Relatorio

354 visualizações

Publicada em

uug

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
354
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatorio

  1. 1. 1-Introdução 2-objetivo 3-Tipos de solo 3;1-Solo arenoso 3;2-Solo argiloso 3;3-Solo humoso 3;4-Solo calcário 3;5-Latossolo 3;6-Solo lixiviado 3;7-Solos negros das Planícies e das Pradarias 3;8-Solo árido 3;9-Solos de montanhas 3;10-Solo orgânico 4-Tipos de classificação 4;1- Primeira classificação 4;1;1-solos zonais 4; 1;2-solos azonais 4;1;3-solos intrazonais 5-Classificaçãobrasileira 6-Conclusao
  2. 2. 1-Introdução Os solos são recursos naturais que se formaram depois de milhões de anos em constituição, resultantes da decomposição das rochas por ações do intemperismo. Podem ser classificados conforme a origem e conforme a influência da vegetação e do relevo.Entre os fatores que contribuem para a caracterização do solo estão o clima, a incidência solar, a rocha que originou o solo, matéria orgânica, cobertura vegetal, etc. O solo pode ser classificado em arenoso, argiloso, humoso e calcário. 2-objetivo Demostrar conhecimento e aprender o assunto ,Ensinadoem sala de aula e em aula pratica pela prof. e passar o conhecimento a outras pessoas ,entender a formaçao dos solos 3-Tipos de solo: 3;1-Solo arenoso: possuigrandequantidadede areia. Esse tipo de solo é muito permeável, pois a água infiltra facilmente pelos espaços formados entreos grãos de areia. Normalmente ele é pobre em nutrientes. 3;2-Solo argiloso: é formado por grãos pequenos e compactos, sendo impermeável e apresentando grandequantidade de nutrientes, característica essencial para a prática da atividade agrícola.
  3. 3. 3;3-Solo humoso: chamado em alguns lugares de terra preta, esse tipo de solo é bastante fértil, pois contém grandeconcentração de material orgânico em decomposição. O solo humoso é muito adequado para a realização da atividade agrícola. 3;4-Solo calcário: com pouco nutriente e grandequantidade de partículas rochosas emsua composição, o solo calcário é inadequado para o cultivo de plantas. Ele é típico de regiões desérticas. 3;5-Latossolo;Possui a capacidade de troca de cations baixa, menor que 17 cmolc, presença de argilas de baixa atividade (Tb), geralmente são solos muito profundos (maior que 2 m), bem desenvolvidos, localizados em terrenos planos ou pouco ondulados, tem textura granular e coloração amarela a vermelha escura. São solos zonais típicos de regiões de clima tropical úmido e semi-úmido, como Brasil e a África central. Sua coloração pode ser avermelhada, alaranjada ou amarelada. Isso evidencia concentração de óxidos de Fe e Al em tais solos. São profundos, bastante porosos e bem intemperizados. 3;6-Solo lixiviado;São aqueles que a grande quantidade de chuva carrega seus nutrientes, tornando o solo pobre ( pobre de potássio, e nitrogênio). 3;7-Solos negros das Planícies e das Pradarias: São aqueles que são ricos em matéria orgânica. 3;8-Solo árido:São aqueles que pela ausência de chuva não desenvolvem seu solo. 3;9-Solosde montanhas:São aqueles que o solo é jovem. 3;10-Solo orgânico;Composto demateriais orgânicos (restos deorganismos mortos e em decomposição), além da areia e da argila. Este solo é o que mais favoreceo desenvolvimento da vida das plantas, porémsolos orgânicos tropicais como do Brasil, por exemplo, possuembaixa fertilidade. O húmus é o resíduo ou composto solúveloriginado pela biodegradação da matéria orgânica, que o torna disponivelpara as plantas nutrientes minerais e gasosos como o nitrogênio (N).
  4. 4. O solo orgânico favorecepropriedades físicas e químicas do solo; favoreceas propriedades fisicas pois formam-segrânulos, deixando-o mais leve, menos pegajoso e mais trabalhável. A formação de grânulos tambem favorecea umidade e aeração do solo, ja que se forma espaços vazios entreos grânulos e estes, por sua vez, são preenchido por ar e agua. Favoreceas propriedades quimicas, pois pode aumentar sua CTC, fixar nutrientes minerais e gasosos atraves dereações químicas e aumenta ou diminuir o pH. Grandes quantidades de matéria orgânica no solo pode favorecer ao aumento da acidez potencial, por liberação de H+. 4-Tipos de classificação 4;1- Primeira classificação Universalmente, a classificação utilizada na pedologia, desde seus primórdios, estava baseado em três ordens: zonal azonal intrazonal Esta organização baseava-se principalmente nos fatores de clima, tempo e relevo que se encontrava os solos: 4;1;1-solos zonais são aqueles em relevos estáveis, em climas estáveis culminando em um formação antiga; 4; 1;2-solos azonais ;são aqueles que existem em ambientes instáveis, por exemplo, em aluviões e colúvios. São, portanto, sempre jovens. 4;1;3-solos intrazonais; são solos em que o relevo local ou material de origem prevalecem sobre o clima; são solos intermediários entre azonais e zonais (quando vistos sob o fator tempo).
  5. 5. 5-Classificação brasileira:A classificação brasileira de Solos, sempreem constante atualização, é chamada de SiBCS (Sistema Brasileiro de Classificação de Solos). É desenvolvida pela Embrapa, sendo a mais recente, publicada em 1999, com importante atualização em 2005.A última versão do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS)1 é dividida em 13 ordens de solo. São elas: Argissolo, Cambissolo, Chernossolo, Espodossolo, Gleissolo, Latossolo, Luvissolo, Neossolo, Nitossolo, Organossolo, Planossolo, Plintossolo eVertissolo. Essas classes são divididas em seis níveis categóricos, sendo os primeiros quatro deles (ordem, subordem, grandegrupo e subgrupo) os mais desenvolvidos. O quinto e sexto níveis categóricos (família e série) ainda seencontram em desenvolvimento. 6-Conclusao O solo serve de abrigo para diversas espécies animais e micro-organismos, sendo a partir dele que os vegetais se desenvolvem, fornecendo fonte de energia a toda a cadeia alimentar, garantindo a sobrevivência de diversas espécies. Resultante do intemperismo de rochas, pode se apresentar com diversas características distintas, sendo estas propriedades que interferem em aspectos como retenção de água, facilidade de deslizamentos, dentre outros.

×