WOZOCO
ALUNAS RA TURMA
Bruna Cristina Oliveira C116858 AU3B13
Raquel Ferrari B999BB0 AU3A13
Thamires Carolina Caló C15HAB0...
Ficha Técnica
 Arquitetos: MVRDV
 Ano do projeto: 1994-1997
 Tipo de projeto: Habitacional
 Materialidade: Vidro e Mad...
Conceitos do Projeto
 Lidar com o significante crescimento da população
local enquanto preserva a área verde do bairro
 ...
Inserção Urbana
Inserção Urbana
Inserção Urbana
 O edifício não possui uma relação formal direta com
o lugar
 Construído em uma área decadente, o edifíc...
Inserção Urbana
Inserção Urbana
Inserção Urbana
 O edifício WoZoCo está interligado entre a rua,os
prédio e o paisagismo.
 O edifício fica numa praça co...
Inserção Urbana
Inserção Urbana
Convívio Externo
 No sudoeste do edifício se cria um espaço exterior
térreo com pilotis, ampliando a área de convívio e
d...
Convívio Externo
Fachada Oeste
Circulação de veículos
Fachada Norte
Circulação de veículos
Fachada Sul
Circulação
 Os corredores de circulação horizontal estão
localizados na fachada norte.
Forma/Volumetria
 A aparência peculiarmente extravagante do prédio
foi motivada por dificuldades encontradas durante o
pr...
Forma/Volumetria
Fachada Sul
Forma/Volumetria
Fachada Norte
Estética
 As diversas posições das janelas, os tamanhos e os
materiais das varandas, dão características únicas e
diversi...
Forma/Volumetria
Fachada Sul
Função
Função
Função
Sistema construtivo
 O sistema adotado foi com treliças modificadas nos
apartamentos colocados “para fora”, o que aumento...
Estrutura
Estrutura
 Os blocos suspensos foram estruturados com perfis
de aço fixados na estrutura de concreto do bloco
principal e...
Estrutura
Estrutura
Fontes
 http://pt.slideshare.net/ARQ210AN/06-wozoco-housing
 http://en.wikiarquitectura.com/index.php/Wozoco_Apartments_...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Wozoco mrvdv

1.580 visualizações

Publicada em

Bruna Cristina Oliveira
Raquel Ferrari
Thamires Carolina Caló
Thays Anjos Lima

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
292
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Wozoco mrvdv

  1. 1. WOZOCO ALUNAS RA TURMA Bruna Cristina Oliveira C116858 AU3B13 Raquel Ferrari B999BB0 AU3A13 Thamires Carolina Caló C15HAB0 AU3B13 Thays Anjos Lima C25EGI6 AU3B13
  2. 2. Ficha Técnica  Arquitetos: MVRDV  Ano do projeto: 1994-1997  Tipo de projeto: Habitacional  Materialidade: Vidro e Madeira  Estrutura: Concreto  Localização: Amsterdã, Holanda  Implantação no terreno: Isolado
  3. 3. Conceitos do Projeto  Lidar com o significante crescimento da população local enquanto preserva a área verde do bairro  Construir cem unidades habitacionais para idosos com espaço para enfermaria e um asilo  Manter o máximo de espaço aberto possível.
  4. 4. Inserção Urbana
  5. 5. Inserção Urbana
  6. 6. Inserção Urbana  O edifício não possui uma relação formal direta com o lugar  Construído em uma área decadente, o edifício torna- se imponente em relação aos outros que o rodeiam (tanto por sua altura, como por sua dimensão)  A sua arquitetura busca redefinir este espaço em seu conteúdo e forma, criando um novo lugar, de modo a demonstrar que o projeto tem como direito e dever pertencer à paisagem como elemento construtivo e transformador.
  7. 7. Inserção Urbana
  8. 8. Inserção Urbana
  9. 9. Inserção Urbana  O edifício WoZoCo está interligado entre a rua,os prédio e o paisagismo.  O edifício fica numa praça coberta com lajetas de betão – que regulam o quarteirão delimitado por árvores de médio porte  As suas alternâncias de cheio/vazio formam pequenos canteiros de vegetação, de dimensão irregular e orientadas com volume.
  10. 10. Inserção Urbana
  11. 11. Inserção Urbana
  12. 12. Convívio Externo  No sudoeste do edifício se cria um espaço exterior térreo com pilotis, ampliando a área de convívio e diversificando, ainda mais, o caráter monolítico da construção.  Ao norte do edifício há uma pequena faixa elevada que permite o estacionamento.
  13. 13. Convívio Externo Fachada Oeste
  14. 14. Circulação de veículos Fachada Norte
  15. 15. Circulação de veículos Fachada Sul
  16. 16. Circulação  Os corredores de circulação horizontal estão localizados na fachada norte.
  17. 17. Forma/Volumetria  A aparência peculiarmente extravagante do prédio foi motivada por dificuldades encontradas durante o projeto.  A ideia que surgiu foi: as casas que não se encontram no interior do edifício seriam destacadas para o lado oposto do volume.  Apenas 87 das 100 unidades puderam ser feitas dentro das lajes do projeto, sendo assim, optaram por deixar as 13 unidades restantes da fachada Norte em balanço.
  18. 18. Forma/Volumetria Fachada Sul
  19. 19. Forma/Volumetria Fachada Norte
  20. 20. Estética  As diversas posições das janelas, os tamanhos e os materiais das varandas, dão características únicas e diversidade na fachada do edifício.  As paredes divisórias foram revestidas com oito centímetros a mais para isolamento acústico  Para favorecer o desenho na fachada foram colocados alguns elementos e materiais nas janelas  Foi adotada uma disposição completamente aleatória de cores e tipos de parapeitos, sem qualquer simetria ou repetição.
  21. 21. Forma/Volumetria Fachada Sul
  22. 22. Função
  23. 23. Função
  24. 24. Função
  25. 25. Sistema construtivo  O sistema adotado foi com treliças modificadas nos apartamentos colocados “para fora”, o que aumentou bastante o custo da obra.  A laje principal economizou de 7% a 8% pela sua forma, o que compensou 50%de custo a mais pelas unidades suspensas.
  26. 26. Estrutura
  27. 27. Estrutura  Os blocos suspensos foram estruturados com perfis de aço fixados na estrutura de concreto do bloco principal e revestidos com madeira. Esses blocos suspensos são organizados em dois pavimentos separados por lajes duplas pré-fabricadas de concreto para evitar ruídos entre os apartamentos.
  28. 28. Estrutura
  29. 29. Estrutura
  30. 30. Fontes  http://pt.slideshare.net/ARQ210AN/06-wozoco-housing  http://en.wikiarquitectura.com/index.php/Wozoco_Apartments_in_Amsterda m  http://housingprototypes.org/project?File_No=NL011  http://www.archdaily.com.br/br/01-25071/wozoco-mvrdv  http://www.mvrdv.nl/en/projects/wozoco/  http://repositorio.favip.edu.br:8080/bitstream/123456789/1699/1/TG2.pdf  http://www.woonen.nl/woon_7/wozoco.htm  http://www.archello.com/en/project/wozoco  www.fec.unicamp.br

×