O slideshow foi denunciado.
CURSO Arquitetura

DISCIPLINA Resistência dos Materiais - Estabilidade

 

Professora:  Fádia Lima

 

EXERCÍCIOS - TENSÕ ...
2. Sabendo que a resistência do concreto é de 20 MPa,  encontre a força máxima que o pilar da questão anterior
resístiria....
4. O cabo de aço apresentado na figura abaixo possui um diâmetro de 20 mm e suporta uma carga de 4500 N. 
Sabendo que seu ...
5. O pilar esquematizado possui seção circular com 40 cm de diâmetro,  altura
de 500 cm e é feito de um material cujo peso...
s» Jíga
P : r y - V 2 3,0 - (3,4 >< 0,25 X 5,3") = == 71,595

(Targa tai-tal:  Cmt;   4,93  1.59 = = 6,52 

Força:  âlflíl...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resolução dos Exercícios

2.296 visualizações

Publicada em

RESMAT - FADIA

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Resolução dos Exercícios

  1. 1. CURSO Arquitetura DISCIPLINA Resistência dos Materiais - Estabilidade Professora: Fádia Lima EXERCÍCIOS - TENSÕ ES LISTA 1 - RESOLVIDA 1. Calcular a tensão normal de compressão que está solicitando o pilar da figura abaixo, submetido a uma força normal centrada de 300 tl. 0 pilar tem seção transversal retangular, de 20 cm x 40 cm. Desprezar o peso próprio do pilar. O : me se pede ateste: axar-sã . r . gm. m¡ Sela. . Õ. f 1 "IÂ ílãimsuãgz da¡ . "brmada na: : pre. A. outra is seria a. A_ podemos obter facilmente ao IT115iíl§3lÉâ': âl'lTIOS os lados da segtar: transx-'ersai da ¡êcça (20 em s 40 ã? b. ?mta-is «xa sam. . f/ I74V. ,., p,n›n-A~vn›v›-»I§ em), que ni; - caso é um retângulo. . . . iai". .. Assim lemos todos os fáliímíflliíls nccessz-íríos para o cálculo : entanto prccis. ; : s x'eri*"ca' as unâuades; a íltirça está em ü' a arca será : Em cmi, z E I l E E : YiPa a ! nais miidatâes Ltsadas em lêxtêzãá) também tlexiçuaninadas de UNID/ Xili- * m- Pizrtsis/ &cgu . senda. o mag : iiiããzzada na consta; = civii. *Jxrja ; algumas relax; conheci-tias entre foi' 3. resultam em : V193: . .. m. .. . -› ã), í Àfgf/ maízíí -~› : a kgf', ¡'<:2'n.2 «à íüskgf/ ¡rzz . A fim (it: ^ lidos anais : nâíillííliêtíiõ : teatro alo canil-sato da ctmstruçãx) alex-emos asia-quai' às . . . ÕZíÕCS antes íl-ff- calcuao. SCIKÊC) assim t' . rca de tf 1331?¡ Eggf. Segui ixzuivala a 1530 , . cquãxralcn: a 3955 (Hi9 kgfi ("mma-g- a : saidas-jar: já está cmi_ e esta é una seiacionadas acimal não ha ; necessidade de CC-XPJCÉS 3 (153% 13 (ISSBÊT: . lu . .l l-Líãílaâ? .. Senda: - assiixi temos: F Íítlâlüüü 139?: g : z -- -í-w : :r ! â 20 . X @O 800 = 375 IICÉBF/ JCVÍFL: . ..n Fazendo a C-LFEEÍJGYSÊCW sic: nau: : ãálãS. aí-bicresa C752 a = 375 kgf/ crizz + 10 = 37,5 , ll-fim _sst-a: A tensão normaí sie ceunpressãa: a que esíá sizlsziteiitãa à paeça é tie 37,5 MP2, sendo : zssa a tensão nainâma que o concrete: que cenfecciona a peça deve resistir, que I
