Nemausus jean nouvel

2.676 visualizações

Publicada em

Ellen Oliveira Santos
Fernanda Louise Silva
Júlia Almeida Silva
Larissa de Almeida Borge
Patricia Vicente Xavier

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.676
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
300
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nemausus jean nouvel

  1. 1. Habitação Coletiva Integrantes: Ellen Oliveira Santos – RA: C2598J3 – Turma B Fernanda Louise Silva – RA: C10GFJ8 – Turma A Júlia Almeida Silva – RA: C041IJB – Turma A Larissa de Almeida Borge- RA: C186015 – Turma C Patricia Vicente Xavier – RA: C15ADC5 – Turma B
  2. 2. Nemausus Jean Nouvel 2
  3. 3. Arquiteto Jean Nouvel  Nasceu na cidade francesa de Fumel, em 1945  Um dos principais nomes da arquitetura contemporânea  Conhecido por suas obras audaciosas e imponentes  Procurou formas divergentes do Modernismo  Coleciona prêmios e títulos internacionais  Autor de mais de 200 projetos  Projetos reconhecidos pela harmonia e presença de transparências 3
  4. 4. Projeto Nemausus – Ficha Técnica  Construída entre 1985 e 1987 e Inaugurado 1988  Localizado na cidade de Nimes, França  Possui 114 apartamentos divididos em três tipologias diferentes quanto ao arranjo espacial e área, sendo térreo, duplex ou tríplex  Área total: 10 300m²  Custo da Construção: Custo 5 565 000 €  Equipe Arquitetonica: Jean Nouvel et Associés  Design Gráfico: Sabine Rosant  Engenheiro: OTH Mediterannée  Desenhos CAD: OTH Informatique  Participação Artististica: Daniel Buren, Anne Fremy, François Seigneur 4
  5. 5. Projeto Nemausus  Os dois blocos de apartamentos expressam a imagem marítima e aeronáutica  Inovador no contexto internacional  Busca romper com toda a tradição e rigidez das habitações sociais  Nouvel buscou maior área possível, flexibilidade e baixo custo  A área das unidades é maximizada devido à minimização das áreas comuns cobertas, como as escadas e halls, por meio de acesso nos terraços e escadas externas, enquanto os elevadores se encontram na parte interna do prédio  Isto é possível porque as unidades coincidem com a largura do prédio 5
  6. 6.  Este desenho promove ganhos quanto ao conforto ambiental e privacidade, uma vez que do lado oposto à circulação externa cria-se outra linha de terraços privados de cada unidade  Estes dois tipos de terraços foram concebidos visando a criação de espaços de circulação e extensão dos apartamentos, atendendo à cultura de reunião em espaços abertos presente nessa região  Para tanto, estes espaços possuem largura avantajada (2,5 m), além de contar com bancos em toda sua extensão  A praça, criada entre os dois prédios, conta com uma grande quantidade de árvores e equipamentos como forma de incitar a permanência e o convívio entre os moradores. 6 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  7. 7. 7 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  8. 8. 8 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  9. 9. 9 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  10. 10. 10 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  11. 11.  As grandes aberturas nos apartamentos duplex foram projetadas tendo em vista a integração entre os usuários e o entorno  As aberturas em forma de portas são do tamanho da fachada, permitindo a continuidade entre o apartamento e o terraço 11 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  12. 12. 12 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  13. 13. 13 Projeto Nemausus – Convívio Externo
  14. 14. Inserção Urbana  Nimes é uma cidade perto do Mediterrâneo, com um bom clima durante grande parte do ano e uma tradição de viver ao ar livre  O local específico foi parte do que tinha sido um viveiro de plantas  A paisagem urbana envolvente é uma mistura de habitação de baixo nível e indústria leve 14
  15. 15. Inserção Urbana - Implantação 15 N
  16. 16. Inserção Urbana – Implantação (perspectiva) 16
