. Exercício 16 Obtenha uma equação paramétrica do plano que tem por equação geral x+2y−z−1 = 0. Temos que z = −1 + x + 2y, logo temos uma possível equação paramétrica dada por x = α, y = β, z = −1 + α + 2β; α, β ∈ R. Exercício 17 Obtenha uma equação geral do plano que passa pelo ponto P = (1, 1, 2) e é paralelo ao plano π : x − y + 2z + 1 = 0. A equação geral do plano é dada por x − y + 2z + d = 0. Substituindo essa equação no ponto P = (1, 1, 2) dado, obtemos que d = −4 e, portanto, o plano tem equação x − y + 2z − 4 = 0.
  • 4. 4 Exercício 18 Dê uma equação geral do plano que passa pelo ponto P = (1, 0, 1) e é perpendicular à reta r : X = (0, 0, 1) + λ(1, 2, −1). A equação geral do plano é dada por x + 2y − z + d = 0. Substituindo essa equação no ponto P = (1, 0, 1) dado, obtemos que d = 0 e, portanto, o plano tem equação x + 2y − z = 0. Exercício 19 Escreva uma equação vetorial da reta que passa por A = (1, 2, 3) e é perpendicular ao plano π : 2x + y − z = 2. O vetor n = (2, 1, −1) é perpendicular ao plano e, portanto, paralelo à reta pedida. Logo, a equação vetorial da reta é dada por A + t.n; t ∈ R ou ainda, (1, 2, 3) + t.(2, 1, −1); t ∈ R. Exercício 20 Escreva equações paramétricas da reta intersecção dos planos π1 : (x, y, z) = (1 + λ, −2, −λ − µ), λ, µ ∈ R e π2 : (x, y, z) = (1 + λ − µ, 2λ + µ, 3 − µ), λ, µ ∈ R. Resolver o sistema 3 × 4 mudando o nome de 2 incógnitas e deixar uma variável livre que parametriza a reta.