  2. 2. 2. Sabendo que a resistência do concreto é de 20 MPa, encontre a força máxima que o pilar da questão anterior resístiria. são do concreta. ista- é. a sua. resistência. Se quest o 1108 ftvmecído o iãl§. "" ta, tensão mrmai de contpres v” caicuãarmus a carga. máxima, cmisiderannos a -ção da rgtzes-. ac anterior. , ou sei' sita : seção ÍWIXISNTEES; r. que este pilar suportará: : sc confeccionado com um concreta» att: resistência igual .20 MPa. 5mm 3151113513 da: l a' : - FA, podemos obter a terça se xitilãzarmç-s ---› F = cr A. “se que ? mes de caiculariurys devemos aciequat' as truidadetz. . Desta ananeira, se ii'ai-. stk>i'irsa. int›s de RIIPa para Jean? tereuaos: i7 = Zããii/ EP: : 1G = 200 icqf/ ritzz. * ; mdeanrgs F . I-i = 200-120 40) 2: 806 160 Oüülíçfkz; Houdem a l ti', pock- : ç-s escrever: F = 160 ti' ta: A terça nzáxima que e ; xiter sugeri: : é de láü til 3. No desenvolvimento de um projeto você precisa utilizar a seção transversal de um pilar que suporte a maior carga possível. Sabendo que a proposta mais satisfatória está entre uma seção transversal quadrada com 35 cm de lado e uma seção transversal circular com 35 cm de diâmetro, determine a que melhor satisfará as necessidades de projeto no que diz respeito a capacidade de carga. O concreto possui resistência de 25 MPa. Em questões tipo , sempre "ecessidade de eaiculaiwnos as as seções e compararmos seus valores, 'CSC _ . . . ndo assim : tqueia : :c-m maior restrita-tio. Neste caso, que líiuâiíêitícS é a ' 'ça F que supc cada se, ressaltar c; e as COEh-'SLSÔGS de uuidairles tatdizadas aqui são as mesmas Litiâzzacãas nas questões anteriores. Siççíãí; QE~íD. R-k33x§ taty/ ora itaim de: : unidades: .cr z zsit-rpa 19 = zsokgf/ crn: F 2 306 250 ícgjCil OGG : z 306,25 ff : t 3017 250 Ícrrj' F F: assess¡ Szzbenrão qite a do c. V_ . pedestres substituir' na fónnuizi -› F r- r; >< A c: cxnxü: 4 esqueça rgueçia transferiu obtcmras; ' E _ . os a teusãrz do coucreão de 25 Mila para 25%") kgf-"cnrí l " . .; _- 5 1- 8 ! tg f_ rraiisttsrxnatzdo ; para tl": 244), 53 t¡ A seção» quadrada fei a que apresente: : maior eagattidzde de carga, 366,25 t? , 42-112: . .agr-
  3. 3. 4. O cabo de aço apresentado na figura abaixo possui um diâmetro de 20 mm e suporta uma carga de 4500 N. Sabendo que seu comprimento é de 1,2 m, o coeficiente de Poisson do aço é U = 0,3 e seu módulo de elasticidade é E = 210 GPa, calcular: API/ rx' #W a) Atensão normal (O) T b) O Alongamento (Al) c) A deformação longitudinal (S) w a) A seção círcuãaz* do material gnedc una adaptação da frírznasiaê ou seja, se suic-stítuirin-os a JPDZ ' 4 Fazendo as devidas car-nvcrsõcs de XEHÍÕâiÍCS_ . ... _.. _._. ... ... ~.. .<. ... .›, -›~v~ ao d) A deformação transversal (81) ? ímã di' CÍFCV-ÍO. 'qCif-Iuão . na fórmula da tensão ' 'Ff' l: _a 11V / rzranfi n* 1M? ” 1noN, /crn. ? e» 106 _IV/ mz íamos: ~ 13- * P' 4 * 455 Qi? 1800C _ q _ D2 = = = 14,32 nqrrzqrz-z* -> o' í 1412321555312¡ r. : l b) Para o cálculo do aíozggamcxlto ¡3reci^~*a: 'c1nos tanto da tensão o Quaraí-r; do ; nódulo de elasticidade E. No caxtaziío, os mesmo se encontram) unidades (E e* . ,- aixiioas as unidades são múltiplos amics, M É: e GPL/ z_ respccíívaanúixtc. í. (lo Passe-al, Pa, poderosas escrexrélas assim: e» : ri-nm lflsPa r; . wo 1.4.32 x 1069:; e» = 'siãgPa e 2m 4740.21 22.o WP. : 'Fransfraiâsn : :do o con1p1'i§1:eotc› (ic: metros para. nêjliinctrcs, :temos: 1,1?, m ""§* 125%' i mm Squads) 14,32 : n36 x : zoo Aí 3 ~ "" E 9,. 982 I'll? ?? C) a r' 2 é_ 5,82 : .=-: : “HIV” 'mm d) _ à i) - O' 0,3 X LILIÊZ x; 10* a_ _S 3.'. "' E : 32,Ô3%1Ú ¡HH!