  17. 17. 17 Inserção Urbana – Divisão do Coletivo
  18. 18. Inserção Urbana – Acesso 18
  19. 19.  A circulação vertical se dá através de escadas metálicas localizadas fora dos prédios, a conexão com a circulação horizontal é feita por meio de pontes  Também há escadas nos apartamentos duplex e tríplex, também feitas em estrutura metálica  Os elevadores se encontram na parte interna do prédio 19 Inserção Urbana – Circulação Comum
  20. 20. 20 Inserção Urbana – Circulação Comum
  21. 21. 21 Inserção Urbana – Circulação Privativa
  22. 22. Inserção Urbana – Permeabilidade 22
  23. 23. 23 Inserção Urbana
  24. 24. Forma, Estética, Volumetria  Abundância de espaço (superfície e volume) como critério principal;  Grande variedade de plantas de 1, 2 ou 3 pavimentos (17 modelos para 114 aptos.);  Menor número possível de áreas coletivas cobertas;  Distribuição por escadas e patamares externos na face norte;  Terraços espaçosos na face sul;  Construção simples em concreto pouco espesso com cobertura de alumínio; 24
  25. 25. 25 Forma, Estética, Volumetria
  26. 26. Função – Divisão do Espaço Comum 26 Espaço privativo Espaço coletivo
  27. 27. Função – Divisão do Espaço Privado 27 Convívio Repouso Higiene Alimentação Manutenção Duplex Térreo Tríplex
  28. 28. Função - Vistas 28
  29. 29. Função - Cortes 29
  30. 30.  As concepções de estrutura e de revestimento externo foram resumidas ao concreto e ao alumínio, materiais industrializados pré-fabricados e de fácil e montagem possibilitando o baixo custo dos apartamentos, além de propiciar conforto ambiental  O baixo custo e a flexibilidade dos apartamentos também se deram graças a ausência de acabamento nos apartamentos  O projeto foi estruturado em dois prédios paralelos de três pavimentos, um deles é menor devido à limitações espaciais do terreno 30 Sistemas Construtivos
  31. 31. 31 Sistemas Construtivos
  32. 32. 32 Sistemas Construtivos
  33. 33. 33 Sistemas Construtivos
  34. 34. 34 Sistemas Construtivos  Os prédios foram apoiados sobre pilares de concreto dispostos a cada 5 metros, delimitando a área de estacionamento, que se encontra em um nível abaixo  Sobre estes pilares descarregam as paredes de concreto pré-fabricado que separam cada apartamento, as quais se repetem ao longo dos três pisos  Desta maneira, geram-se módulos idênticos em todo o edifício, os quais, combinados uns aos outros, criam-se as diferentes tipologias  O arranjo espacial flexível das unidades pode ser considerado como o principal elemento inovador do projeto
  35. 35. 35 Sistemas Construtivos
  36. 36.  Determinando-se apenas o núcleo hidráulico de forma centralidade na planta, Nouvel garante ao usuário uma infinidade de apropriações do espaço  O revestimento das fachadas é feito por chapas galvanizadas de alumínio, contando também com esquadrias metálicas padronizadas que se abrem integralmente na fachada principal, ou parcialmente na fachada oposta  A cobertura dos terraços também é feita em material pré- fabricado  As escadas metálicas, externas e internas, são estruturalmente independentes, tal concepção propicia ganho para área dos apartamentos 36 Sistemas Construtivos
  37. 37. 37 Sistemas Construtivos
  38. 38. 38 Sistemas Construtivos
  39. 39. 39 Sistemas Construtivos
  40. 40. 40 Sistemas Construtivos
  41. 41. Referências  NEMAUSUS: UMA NOVA CONCEPÇÃO PARA UM ANTIGO PROBLEMA. Disponível em: <http://www.nemaususeahabitacaosocial.blogspot.com.br> Acesso em: 26 de fevereiro de 2015  NEMAUSUS. Disponível em:<http://www.jeannouvel.com> Acesso em: 26 de fevereiro de 2015  TENDÊNCIAS DA ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA. Disponível em: <http://arq-contemporânea- ajl.blospot.com.br/2011/06/trabalho-final-tendências-da.html> Acesso em: 28 de fevereiro de 2015  NEMAUSUS. Disponível em: <http://padois.blogspot.com.br/2010/03/nemausus-jean- nouvel.html> Acesso em: 28 de fevereiro de 2015 41

×