  4. 4. 5. O pilar esquematizado possui seção circular com 40 cm de diâmetro, altura de 500 cm e é feito de um material cujo peso específico é 2,5 tf/ m3 e tem resistência à compressão de 100 kgf/ cmz e resistência à tração de 10 kgf/ cmz. Verificar se, para a condição de carregamento indicada (carga de vertical de 20 tf aplicada no topo, centrada), o pilar tem condição de resistir aos esforços. ; se não inííorinada a (íiãiíêiâliSç - . o «rio pilar. este: doam# incluido nos cálcuãcxa_ ou seja, a força : :será a rxzirgr: u, i -'; _nazso dz: _niicãr_ -s, PE5.0 DUr-LLAR Sziâvtànws : rue peso (ic uma peça pra-rio eaicsz-oirzma pda fármrtãa P x y' - V. í. ) 2133! TFWÍÉÁ? 5 Í': _y i -25 4 21.57:: Sendo assim, F 2 20 ~+ 1,57 r: 21, 57 sff ---› TE. -i? -EH. Í<Í. I NiÍilâivtki. (Para x: : 86 EU) _, _ 'v . ' 2 _i &m; - 1;, 16 Ícgf/ Cna A ÊEEISÊG que aãua no píãar é uma tensão ; terminal (ie conagxressão, sermão assim, a tensão atuante devido à carga (S735 kgífcnsi) : não é superior a sua resistência atomprrcssãs; de 19% kgñkàirsi. 6. A viga abaixo representada está apoiada em 2 pilares e suporta uma parede feita em blocos de concreto de 19 cm de largura com 3,5m de altura. Essa parede é feita em blocos de concreto, cujo peso específico é 1,4 tf/ m3. A viga tem seção transversal de 25 cm de largura e 40 cm de altura, e seu material possui peso específico de 3,0 tf/ mã. Os pilares tem seção quadrada de 20 cm de lado. Calcular qual resistência devem ter os pilares para poder dar apoio a essa estrutura. si": prime-ira: - passc: o cálculo da resistência. dos pilares : :esta situaçãr; é encontrarmos: os que Cada um cielo: : suporta, ou seja os pesos da E; russa-gás (f: ~ H m, ;à ñfvêiíâãiã c: v' a. xrsrcladc, a a ; r de deles. pois c uma : :Suzi-cara l ç , ¡ a; c›c›âaáa. logo apenas : metade da carga vai pilar. üciriiircr; ;x25 Presos -~~> . fxlvenaría, P y ~ l/ z 1,4135 x 21,19 x 5,3) p 4,93 if
  5. 5. s» Jíga P : r y - V 2 3,0 - (3,4 >< 0,25 X 5,3") = == 71,595 (Targa tai-tal: Cmt; 4,93 1.59 = = 6,52 Força: âlflíllíâââ em sax a um : los pilares: P' z 3,26 rf. transfcrmaszdo de ; ífw-L-'cgzfletnos F = 3263 -e› 'Tensz 2 normal Lxiilizazwzacss o megapascaã. teremos: o" : n: (B, 81.5 11h90.' Res *u-: ssta: (Ieda pilar deve possuir no ntíaúnw uma resistência de 13,315 1111): : para sazgmrtar as cargas devido a eslraiura. 7. Calcular a carga máxima suportada pelos pilares do exemplo anterior, sabendo que a resistência do concreto é de 25 MPa. Desta vez : emos o ¡Iaíor da resistência 'do material e queremos a3 quanto ele pode srsporias* de carga para as : mesmas -CÍÍHÉôHSÕSS . rio pilar questão anta-afim'. E basãcaxraezrãe o que ÍEZÔEIEOS 51a qtzgstííz¡ 2. por isso aconselho que reveja o processo. -~-› o = 25 ; Mi-Vez = . '›. ;g¡*", ›^'cnr F z cr - A 2 - (ZC- zr; 2G) 100 000 Atgf r' z : z ao rf Resgsosra: O pilar da (guesião maâeríos' superâaria um carga de 100 ü' se fosse cnzâíeccíonaüe com concreto de resistência igual a ZS MP2.

×